Estado.com.br
Sexta-feira, 01 de Agosto de 2014
Advogado de defesa
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

Seguro do carro: STF diz que inadimplente tem direito à indenização

Categoria: Assunto do dia

RODRIGO GALLO – JORNAL DA TARDE

Os motoristas que estiverem inadimplentes com as prestações do seguro do automóvel e não forem notificados do atraso das parcelas terão direito ao valor da indenização, em caso de roubo ou acidente envolvendo o veículo.

Essa decisão, divulgada ontem pelo Superior Tribunal de Justiça (STJ), foi tomada com base em um processo específico, mas pode ser aplicada a todos os segurados que enfrentarem o mesmo tipo de problema.

De acordo com o STJ, o consumidor ingressou com a ação na Justiça exigindo o pagamento dos valores devidos, pois a seguradora havia se recusado a fazer o depósito. O carro do segurado tinha sido furtado enquanto ele estava em situação de inadimplência.

O segurado não havia pago a terceira parcela, de um total de quatro, do seguro e, por conta disso, a empresa cancelou a apólice. A companhia alegou que o cancelamento cumpria uma cláusula contratual e, portanto, era de conhecimento do cliente.

Inicialmente, a sentença foi desfavorável ao consumidor, pois o Tribunal de Alçada Civil de São Paulo julgou a ação improcedente. Ele, porém, ingressou com um recurso no STJ para tentar assegurar o direito à indenização. Na 4ª Turma do Tribunal, o segurado conseguiu reverter o cancelamento do contrato.

O relator do recurso, ministro Aldir Passarinho Junior, interpretou que, antes do cancelamento da apólice, o segurado deveria ter sido notificado, mesmo estando inadimplente – o que não ocorreu.

Segundo o magistrado, a seguradora não informou o consumidor sobre a possibilidade de dissolução do contrato por conta da dívida da terceira parcela. Com isso, a seguradora foi condenada a pagar o valor da indenização, acrescido de juros moratórios. Além disso, a empresa será obrigada a arcar com as custas processuais e com os honorários advocatícios, fixados em 10%.

O STJ considera que esse novo entendimento vale somente nos casos de contratos firmados somente durante a vigência do antigo Código Civil. A jurisprudência serve como uma orientação da Justiça, para que casos semelhantes sejam decididos da mesma forma, para não gerar distorções de entendimentos.

Posts Relacionados

  • No Related Post

Tópicos Relacionados

326 Comentários Comente também
  • 26/02/2009 - 14:23
    Enviado por: Lucry Francys da Costa

    Boa tarde.

    No dia 10-01-2009 bati meu carro, um Peugeout 206 Sensation na rodovia SP55 em Caraguatatua estado de São Paulo.
    Imediatamente acionei o resgate da Policia Rodoviária e o Dersa que registraram o boletim de ocorrência ( PooTRV 111-13.4-09) e me removeram do local. Logo nas primeiras horas do dia 11-01-2009 acionei a minha seguradora (Mapfre Seguros) que prontamente me atendeu registrando o sinistro do veiculo e providenciando rapidamente tudo o que foi necessário para a solicitação de um guincho para deslocamento do veiculo ate uma mecânica autorizada (Funiarte em São Jose dos Campos), bem como o translado para o meu deslocamento ate São Jose dos Campos, cidade onde vivo.
    Ao efetuar um contato com a minha corretora de seguros fui comunicado da existência de uma parcela em atraso do meu seguro, fato que não foi comunicado em tempo hábil nem a mim, nem a minha corretora de seguros, para que eu pudesse tomar as devidas providencias para soluciona mento dessa pendência antes da minha viagem para Caraguatatuba, e que devido a isso o gerente da regional da Mapfre de São Jose dos Campos estaria negando o pagamento do meu veiculo.

    Diante da situação acima mencionada gostaria de obter informações que pudessem me auxiliar na resolução desse caso.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/03/2009 - 23:02
    Enviado por: Jean Carlos de Paula Souza

    Tenho seguro de carro a varios anos, a 50 dias uma pessoa bateu no meu carro que estava estacionado, e fugiu. Consegui anotar a placa do veiculo, chamei a policia e fiz um BRAT. Em seguida acionei o seguro e eles mandaram levar o carro em uma oficina credenciada. Foi feita a vistoria na oficina e eu enviei todos os documentos solicitados.
    Passados 35 dias que o carro estava na oficina, o seguro ainda não havia autorizado o conserto, sempre que eu entrava em contato eles alegavam que estava em analise. Fiz várias reclamações e no entanto continuava sem o carro. Me irritei com tal situação, pois eu e minha esposa somos militares, temos que cumprir horarios e temos um filho de 1ano10meses, que temos que deixar na creche antes de ir para o trabalho, o que so dava pra fazer indo de taxi. Resolvi cancelar a solicitação de reparo feita ao seguro e consertei o carro por conta propria. Há alguma possibilidade de reaver este dinheiro gasto? Há possibilidade de receber alguma indenização pelo periódo que fiquei sem o carro por uma indefinição da seguradora? Quem devo procurar?
    Desde já agradeço a atenção.
    PS.: Seguradora TOKIO MARINE

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/03/2009 - 22:20
    Enviado por: JOÃO ANACLETO DO FORTE

    BATÍ MEU CARRO NUM CRUZAMENTO QUE TINHA SEMAFARO, ENTRETANTO, HOUVE DUVIDA SE O SEMAFARO ESTAVA NO AMARELO OU VERMELHO.
    COMO A OUTRA PARTE ESTAVA EXALTADO E QUERIA ME AGREDIR, RESOLVÍ ASSUMIR A CULPA.
    EU NÃO TINHA CONHECIMENTO QUE UMA PARCELA DO SEGURO ESTAVA ATRASADA. NO CONTRATO DIZ QUE APÒS 25 DIAS O SEGURO É CANCELADO.
    ACONTECE QUE ESTE ACIDENTE SE DEU NO SABADO DIA 14/03/09 ás 10,30 HORAS E OS 25 DIAS VENCIA O DIA DO VENCIMENTO PARA PAGTO ERA 16/02/09.
    NO DIA 16/03/09 FUI A AGENCIA DO BANCO E FIZ O PAGAMENTO COM MULTAS E JUROS REVALIDANDO ASSIM, O CONTRATO E ACEITO PELA CIA. ACONTECE QUE DEPOIS DO ORÇAMENTO A CIA NEGOU O MEU DIREITO.
    GOSTARIA DE SABER QUAIS AS POSSIBILIDADE DE EXITO D~E UMA AÇÃO INDENIZATORIA;

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/07/2009 - 08:44
    Enviado por: maria da conceição gonçalves de oliveira

    Gostaria de saber se existe um prazo ou mesmo um tempo deternimado por lei para conserto de um carro segurado, ou se a seguradora conserto carro no tempo que quizer o segurado se quizer que espere ?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/04/2010 - 15:46
      Enviado por: Alexandre

      Maria,o tempo determinado geralmente é de 30 dias,no seu contrato de seguro se vc estiver , terá uma cláusula que dirá que após esse tempo a oficina se responsabilizará para arrumar outro veículo enquanto o seu está sendo reperado.
      Porém existe uma armadilha no contrato que é passivel de nulidade,geralmente diz assim,a seguradora e a oficina não se responsabiliza por demora de entrega de veículos caso seja dificil ou esteja em falta peças no mercado.
      Essa cláusula é passivel de nulidade,vc já pensou se seu carro ficasse 10 anos no conserto e eles dissesem que no contrato tinha cláusula que se não tivessa a peçã não se responsabilizaria,então amiga façã como eu fiz,ingresse com uma ação na justiça,comprove seus gastos de transporte,condução escolar,táxi,levar sua mãe ao hospital ,tudo o que vc tiver, vc ganhará esse processo sim!
      O problema aqui no Brasil é que o povo tem medo de ir a justiça, se todos fossem eles teriam tanto gasto com indenizações e advogados que fariam tudo certo.
      Grande abraço!
      Ps: sei de tudo isso pois ingressei com a ação e o juiz me deu 4.000,00 quatro mil reais,achei pouco pelo aborrecimento que tive,mais foi melhor do que nada.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 23/05/2011 - 17:27
      Enviado por: Alciona

      Olá Maria da Conceição. Vc conseguiu solucionar o seu problema com o sinistro do seu carro? É que hoje me encontro na mesma situação e gostaria de alguma orientação. O nome de um advogado, por exemplo.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 04/08/2009 - 18:22
    Enviado por: Tatiane

    Olá, eu e meu marido temos um Peugeot 206 e voltando do serviço um carro não identificado não atento à sinalização, não parou na onde determinava Pare, e meu marido desviando do veículo bateu o carro. Ocorre q o seguro estava em processo de renovação e devido a um problema de sumiço do cartão de crédito não foi renovada a apólice e 20 dias depois houve o incidente. A seguradora deve indenizar os danos ocorridos no veículo?

    RESPOSTA DO BLOG: Se estava renovando significa que estava vencido. Se esse é o caso, a seguradora não precisa pagar.

    Mas ainda não havia vencido, estava renovando antes do vencimento, foi quando houve um sumiço do cartão de crédito, feita uma ligação para a seguradora a mesma disse q já havia sido confirmado o pagamento(uma vez q não apareceu na fatura do cartão, as vezes demora uns dias para aparecer). Inclusive, foi enviada nova apólice assinada por correio. Obrigada pela resposta. Foi tão rápida q levei até um susto c a agilidade e eficiência do site. Desde já agradeço.

    RESPOSTA DO BLOG: Então a seguradora tem de pagar se for acionada e a franquia paga. Não há nem o que discutir. O fato de sumir o cartão de crédito não altera nada. A apólice enviada pelo correio inclusive é prova de que o seguro foi renovado. Se forem a Juizado Especial Cível, que não rpecisa de advogado dependendo do valor da causa, vocês ganham na certa.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/08/2009 - 19:28
    Enviado por: marcos almeida

    ola, meu carro foi roubado quantos dia seguros deve pagar outro veiculo…prazo maximo..

    RESPOSTA DO BLOG: Não há prazo estabelecido. Desde que todos os documentos tenham sido entregues, não há porque demorar para loberar o dinheiro. Se passar mais do que uima semana, procure um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 05/10/2011 - 11:05
      Enviado por: Cristiano Silveira de almeida

      Bom dia, sou corretor de seguros e gostaria de deixar uma observação referente a pergunta do Sr. Marcos Almeida, a seguradora tem o prazo de 30 dias após a entrega de todos os documentos solicitados para efetuar o pagamento, porém o prazo médio pelo mercado é de 5 dias. Esta informação esta nas condições gerais do seguro

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/08/2009 - 22:37
    Enviado por: Francielle

    tenho seguro há mais de sete anos e quando fui procurar saber o valor da renovaçao o corretor informou que a seguradora negou por analise de risco. nunca utilizei o seguro, porém meu nome está no serasa. como proceder. aguardo resposta. obrigada.

    RESPOSTA DO BLOG: A empresa não é obrigada a aceitá-la como cliente ou renovar a apólice. É um direito dela. Não achamos que há ilegalidade nenhuma no caso. Se isso ainda te incomodar, faça uma denúncia ao Procon, mas achamos que não adiantará. Quanto à questão do Serasa, procure saber o motivo de sue nome estar sujo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/09/2009 - 16:38
    Enviado por: Eglantina

    Tenho um carro Palio 2009, pedi aomeu vizinho para ir ao supermercado e ele se envolveu em uma colisão, na qual teve mais 3 carros envolvidos, acionei o seguro BRADESCO e apos 21 dias ele me negaram o sinistro dizendo que na minha apolice existe uma claussula que diz que não sera coberto o sinistro causado por condutor na faixa etaria de 18 a 25 anos ? só que no momento que foi aberto o sinistro a corretora imprimiu na tela do Bradesco o meu perfil e la estava escrito para filhoe e(ou) enteado na faixo de 18 a 25 anos e o rapaz que baateu meu carro é devidamente habilitado e tem 22 anos.

    RESPOSTA DO BLOG: Não há o que fazer. O condutor do veículo não era você, nem alguém de sua família. O seguro não irá indenizar mesmo, infelizmente.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/09/2009 - 13:25
    Enviado por: Silvia Alcalá

    Bom dia,

    Tive uma colisão a exatos 23 dias atrás, onde o condutor que bateu na minha traseira não possuia sefuro e tive de entrar com o meu para o conserto do carro e ainda estou aguardando a autorização, sem nenhuma justificativa dos motivos da demorapela corretora BRADESCO SEGUROS. Gostaria de saber se existe um prazo para o seguro liberar o conserto do carro após um sinistro, visto que pagamos o seguro justamento pra ficarmos tranquilo e eu estou todo esse tempo sem uma resposta e sem carro também.

    Grata,

    RESPOSTA DO BLOG: Deveria constar da apólice esse prazo, mas os contratos nuncatrazem essa ifnormação. A Justiça entende que o prazo máximo para autorização do serviço é de 30 dias, o que é muito para o consumidor. O problema é que a seguradora recorre a expedientes diversos para atrasar a liberação – falta de documentos, de informações sobre o acidente, falta de peças, etc. Se a demora persistir, faça uma denúncia ao Procon para pressionar a seguradora.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/09/2009 - 12:17
    Enviado por: Larissa

    Boa tarde.
    Contratei o seguro de uma cooperativa e em 29 de Junho do presente ano, sofri um acidente na BR e o carro foi encaminhado para um oficina credenciada no dia 31 de Junho. O serviço foi autorizado no dia 01 de Agosto (31 dias depois) e o carro ficará pronto somente amanhã. Contudo, viram a demora em arrumar meu carro e enviaram um carro reserva no dia 28-08 e irão busca-lo hoje (carro reserva). Tive vários problemas com essa cooperativa. O que me aconselham fazer?

    RESPOSTA DO BLOG: Dependendo das queixas, é melçhor tentar um acordo via Procon. Se não der, faça uma denúncia formal no órgão e entre na JUstiça contra a cooperativa por danos morais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/09/2009 - 02:01
    Enviado por: LEANDRO

    meu carro ja esta a quase 1 mes na oficina..ja ta tudo liberado..tudo certinho.. so que a oficina esta me imburrando com a barriga.. tem algum tempo determinado para que o carro seja entregue depois de toda a liberaçao da seguradora???

    RESPOSTA DO BLOG: Não existe prazo determinado, até porque cada tipo de conserto demanda um determinado tempo. DEpendendo dos relatórios a respeito do conserto, é possível saber se o serviço está ou não sendo feito. SE você comprovar que o conserto terminou e a documentação está em ordem, o carro tem de ser liberado imediatamente.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/10/2009 - 13:54
    Enviado por: Silvana

    Boa tarde

    Meu esposo bateu o carro em 22/08/2009, solicitamos a remoção do veículo na mesma da mesma data, abrimos o sinistro em 24/08/2009, solicitaram o BO e o prontuário médico, documentos que foram encaminhados em 01/09/2009. Porém a seguradora solicitou uma vistoria de local em 31/08/2009 e nos informaram que a liberação deveria ocorreu até 11/09/2009, ou seja em no máximo 10 dias.
    Entramos em contato com a seguradora e nos informaram que a liberação do conserto ocorreu em apenas 24/09/2009, 30 dias após o sinistro, hoje, 02/10/2009, 39 dias após a abertura do sinistro ainda estou sem carro e a oficina me informou que a previsão de liberação do meu veículo é para 09/10/2009.
    Gostaria de saber se tenho algum direito em relação ao ocorrido? Se a seguradora tem alguma obrigação em relação ao prazo de liberação do sinistro e conserto do carro, sendo que o veículos se encomtra em uma oficina autorizada da própria seguradora.
    Fico no aguardo.

    RESPOSTA DO BLOG: Faça uma denúncia ao Procon e entre com uma ação no Juziado Especial Cível contra a seguradora e a oficina.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/10/2009 - 20:38
    Enviado por: luciani

    Há + ou – 40 dias trocamos um carro 2004 por outro da mesma marca zero km. No mesmo dia transferimos o seguro que através de email mandaram o boleto com a diferença. Só que passou despercebido e esqueçemos de pagar. assim que notamos entramos em contato com a corretora que passado alguns dias nos forneceu um novo boleto que foi pago no dia 05/10. Bem, infelizmente após 7 dias(12/10) batemos com o carro que parece segundo a oficina da mais de 505 por cento de perda. Prá terminar até hoje, dia 16/10 não foi dado nenhuma solução pois segundo eles ainda não foi gerada uma nova apólice. como devemos proceder? isso é possível?

    REPOSTA DO BLOG: Só resta ir à JUstiça.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/10/2009 - 22:47
    Enviado por: Pedro Gilmar

    Apos a entrada do veiculo na consecionario para consertp, tem um prazo maximo para a mesma efetuar a entrega do veiculo. Passado mais de 45 dias e pelo jeito vai mais uns 10 dias. Grato

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/10/2009 - 16:27
    Enviado por: JOAO FLAVIO CARDOSO

    boa tarde, tenho um carro com garantia de tres anos comprado em dezembro de 2008 na concessionaria da marca , em 23/08/2009, meu carro estava devidamente parado qdo foi colhido da traseira por outro carro, foi acionado o seguro do causador do acidente, sendo o meu levado a concessionaria no dia seguinte 24/08/2009, sendo que ate hoje 26/10/2009 meu carro ainda não ficou pronto. o que posso fazer? estou tendo prejuijos por estar sem o carro, necessito para trabalhar.

    RESPOSTA DO BLOG: Não há o que fazer a não ser denunciar ao Procon o que está ocorrendo e posteriormente processar a seguradora por danos morais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/11/2009 - 10:29
    Enviado por: yara almeida gonçalves

    no dia 19/09/2009, meu marido estava na BR 070 e o veículo de trás perdeu o controle e bateu em toda a lateral do nosso veículo, o condutor do outro veículo acionou a seguradora e no dia 28/09/09, levamos o carro para o conserto e nos informaram que o carro ficaria pronto dia 15/10/09, meu esposo foi buscar e informaram que as peças não haviam chegado e nos deram a data de 28/10/09, para buscar o carro, nesta data ligaram e informaram que o carro ainda não estava pronto e que estaria pronto no dia 03/11/2009, hoje meu esposo ligou e novamente informaram que faltava muito a fazer no carro e que provavelmente só estará pronto dia 10/11/09. gostaria de ressaltar que tenho uma filha de 3 anos, estou gravida de 5 meses, moro em lugar que não tem padaria, mercado ou qualquer tipo de comercio perto e a parada de ônibus é quase inacessível. por favor me diga o que posso fazer, obrigada.

    RESPOSTA DO BLOG: Não há o que fazer a não ser denunciar ao Procon o que está ocorrendo e posteriormente processar a seguradora por danos morais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/11/2009 - 16:11
    Enviado por: VAGNER HENRIQUE

    BOA TARDE PREZADO AMIGO
    TIVE O MEU CARRO ROUBADO NO DIA 07/10/2009. O MEU CARRO ESTAVA FINANCIADO. PEDI PARA O BANCO QUITAR MEU FINANCIAMENTO E ME RESTITUIR A DIFERENÇA DA INDENIZAÇÃO.
    A SEGURADORA JA LIBEROU DESDE O DIA 29/10/2009 A REFERIDA INDENIZAÇÃO E ATE HOJE O BANCO NÃO ME REPASSOU, ALEGANDO QUE TEM ATE 20 DIAS UTEIS PARA FAZER ISTO.
    PERGUNTO? QUAL O PRAZO LEGAL PARA RECEBER UMA INDENIZAÇÃO DE SEGURO E SE O BANCO TEM ESSE PRAZO TODO, POIS SE CONSIDERAR ESTA DATA RECEBREI A DIFERENÇA DA INDENIZAÇÃO EM QUASE 60 DIAS.

    RESPOSTA DO BLOG: O prazo legal é de 30 dias.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/11/2009 - 12:06
    Enviado por: Luciano Santos

    Bati o meu carro no dia 14/09/2009, no mesmo dia encaminhei para a autorizada, para consertar o meu carro fiz no seguro da outra pessoa como terceiro, com quem bati, passaram-se quase 2 meses e até agora não recebi o carro, por problemas entre a oficina e a seguradora para liberação do conserto. Queria saber se existe um prazo para a oficina entregar o carro? Devido ao tempo de espera ela é obrigada a dar outro carro enquanto conserta o meu.

    RESPOSTA DO BLOG: Não existe prazo legal, mas é consenso que, se houver demora de mais de 30 dias, alguma coisa está errada. Faça uma reclamação no Procon, mas é bom ler antes a apólice do seguro do terceiro.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/11/2009 - 23:50
    Enviado por: CELSO LUIZ HECKE

    no dia 30/09 bati o meu veiculo Vectra cd 1998, na traseira de 01 veiculo Omega 1993, que acabou colidindo com um Gol 2009, eu estava errado pelo principio de quem bate atras é porque nao prestou atencao ao transito, mas em dias conturbados acabamos nos distraindo.
    Ocorre que tenho , ou tinha Seguro do meu Veiculo na Tokio Marine, que possuia acordo com o banco real onde sou cliente e funcionario, no momento da colisão abri um chamado para passar o numero do sinistro aos envolvidos e tambem chamei um guincho para rebocar o meu veiculo pois bati de frente e acabou afetando radiador, farois etc. em plena 23 de maio na frente do detran (antigo), mas passadas 48 hs fui informado que eu nao tinha direito visto que das 10 parcelas do seguro eu havia pagado 07, cujo vencto ocorreu em 28/05 e cujo debito nao foi efetuado em c/c por falta de saldo ja que eu me encontrava de licença medica no periodo de final de maio até final de agosto/09 por fadiga e stress de carga de trabalho. Ocorre que eu jamais recebi um aviso ou telefonema qualquer da Cia me avisando da inadimplencia e acabei tendo que acertar os consertos dos 03 veiculos envolvidos no acidente por minha propria conta, CUSTANDO AOS MEUS BOLSOS PERTO DA QUANTIA DE R$13MIL REAIS, QUANDO O MEU CARRO NA TABELA FIPE VALE APENAS R$17.800,00 SOU SEGURADO DA CIA HA 05 ANOS E PARECE-ME QUE HA JURISPRUDENCIA SOBRE ESTE ASSUNTO NOS CASOS DE NAO AVISO DA FALTA DE PAGTO, POIS DE MAIO/2009 ATÉ 30/09, HAVERIA MUITO TEMPO PARA QUITAR OS ATRASADOS.
    MEU TELEFONE É 9296-1458 E GOSTARIA DE UM ADVOGADO PARA ESTA CAUSA.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2009 - 01:32
    Enviado por: Rodolfo Salgueiro

    Olá, bati o meu carro e acionei a seguradora. No dia 10/11 deste ano o carro já estava na oficina e a seguradora, bem como a oficina, deram um prazo de 6 – 8 dias para a entrega do veículo. A seguradora, por sua vez, me deu as opções de 25% de desconto no valor da franquia ou um carro reserva pelo período do conserto. Optei pelo desconto, uma vez que o prazo de entrega era curto, porém, ao longo do conserto, peças que obviamente se danificaram provenientes do sinistro, não foram autorizadas, e eu, que optei pelo desconto, fui prejudicado, já que o valor economizado nem se equipara ao que já foi gasto com transporte nestes dias sem o carro. Já são 2 semanas de conserto e gostaria de saber qual a melhor forma de proceder contra a seguradora. Preciso ir ao Procon e ao Juizado Especial, ou basta ir num só com os documentos e provas?

    Obrigado!

    RESPOSTA DO BLOg: Vá ao Procon, é o melhor caminho.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2009 - 09:38
    Enviado por: SARAH

    BATI MEU CARRO NA TRASEIRA DE OUTRO POIS O MOTORISTA FREIOU BRUSCAMENTE, ACIONEI MEU SEGURO PARA CONSERTAR O CARRO DELE, ELE POSE ACINAR OA MESMO TEMPO O SEGURO DELE PARA CONSERTAR O MEU.POIS CHEGAMOS NUM ACORDO QUE OS DOIS FORAM CULPADOS?ISSO SERIA FRAUDAR SEGURO?

    RESPOSTA DO BLOG: Se cada um acionar o próprio seguro, ainda assim a empresa tem o direito de saber quem foi o causador do acidente e cobrá-lo. Cada um deve acionar sua própria apólice e deixe os seguros se virarem para descobrir o culpado por meio do boletim de ocorrência.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/11/2009 - 11:34
    Enviado por: FERNANDA

    oie.. Bateram em meu carro e o cidadão não tinha seguro, isso faz hoje 38 dias corridos, o carro está na oficina de uma das concercionarias franquiadas pela seguradora que já liberou o serviço, segundo o chefe da oficina a batida foi forte e o a carroceria entortou muito, pergunto qual o prazo máximo em dias para essa oficina me entregar o serviço? e se o carro nao ficar bom quais providencias devo tomar? isso já está me deixando com dor de cabeça!!!! No aguardo

    RESPOSTA DO BLOG: NãO existe prazo legal, mas se pasar dce 30 dias há algo errado, Reclame com o Procon e processe a oficina por danos morais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/12/2009 - 10:58
    Enviado por: Geliane

    olá, bateram no carro do meu pai quando eleia cruzar uma preferencial, no momento de cruzar ela freou mas o outro carro que vinha em alta velocidade bateu no carro do meu pai e o memo carro rodou e bateu em outro carro que estava estacionado na esquina, como meu pai que provocou o acidente ele acabou pagando o concerto do carro que estava estacionado e o carro que bateu tinha seguro e a seguradora pagou, mas agora depois de um ano a seguradora veio atrás do meu pai e quer que meu pai pague o concerto do carro que bateu no meu pai. Poxa meu pai já concertou o carro que nem foi ele que bateu e agora tem que pagar o carro que estava em alta velocidade e que não desviou é certo isso?

    RESPOSTA DO BLOG: Está certo, seu pai foi o causador do acidente.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/12/2009 - 19:05
    Enviado por: sergio

    fui jogado pro um motorista de caminhao na contra mao e bati em um carro s10 asegurado
    mas me disseram que a seguradora vem me cobrar depois os danos,

    isso e lei
    ou a seguradarora so tem direito de cobrar e o seguro do segurado, ja souberam de casos assim
    que alguem teve de pagar

    RESPOSTA DO BLOG: Se você foi o culpado, a seguradora vai cobrar de você, tenha certeza diso. Está dentro da lei.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/12/2009 - 09:25
    Enviado por: Rejane Humizava Poiato

    Bom dia! Gostaria de saber como proceder, pois meu veículo fusca está numa oficina para serviço de reforma funilaria e pintura há 3 meses, já paguei 60% do valor combinado e tem mais um cheque pra cair em janeiro, e eles estão enrolando para terminar o serviço, que inicialmente o prazo era de 15 dias…. Por favor o que devo fazer???? posso sustar o cheque???? como posso pressioná-lo, pois só indo lá e brigando não está resolvendo…Grata.

    RESPOSTA DO BLOG: Faça uma reclamação no Procon.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/12/2009 - 19:44
    Enviado por: Silvana Reis

    Olá boa Noite,

    Meu marido comprou um carro financiado pela Finasa e paga seguro Bradesco o carro antes mesmp de emplacar foi roubado com 5 dias de uso já tem 3 meses isso e o seguro e a financiadora está sem pagar até hoje todo dia é uma coisa diferente a última pediu para meu marido ir no Detran e dá baixa no “gravame” e no Detran meu marido foi informado que quem dá baixa no gravame é a financeira isso tudo é para passar op tempo da garantia de 90 dias para pagar um carro novo como posso proceder para que a seguradora page o carro já que o prazo de 90 dias já passou e as mesmas não resolveu o problemas ? por favor me oriente para que possamos tomar as medidas necessárias.

    Obrigada.

    RESPOSTA DO BLOG: Para resolver essa questão só acionando a Finasa na Justiça. Vocês estão sendo enrolados.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/12/2009 - 10:45
    Enviado por: João

    Eu conduzia meu veiculo numa rua e dei seta para esquerda. Ao entrar fui atingido por um carro em alta velocidade. O carro que bateu tem seguro, mas a seguradora se recusa a pagar o conserto do meu carro, mesmo o condutor tendo reconhecido a culpa. O que devo fazer

    REPSOSTA DO BLOG: Entrar na Justiça com a ajuda de um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/12/2009 - 00:35
    Enviado por: Marcio Roberto

    Boa, noita amigo, gostaria de tirar uma grande duvida a vc, o negocio é o seguinte, fiz um seguro com a Mapfre, e dividi o pagamento em 4 parcelas, a primeira foi paga da tada, quango chegou o boleto com as demais, foi dentro do prazo foi ao banco e quando entreguei o carne com os boletos para a caixa, ela em vez de pagar a segunda, pagou a terceira, na data do praso de pagar a segunda, o meses se passou e nao recebei qualquer comunicaçao ou cobrança sobre este atarso, bem como nenhuma comunicaçao do calcelamento do mesmo, e apos o meu caroo ser roubado na porta do meu escritoi onde, eu fui ao banco e pageu ja as quarta parcelal que o vencimento era a te 20 de janeiro de 2210, contudo ao chegar na segurada fui informado que a parcea 2 estava em aberto, ai eles iriam anaisar para saber se eu deria diteiro a indenização pelo roubo, neste cado se chaque eu nao vou ter reconhecido o meu direito, mesmo pq nunca fui infomado pela Mapfre que estava em bedito. Obrigo

    RESPOSTA DO BLOG: Dá para questionar na Justiça, mas as chances de sucesso são pequenas. Contrate um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/01/2010 - 13:33
    Enviado por: juliano

    olá gostaria de esclarecer uma dúvida, bati contra uma peça de um caminão q se soltou na estrada (segurado) pela porto seguro, o motorista da empresa acionou o seguro e meu carro foi p a oficina dia 16 12 2009 dia 04 01 2010 meu carro foi periciado e constatado perda total (astra 95) o q acontece é q o carro é financiado e vale 9.500 reais já paguei 7.500 reias no carro (entrada e parcelas) comprovados e ficaria outros 7.800 p quitação da dívida junto ao banco itau em
    financiamento comum me disseram q a seguradora vai quitar a minha divida no banco e o q sobrar 2.000 irão me reembolsar? terei 5.500 de prejuízo? o q devo fazer? (ainda não obtive resposta da porto seguro) aliás são muito pouco gentis quando o assunto se trata a terceiros…gostaria de ajuda obrigado!

    RESPOSTA DO BLOG: É isso mesmo, o cálculo descrito está correto. Tente uma renegociação com a seguradora, com a ajuda de um advogado, mas se prepare porque a discussão serã longa.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/01/2010 - 13:53
    Enviado por: ludmila

    Bati na traseira de um carro que freou bruscamente na Dutra por conta de outro acidente este carro tem seguro o meu não o que devo fazer para que o seguro dele pague meu prejuizo?

    RESPOSTA DO BLOG: Questão difícil, porque na verdade você é que bateu atrás e deve pagar os danos do carro dele. Essa é a interpretação da lei de trânsito. O melhor a fazer é entrar em contato com o motorista do outro carro e tentar um acordo. A culpa pelo acidente, em tese, é sua. Se não estiver satisfeito, é o caso de procurar um advogado especializado, mas se prepare porque o proprietário e o seguro dele irão cobrá-lo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/01/2010 - 00:34
    Enviado por: Flávio Henrique

    Olá, bateram na traseira do meu carro no dia 04/12/09 e o outro proprietário do carro q me bateu acionou o seguro dele da Itaú seguros q logo aprovou o conserto em uma autorizada, a automara aqui em Araxá, MG no dia 10/12/09, porém hje ja são 17/01/10 e nem sequer mexeram ainda no carro e nem previsão de quando vai ficar alegando segundo ele – o gerente pouco desconto nas peças a comprar e que quer obter lucros em cima das peças, e não somente da mão de obra, um absurdo isso q ele disse!! Queria saber como devo proceder,se processo somente a oficina ou o seguro, uma vez q esse seguro demonstrou pouco gentis em se tratar de terceiro ou se chamo um advogado p alegar danos morais em cima da oficina. Preciso mto desse carro, pois trabalho com ele!! Me dêem um luz por favor!!! obribado.

    RESPOSTA DO BLOG: Faça uma reclamação no Procon e consulte um advogado para processar a seguradora.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/01/2010 - 14:43
    Enviado por: joao silvio albuquerque viana

    tenho um veiculo que bateu no poste de iluminação a seguradora foi acionada e levou para oficina autorizada da fiat so que ja esta com seis meses e a seguradora diz que não prazo para entregar do veiculo quero saber se existe no codigo do consumidor ou similar que venha regulamentar o prazo

    RESPOSTA DO BLOG: Não há prazo na lei, mas se passa de 30 dias é claro que há algo errado. Faça uma denúncia no Procon.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/01/2010 - 21:20
    Enviado por: Sandra Borges

    Pago seguro do meu carro há mais de 5 anos… nunca utilizei por roubo ou furto… e ontem meu carro foi roubado… só que meu seguro tinha vencido há uns 1 0 dias… existe alguma carência que obrigue o seguro a pagar o carro??

    RESPOSTA DO BLOG: No seu caso não.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/01/2010 - 23:32
    Enviado por: Mauro

    Houve uma batida de um carro que tinha seguro, mas o que bateu atrás não tinha. O carro segurado não tinha nas infs prestadas da condição de condutor na faiza de 18 a 25 anos. Contudo essa condutora (do carro que tinha seguro e foi abalroado) filha do proprietário teve que usar o carro para evitar uma terceira perda de bateria por falta de uso (carro parado por tempo prolongado) e ao fazê-lo sofreu acidente. Este fato poderia justificar o uso e validar o uso do seguro por ser uma situação em que havia necessidade de fazer uso carro para evitar danos mecânicos/perda de bateria??

    RESPOSTA DO BLOG: Não serve como justicativa, pois a situação não estava contemplada no contrato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/01/2010 - 10:11
    Enviado por: Angela

    bom dia, gostaria de saber se tenho direito a cobertura do seguro, haja vista que estou inadimplente em 2 parcelas, as quais eram debitadas em conta corrente, e no mês de dezembro/2009 sofri uma colisão, a qual não foi coberta pela seguradora.
    Agradeço desde já.

    RESPOSTA DO BLOG: Não tem direito.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/01/2010 - 11:52
    Enviado por: Sandra Fagundes de Paula Silva

    Tive um sinistro em 21.11.09 onde foi lavrado BO no próprio local pelos policiais. Liguei na central de sinistros no dia 22.11.09 para informar do ocorrido onde foi solicitado também o reboque do veículo. Recebi um e-mail da seguradora no dia 01.12 onde solicitou toda a documentação para a indenização integral. Liguei no 08007290450 e falei com o atendente Leandro que informou apenas o nº do fax do BB 21-3293-1110. No dia 01.12 liguei na financeira do carro ABN AMRO AYMORÉ (4004-9090) onde solicitei a carta de débito e informou que a mesma seria encaminhada num prazo de 4 dias úteis para o fax do BB. Essa informação mais a documentação foram encaminhadas via sedex no dia 02.12 c/ AR e recebido no RJ por Anderson no dia 04.12. No dia 29.12 fui inf. pela central pela atendente Alessandra que deveria encaminhar novamente a carta de débito com novo vencimento com as seguintes instruções: Fax 21-3293-1100 opção 2, ramal 9015 a/c Vanessa Kalazan com prazo de 10 dias úteis. Ela passou nº de atendimento 55110716. Solicitei a carta novamente para a financeira Aymoré no dia 29.12 com vencimento para 15.01.2010 com as instruções da Alessandra. Liguei na central de seguros BB para saber do andamento e pedi um retorno. O atendente disse que em 2 dias úteis receberia um contato o que não ocorreu. Passado esse prazo mandei e-mail no dia 14.01 cujo nº de protocolo é 2143148 onde dizia que em 5 dias úteis retornariam o que não ocorreu novamente. Liguei ontem dia 21.01 na financeira AYMORÉ e me informaram que o pagamento ainda está em aberto. No site do BB consta que está com documentação pendente. Que documentação está pendente se foi enviado tudo conforme o e-mail? Eu tenho cópias de tudo que encaminhei. Já recebi ligações e cartas de cobrança dizendo que meu nome irá para o SPC/SERASA. Hoje 26.01 descobri fazendo uma busca pela internet (site reclameaqui) que constam 91 reclamações desse gênero (não retornam, não pagam entre outros problemas) contra o Banco do Brasil

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/01/2010 - 17:58
    Enviado por: Mauro Valle

    Bati meu carro no dia 05/12/2009 (sábado). Acionei a seguradora (Tokio Marine) no mesmo dia, e deixei meu carro numa oficina indicada no dia 07/12/2009. O carro foi vistoriado e foram solicitadas as peças (paralamas) no dia 11/12/2009. O prazo dado pela própria seguradora era de 02 dias para entrega das peças por ser capital (RJ-RJ). Entre várias desculpas de falta de peça no fornecedor, e outras justificativas, a peça só foi entregue na primeira semana de janeiro de 2010. Após a chegada desta, a oficina verificou a necessidade de outras peças (amortecedores), mas a seguradora só autorizou uma semana depois. Já fizeram duas entregas com peças que não são aplicáveis ao meu carro, e foram devolvidas. Eu entrei de ferias em 04/01/2010, e havia programado uma viagem, porém até para fazer compras ao mercado estou tendo de pagar táxi. Vi minhas férias passarem pela janela da casa , aguardando a seguradora fazer a parte dela.
    Hoje, dia 26/01/2010 o meu carro ainda está na oficina, aguardando a chegada do amortecedor correto, e volto a trabalhar dia 04/02/2010, sem carro. Cabe uma ação por danos morais? Fui impedido, pela falha da seguradora, de aproveitar minhas ferias conforme havia programado. Quanto tempo devo esperar até que meu carro fique pronto? Já não aguento mais tanto descaso desta seguradora. Paguei 12 meses, porém há praticamente 02 meses estou sem o bem segurado, e com ferias frustradas.

    RESPOSTA DO BLOG: Cabe sim. Contrate um advogado e peça um valor alto pata compensar os prejuízos e problemas causados.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/01/2010 - 19:25
    Enviado por: Teresa

    No dia 16/01 meu marido teve ainfeliz ideia de fazer um retorno e não sinalizar, onde um motoqueiro veio a colidir sua moto no nosso veiculo,Meu carro ficou com a lateral do lado do motorista totalmente danificada, vidro traseiro quebrado, assim como a moto tambem. Acionei o seguro que tem cobertura para terceiros e só um burro pra não entender que meu esposo foi o culpado,foi marcado vistoria para os dois no dia 19/01, no qual foi feito. O meu carro foi autorizado o concerto, apesar que até hoje dai 30/01 não ter ficado pronto, o carro reserva foi só por 07 dias, ou seja continuo gastando com transportes para me locomover, e a entrega está programada para o dia 12/02,mais o pior que até hoje dia 30/01 o concerto da moto naõ foi autorizada sempre tem alguma coisa pendente. Desde o dia 18/01 venho pagando aluguel de moto para o rapaz, pois sua profissão é a de moto boy, pago 60,00 por semana. dia 25/01 paguei mais 60,00 e agora dia 01/02 terei que pagar mais 60,00, que a meu ver será muitas semanas, pois o encarregado da oficina me disse que depois da autorização eu posso esperar uns 15 a 20 dias uteis pra que a moto fique pronta.Já não sei mais quantas vezes que liguei para reclamar, no dia 21/01 mandei um fax com a copia do BO , mais minha carteira de habilitação por ser titular do seguro, paguei 12,50 pois não tenho fax, e ficaram de me responder em 03 dias úteis sobre a autorização do concerto da moto, como não me responderam, liguei novamente e qual minha surpresa, dissram que estva pendente o BO, a habilitação que eu já tinha mandado e ainda faltava o CROQUIE, que eu nem sabia o que era, no qual me disseram que era um mapinha de como foi o acidente, pode?Fiquei muito nervosa pois já tinha enviado o BO e a minha habilitação, mais como discutir com eles é aplavra deles contra a minha não é? Envie novamente esses documentos mais o croquie, apos o envio recebi uma ligação de uma analista me dizendo que tinha recebido toda papelada e com urgencia me daria uma definição em 24 horas. Como sempre não me ligaram aí liguei e atende me disse que ainda estava pendente um documento para analise o CROQUIE, só que por parte do perito, que era pra mim aguardar, aguardar mais? È brincadeira, e me diga porque até hoje dia 30/01 a seguradora não cobrou desse perito o envio do tal croquie, e porque esse perito não enviou esse croquie, já que essa pericia foi feita dia 19. Enquanto isso vou me esgotando fisicamente, mentalmente e financeiramente pois tenho que pagar aluguel de moto para o rapaz que não pode ficar esperando o concerto para depois trabalhar. Gostaria de saber o seguinte se posso pagar o concerto dessa moto e depois cobrar da seguradora o concerto, mais os alugueis pagos de locação de motos, e se cabe uma indenização moral depois de tantos transtornos e total descaso da seguradora em resolver o problema. PS: No dia da vistoria fui com o perito mostrar o local do acidente, onde ele tirou fotos fez anotaçoes e me disse que o culpado foi meu marido. Por favor me ajudem no que eu posso fazer. Obrigada.

    RESPOSTA DO BLOG: Deixe por conta do seguro. Se você pagar corre o risco de não receber do seguro. Se for o caso, cobre o que foi gasto a mais na Justiça.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/02/2010 - 00:36
    Enviado por: katia

    Comprei um carro, fiz o seguro informei que o carro tem garagem, porém uma noite tive que deixar o carro na rua e por muito azar foi roubado, com apenas 30 dias de uso. A seguradora se recusa a pagar pois alega a falta de cumprimento das obrigações conforme contrato, realmente devo aceitar a perda? Há alguma chance de recorrer?
    Muito obrigada.

    RESPOSTA DO BLOG: Sempre há chance de recorrer de qualquer coisa. Suas chances são muito pequenas, mas contrate um advogado e tente a indenização na JUstiça.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/02/2010 - 11:55
    Enviado por: gustavo Brandão

    Eu fui assaltado. Levaram o meu carro e o seguro estava em aberto. Meu seguro era dividido em 6 parcelas, destas 3 estavam em aberto. Tenho direito a indenização mesmo que parcial?

    RESPOSTA DO BLOG: Não.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/02/2010 - 01:12
    Enviado por: fsilva

    Bati em um carro que estava parado na rodovia, pois havia um quebra molas na via que deixava o transito lento. Não vi que estava parado, pois estava acabando de sair de uma curva e estava ha uns 80km por hora. O carro que bati, bateu em um terceiro que consequentemente bateu em um quarto (engavetamento de 4 carros). Eu sou o unico que não tenho seguro. Sou responsavel por todos os veiculos ou só pelo primeiro que bati?
    O seguro dele (s) poderá me cobrar os prejuisos?

    RESPOSTA DO BLOG: É responsável pelos danos em todos dos carros. O seguro de todos eles vão cobrar de você.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/02/2010 - 02:51
    Enviado por: helena

    fiz seguro no bradesco onde consta cobertura 1 (compreensiva), veiculo pernoita em garagem, cond fechado ou estacionamento protegido.
    No dia 10 eu estava em um restaurante de 19 as 22h e havia estacionado o carro na rua do mesmo. Quando sai nao o encontrei, havia sido furtado. Fiz BO, acionei a bradesco seguros, mas eles nao querem pagar pois o estacionamento era na rua sem seguranca. Eles estao corretos? Eu nao posso estacionar numa rua para jantar em um restaurante?

    RESPOSTA DO BLOG: Estão certos. É possível contestar na Justiça e exigir a indenização, mas as chances de ganhar são pequenas.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/02/2010 - 13:13
    Enviado por: Willam Vieira

    Olá boa tarde, sofri um acidente em via publica, sendo terceiro, o titular acionou o seguro e faz dois meses e nada d conserto, alias o seguro disse e prova em faturas q o serviço ja esta pago, porem nada ocorreu, assim eles fizeram uma meia boca, quase nada e liberaram sem documentação nenhuma..Resumindo eu q estou no prejuizo, posso acionar a justiça nesse caso??
    A oficina errou tbm em liberar sem autorização de um técnico, pois sou téc. em Mecânica e sei que existe essa lei q exige um técnico p a liberação, como proceder..

    Quem esta na razão seguro ou oficina, o que faço?? Desde já agradeço a compreensão e aguardo retorno..

    Att: Willam Vieira

    RESPOSTA DO BLOG: Procure um advogado e entre na Justiça contra o seguro e a oficina.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/02/2010 - 13:40
    Enviado por: Eunice

    Ha cerca de 30 dias eu sofri um acidente de carro. Numa noite de chuva, O primeiro carro (que fugiu) freou bruscamente, o segundo carro comecou a frear, o meu carro era o terceiro. Nao consegui frear totalmente e bati no carro da frente levemente. Um quarto carro bateu fortemente na traseira do meu carro arremessando ainda mais para frente. Eu nao tenho seguro, e o quarto carro resolveu acionar o seguro dele para cobrir o meu carro, jah q ele bateu em mim e seria o culpado. O seguro, depois de mais de 30 dias chegou a conclusao de que soh vai pagar a parte traseira do meu carro. Como devo proceder???? A parte dianteira ficou muito prejudicada.

    RESPOSTA DO BLOG: Você vai ter de acionar um advogado para tentar negociar com o seguro, porque esse é o procedimento deles, estão corretos. Talvez seja necessário entrar na Justiça, mas com chances reduzidas de sucesso.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/02/2010 - 12:02
    Enviado por: edite

    olal gostaria de saber se quem bati na traseira de outro carro vai esta sempre errado ? mesmo quando quem provocou o acidente foi o motorista da frente , e o mesmo assumido a culpa .
    no meu casso o motorista da frente entrou na faixa q eu estava e freiou bruscamente quando o semaforo amarelou , sendo que ele ja estava bem embaixo do semafaro . ele estava muito apresado e dessi pra eu ficar tranquila q ele ia assionar o seguro , realmente ele fez isso mais o seguro negou consertar o meu , agora ele disse que vai recorrer , sera que tenho chance do seguro arrumar meu carro .o que devo fazer me ajude.

    RESPOSTA DO BLOG: Quem bate atrás sempre é o culpado. Se o outro motorista assumir a culpa, é problema dele e sorte sua, negocie para que ele pague o seu prejuízo, mas ele pode mudar de ideia. Você é a maior culpada pelo acidente pois nçao prestou a atenção no trânsito.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/03/2010 - 08:29
    Enviado por: Alessandra

    Meu marido sofreu um acidente de caminhão onde ele estava certo, no dia 05/02/2010 às 18:00h, acionamos o seguro no mesmo dia e o sinistro foi feito no dia seguinte por causa do horário, até hoje 03/03/2010 a carroceria e a parte mecâmica ainda não foram autorizadas para conserto, e quanto a funilaria eles vão arrumar o que ficou danificado, porém quanto a pintura vão pintar somente onde arrumaram, só que a cabine vai ficar tota manchada porque ela já tem uma cor desbotada por causa do uso do caminhão. Também gostaria de saber se temos direito de receber alguma coisa pelo tempo parado, porque desde o acidente meu marido não trabalha ele é dono do caminhão e depende das viagens para nos sustentar.
    Por favor me ajude, preciso de orientação.

    Alessandra 03/03/2010

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/03/2010 - 00:01
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A única maneira de agilizar o processo de conserto é entrando na Justiça. Sobre indeinização do tempo parado, isso é de responsabilidade do seguro do outro veículo envolvido no acidente. Ou então objeto de ação judicial contra o motorista do outro veículo.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 03/03/2010 - 16:06
    Enviado por: Luciana

    Boa tarde, possuo um carro, modelo Celta, o qual comprei por financiamento, através de leasing, em 24 parcelas.Num prazo de mais ou menos 5 meses, terminei de quitar o carro, isto é, o contrato de financiamento era de 01/11/2008 a 01/10/2010.Agora, quando fui comprar outro carro e dar o meu de entrada, fui informada de que ainda haviam parcelas para serem quitadas.Liguei para o banco responsavel pelo finaciamento e la fui informada de que apesar de estar com o carro quitado, como nao fiz antes de quitá-lo, um pedido de quitação ao próprio banco, entao só poderia ter o carro tido como quitado após a ultima parcela(10/2010).sendo assim, vou ficar prejudicada, pois estou com o carro pago e nao posso realizar nenhuma transaçao porque para o banco ainda estou em debito.isso é um absurdo.Gostaria de saber se posso entrar com uma indenização, ou qual a medida cabivel.desde já, obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 03/03/2010 - 22:52
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Tente questionar na Justiça o procedimento do banco, mas, em princípio, não há nada errado, embora para nós também seja um absurdo.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 05/03/2010 - 01:18
    Enviado por: Marcia

    Boa noite! ao atravessar uma rodovia em perímetro urbano calculei que daria tempo para atravessar pois a velocidade permitida no local é de 40K por h e tem um quebra molas, no entanto, um carro estava em alta velocidade e bateu na minha lateral. Ocorre que como ele tinha seguro disse pra eu nào me preocupar, então eu arrumei o meu carro e agora a seguradora dele quer receber alegando que eu estava errado. Vc acha que eu deveria ter entrado na justiça para receber o que gastei??ou espero a seguradora entrar na justiça para eu me defender???

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/03/2010 - 21:57
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não há o que achar neste caso de nossa parte, a seguradora dele tem todo o direito de achar que você estava errado. Procure um advogado, você vai precisar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 12/03/2010 - 18:50
    Enviado por: Djansen

    Boa Noite!
    Aconteceu um acidente com um carro da firma que trabalho um GOL 2009 no estado de Minas Gerais, o policial roviário federal colocou no boletim de ocorrência que foi um sinistro de grande monta porém a asseguradora gastou sómente R$ 3.500,00 e liberou o carro após conserto e vistoria CSV.
    Acontece que já foi solicitado a ‘baixa da restição de sinistro’ pelo delegado de polícia do DETRAN de Ribeirão Preto (cidade onde carro sinistrado foi emplacado) ao delegado de polícia coordenador do sistema nenava / renach do DETRAN de São Paulo para onde foi o bloqueio.
    Acontece que já fazem 5 meses que o carro está parado, já liberado para rodar pelo seguro.O seguro afirma que a liberação do sinistro não é problema deles é puramente de responsabilidade do DETRAN de SP.
    Fui informado que a melhor solução seria sair de Ribeirão Preto e viajar para São Paulo com toda a papelada e documentação do veículo, procurar o delegado do DETRAN e ‘chorar as pitangas’. Agora,que garantia tenho que irão me receber e resolver meu problema? Ficou na mão de despachante todo esse tempo e nada foi resolvido seria eu o heroi dessa história?
    O fato é que pagamos em dia, seguro, IPVA, Licenciamento,etc,etc,etc e quando precisamos de informações e auxílio de pessoas do ramo não achamos ninguém que nos ajude.
    Pelo pouco que sei não podemos licenciar o veículo 2010 sinistrado,depois não se encontra seguradora que assegure o mesmo veículo. O veículo é de uso da empresa, e necessitamos muito dele,se alguém puder ajudar ou pelo menos uma informação concreta será muito bem vindo.
    Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/03/2010 - 14:02
    Enviado por: SERGIO FRANCISCO

    Estou com meu seguro de automoveis atrasado em 4 meses mas quero cancelar o mesmo. A seguradora está me ligando e exigindo que eu pague as 4 parcelas atrasadas e eu disse que não quero pagar e cancelar o seguro, a seguradora disse que eu só quem pode fazer isso é o corretor responsavel. Eu sou obrigado a pagar as prestações atrasadas?
    liguei para o corretor que disse que cancelou o contrato mas a seguradora continua querendo as parcelas não pagas e disseram que o contrato não foi cancelado pelo corretor.
    O que devo fazer para me livrar desse seguro e alem disso saber se tenho que pagar as 4 prestações atrasadas ou posso sofrer sanções que me levam para o SPC ou algo assim?
    Agradeço a atenção e tenho certeza que terei a resposta.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 15/03/2010 - 21:51
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Mas é claro que tem de pagar as prestações atrasadas. Afinal, você comprou o serviço. Se não pagar será processado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 16/03/2010 - 14:48
    Enviado por: tatiane

    um caminhao de uma empresa bateu no meu carro ele tem sseguro e eu tambem mais no boletim deu como ele estava errado levou ate uma multa mais a empresa responsavel pelo caminhao nao quer pagar o prejuizo do meu carro o que devo fazer acionar meu seguro e depois jogar na justiça para receber meus direitos

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/03/2010 - 00:10
    Enviado por: Fabricio

    Bati com a moto dia 09/02/2010, no mesmo dia acionei o seguro e deixei na autorizada. Dia 11/02/2010 o seguro aprovou tudo, e a própria autorizada disse q estavao solicitando as peças… Hoje 35 dias após a entrada na oficina e 33 dias após a aprovação da seguradora… NEM COMEÇARAM A ARRUMAR A MOTO…. Há um prazo legal para esta entrega??? (os benditos 30 dias valem aqui?)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/03/2010 - 16:36
    Enviado por: Maria Dalva

    Boa tarde,tenho caminhão na estrada e fiz seguro com a Bradesco. No dia 29/01/2010 o veiculo caiu numa ribanceira, a perte da frente (que chamamos de cavalo mecanico) incendiou totalmente e a parte de tras (semi reboque) destuiu.O motorista acionou a plocia e a seguradora,avisando q a população estava saqueando o que restou do veiculo,mas infelizmente,não havia policia p ir até o local e tampouco a seguradora enviou alguma segurança.Sob o risco de ser agredido tentando proteger o veiculo, o motorista se retirou do local e foi ate a Dp fazer o Bo do acidente. Apesar de ser um conjunto,tratam-se como veiculos distintos e dia 04/02/2010 a seguradora definiu como indenização integral p o cavalo mecanico,mas o semi reboque liberou p concerto.Como o proprio chefe de oficina disse p mim,em particular,q jamais conseguiria deixá-lo em bom estado.Pedi que averiguassem a pericia e não permiti que o concerto fosse feito.Depois de muito ligar p eles,a bradesco entrou em contato comigo e pediu q eu aguardasse 15 dias.Ninguém soube me dizer p que este prazo serviria (ou resolveram não me esclarecer mesmo),nem minha corretora, mas imaginei que neste tempo eles pediriam a documentação dos veiculos. Passados mais de 10 dias descobri q o sinistro do semi reboque havia entrado em sindicancia p apurar os furtos, por mim tudo bem, eles tem todo o direito de averiguar. Após o fim do prazo decidiram por indenização integral também do semi reboque. Só que só esta semana solicitaram os documentos p indenização. Tenho certeza de que estão fazendo algo errado,pois a indenização integral do cavalo já havia sido definida no dia 04/02/2010 e só agora eles pediram os documentos,passados 40 dias da definição.E me disseram q depois q os documentos chegarem lá é q passarão a contar os 30 dias p indenização.Mas eu acho que eu não tenho que arcar com todo este prazo,pois pelo que eu vejo seguraram o processo deste sinistro p dar andamento junto com outro veiculo q estava em investigação. Sem contar que a cada mês que passa a tabela Fipe vira, e eu perco mais o valor de indenização deste veiculo. E mais,em novembro de 2009 paguei 2.200,00 de taxas do detran p licenciar o conjunto, e agora o bradesco quer descontar da indenização 2.188,00 referente as taxas que só vencem em novembro deste ano se o veículo estivesse rodando.
    Quanto ao semi reboque, tenho a duvida:Afinal,é licito que eu espere a investigação ou eles deveriam ter definido o tipo de indenização e dar andamento ao processo paralelo a investigação?
    por favor,me ajude nestas duvidas,pois os advogados que consultei em minha cidade nã demonstram nenhum conhecimento nesta causa.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/03/2010 - 23:30
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Os procedimentos estão corretos, em nossa opinião, mas essa não é a nossa área de atuação. Procure ajuda especializada para uma segundanálise de seu caso.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 18/03/2010 - 18:36
    Enviado por: Bruno

    Fiz seguro em jan/2010, a primeira parcela era em 21/01/10 (paga), pensei que as outras parcelas seriam debitadas direto em conta. Em março (08/03) liguei para o corretor de seguro para saber se as parcelas estavam com debito em conta. Ele me disse que não, e que a parcela de fevereiro (21/02) estava em atraso. Para reaver a cobertura teria que fazer uma vistoria novamente. Foi agendada uma vistoria para o mesmo dia, onde foi constatado que o veiculo estava regular. Enviei um e-mail para o corretor no mesmo dia (08/03) com o protocolo da vistoria. O corretor me informou que só tinha que esperar que a Bradesco Seguro Auto imprimisse o boleto. No dia (11/03) sofri um acidente com uma moto, onde eu estava certo (o motoqueiro nem tinha habilitação), porém sei que nunca vou conseguir que ele pague (motoqueiro, com 19 anos, primeiro grau completo, auxiliar de pedreiro). No dia 12/03 o corretor me informou que a Bradesco não iria pagar o conserto do meu carro, pois eu estava com a parcela de fevereiro (21/02) atrasada. Mas eu fiz o procedimento (08/03) para paga-lá antes do acidente (11/03). Eles estão certos? O que devo fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 18/03/2010 - 23:01
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Leia o contrato da apólice, prove que a regularização ocorreu antes do acidente e vá ao Procon e à JUstiça para garantir op conserto.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 22/03/2010 - 10:27
    Enviado por: Joao Carlos

    Meu filho de 22 bateu em um carro estacionado na rua e este acabou batendo no carro da frente. Não tenho seguro os outros carros tem e acinaram para retirar os carros do lugar.
    Minha duvida é, por ser o dono do veiculo serei acionado para pagar os prejuizos caso meu filho não tenha condições de pagar ou apenas ele é que responde pelos danos.

    grato

    João Carlos

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/03/2010 - 14:23
    Enviado por: tiago

    ola, meu seguro esta parcelado em 6x, meu vencimento era no dia 5 de cada mes, ja havia pago 2 parcelas. No entanto, a terceira parcela eu tive que pagar com atraso de uma semana, dia 12, pois nao dispunha do dinheiro na epoca, sendo paga a parcela com os juros pertinentes. Porem, para minha infelicidade, nesse meio tempo de 7 dias eu sofri um acidente, nao foi perda total, e meu seguro esta se recusando a consertar meu veiculo, so que ninguem da seguradora entrou em contato comigo neste periodo p me informar que meu veiculo estaria sem cobertura, o que devo fazer?? devo procurar a justiça??
    desde ja agradeço

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/03/2010 - 01:25
    Enviado por: THIAGO ALVES

    OLÁ,

    BATI COM O CARRO DE UM SENHOR DE 70 ANOS QUE É AMIGO DA MINHA FAMILIA APÓS DEIXA-LO NO MEDICO, TENHO 25 ANOS E 11 MESSES O SEGURO SE NEGA A PAGAR. QUAL SERIA A MELHOR FORMA DE RESOLVER ISSO<

    GRATO

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/03/2010 - 21:10
    Enviado por: paulogilberto nemitz

    ola gosatria de ter mais informações sobre roubo seguido de sequestro de caminhão a quem recorer, quando o propietario não possui seguro, meu irmão sofreu esta queda foi aslatado em lpena luz do dia , onde levaram a carreta dele, e amararam ele no mato com amiaças de morte a todo momento, bateram nele a todo momento, chamando de vagabundo, tiraram o dinheiro que se encontrava com ele, e dpois de dois abandonaram ele em um canavial, sem saber por onde andava. queria saber a quem recorer para peticionar uma ação de indenização ao estado ou a união, que saõ os responsaveis pela segunça , poer pagar impostos e alem disso pedagio caro.
    meu email paulonemitz@bol.com

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/03/2010 - 14:41
    Enviado por: Camila

    Gostaria de receber uma orientação,pois tinha um seguro de uma L.200/2008 com a SUL AMÉRICA. O valor total do seguro era de R$ 7.000,00(SETE MIL REAIS),mas recebi desconto por ser cliente antiga saiu por R$ 3.500,00(três mil e quinhentos reais), a forma de pagamento foi 7 parcelas de R$ 500,00(QUINHENTOS REAIS) efetuei o pagamneto de seis parcelas e atrasei a última ,quando foi pagar não autorizaram e alegaram que eu teria de fazer outro seguro.OBS: desse seguro usei por seis meses. Fiz outro seguro e informaram que eu só teria direito à R$ 500,00(QUINHENTOS REAIS). QUAIS SÃO MEUS DIREITOS??Minha dúvida é o desconto que tive no seguro total de 12 meses de praticamente 50%, apesar de ter utilizado só 6 meses.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 30/03/2010 - 22:29
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Infelizmente a seguradora tem razão. Em casos de atraso no pagamento de parcelas, a apólice expira. Você pdoe tentar contestar na Justiça, mas em alguns casos esta tem reconhecido direito das empresas em proceder desta forma.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/04/2010 - 10:38
    Enviado por: FERNANDO H R ACCIARI

    Bom dia, gostaria de esclarecer algumas duvidas e o q devo fazer,no dia 25/2 colidi o carro do meu pai, um VECTRA, com seguro sem perfil, e tenho 30 anos, no momento da colisão acionei o guincho e perguntei pra atendente se precisaria fazer o B.O,ai ela me perguntou se havia vitima ou outro veiculo envolvido como não houve ela me falou que não precisava!Fiz esa mesma pergunta ao corretor e ele me respondeu a mesma coisa, só que depois de analizado foi dada a perda total do veiculo, nesse meio tempo o corretor nos pediu os documentoss pra agilizar o processo, inclusive o b.o, ai fomos até a policia e eles nos falaram que não poderiam fazer o b.o após 3 dias do ocorrido (ja tinham se passado 10), salvo uma autorização do tenente, que foi concedida e solicitaram o carro pra isso, quando fui a oficina solicitar o guincho pra levar o carro até PM, não encontrei o carro lá, a MAPFRE ja tinha levado o veiculo pra sp, sem nehum aviso, agora eles não querem trazer o carro de volta, não consigo fazer o b.o, pq não tem carro, não nos pagam e meu corretor fala que é asim mesmo??Esta certo isso?Outra coisa mandaram alguém do seguro na nossa casa que fez algumas perguntas e tirou algumas fotos e também o carro baixou R$ 475,00 de tabela fipe, só que ja se passaram os 30 o q devo fazer ??

    responder este comentário denunciar abuso

    • 01/04/2010 - 21:11
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Uma sequência de erros cometidos por você. Infelizmente a seguradpra está correta. Tente a a ajuda de um advogado especializado para tentar viabilizar o BO e tentar a indenizãção da seguradora.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 29/04/2010 - 12:45
      Enviado por: FERNANDO H R ACCIARI

      Boa tarde, seguro foi pago mas 60 dias depois e 10 % menos do vale o carro, tomem cuidado com as seguradoras, prometem tudo na hora de fazer o seguro mas na hora de pagar é essa enrolação tamanha!

      responder este comentário denunciar abuso
  • 09/04/2010 - 00:28
    Enviado por: Juliana Arruda

    Boa noite. Quando iniciei todo este processo de comprar um seguro no dia 26 de fevereiro não recebi o boleto. Fiz diretamente na agência da caixa econômica e entendi que todos os pagamentos seriam via débito em conta. Naquele momento não recebi o boleto, mas infelizmente realmente não li as entrelinhas da proposta. Como a vistoria ocorreu no dia 5 de março e o rapaz que a fez disse que a seguradora iria entrar em contato comigo em 24 horas fiquei aguardando. É a minha primeira vez, tanto na compra do carro quanto no seguro. Fiquei gerenciando a minha conta e o débito não ocorria, infelizmente precisei chegar ao ponto em que estou, com o carro batido no dia 2 de abril, em uma oficina credenciada, inclusive a seguradora realizou todos os procedimentos normalmente (guincho, taxi para retorno para a minha residência) já fez a vistoria na oficina, e atualmente é a minha palavra contra a do funcionário que diz que entregou. A pergunta que faço é por que a seguradora não acusou o não recebimento? Se eles tinham 15 dias para negar o seguro por falta de pagamento. Por que realizaram todos os procedimentos como se tudo estivesse certo? Inclusive me oferecendo um carro reserva. Por que o funcionário da caixa queria que eu mentisse que paguei e perdi o comprovante? Ele falou para eu afirmar isso até o fim. Como devo proceder agora?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/04/2010 - 19:36
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Uma série de irregularidades cometidas pela empresa. O melhor a fazer é processar a seguradora na Justiça por danos morais. Procure um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 14/04/2010 - 23:38
    Enviado por: eric mota

    boa noite,comprei um celta ano 2003 em 2008…e dei 7mil de entrada e finaciei 60x 425 e paguei ja um ano de prestaçoes,mas semana passada roubaram meu carro.. e fiz b.o e tudo certo …mas a seguradora só vai pagar o valor do carro,e o juros do financiamento e por minha conta.. ep justo isso? ou tão me enrrolando?

    se for o caso vou perder a entrada e as prestaçoes que pague.
    favor me responda essa duvida obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

    • 14/04/2010 - 23:52
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Claro que é justo, não há nada de irregular. Quem financiou o carro nada tem a ver com o roubo. O que foi pago não será devolvido, apenas o seguro do carro será pago.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 16/04/2010 - 18:58
    Enviado por: Charly B. Carvalho

    Oi, no dia 20/03, capotei meu VW Crossfox. A seguradora, após 25 dias (ou seja no dia 15/04), concluiu a vistoria, autorizando o conserto. O problema é que a oficina que escolheram para realizar o conserto me informou que irão demorar, no mínimo, 90 dias para consertar o carro. Eu achei o prazo muito longo, e gostaria de saber se está correto? Existe algum prazo razoável, já que no contrato não fixa prazo para consertos? Tem como adotar algum tipo de providência para reduzirem o prazo?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 16/04/2010 - 19:53
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não existe prazo definido por lei. Normalmente espera-se que o conserto seja realizado em 30 dias, de acordo com decisoões judiciais, mas esse prazo, evidentemente, depende do tipo de conserto que será realizado. Oficina e seguradora precisam justificar os prazos passados aos colientes, sob pena de quationamento judicial.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 17/04/2010 - 23:23
    Enviado por: Barbara Morgerote Santos

    Vendi meu carro, vou fazer a transferência, o novo dono disse que tenho ainda que pagar a taxa do licenciamento que ainda nem venceu. Preciso saber se isso é legal?

    Obrigada!

    Bárbara

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/04/2010 - 09:03
    Enviado por: christiane

    bati o carro tem seguro e e financiado tenho que pgr s prcelas ate q o crro fique pronto??

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/06/2010 - 17:26
    Enviado por: PALOMA

    minha moto continua na oficina até hoje e nem sinal de vida da oficina que ficou de me ligar para dizer se o problema da moto seria coberto pela garantia.(5 meses de uso da moto).

    Gostaria de saber se os 30 dias são dias uteis ou são 30 dias corridos da data que a moto entro na oficina para o tal reparo?(24/05/2010 data da primeira ordem de serviço)

    Paloma.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/06/2010 - 23:24
    Enviado por: roberto

    Olá
    Eu estava em uma avenida e nao tem acostamento e
    dos lados tem lojas de automoveis e depois da guia tem as entradas para carros ter acesso a loja, dei seta e fui freando aos poucos bem antes uns 60 metros antes eu ja tava dando seta, e tinha uma carro atras e nao saia de tras e eu dando com a mao pra fora do carro acenando para ele dizendo q eu ia parar e pra ele ir pro lado e ele mesmo assim colou atras de mim ae fui entrando na entrada, ae veio um carro atras do dele e bateu nele nao aconteceu nada com meu carro mas sim com o do cara que fikou atras do meu, eo cara que bateu no carro dele tava bebado e ainda reclamou porq o carro parou na pista ken esta errado? eu? sendo que avisei antes que iria entrar na entrada e o cara colou atras de mim, aguardo vossa replica Obrigado!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 19/06/2010 - 00:34
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Lamentamos não poder responder, essa não é uma questão de direito do consumidor, é um simples acidente de trânsito. Se você for envolvido nas discussões sobre idenização, porcure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 27/06/2010 - 20:14
    Enviado por: Patrick

    Boa noite.

    Faz 1 ano que comprei meu carro e sempre tive o seguro normal, e esse sempre foi pago normalmente.
    Porem quinta feira (24/06) meu seguro venceu e eu nao fiz a renovação, pois iria adiar um pouco.
    Esse fim de semana dia 26/06 meu carro foi roubado.

    Gostaria de saber se tenha alguma chance de receber a indenização.

    Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/07/2010 - 23:26
    Enviado por: Augusto Scorza

    Seguro auto Bradesco – a pergunta na apólice é se deseja cobertura para qualquer condutor entre 18 e 25 anos. Qual a interpretaçao: 25 anos ou 26 anos? O Bradesco negou cobertura para condutor com 25 anos e 11 meses, filha do segurado. O seguro foi renovado quando a filha já tinha 25 anos, nos anos anteriores a cobertura adicional havia sido contratada pois ela ainda nao tinha 25 anos e, nesta renovaçao, nao o foi, pois ja tinha os 25 anos referidos. penso que a redação é equivoca e deve ser interpretada a favor do consumidor. Qual é a visao dos especialistas?Grato

    responder este comentário denunciar abuso

    • 14/07/2010 - 23:31
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Em nosso entendimento a redação está correta e a administradora de seguros pode levar ao pé da letra: 25 anos são 25 anos, e não 25 anos e 1 mês, ou 2 meses. Por isso é cada vez mais importante ler o contrato inteiro antes de assiná-lo.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 15/07/2010 - 14:40
    Enviado por: Bruna kelly alves santos

    Fui roubada o veiculo, eu renovei o seguro e a primeira parcela não paguei , recebi uma carta de cancelamento do seguro. Tenho algum direito em receber a indenização, sendo que já tenho seguro pela mesma seguradoura a dois ano.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 15/07/2010 - 22:38
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Só na Justiça, infelizmente. Neste caso a seguradora nada cometeu de ilegal. Contrate um advogado e tente acionar a seguradora na Justiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 17/07/2010 - 11:40
    Enviado por: Fontes

    Comprei um carro zero mas ainda não sou habilitado, quero tirar o carro da loja só com um seguro. A pessoa mais de confiança e habilitada que tenho é meu sogro. O que pode ser feito nesse caso? É possível o seguro sair no nome dele até eu ficar habilitado? Qual as garantias que tenho? qual os riscos em relação aos direitos de cobertura ?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/07/2010 - 19:34
      Enviado por: Marcelo Moreira

      O seguro só pdoe ser feito em seu nome. Como você não tem habilitação, é impossível fazer o seguro. Se fizer no nome do sogro, vai demorar para fazer a transferência e você pode ser processado pela empresa por tentativa de fraude.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 20/07/2010 - 17:37
    Enviado por: WILLIANS

    Gostaria de receber uma orientação, MEU CARRO FOI BATIDO POR UMA PESSOA QUE TEM SEGURO BRADESCO, MEU CARRO TA EM ANALISE PARA O PERITO OLHA. EM 48 HORAS, MAIS MEU CARRO SÓ TA VISTORIADO O 2007 E NAO TA PAGO O RESTANTE DO IPVA. O RAPAZ DA OFICINA DA SEGURADORA FALOU QUE NO ESTADO QUE TA MEU CARRO ELE VAO DA PERCA TOTA. SERAR QUE ELES VAO PAGAR ESE CARRO NO ESTADO DO DOCUMENTO OBRIGADO…

    responder este comentário denunciar abuso

    • 21/07/2010 - 17:56
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Só esperando para saber, nçao podemos adivinhar. Entretanto, as irregularidades no doucmento do seu carro podem impedir o pagamento da indenização.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 22/07/2010 - 17:22
    Enviado por: Raquel Cardoso

    Olá, meu veículo foi furtado, e eu ainda tenho prestações dele para pagar, eu quero saber se o seguro me indeniza em dinheiro ou como é que funciona esta indenização, o que devo fazer em relação ao Leasing, continuo pagando, preciso avisá-los. Eu não sei o que fazer.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 22/07/2010 - 23:52
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Entre em contato com a sua seguradora e veja quais são os procedimentos de indenização – mas antes leia o contrato. Cada seguradora trabalha de uma maneira. As prestações têm de ser pagas nromalmente, pois quem financiou nada tem a ver com o furto. A financeira financiou um carro e este tem de ser pago.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 23/07/2010 - 09:25
    Enviado por: thiago gabriel

    Olá na terça passada20/07, um caminhão à serviço de uma empresa de logistica colidiu em meu automóvel, feito o BO qual o prazo em médio para a manifestação da seguradora em cobrir o sinistro, tento em vista que o seguro é do caminhão.
    Detalhe sou deficiênte físico, estou sem poder ir trabalhar, estudar e demais atividades, pois é meu veículo de locomoção, aqui não tem carros para portadores de necessidades especiais para alugar. Em sua compreensão a seguradora deverá cobrir eventuais despesas como taxi? etc… Ou devo entrar diretamente em juizo, denunciando a empresa a lide (caminhão é do proprio motorista) com um pedido de tutela antecipada, tento em vista direito certo e perigo na demora.. o que aconselha amigo?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 23/07/2010 - 19:10
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A tutela antecipada é mais indicada, mas antes consulte a seguradora e exponha o seu problema. Geralmente eles oferecem alguma alternativa.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 02/08/2010 - 15:06
    Enviado por: Elizangela Gonçalves

    Boa tarde, Meu marido bateu nosso carro hoje 02/08/2010, um corsa ret maxx, hoje de manha na traseira de um celta, o dono do celta freoou bruscamento e meu marido não teve tempo de frear. vizemos o b.o, acionamos o seguro e o seguro levou os dois carros para uma oficina, o seguro esta me pedindo o b.o, os ultimos 3 boletos pagos, e o doc. do carro e do meu marido, só que eu só achei os 2 ultimos boletos. o que faço???
    Gostaria de saber tbm, qual o valor da franquia que tenho que pagar, porcentagem??? Isso é determinado no contrato???
    Aguardo se alguem puder me ajudar…..

    responder este comentário denunciar abuso

    • 02/08/2010 - 17:16
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A seguradora tem o direito de exigir os boletos de pagamento. Se não achar, terá problemas. Tente com a própria seguradora a segunda via. Não temos a menor ideia do preço da franquia, cada contrato tem um valor próprio, dependendo do plano e da empresa.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 03/08/2010 - 17:04
    Enviado por: Danilo

    Boa tarde, no ano de 2009 me envolvi em um acidente e não possuo seguro, bati em 3 carros ficou acordado que iria pagar os tres mas levaria em meu funileiro, acertei com 2 pessoas o terceiro carro liguei mas o telefone não estava disponivel, como se estivesse cortado por falta de pagamento, esta pessoa não entrou em contato comigo, ja se passaram mais de 1 ano e agora a seguradora me ligou falando que essa pessoa pagou a franquia e a seguradora quer que eu pague a diferença do concerto, uns 2.500,00, pediu pra eu fazer uma contraproposta, falei que podia pagar no maximo 1.000,00 em 10 vezes. O que faço? tenho que pagar? não expirou o tempo? O acordo não era este que eu tinha feito com todos.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 03/08/2010 - 17:18
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Terá de pagar, infelizmente. E a pessoa não tinha a obrigação de aceitar o seu acordo – e se tiver como provar que houve acordo, mas descumprindo, ainda assim seria difícil comprovar na Justiça, por falta de provas. Provavelmente este motorista que não aceitou o acordo preferiu garantir acionando o próprio seguro, deixando a cargo da seguradora ir atrás do ressarcimento. Não vemos nada de ilegal nisso. Procure um advogado para tentar te ajudar em uma negociação.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 03/08/2010 - 17:35
    Enviado por: Danilo

    Mas e o tempo que demorou tem alguma coisa a ver? eu mandei minha contra proposta , se eles nao aceitarem e eu nao aceitar a deles, eles vao para juizo, o que pode ocorrer? o valor pode diminuir?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/08/2010 - 20:25
    Enviado por: Matheus

    Olá Marcelo

    a pouco mais de um mês um carro bateu na traseira do meu, o acidente aconteceu da seguinte forma: eu estava dirigindo por uma grande avenida quando fui fazer uma curva a direita, acabei fazendo a curva errado, fiz ela muito fechada, e iria bater em uma carro estacionado se continuasse, por isso parei e dei marcha ré para acertar o carro e poder prosseguir, nesse momento um carro que estava atrás de mim viu a manobra e parou para que eu a realizasse, porém um outro carro que fez a curva não parou e ao tentar ultrapassar bateu na traseira do meu carro, no momento em que eu dava ré. Fizemos o BO e tudo mais, na hora o menino e o pai dele foram bem amigáveis e tudo mais, ambas as partes concordaram que foi mais uma fatalidade e que tanto o menino quanto eu tivemos culpa, por isso tentaríamos entrar em algum acordo para o conserto dos carros. Mas agora o pai dele está me cobrando, falando que não vai aceitar acordo nenhum e quer que eu acione o meu seguro para consertar o carro dele, ameaçando de entrar na justiça caso eu não o faça. Gostaria de saber se a chances de eu perder uma possível ação na justiça, já que era uma curva e eu estava dando ré e tudo mais, é grande? Ele tem todo o direito de não aceitar entrar em acordo, mas não quero me responsabilizar por um acidente que não tive 100% da culpa, ao meu ver. Mas se for pra entrar na justiça é pra ganhar, afinal não quero ter mais dor de cabeça do que já estou tendo. Enfim, acha que devo aceitar e utilizar o meu seguro ou devo arriscar a justiça? desde já, grato.

    ps: desculpe o texto grande, mas é uma situação complicada de ser explicada! haha

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/08/2010 - 20:31
      Enviado por: Marcelo Moreira

      O acidente é culpa sua, não há dúvida a esse respeito. E na Justiça é impossível prever resultados, como no futebol. Depende da interpretação que cada juiz der para a questão. Procure um advogado para tentar negociar com a vítima do acidente, mas as chances de haver acordo são poucas, pois a responsabilidade do acidente foi sua.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 06/08/2010 - 14:16
    Enviado por: Tatiana

    Boa tarde!
    Tive meu veículo roubado há 15 dias, apesar do susto fiquei mais tranquila por ter meu carro segurado pela bradesco seguros.
    Para minha suspresa recebi a informação do meu corretor que a indenização foi negada, eles alegaram que eu mudei de residência porém não comuniquei a seguradora.
    Fiz o seguro em agosto/09, mudei de endereço no início do ano de 2010 e pensei que deveria avisar somente na renovação do seguro, já que o pagamento de 2009 estava quitado.
    Mesmo assim, em abril/2010, fiz a ocorrência de um sinistro de colisão e nesta ligação informei o endereço atual.
    No mesmo mês, ao ligar novamente para a seguradora afim de informar a oficina para o carro ser consertado, aproveitei e pedi que atualizassem meu endereço e o atendente informou que já constava o atual.
    Estou confusa e aflita para entender os meus direitos.
    Não tenho número de protocolo das ligações e não sei como proceder já que no meu entendimento tenho direito sim da indenização do meu veículo.
    Aguardo resposta.
    Obrigada,
    Tatiana

    responder este comentário denunciar abuso

    • 06/08/2010 - 22:11
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Sem os números dos protocolos não há como comprovar que você ligou e recebeu a resposta positica de que o cadastro foi alterado. Qualquer alteração de castatro precisa ser comunicada à seguradora. De qualquer forma, entendemos que isso não é motivo para não indenizar, mas você só conseguirá receber se for à Justiça, por meio de advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 09/08/2010 - 15:39
    Enviado por: Isabela Machado

    Me envolvi em um sinistro na linha amarela no Rio de Janeiro. foi um engavetamento com 7 carros o meu foi o 4. Acionei a seguradora e paguei R$ 1.077,00 pela franquia.
    Como faço para receber o valor que paguei pela franquia? Devo acionar que bateu atraz de mim? O BRAT não aponta um responsavel pelo acidente.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/08/2010 - 18:08
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Franquia você paga para que o seu seguro conserte o seu carro. A seguradora vai cobrar os gastos do responsável pelo acidente. Faça o mesmo, se for o caso na Justiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 10/08/2010 - 13:13
    Enviado por: jose nildo ferreira noronha

    boa tarde meu marido tem seguro com o bradesco a muitos anos e nunca teve sinistro agora ja vai fazer um ano
    que roubaram o caminhao dele e o bradesco esta se negando a pagar ja coloquie na justica e nada eles negam pq dizem que na apolice estava escrito que pernoitava na garagem e estava na rua ja coloquei na justica e nada
    o que posso faser pra receber obrigado estou aguardando

    responder este comentário denunciar abuso

    • 10/08/2010 - 18:23
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A Justiça é o caminho. Já fez o que tinha de fazer. Agora aguarde e mantenha-se informada junto ao seu advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/08/2010 - 00:49
    Enviado por: Wagner Guedes

    Bati em um carro assumi a culpa fiz B.O. ,a principio a “vitima” me pasou um orçamento de R$585,00 parcelado em 3 vezes, concordei em pagar e dissepara o mesmo ir a minah residencia para ecrtamos a forma de pagamento, a “vitima” não apareceu , hoje 18/08/2010 (5 meses) a pos o acidente recebi um coimunicado da segurado da “vitima” no valor de R$1241,12, na nota fiscale de conserto consta peças que não se estragaram no acidente, como devo proceder ? A “Vitima” não me comunicou sobre o conserto, tive contato da seguradora 5 meses após o acidente , como devo proceder neste caso ?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 19/08/2010 - 19:23
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Procure um advogado e questione na Justiça. É a única coisa a fazer. A vítima não tinha obrigação de cumprir o acordo, se não houve o acerto formal, ela tinha todo o direito de acionar a seguradora dela.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/08/2010 - 23:13
    Enviado por: Wagner Guedes

    Marcelo os danos causados no veiculo da suposta “vitima” foram apenas de FUNILARIA, veja abaixo o que tem arelacionado no concerto:

    = Farol esquerdo
    =Farol Direito
    =Emblema logotipo FIAT (5.102)
    =Emblema Pailo EX (5.102)
    =Laterna do pisca esquerdo

    O estelionatário digo “vitimo” trocou até os logotipos do FIAT PÁLIO dele 98, como proceder nesse caso que ghouve abuso da parte dele no meu ponto de vista.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 19/08/2010 - 23:46
      Enviado por: Marcelo Moreira

      São acusações graves as que você está fazendo. De qualquer forma, a vítima não fez nada de ilegal ao desconsiderar o acordo, embora não tenha sido bonito, pois não havia acordo formal. Você tem dois caminhos, que passam pela Justiça: questionar o orçamento apresentado, mas aí você terá de provar a naturza original dos danos no carro dele; a outra é insistir na tese de estelionato e processá-lo criminalmente. De qualquer forma, nas duas você precisará de advogado epoderá pleitear indenização por danos morais, se for o caso. Só avalie bem se valerá o sacrifício ir à Justiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/08/2010 - 01:32
    Enviado por: Wagner Guedes

    Marcelo, hoje recebi um e-mail com seguinte texto :

    “Prezado Sr.

    Para encerrar tal pendência, evitando-se uma discussão judicial, informo que excepcionalmente poderemos aceitar a seguinte proposta de pagto:

    ** R$ 632,70 em 03 parcelas iguais

    Proposta válida por 02 dias.

    Att.”

    Viu como a mentira tem perna curta, como devo proceder ?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 21/08/2010 - 01:38
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A pressão valeu a pena, enfim. Eles perceberam que não teriam vida fácil em forçá-lo a pagar por um serviço compreço irreal. Em nenhum momento desconfiei de suas conclusões, apenas coloquei de modo prático de que forma o problema poderia caminhar. Mas a sua resistência foi o motivo do recuo. Sugiro que submeta essa proposta a algum mecânico conhecido para ver se está de acordo com a realidade, apenas por desencargo de consciência. Parece-me que não é uma proposta aviltante.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/08/2010 - 11:34
    Enviado por: Marcio

    Olá amigos.

    Bateram no meu carro e o motorista se prontificou a acionar o seu seguro. Acontece que estou com licenciamento e ipva em atraso, nesse caso a seguradora pode se recusar a pagar o conserto?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/08/2010 - 13:32
    Enviado por: Wagner Guedes

    Bom creio que devá agora aceitar, pois não é de minah vontade ficar perdendo dia de trabalho para indo a audiências, irei aceitar a proposta.

    Obrigado Marcelo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/08/2010 - 08:49
    Enviado por: Heloisa

    Bom dia,

    Tive meu veículo furtado ontem, 28/08/2010. Renovei o seguro no dia 25/08 trocando da PORTO para o BRadesco. Como a primeira parcela (débito em conta)ainda não saiu da conta, e ainda não recebi a apólice (via correio), não significa que perdi o direito de indenização, correto?

    Já havia enviado a proposta assinada ao corretor.

    Obrigada.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 30/08/2010 - 22:07
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Situação inusitada. Se a cobertura da anterior acabou e você aind anão assinou a outra apólice, então você não tem cobertura nenhuma. Geralmente as renovações ou troca de empresas é feita com antecedência, para que o cliente não fique descoberto. Procure o seu corretor e confira a sua situação.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/09/2010 - 14:32
    Enviado por: Luís Fabiano Rocha Fagundes

    Eu tive meu carro roubado ontem na hora do almoço e, quando fui verificar, descobri que estava com minha apólice vencida e fora da cobertura. Recebi um e-mail informando que estava atrasada por conta de ser débito automático em conta e, como sou autônomo, não tinha fundo no dia para pagamento do mesmo. Vale à pena entrar na justiça pra tentar reaver algo, já que eu paguei 7 parcelas das 10 propostas ?
    Desde já agradeço.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/09/2010 - 07:15
    Enviado por: Nei Oliveira

    Bom Dia!eu saindo do trabalho resolvi da uma parada bebi 2 doses e fui embora na esquequina um carro invadi a rua saindo sem olhar, a preferencia era minha, ele passou da faixa e bati na frente dele rodei e bati em uma arvore, o meu carro tem seguro e o dele não, acionei o seguro o seguro mandou o carro para uma oficina credenciada por ela, o seguro foi negado porque fiz boletim de ocorrencia e constava que eu tinha feito o bafometro e tinha dado acima do limite, só que o carro ficou mais de 2 meses na ofina tomando sol e chuva 24 hs por dia com o parabrisa quebrado ja tem ate ferrugem nele, abriram toda frente do carro, trram bateria, trocaram pneus, etc, o meu carro não estar no estado que entrou na oficina, o que faço.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 28/09/2010 - 18:36
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Pague o conserto. O seguro infelizmente está com a razão, pois o teor alcoólico é fator para negar indenização ao segurado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 29/09/2010 - 01:08
    Enviado por: Gustavo Nunes Moraes

    Olá tudo bem. Eu fui para Vitoria-ES de Strada Adventure passear um pouco estava sozinho. Tinha DOIS carro na FRENTE o PRIMEIRO (Fox) ameacou a pisar e depois pisou com forca para parar no SINAL. O Segundo (Corsa-Sedã Classic) saiu lixando uns 15 metros. Eu tava destraido e sinceramente quando retornei a visao ja estava em cima do segundo carro. Entao nao tem marca do meu carro na pista, somente o do segundo o Corsa. Deve ter sido a 50-40 km/h. O meu carro o prejuizo ta saindo 2.000 reais, se for peça nova sair a 3.500. O segundo carro o prejuizo vai 13.000 conforme a seguradora que ja esta me cobrando até “Torcao no Chassis” o terceiro carro uns 400 reais de parachoque. Não e justo a culpa toda ficar pra cima de mim. Eles me esconderam isso que o carro freiou 15 metros. todo mundo da batida saiu consciente mas eu acabei “entendendo a situcacao” bem depois achei de inicio que era eu que tinha provocado. Expliquei ate pra policia, falei isso tudo mas a policia so queria saber se eu bati atras pra colocar no BO. A policia tambem NAO quis colocar no BO que o carro DERRAPOU e sim desacelerou. Engracado a Policia que e FEDERAL não fez BAFOMETRO. O que o sr me recomenda?? Como pode esse valor ser TAO ALTO? Eu nao tenho NADA no MEU NOME nem dinheiro no BANCO e tbm desempregado, sera que tem como eles darem CARENCIA ou nao me cobrarem isso?? Qual e o prazo para prescrever? Tenho como negociar o preço ou abaixar o preço na justica???? Tem como abaixar até quanto mais ou menos ??? Tem como contestar as peças que realmente foram estragadas?? Se eu nao tenho nada no meu nome tem como eu pagar somente 1 real por mes por exemplo conforme eu quero???? TODA A DIVIDA vai pra mim ou para o DONO do CARRO?? mas eu poderia adquirir algum “bens” daqui a 5 10 anos etc etc sem ter algum problema???? Eu tava sozinho em outra cidade sem testemunha e ainda nao tenho nenhuma foto. Mas posso ir la para tirar as foto das marcas da derrapagem do segundo carro?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 29/09/2010 - 18:51
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A responsabilidade pelo acidente é sua. Terá de arcar com todo o o prejuízo. Procure um advogado para tentar negociar valores um pouco menores.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 02/10/2010 - 20:14
    Enviado por: Maria

    Boa tarde,

    Um homem bateu atras do meu carro e nao tem condição nenhuma para pagar o conserto do carro. O seguro esta no nome da minha mae e diz que nao cobre quando envolve essoa entre 18 e 25 anos, eu tenho 23 anos e fiz o BO no meu nome.. o seguro realmente nao irá cubrir os danos do carro? A alguma coisa que eu possa fazer??

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/10/2010 - 20:45
    Enviado por: Jeverson

    sofri um acidente no dia 7/9/10 fui muitobem atendido pela seguradora dei entrada no sinistro fiz varias ligaçõesw p/ seguradora p/ saber como estava meu andamento do sinistro mas quando chegou no dia chegou no dia 28/9/10 liguei la e recebi uma noticia que estadainadiplente com a seguradora e meu sinistro foi cancelado paguei 4 parcelas de 6 agora estou sem carro a ha 1 mês e 15 dias ja dei entrada no juizado especialqual a possibilidade de vitoria da calsa

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/10/2010 - 10:43
    Enviado por: bel

    financiei um carro pelo bradesco finasa em 60veses e fis um seguro pela porto seguro em5veses paguei a primeira só que a segunda parselas eu a trasei em seguida o carro foi roubado e o seguro fala que não pode faser nada por mim o que eu devo faser pelo o meu direito,que ue paguei a primeira parclas alguem pode me dar alguma dica uo ajuda por favor.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 19/10/2010 - 16:24
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Que tal ler o contrato antes de mais nada? Qual a alegação do seguro para não cobrir? É impossível entender o que você escreveu.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/10/2010 - 10:58
    Enviado por: bel

    financiei um carro pelo bradesco finasa em 60 veses em 560reis mensais só que quando o carnÊ veio foi 60veses de573 falei com o vendedor da consencionária porque veio assim ele falou que era um seguro de desemprego aí o meu carro foi roubado e fiquei sem o trabalho por falta de movimentação liguei lá para ver como ficava as parcelas elesfalaram que não podem faser nada o que eu posso faser com isso

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/10/2010 - 22:24
    Enviado por: fabiano

    não tenho seguro, capotei o carro e gostaria de saber se tem como fazer um seguro e o seguro já arrumar o carro?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/10/2010 - 23:54
    Enviado por: katia dias

    estou com uma dúvida, eu comprei um carro em janeiro desse ano, no meu nome, fiz o seguro no meu nome, só que não tenho cnh então foi colocado como principal condutor o meu marido,quando foi no dia 29/10/2010, ele foi atingido por uma moto cujo motorista estava embriagado,que atravessou a pista na contramão e bateu no meu carro violentamente vindo a óbito,deixando a lateral bastante danificada,como houve vitima o carro foi apreendido junto com a moto pela policia rodoviaria para ser periciado, acionei o seguro e disseram que era procedimento normal, que assim que fosse liberado eles iriam buscar o carro, agora as minhas duvidas; meu marido estava com a cnh vencida e me disseram que o seguro não cobre só que quando comprei o seguro a cnh já estava vencida e eles não pediram nenhuma cópia deste documento,se tivessem pedido eles teriam visto a data e eu logicamente não teria colocado ele como condutor,neste caso como devo agir, pois por causa deste feriado prolongado a pericia policial só será feito no dia 03/11/2010 e eu já queria estar previnida no caso de ter que arrumar um advogado. Obs toda a documentaçao do veículo está em ordem e as prestações do seguro também, outra duvida no caso da moto eu posso questionar o seguro junto a família ou não?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/11/2010 - 22:34
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A quantidade de irreularidades é imensa neste caso. O que é certo é que o seguro não vai pagar nada devido à situação irregular da apólice e da CNH de seu marido. Procure a ajuda de um advogado para tentar uma alternativa.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 08/11/2010 - 23:50
    Enviado por: Tatiana Gomes

    Olá Boa noite, o meu marido sofreu um acidente de trânsito no dia 31/11. Foi em um cruzamento aqui em Ubatuba, bem próximo de casa. Um carro simplesmente em alta velocidade, não parou e o carro dele foi jogado em cima da calçada. Com certeza este infeliz estava errado, meu marido foi levado para hospital com TC e perda da memória. Meu carro é 07/08 e sempre paguei seguro, mais fiz a besteira de em maio deste ano não querer renovar. O carro simplesmente está com toda lateral do motorista acabada e afundada. E o cara que bateu, vem com a história de dividir o valor, fala que não tem condições. Peço a tua ajuda, será que entrando nA JUSTIÇA, ele paga,ele foi totalmente culpado, meu marido só não morreu por Deus, e agora ele vem com esta história que o carro dele deu Pt. Tá certo que ele é uma pessoa simples, mais eu acho que tem que pagar o que fez. Por favor me responda.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/11/2010 - 17:31
    Enviado por: André Batista

    Em um cruzamento um cidadão furou o sinal e bateu na lateral do meu carro às 5hrs da manhã. Eu estava me deslocando para viajar até uma cidade próxima. O individuo não tem seguro e não quis assumir a responsabilidade. O guardas de trânsito compareceram ao local e solicitaram que cada parte escrevesse sobre o ocorrido. O cidadão escreveu que eu estava bebado, as autoridades de trânsito não fizeram o teste do bafometro e não colocaram nenhuma resalva no lauda porque eu estava super lúcido. A questão é se conseguirei receber do cidadão o valor da franquia, o valor do prêmio do seguro e fazer um interpelação por injuria pelo fato de querer me incriminar alengado que eu estava bêbado? Como devo proceder.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/11/2010 - 10:22
    Enviado por: Debora Gonaçlves

    Bom dia,

    Tive um veículo furtado em 09/10 e o mesmo estava financiado pelo sistema de leasing, a seguradora me informa que o cheque já foi retirado pelo Banco do leasing. Qual o prazo que o leasing tem para me reembolsar? (pedi quitação do saldo restante a pagar). O mesmo esta alegando que devido a trâmites internos do Banco eles me pagarão em até 20 dias ÚTEIS isso esta correto? Pois é um abuso eles trabalharem com o meu dinheiro por todo este período, fora que necessito comprar outro carro com urgência..

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/11/2010 - 14:07
    Enviado por: Elves

    Houve uma colisaõ entre meu carro ( não segurado) e outro carro(segurado)na analise o carro segurado avançou o sinal vermelho, o seguro do carro segurado cobriu o dano do carro não segurado. Pergunta: dE ACORDO COM A LEI, qual prazo de entregar pela seguradora após entrada do carro ( NÃO SEGURADO) na oficina ?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 12/11/2010 - 16:45
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não existe prazo por lei, mas considera-se que 30 dias é um prazoi máximo a ser tolerado. Se o prazo for ultrapassado, reclame no Procon.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 16/11/2010 - 10:32
    Enviado por: VANDA DURAES

    Bom dia, tive o meu carro roubado um fiesta sedan 1.6 flex completo não tinha nem 8000km roudado e a seguradora vai pagar de acordo com a tabela fipe paguei R$ 39.800 e eles querem me pagar 31.248,00 meu carro tinha um ano e cinco meses pergunto tem algoma coisa a ser feito neste caso

    responder este comentário denunciar abuso

    • 16/11/2010 - 17:50
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Em nossa opinião, nada. Você pode questionar o valor na Justiça, por meio de advogado, com chances remotas de sucesso. Lembre-se de que você assinou uma apólice de seguros. Leia-a com atenção antes de tomar qualquer decisão.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 22/11/2010 - 13:07
    Enviado por: Paulo A. Quadros

    Olá,
    Tínhamos seguro com a Mapfre parcelado em uma entrada + 5 vezes c/ débito em conta e no dia 12/11/2010 recebi um documento via correio cancelando a apólice do seguro, alegando falta de pagamento…realmente houve uma falha no banco e a parcela que venceria no dia 09/09/10 não foi paga, portanto em nenhum momento fomos avisados que havia uma pendência, somente recebemos o cencelamento da apólice e acreditem…meu seguro estava cancelado desde o dia 23/10/10 e só recebi a informação no dia 12/11/10…ou seja andei todo este tempo sem seguro e sem saber, então entrei em contato com a Mapfre dizendo que queria acertar as pendências e que houve uma falha no banco, e recebi a informação de que não poderiam fazer nada a não ser um novo seguro, aí questionei porque não me avisaram então? ninguém soube responder porque não fui comunicada…agora na semana passada 19/11/10 recebi uma carta postada em 17/11/10 porém dentro da carta a data está 24 de setembro de 2010….quem eles querem enganar??? O que faço, pois tive que fazer um novo seguro e obvio que fiz com outra companhia, mas se senti prejudicada, no prejuízo e ainda tentarem me enrolar postando agora uma carta já vencida?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 22/11/2010 - 17:37
      Enviado por: Marcelo Moreira

      É caso para indenização por danos morais. Procure o Juizado Especial Cível ou contrate um advogado para processar a empresa e o banco.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 30/11/2010 - 02:49
    Enviado por: Raimundo Alves

    Boa noite. No dia 29/10/2010.meu carro foi atingido por uma carreta na br 101. no municipio de Pilar-AL entramos em contato com o dono da mesma e ele nos deu apoio na requizição do guincho do local a Cidade de Salvador-Ba, onde deixamos em uma oficina especializada pois o veículo é um onibus execultivo meu instrumento de trabalho recebi a apolice do seguro de terceiros e pelo que estou percebendo que a seguradora Bradesco não quer consertar o meu instrunento de trabalho um mês depois.Qual o caminho que devo segui, pois o serviço passa dos R$ 30.000,00.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 01/12/2010 - 18:15
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Leia com atenção a sua apólice de seguros e depois procure um advogado para ver se é o caso de entrar na Justiça, ou seja, se realmente você tem algum direito.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 05/12/2010 - 16:23
    Enviado por: Marcia

    Boa Tarde! Gostaria de saber se a seguradora deve comunicar o cliente quando sua apólice estiver vencendo… Pela segunda e desta vez, pela última vez, fizemos o seguro pela Bradesco que no final do ano passado não encaminhou carta de renovação do seguro como nos anos anteriores…ficamos andando com o veículo por quase 1 mês sem seguro e sem saber. Neste ano, ocorreu a mesma coisa. Como costumamos pagar em 4 parcelas e qndo realizamos o contrato eles nos informam que farão contato p/ renovar o seguro, novamente o mesmo venceu. Ligamos dois dias depois, domingo, mas segundo a Bradesco, nada pode ser feito…problema do cliente… é assim mesmo que funciona??? Obrigada.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 05/12/2010 - 20:10
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Sim, é assim mesmo. A empresa não tem obrigação de informar. A maioria faz isso, mas outras parecem não se importar em perder o cliente.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 17/12/2010 - 19:55
    Enviado por: Fabio Ricardo do Nascimento

    Boa noite? Tive um sinistro no último dia 08/12,um carro em minha frente freou por conta do transito ter parado e ao tentar frear colidi com o carro dele sem danificá-lo,logo atrás veio outro veículo que tentou frear mas não parou e colidiu a traseira de meu veículo fazendo um grande estrago e ainda fazendo com que meu carro danificasse um pouco a frente por prensa-lo no carro da frente.Por sorte o carro da frente só entortou o engate. Se o sujeito que vinha logo atrás não tivesse colidido em mim eu também não teria prejuízo algum, pois só encostei no veículo da frente. Gostaria de saber se nessas condições o seguro do veículo que me colidiu deve cobrir meus prejuízos,e se eu arrumar com meus recursos terei como ressarcir os valores pagos na justiça,até mesmo porque já estão me dando uma canseira e eu não posso ficar com o carro danificado.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 20/12/2010 - 17:23
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Lamento, não podemos responder com tão poucas informações. Procure um advogado especializado para ter uma opinião com mais subsídios.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 26/12/2010 - 00:37
    Enviado por: nelma barros

    meu carro foi roubado,já paguei 21 prestações.Tenho seguro com a Bradesco seguro- Mulher.Meu carro era financiado por leasing arrendamento mercantil pelo Banco do Brasil.Fiz o seguro com corretor, tudo direitinho, só que estou tendo problemas,porque o Banco do Brasil faz o cálculo e não dá prazo de nenhum dia para a seguradora indenizá-lo. Será que tem alguma lei para que o Banco do Brasil dê uns 5 dias pelo menos para a seguradora, que no caso é o Bradesco, providenciar o pagamento e eu não ter prejuizos. O ano está terminando e me disseram que se não for resolvido essa quitação, as despesas do próximo ano será por minha conta( IPVA,etc.).O meu carro foi roubado no dia 30.11.2010.Gostaria de uma informação segura por favor?
    Agradeço quem puder me ajudar a desvendar tudo isso.

    O corretor alega que se o Banco do Brasil não der prazo,tipo 5 dias mais ou menos essa indenização será impossivel de se concretizar, porque o Bradesco, no caso tem que ter um tempo pra poder depositar o dinheiro e indenizar o mesmo.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 26/12/2010 - 16:32
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A informação do corretor está correta, e o banco não é obrigado por lei a dar prazo. Tente a ajuda do Procon para negociar com o banco ou mesmo um advogado para ao menos tentar alguma judicial.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 02/01/2011 - 22:33
    Enviado por: nilton cesar da silva

    um veiculo se perdeu na br 101 e bateu na lateral do meu carro esse veiculo tem seguro mas o motorista estava bebado a aseguradora paga meus danos?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/01/2011 - 14:56
    Enviado por: Pedro

    colide meu veiculo com um poste, após ter sido fechado por outro, qual não foi identificado, estava com pneus em boas condições de uso porém não são as medidas originais do carro. O gol g3 para aro 15 utliza-se a seguinte medida de pneu: 195/50/15, porém eu utiliza o seguinte pneu: 195/60/15. A seguradora pode negar o ressarcimento por conta disso?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/01/2011 - 16:35
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Pode, embora isso seja um absurdo. Se isso ocorrer, é possível recorrer na Justiça para que o seguro pague o conserto.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 20/01/2011 - 22:11
    Enviado por: paula

    Olá,

    Gostaria de uma informação. Estava dirigindo normalmente na BR, quando derrepente um carro atravessou a BR, querendo entar no retorno e pegar outra via e estava devagar quando o vi acionei os freio infelizmente nao adiantou bati na traseira dele. Sera que mesmo assim devo pagar o concerto do carro dele. Q uem estava errado??

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/01/2011 - 13:52
    Enviado por: Davidson

    oi boa tarde,eu tenho uma moto e quando estava largando do trabalho,um carro que presta serviço pro bradesco bateu na lateral da minha moto,eu cai e ela esta toda danificada,mais a frente está intacta,comprovando que eu nao bati no carro mais sim o carro em mim,e o carro tem seguro e eu liguei pro mesmo e o mesmo dise que o seguro demora pra resolver,eu devo fazer oq??

    responder este comentário denunciar abuso

    • 31/01/2011 - 16:35
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se a seguradora do carro disse que vai pagar, então espere mais um pouco. Se demorar mais de 30 dias, procure o Procon ou o JUizado Especial Cível.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/02/2011 - 07:24
    Enviado por: Maria do Carmo

    Bom dia, troquei de carro e consequentente passei o seguro do carro anterior para o que comprei, porém quando fui imprimir o boleto (endosso)estava sem o codigo de barra ligei para que me envia-se outro mas men informaram se não efetua-se o pagamento naquele dia o meu seguro seria cancelado.obs já passava das 19:00 horas. e agora o que faço ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/02/2011 - 18:24
    Enviado por: marcio

    boa tarde

    Meu caso e o seguinte.
    meu veiculo estava estacionado de forma correta e distante do veiculo a sua frente.
    veio um outro veiculo na via,acertou a traseira do meu carro,que foi arremessado a frente uns 3,30 atigindo o veiculo a minha frente na sua parte traseira.meu veiculo tem seguro,minha pergunta e mesmo eu estando estacionado a tendo que arcar com o conserto do veiculo a minha frente.
    atenciosamente
    marcio

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/02/2011 - 16:03
    Enviado por: REGINA

    TIVE MINHA MOTO ROUBADA NO ESTACIONAMENTO DA PADARIA PRÓXIMO A MINHA CASA ,INCLUSIVE ESTAVA PRESENTE MEUS DOIS FILHOS UM DE 3 ANINHOS E OUTRO DE 8 ANOS GOSTARIA DE SABER COMO PROCEDER NESSE CASO ? QUE DECISAO TOMAR ,TENHO DIREITO A INDENIZAÇAO

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/02/2011 - 13:01
    Enviado por: marcelo

    Bom dia, um segurado teve o veiculo furtado em via publica em frente a sua casa (durante a madrugada), a seguradora esta negando indenizar, alegando que o veiculo deveria estar guardado na garagem, conforme consta no perfil.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/02/2011 - 22:06
    Enviado por: Fernanda

    Ola

    Tive meu carro roubado e esta financiado por leasing, qual o procedimento mais rápido fazer a substituição de garantia ou quitação do financiamento?
    Tem idéia de quanto tempo esta demorando esses processos?

    Obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/03/2011 - 13:32
    Enviado por: Jose Renato

    Boa tarde.

    A minha dúvida é a seguinte:

    Dia 26/02/11, minha filha que tem 25 anos completos pediu meu carro emprestado para ir a uma festa.
    Ao retornar para casa ela alega que foi fechada por um veículo desconhecido e acabou batendo com o carro.
    Durante a ocorrência policial fiquei sabendo que minha filha estava com a habilitação vencida.
    O seguro do carro é total. A seguradora pode não querer pagar o seguro em função do problema da carteira de habilitação de minha filha.
    É legal o não cobrimento do seguro.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 03/03/2011 - 17:16
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A seguradora não vai pagar, e com toda a razão. O condutor não era o titular e muito menos estava em dia com a hbilitação. Esqueça.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 06/11/2011 - 22:23
      Enviado por: Eduardo

      Marcelo, aconteceu o mesmo fato comigo mas eu estou segurado, no momento do acidente estava com a CNH vencida.

      Em todo caso, fiz uma busca e a jurisprudeência é clara a favor da reparação dos danos. Por quê?

      CNH VENCIDA é ser meramente uma irregularidade administrativa ato administrativo e não um ato ilícito doloso. O que configura a não cobertura do seguro.

      Amanhã irei saber da seguradora se ira haver a cobertura, de certa forma estou me preparando para uma recusa, ou seja para o pior, ao menos os tribunais estão do meu lado nessa questão.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 03/03/2011 - 11:17
    Enviado por: Marcelo

    Bom dia Marcelo, tudo bem?
    Gostaria de saber sou terceiro em um sinistro e o carro bateu no lado esquerdo, levei a um lugar que a porto seguro pediu, e la depois que fizeram alguns orçamentos, colocaram que era PT, mas sou obrigado a aceitar PT? porque este meu carro esta financiado faltando apenas 23 prestações, vou ter que financiar outro.
    Obrigado pela ajuda.
    Marcelo

    responder este comentário denunciar abuso

    • 03/03/2011 - 16:47
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A não ser que você peregrine por várias oficinas, não terá jeito, tem de a ceitar o veredicto da seguradora.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 29/03/2011 - 11:19
    Enviado por: Elen Mascarenhas

    Ola,
    gostaria de tirar uma duvida sobre o vidro dianteiro do meu carro q foi quebrado na estrada de teresopolis: fiz a ocorrencia c a seguradora, meu carro é praticamente zero, tem 3 meses, e a Sulamerica quer q eu troque o vidro dianteira na prestadora de servico Auto Glass, eu me recusei, pois o carro tem garantia de fabrica p todas as pecas, e tudo deve ser feito na loja q adquiri o carro.
    Minha pergunta é se tenho o direito ao vidro original colocado na Mitsubishi?
    A Sulamerica pode indicar outra empresa p realizar o servico mesmo sendo meu carro novo?
    Obrigada pela atencao!
    Elen

    responder este comentário denunciar abuso

    • 29/03/2011 - 17:32
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Só lendo o contrato para saber, assim como a apólice de seguros. Em tese você tem razão, mas é melhor ler oc contratos ou subemetê-los a um advogado ou ao Procon.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 30/03/2011 - 11:15
    Enviado por: Simone

    Meu carro foi roubado no mês 03/2011, ja tinhamos pago o seguro, porem o seguro estaria vencendo no mês 06/2011. Gostaria de saber se o seguro é obrigado a devolver a diferença, ou seja, os tres meses que ainda faltava.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/04/2011 - 11:41
    Enviado por: Marcelo

    Bom dia!!

    Dia 13/03/11 vencia meu seguro, meu corretor me ligou para informar e eu renovei incluindo o Kit Gás, fui informado que teria que ser feito vistoria, fiz a vistoria no dia 11/03/11 e passei a numeração para o meu corretor e paguei a primeira parcela do seguro em 18/03/11 no dia do vencimento. Dia 06/04/11, o carro foi roubado com a minha esposa, ela fez o BO e quando ligamos para a seguradora MAPFRE, informaram que nosso seguro tinha vencido dia 13/03/11. Entrei em contato com meu correto e ele informou que a seguradora recusou a vistoria e devolveu em cheque a primeira parcela, sendo que eu não sabia de nada, não fui informado. Como devo proceder, pois não posso ficar com este prejuízo.

    Fico no aguardo de uma resposta.
    Obrigado,
    Marcelo

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/04/2011 - 16:35
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Alguém cometeu um erro grave. É caso de processar tanto o corretor como a seguradora por danos morais. Procure um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 12/04/2011 - 11:07
    Enviado por: Déborah Silva Quintela

    Tenho um caso muito parecido com os acima sitados só que sou de Porto Alegre.
    Pergunta: Voces me dariam também uma orientação

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/04/2011 - 15:49
    Enviado por: Marcelo

    Sr. Marcelo Moreira,

    Referente a este caso acima onde o Sr. respondeu, entrei novamente em contato com a seguradora e a mesma me informou que a vistoria realmente foi recusada por o carro apresentar algumas avarias, devolveu a primeira parcela ao meu corretor onde o mesmo depositou na minha conta ontem dia 12/04/11, sendo que eu paguei a primeira parcela do seguro em 18/03/11. Liguei para meu corretor e o mesmo disse que amanhã tentará reverter essa situação com a seguradora, sendo que o tempo esta passando e até agora nenhuma documentação em andamento para o pagamento. A seguradora pode descontar o valor das avarias? Eles podem colocar o valor que eles queiram? Pois dependendo do valor que eles colocarem, se tivessem me avisado com antecedência, eu poderia correr atrás de um orçamento menor do que o que eles me passarem.

    Obrigado,
    Marcelo

    responder este comentário denunciar abuso

    • 12/04/2011 - 16:43
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A seguradora até pode recusar o seguro por avarias, mas isso tem de ser feito no ato e avisando o segurado com muita antecência. Parece que isso não aconteceu. É possível obter indenização na Justiça por conta dos procedimentos irregulares, em nossa opinião, da seguradora.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 14/04/2011 - 01:21
    Enviado por: Julio Grato

    Dr Marcelo
    Minha esposa colidiu com o veiculo na traseira de um ônibus, em 4 de janeiro, o carro foi levado para uma oficina da seguradora, e liberado para conserto dia 08/01 . A renovação do seguro seria dia 23 de fevereiro, mas, como todo tramite para conserto, carro, reserva e atendimento da seguradora deixou a desejar, iriamos trocar de seguradora. Mas dia 18 de fevereiro ao me dirigir a oficina constatei que o carro estava nas mesmas condições, o dono da oficina falou que a seguradora não tinha enviado nenhuma peça ainda. Eu, fiquei sem saber o que fazer. A seguradora do meu banco me cobrou R$ 1.100,00 por meu novo seguro, sem limite de dias de carro reserva. A seguradora que não me deu devida atenção causando total insatisfação, e com veiculo sinistrado, me cobrou R$ 1.545,00, eu argumentei, como iria renovar um seguro de um veiculo, parado na oficina credenciada deles? Sendo que nem iniciaram reparo? Resultado, renovei, já que nem havia possibilidade de vistoria da nova seguradora. Hoje 14/04 o carro ainda está na oficina, a batida foi simples, para choque, lanterna, capô. O que faço? Paguei dois meses, por um carro na oficina, e só o fiz por pressão do corretor (se a oficina tocar fogo eu teria meu seguro…entre outros argumentos deles) me senti coagido a fazer um seguro, mais caro e com benefícios reduzidos em comparação a nova seguradora. Posso mudar de seguradora quando o veiculo sair do conserto? a que devo recorrer? Grato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/04/2011 - 17:48
    Enviado por: staling

    me ajudem bati num carro a 2 anos e a seguradora esta me cobando atravez de advogados mais não me apresentaram a relação do que foi gasto no veículo, só apresentam a conta. Devo pagar ? o que fazer?
    Agradeço a ajuda

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/04/2011 - 21:38
    Enviado por: Adriano Machado Pereira

    Boa noite,
    Dr Marcelo, Dia 03/04 eu estava a conduzir minha Motocicleta e um veículo que vinha na mão contrária, entrou no acostamento de sua mão para retorno. Quando o fez, cortou minha frente, me obrigando a freiar bruscamente e na tentativa de desviar, desviei do veículo e vim a perder o controle, caindo na pista.
    Ele parou, prestou socorro e chamamos a polícia Rodoviária Militar para BO(ele não aguardou no local a chegada da PMRE-SC, pois tinha que levar seu amigo no aeroporto, mas voltou em seguida. Fiz BO na Militar e ele no dia seguinte na Civil onde relatamos o ocorrido(que ele cortou a minha frente). Ele Acionou seu seguro porém hoje ja é dia 20/04 e ainda está em análise externa(Segundo atendente do seguro).
    Como sou terceiro e não houve colisão direta com o veículo segurado, gostaria de orientação para saber como proceder, o que tenho direito e quanto tempo a seguradora tem para fazer a liberação?
    Estou com fratura na mão esquerda, estou fazendo o tratamento adequado e tomando o medicamento prescrito.
    Já enviei cópia de todos os documentos para seguradora, inclusive Laudo e atestado médico.
    Obrigado por sua atenção.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 20/04/2011 - 22:38
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Procure um advogado, pois essa é uma questão de interpretação. O seguro vao provavelmente negar qualquer indenização. Arrume testemunhas e acione tanto o motorista como o seguro na Justoça, mas a briga vai ser longa e dispendiosa.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 22/04/2011 - 12:07
    Enviado por: ALVARO DA SILVA

    olá!
    meu carro foi roubado no dia 21/04/2011 e me levaram junto com o carro,fui deixado na rodovia sem documentos,sem celular e sem dinheiro.Fiz o boletim de ocorrencia e comuniquei a seguradora bb seguros do roubo, anotei o numero do sinistro,e pediram para que eu aguardasse durante 72 horas que alguem entraria em contato comigo.só meu seguro vencerá no dia 24/04/2011 e está completamente quitado,devido ao
    feriado prolongogado,quero saber se terei direito ao seguro e quais procedimentos deverei tomar?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 25/04/2011 - 16:45
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se o roubo aconteceu quando o contrato estava em vigor, então a indenização tem de ser paga. Consulte o seu corretor para saber quais são os procedimentos e documentos necessários para receber o seguro.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 23/04/2011 - 12:12
    Enviado por: Adriano Machado Pereira

    neste site, já consta alguma coisa: http://www.boletimjuridico.com.br/doutrina/texto.asp?id=1434

    De qualquer forma, obrigado pela atenção.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/05/2011 - 13:05
    Enviado por: Marcelo

    Me chamo Marcelo, fiz um seguro com a Mapfre de um Renault Scenic 2.0 2003 que ficou válido de 13/03/10 até 13/03/11, onde o corretor me ligou no dia 10/03/11 e me informou do vencimento, ele me passou os valores e pedi que renovasse, foi feito novamente com a Mapfre, sendo que eu quis incluir o Kit Gás. Ele me informou que a Mpfre pediu que eu fizesse uma vistoria para a inclusão do Kit Gás, esta foi feita dia 11/03/11 e logo depois de feita, passei o número para a corretora onde fui informado que já estaria coberto. A corretora me mandou um contrato juntamente com um boleto bancário com o vencimento para 18/03/11, onde eu paguei esta primeira parcela no dia do vencimento. No dia 06/04/11, tive meu carro [editado pelo Reclame Aqui]do, foi feito o Registro de Ocorrência N. 023-02537/2011 na 23. Delegacia de Polícia no Meier. Chegando em casa logo depois da ocorrência, minha esposa ligou para a Seguradora Mapfre, onde a mesma informou que não estava localizando minha apólice, mas mesmo assim pediu que eu enviasse o Sinistro de N. 00012011039869S00 para o Site deles e aguardasse um prazo de 24 horas para termos um retorno. Desligando o telefone, ela ligou para o nosso corretor, informando o acontecido do [editado pelo Reclame Aqui] e também a informação da seguradora quanto o não achado da apólice, o mesmo na mesma hora informou a minha esposa que estava tentando entrar em contato comigo e não conseguia, deixando essa informação por e-mail (onde o certo seria mandar um telegrama registrado com a confirmação de recebimento), onde eu não tive acesso ao e-mail durante alguns dias, onde o corretor informou que a Vistoria foi recusada devido algumas avarias, que ao meu ver, não chegaria a R$ 500,00, com isso estou até hoje sem nenhuma resposta, pois a seguradora informa que recusou a vistoria, onde eu acho também que ela deveria me informar de alguma maneira, pois na mesma hora eu iria ver o que ia fazer, e não deixar de mão e eu ficar andando com o carro descoberto e acontecer o que aconteceu.
    Acho isso um descaso, pois faço seguro nos carros que tive a mais de 10 anos em várias seguradoras e até hoje esse é o segundo acontecimento de [editado pelo Reclame Aqui] comigo em 10 anos. Dependo demais do carro no dia a dia e uso também para quaundo preciso correr com minha mãe para emergência, pois ela tem problema cardíaco desde Junho de 2010.
    Acho isso uma falta de consideração com o Cliente, se paguei a primeira parcela, fiz a vistoria e não fui avisado da rejeição da seguradora.
    Gostaria que tudo se resolvesse antes de entrar na justiça por esse acontecido e por outros motivos também.
    Fico no aguardo da ajuda de todos vocês.

    Obrigado,
    Marcelo

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/05/2011 - 01:12
    Enviado por: MARIA

    Boa noite
    Fiz o seguro em 6 parcela, paguei 4, mas bati na traseira de outro carro que freou bruscamente,acionei o seguro e foi pra oficina, tomei conhecimento só agora que 2 parcelas estao em atrasos, como devo prosseguir e sera que o seguro vai cobrir ja que paguei mais da metade da apolice.O que fazer agora?
    Obrigada e parabéns pelo site.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 19/05/2011 - 09:04
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se o seguro está atrasado então não vai cobrir o conserto. Pague o atrasado e negocie com a empresa de seguros.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 20/05/2011 - 13:39
    Enviado por: Telma Della Sabia

    Mais uma vez, gostaria de saber se a CNH vencida há mais de 30 dias, isenta as seguradoras de auto a pagar por sinistros, mesmo a apólice estando devidamente quitada. Porque no ato da contratação e renovação da mesma, não é exigido, nem verificado o documento de habilitação do principal motorista. Na minha opinião, o seguro é feito para o patrimônio; quanto a CNH, cabe ao Departamento de Trânsito aplicar as devidas sanções, ou penalidades, como por exemplo, a multa devida. Agora a SulAmérica se negar a indenizar o cliente, tendo como base esse tipo de argumento, prá mim já deve ser discutido na esfera do direito do consumidor. Porque vencimento de um documento é corriqueiro, ninguém se dá conta de que passou 05 anos e acaba se esquecendo, prova disso é que até a do Aécio Neves venceu e ele não percebeu. Falta de atenção, esquecimento, não caracteriza fraude nem dolo por parte do cliente. A seguradora não é competente para punir seus clientes. Para isso existem os órgãos competentes!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 20/05/2011 - 14:48
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A lei não proíbe a negativa das seguradoras nestes casos. A própria JUstiça entende que é necessário o condutor estar devidamente habilitado para ter direito à indenização, o que é perfeitamente lógico.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 26/05/2011 - 11:27
    Enviado por: Camila

    Bom dia,

    Meu carro estava segurado e a apólice venceu no dia 05/05/2011. O mesmo encontrava-se na oficina credenciada desde o dia 19/04/2011 só tendo sido liberado no dia 18/05/2011. Só poderia procurar a seguradora no dia 23/05/2011. Ocorre que o veículo foi furtado no dia 21/05/2011. Cabe salientar que seria necessária vistoria no veículo para renovação, ou seja enquanto estava na oficina eu não tinha o que fazer. Tenho alguma saída?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/06/2011 - 23:44
    Enviado por: Nubia

    Boa Noite, fiz um seguro no Bradesco em 6 parcelas minha vigencia é de 1 ano começou dia 15/04/2011 a 15/04/2012 paguei a primeira em 15/04 de 2011 e as 5 seriam debitadas na minha conta nunca foi apresentada a parcela do dia 16/05 de 2011 na conta quando foi dia 02/06 que percebi que a parcela não tinha sido debitada fui até o meu gerente do bradesco e exigi um boleto para eu pagar, ele me disse vou ligar para o corretor me enviar pro email, assim voltei para casa e no mesmo dia entrei na minha conta pela internet e achei o boleto pendente de pagamento, puxei e paguei no mesmo dia dia 02/06/2011, após dois dias q tinha pago o boleto bati o meu carro, dia 04/06/2011 liguei para a suguradora constava tudo da minha apolice e não havia debitos em atraso, me mandaram o guincho, isso foi em um sábado longe da minha cidade qd foi na segunda q liguei ficaram enrolando para fazer o sinistro, terça enrolando de novo, quarta feira não constava mais nada dos meus dados na seguradora me informaram que minha apolice estava cancelada dia 30/05/2011, como se estava cancelada se paguei o boleto dia 02/06/2011 e a seguradora mandou o guincho, não me despacharam ainda mais estão me empurrando com a barriga hoje já são 28/06 e nada de decisão só pedindo documento, já enviei o boleto pago, extrato de conta que falam que estornaram o dinheiro pra minha conta no dia 03/06 apos 1 dia e mentira que não teve esse estorno.
    Tem uma Clausula no contrato que diz o seguinte: * Fica entendido e acordado que, se o segurado apresentar alguma parcela em atraso, caberá à seguradora enviar ao segurado uma notificação prévia alertando a respeito do não pagamento da(S) parcela(s) em atraso, com antecedência de pelo menos, 10(dez) dia antes do termino do pra avençado para reabilitação de cobertura.Nunca fui notifica, nem por correspondência nem e-mail e nem telefone. Uma atendente da seguradora disse que houve um erro da Sucursal de Teresina que é seguradora.Já estou encaminhando para justiça Vc acha que estou certa? E nada de Sinistro… Pode uma coisa dessa é um descaso com os clientes ainda mais eu que tenho que tá ligando cobrando alguma resposta já deixei até de ligar entreguei para o advogado resolver

    ATT: Nubia

    Aguardo retorno obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/06/2011 - 22:11
    Enviado por: Roberta

    Meu sobrinho bateu meu carro dia 24/06/2011 dando PT, mas a parcela do seguro estava atrasada desde 09/06/2011 – 4ª parcela de 6, a seguradora Mapfre ja negou pagto, fora o atraso da parcela esta td Ok, inclusive podiam dirigir menores de 26 anos que é o caso dele, alguem sabe me informar por favor, quais são meus direitos??? se 15 dias de atraso ja e cancelada a apolice realmente, por favor me ajudem, aguardo retorno e desde ja agradeço

    responder este comentário denunciar abuso

    • 29/06/2011 - 22:51
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A seguradora está certa neste caso, a apólice mperdeu o valor. Leia o contrato. Se tiver dúvidas, vá ao Procon.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 05/07/2011 - 19:47
    Enviado por: edson

    boa noite
    meu carro foi batido, em meados do dia 23/03/11, fiz todos os procedimentos legais como BO, etc…, o seguro da senhora que colidiu em meu carro e tokyo marine, levei para uma oficina no qual a seguradora negou o orçamento, levei a uma autorizada dela e sem contar a demora para eles faserem a visturia para liberaro serviço, tudo ok vem as noticias estamos aguardando as peças a transportadora extravio ta chegango… o carro esta pronto a mas ou menos 13 dias e agora não pega, depois de tres meses passados e a demora do serviço não deram ums solução de me entrgar o carro como chegou rodando no qual a batida foi na lateral.
    pergunto: meu carro tem quem ser entregue da mesma forma que entrou em perfitas condições de uso e funcionando, sem contas os meses que estou sem carro.
    qual as medidas que devo tomar, para uma solução do referido problema. procuro a justiça
    desde ja agradeço

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/07/2011 - 22:21
    Enviado por: Ariel Alves

    Meu veículo foi roubado, em seguida comuniquei a seguradora, mas, me foi informado que a minha apólice estava cancelada por falta de pagamento referente à terceira parcela de dez que foi parcelada do seguro, e pediram para que eu entrasse em contato com o meu corretor.
    Questionando a “pendência” com o corretor, pelo fato de estar pagando normalmente as demais parcelas, pois não fui informado de nenhuma maneira de que havia parcela em atraso.
    Ele então pediu para que envia-se todos os comprovantes das parcelas já pagas, e ao fazer o levantamento do doc percebi que realmente havia uma parcela em atraso. Porque me foi enviado à segunda parcela junto com a terceira com os vencimentos no mesmo mês uma para o dia 6/03 e outra para o dia 26/03, motivo este de eu não ter pagado, pois pensei que se tratava da mesma parcela, acabei desconsiderando o boleto depois de entrar em contato na ocasião com o meu corretor que falou para desconsiderar os boletos dos meses que eu já havia efetuado o pagamento no caso as três primeiras parcelas.
    Gostaria de saber se tenho direito a receber o valor do sinistro?
    Pois continuei a efetuar o pagamento das parcelas posteriores normalmente, pois não fui comunicado do atraso de uma parcela e nem do cancelamento do seguro antes de eu fazer a solicitação do mesmo.
    Desde já agradeço a informação e ao espaço.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 11/07/2011 - 20:20
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Em tese as duas partes têm razão. A seguradora detectou atraso e inadimplência e cancelou a apólice corretamente. Por outro lado, os pagamentos subsequentes continuaram sendo feitos e ninguém falou nada. POrtanto, estava claro que se tratava de um erro. Se a seguradora se recusar a negociar, procure o Procon e tente a intermediação do órgão. Em última análise, você tem direito a receber tudo aquilo que pagou mesmo com o plano cancelado, ou seja, a partir da terceira parcela.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 12/07/2011 - 22:34
    Enviado por: Fernando Castilho

    Prezados, Boa noite!

    Possuo uma apolice da Porto Seguro. Foi efetuado o pagamento em 4 parcelas no Cartao de credito Porto Seguro Visa.
    Porem houve atraso na ultima parcela, pois nao paguei a fatura do cartao de credito.
    A corretora pode cancelar a apolice do Seguro? Pois no meu entendimento o seguro foi pago pela Bandeira Visa + POrto Seguro. Entao minha divida nao é com a Empresa que fornece o seguro e sim com uma administradora de cartoes.
    POsso requerer a ativacao do seguro?
    Muito obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/08/2011 - 23:31
    Enviado por: Roberto

    Sou cliente do Bradesco Seguro Auto há 5 anos e gostaria de saber se sou obrigado a instalar um bloqueador/rastreador no meu Palio. Nesse tempo todo nenhum corretor me falou nada a esse respeito.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/08/2011 - 13:12
    Enviado por: Júlio

    Quando um veículo está estacionado e é roubado, há razão para a seguradora questionar quem estava conduzindo o veículo? Meu carro estava estacionado e minha filha que não é habilitada foi até o veículo para retirar algo que haviamos esquecido. Neste momento, ela foi abordada e o veículo foi levado por ladrões. Por causa de um compromisso, não pude ficar no local e minha filha fez a ocorrência. A seguradora está fugindo do pagamento da indenização dizendo que o veículo estava em poder de uma pessoa entre 18 e 24 anos e que ainda por cima não possuía habilitação, sendo que, em momento algum ela conduziu o veículo. Se a seguradora se negar a pagar, você acha tenho chances de receber judicialmete?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/08/2011 - 18:13
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Sim, tem chances de receber, mas vai demorar bastante. Infelizmente houve um erro ao deixá-la registrar a ocorrência. Procure um advogado e acione a Justiça. O procedimento da seguradora é errado, mas vai dar trabalho resolver isso na Justiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 10/08/2011 - 21:22
    Enviado por: catia

    mu carro esta com a prestaçao em atraso mas o seguro esta quitado bati com o carro deu pt a seguradora vai cubrir e me indenizar mesmo eu com a prestaçao atrasada do financiamento do carro pos como falei o seguro esta em dia aguardo reposta grato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/08/2011 - 14:30
    Enviado por: Sabrina

    Boa tarde
    Tive um acidente numa rodovia: o motorista de uma cabine dupla desmaiou ao volante, sem controle, bateu em um veiculo, que foi arremessado, batendo em outros, porem ele saiu da pista e voltou, pegando a traseira do meu carro(que estava parado no congestionamento!), com o impacto, deu uma leve virada, me arrastou, batendo o canto em outro carro. resumo: avarias na lateral esquerda inteira, eixo, traseira e dianteira, do lado direito e só parou com o impacto no meu carro. Qual é o prazo do seguro para dar uma resposta aos terceiros? A vistoria foi em 25/07/11, não nos passam nenhum posição e estou sem suporte nenhum, alugando carro para conseguir trabalhar, mas ja estou sem recursos para locação e o causador do acidente não atende minhas ligaçõas. O que posso fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 11/08/2011 - 17:12
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não existe prazo determinado por lei. O mercado recnhece, em média, 15 dias como o tempo necessário para a análise do caso e parecer final. Se esse prazo não for respeitado, acione o Procon e já se prepare para uma briga jurídica para garantir a sua indenização.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/08/2011 - 11:15
    Enviado por: maria dantas

    bom dia! eu gostaria de uma em formação,fiz um seguro no banco bradesco seguro do meu carro em 06 parcelas paguei 04 parcelas esta em atraso a do dia 28-06-11 e a do dia 28-07-11 não fui em formada que se passar do dia eu perdia o seguro só atrasei por estava em outro estado por motivo de doença e não estava com o carnê para o pagamento não viajei no carro mais quando voltei o o meu carro sofreu uma colisão no dia 07-08-11,procurei o seguro para eu pagar as parcelas em atraso e o seguro mi ajudar com as despesas dividi ou qualquer valor para mim fazer o serviço do meu carro mais o seguro se recusa a mi ajudar com as despesa o que eu devo fazer ,tenho direito mi responda por favô

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/08/2011 - 19:57
    Enviado por: vanderlei

    boa noite,
    tirei um caminhao zero km na concessionaria passei xerox da nota fiscal para minha corretora e as 16hrs da sexta feira retirei da concessionaria com o ok da corretora e da empresa que trabalha dizendo que o veiculo estava segurado pois no dia seguinte no sabado de manha o caminhao foi roubado, acionei a seguradora e fiz o BO mais o seguro ainda nao me pagou o bem ja paguei 3 parcelas do seguro e nada do dinheiro com isso ja se passarao 85 dias. gostaria de saber se a seguradora pode recuzar o pagamento, e ja que ainda nao me pagou se ja posso entrar com uma acao contra a seguradora pedindo lucro sessante pois dependo do caminhao para trabalhar

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/08/2011 - 13:58
    Enviado por: vanderlei

    Marcelo, mais quanto aos dias que utrapassarao sobre o o prasso da seguradora paragar que é de 30 dias eles sao obrigado a pagar o lucro sessante pq eu tenho como compro renda e por motivo de nao estar com o caminhao estou deixando de ganhar ja sepassarao 90 dias

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/08/2011 - 20:22
    Enviado por: LILIAN

    Olá
    Bateram em minha moto. Acionei meu seguro, pois o terceiro, que foi culpado, se negou a pagar o concerto. A minha seguradora irá cobrar do terceiro, mais tarde?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/08/2011 - 07:42
    Enviado por: Isabel

    Boa tarde, à cerca de dois anos tive um acidente de carro, o meu marido que ia no lugar de ocupantes sofreu danos na coluna pelo que teve algumas despesas no hospital, o seguro tinha o dever de efectuar o pagamento pelo menos dessas despesas, após muito tempo de insistencia, resolvi enviar uma carta registada, e eles imediatamente me contactaram. Na altura do acidente, o carro tinha começado a arder, por isso saí do automóvel e puxei o meu marido (que se encontrava desmaiado) do meu lado do carro, acabando por senta-lo no meu acento pois já não tinha força suficiente, por isso chamei ajuda. Os senhores do seguro insistem que quem conduzia era o meu marido porque os bombeiros o viram lá sentado, mas as coisas não se passaram assim, até porque nos registos do hospital é o meu nome que está como condutora.
    O problema é que esses senhores dizem que me podem colocar um processo porque tem provas em como quem conduzia era o meu marido, mas não sei que provas são essas porque quem conduzia era eu. disseram para lhes ligarem e desmentir tudo que assim não avançavam com o processo para a frente, mas recuso-me a mentir. Não sei o que fazer.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/08/2011 - 16:56
    Enviado por: Rafael M

    Olá Marcelo,

    Estava de férias, passeando com minha família, quando de repente um carro invadiu a pista contraria colidiu com um veiculo a minha frente, rodou, e bateu em mim. Eram completados 1 mes que eu tinha comprado meu primeiro carro e nem pude curtir o mesmo. O carro era zerado, não possuia nenhum arranhão. O impacto foi tão grande que os airbag foram acionados e os dois carrros da frente tiveram perda total e só o meu que não deram perda total, ficando o serviço avaliado em 60% do valor do carro. Sou terceiro do acidente, estava no ultimo dia de ferias e moro e trabalho em outro estado do acidente ocorrido. Já se passaram 1 mes e meio e a seguradora dele nem liberou meu carro para conserto, alegando que falta uma ficha médica do motorista
    causador do acidente. Fiquei sem carro para voltar para casa, tive que voltar de onibus, pedi emprestimo para pagar passagem para mim e minha esposa, iria levar meu pai e ele não pode ir, perdi 3 dias de trabalho, correndo risco de perder o emprego,resumindo tive um prejuizo fisico, financeiro e moral imenso. O que faço agora se nem liberaram meu carro ao menos para conserto? Conversei com um mecanico da oficina e ele pediu ao menos 3 meses ainda para o carro ficar pronto, ficarei no caso 5 meses sem carro. Posso recorrer para que a segiradora de perda total no meu carro considerando todos os prejuizos e tempo? Alem disso que garantia terei se meu carro que era zerado nao ficar bom? Consertar airbags garate segurança no caso de outro acidente?
    obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/08/2011 - 14:16
    Enviado por: Deise

    Ola! Tenho um palio sem seguro e em um dia atravessei uma rodovia pra pegar um retorno, quando percebi que não vinha carro algum,porém quando estava quase dentro do retorno, um carro pegou na minha traseira e lateral, pois ele tentou tirar o carro e acabou pegando também na lateral. Ele tinha seguro que pagou o carro dele que deu perda total. Eu paguei o meu que deu uns 1600 reais. Ele ficou como culpado e eu como vítima. Porém agora a seguradora dele quer me cobrar o sinistro dele. Como devo proceder?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/08/2011 - 14:20
    Enviado por: Deise

    Ah, complementando o comentario anterior, eu estava gravida de sete meses e não pude conversar com o outro motorista no dia, pois fui socorrida pelos bombeiros. Eu não pude comparecer na audiencia, meu maridolevou um atestado, porém o outro motorista também não compareceu. Obrigada.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/08/2011 - 22:02
    Enviado por: Fabiana

    Ola! Finaciei uma Meriva 2007, pl BV financeira,dando 10 mil reais de entrada, e o restante em 48x, O veicula já saiu da loja com a apólice de segura ja assinada. Quero saber se em caso de roubo do veículo, o seguro vai ressarcir o valor`à financeira ou terei a opção de receber o valor do veiculo, comprar outro e continuar pagando a financiadora.
    Muito obrigada!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/09/2011 - 00:26
    Enviado por: Jaqueline

    OCORREU UMA COLISÃO EM VIA PUBLICA ENTRE MEU CARRO E OUTRO NOS DOIS POSSUÍMOS SEGURO, O MEU SEGURO PARA TERCEIRO NÃO PAGO FRANQUIA E NEM A OUTRA PESSOA PAGA FRANQUIA PARA TERCEIRO NO SEGURO DELA , OS DOIS SEGUROS PODEM SER ACIONADOS PARA TERCEIROS OU SEJA EU ARRUMAR O DELA E ELA O MEU ?
    OBRIGADA

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/09/2011 - 10:37
    Enviado por: michel rocha

    Bom dia, bateram em meu carro na trazeira e fugiram, bati no sabado e acionei o seguro na segunda, o vistoriador so foi fazer a vistoria na sexta feira sendo que me informarma que ele tinha 48 horas depois de acionar, recebi o carro reserva na terca, 10 dias apos a colisao 9 dias apos acionar o seguro, fiquei 7 dias como previsto em contrato e o carro nao ficou pronto, sendo que era uma batida leve, 3 dias para conserto conforme o cara da oficina me disse, pequei o carro 25 dias apos a colisao, quando fui pegar o carro, ele estava todo desalinhado, nao fechando a tambpa trazeira e sem os simbolos originais, liguei para oficina e o cara me pediu pra levar la novamente pra ele ver, chegando la ele nao quiz que eu saisse com o carro e disse que iria ficar com o carro para reparos, detalhe, me deixou a pe sem eira nem beira pra ir embora, 5 dias apos me ligou pra ir buscar o carro, cheguei la ele tinha colocado as logos mas continuava desalinhado, pedi uma revisao a seguradora, a mesma fez e alegou que o carro ja havia sido batido anteriormete, e nao podia alinhar mais, pergunto, como antes era alinhado e agora nao pode mais alinhar, e como eles podem alegar que tinha sido batido antes ou foi nessa batida que alinhou, como devo proceder, quero vender o carro mas tenho certeza que vao desvalorizar meu veiculo, tenho algo a fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/09/2011 - 17:25
    Enviado por: Herivelton Mesquita Mello

    Contratei um seguro para o veículo da minha mãe com pagamento através de cartão de crédito da propria seguradora, o cartão é em meu nome e segurada e principal condutora minha mãe. O seguro foi francionado em 4 parcelas, a fatura do cartão vence todo dia 20 de cada mês. A 1ª parcela veio na fatura referente 05/11 e venceu no dia 20/05/11 e paga no mesmo dia, a 2ª parcela consecutivamente veio na fatura 06/11, vencendo 2em 20/06/11 que não foi paga no mês. Com isso veio a fatura 07/11 cobrando as parcelas 02 e 03, com vencendo em 20/07/11, tudo acrecido de juros de mora – multa que foi paga no dia 27/07/11, quando chegou a proxima fatura veio o estorno do valor das 3 parcelas, na fatura informando a data de 28/07/11, e nem atentei para o fato, a fatura que foi paga no dia 27/07/11 foi após receber um comunicado por parte da seguradora que se não efetua-se o pagamento em ate 15 dias o seguro seria cancelado, está correspondencia foi recebida no dia 26/07/11, ou seja o pagamento foi efetuado no outro dia.
    So tomei ciência que o seguro estava cancelado hoje 02/09/11, agora pergunto, o seguro pode ser cancelado? O seguro foi contrato com pagamento atraves de cartão de crédito, o pagamento é feito para operadora do cartão, e ela deverá repassar para a seguradora, por tanto em caso de atraso pagamos juros de mora e multas que a meu ver abusivas, se a fatura não é paga o cartão é bloqueado o CPF é negativado em orgãos competentes e chegando até em cobranças extra judiciais e judiciais. Agora pergunto o seguro pode ser cancelado? Está correto o estorno desses valores?
    Vale lembrar que é seguro é de uma cia. e o cartão do mesmo grupo, uma especie de afinidade.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 02/09/2011 - 20:01
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Em nosso entendimento o cancelamento está correto, houve período largo de inadimplência. Se ainda persistir a dpuvida, procure o Procon.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 10/09/2011 - 17:19
    Enviado por: cezar rocha

    no dia 28/02/11. tomaram meu carro de assalto. sendo que meu seguro foi feito com todos os dado correto.a seguradora mim pediu o dute assinado com firma reconhecinda e umas serie de coisas assim eu fiz depois disso tudo . a seguradora mandou um telegrama pra minha residencia informando a nao autorizaçao do pagamento do carro, isso ja estava a meses mim enrrolando. depois mim apresentou uma apolice com outro numero de contrato que nao batia com o meu atual, e mas nesse contrato minha assinatura falsificada e do corretor tabem . procurei o corretor ele mim disse nao tinha conhecimento nem da falsificaçao e nem do canselamento do seguro.segundo a seguradora o contrato vigente tava cancelado e disse mas que so o corretor poderia cancelar e a falsificaçao ela disse que nao tinha nada a ver. ai eu estranhei por que se vendo um seguro a vc eu sendo o corretor indepentemente falsifique ou cancele, responsavel e a seguradora, porque ela nao mim informou que tava cancelado. com isso eu fui pagando o seguro sem saber de nada pra mim tava tudo certo tava pagando ela tava resebendo pra mim tava tudo certo. entao agora de que é arresponsabilidade. corretor ou da seguradora ela disse e o corretor o corretor trabalhava pra quem . quem responde pelos erro do corretor e o a segurado. ai fica minha pergunta

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/09/2011 - 15:19
    Enviado por: Ana Carolina da Silva Rodrigues

    Olá. Dia 30 de maio um caminhoneiro bateu no meu carro enquanto ultrapassava em local proibido pela sinalização, o BAT atestou a culpa dele, como ele não tinha seguro, combinamos que eu acionaria o meu e ele pagaria a minha franquia. A avaria no meu carro foi enorme, porém a seguradora não deu PT. Três meses depois me devolveram o carro, que não está 100% consertado, pois puxa para a esquerda, o giro não está como estava antes. Já levei pra oficina mais duas vezes e ele volta igual (ruim) e a seguradora insiste em não dar PT. Cabe processo?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/09/2011 - 23:44
    Enviado por: daiane santos benevides

    OI!!!
    Meu marido faleceu em um acidente de caminhao,
    Um acidente ocorrido na madrugada do dia 14/06, no Km 43 da BR 393, na “Curva da Arapoca”, tirou a vida do caminhoneiro Wellington Carneiro Nascimento, 25 anos, residente na cidade de Piuna/ES. Ele conduzia o caminha VW, placa MQA -7400, de Iconha/ES, carregado com sacas de 50kg de cal, e seguia sentido Além Paraíba quando não conseguiu fazer a curva, capotando e ficando preso as ferragens.
    A Polícia Rodoviária Estadual – MG acionou uma guarnição do Corpo de Bombeiros da cidade de Carmo – RJ que esteve no local e retirou o cadáver das ferragens. O transito ficou lento por cerca de 4 horas até ser totalmente liberado.
    A obra de recuperação do trecho eliminou a metade da “Curva da Arapoca” para exatamente apagar a imagem dos vários acidentes fatais protagonizados pelo local. O trecho ainda está sem a devida sinalização em alguns pontos e por esta razão pode ser que os motoristas menos avisados venham aproveitar o asfalto novo a abusar um pouco mais da velocidade. Eu esposa posso processar o estado de mg, e quais sao os direitos que tenho sobre a empresa que meu marido trabalhava de indenizaçao? qual o valor aproximadamente?
    Obrigada!!!!!!!
    pela atençao….

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/09/2011 - 13:45
    Enviado por: Vanessa Regina

    Olá, em 31/08 eu me envolvi em uma colisão onde eu fui a culpada, no mesmo momento acionei o seguro e fui junto com a dona do outro carro realizar o BO. A pessoa já levou o veiculo até a oficina autorizada, fez a vistoria e já teve o conserto liberado, porém ela terá que deixar o carro na oficina durante uma semana para que eles façam o conserto. Por causa disto, ela me ligou dizendo que não pode ficar sem carro e quer que eu alugue um para ela, já que não tenho carro reserva no meu seguro. Ela trabalha com o carro e disse que se ficar sem ele, não vai poder trabalhar, sou obrigada a alugar um carro para ela?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 20/09/2011 - 18:04
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Nâo, mas a vítima pode entrar na Justiça e cobrar um valor de indenização pelo tmepo que ficou sem o carro. Consulte um advogado para se precaver dessa ação e eventualmente se defender.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 22/09/2011 - 13:10
    Enviado por: David Nerosi

    Em março deste ano bati meu carro na traseira do carro do meu vizinho. Ele tinha seguro, mas eu não. Paguei a franquia do carro dele e consertei o meu no particular. Agora a seguradora está me cobrando o restante do valor sobre o conserto do carro dele. Sou obrigado a pagar?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/10/2011 - 10:00
    Enviado por: jorge necco

    Bom dia! Solicito resposta no que diz respeito no seguinte:
    O auto do meu irmão foi furtado, os documentos estão em dia,
    IPVA e o Seguro; porém a habilitação dele está vencida.
    a Seguradora pode se eximir da responsabilidade de não pagar?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/10/2011 - 14:34
    Enviado por: Mauricio Pimentel

    Sou segurado azul seguros, preenchi meu sinistro em 08/09 e até agora não começaram a arrumr meu carro só a vistoria demorou 22 dias, agora ligo e me dizem que está em analise, como devo proceder para acionar a seguradora .

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/10/2011 - 11:28
    Enviado por: maiza

    Tive meu carro roubado em 2004, na epoca havia pago somente duas parcelas de 3 do IPVA…..o carro estava segurado e tudo ocorreu normalmente pela seguradora, esse mes , 7 anos apos recebo uma notificaçao do estado que tenho que pagar essa parcela do IPVA q7e ficou pendente…Tenho que pagar mesmo que na epoca ja havia sido roubado???…a seguradora nao se respon sabiliza por essa parcela????

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/10/2011 - 15:37
    Enviado por: maiza

    Tive meu carro roubado em 2004, na epoca havia pago somente duas parcelas de 3 do IPVA…..o carro estava segurado e tudo ocorreu normalmente pela seguradora, esse mes , 7 anos apos recebo uma notificaçao do estado que tenho que pagar essa parcela do IPVA q7e ficou pendente…Tenho que pagar mesmo que na epoca ja havia sido roubado???…a seguradora nao se respon sabiliza por essa parcela????

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/10/2011 - 14:47
    Enviado por: Felipe Drumond

    Meu veículo sofreu uma colisão por um segurado da SulAmerica, que ainda atingiu outros 2 veículos e me atropelou. A SulAmerica indicou uma oficina e fez a vistoria em 5/set/11, autorizando o reparo. Só que a oficina disse que só vai iniciar o reparo daqui a 90 dias! Então levei a uma outra oficina, que pode iniciar os reparos imediatamente. Acontece que a SulAmerica agora quer uma carta de reconhecimento da culpa do segurado e também disse ter realizado a nova vistoria na nova oficina, fato que não ocorreu! Já registrei várias reclamações, inclusive na Ouvidoria. Qual o melhor meio de resolver isso? SUSESP ou procurar um advogado? (Advogado de qual área?)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/10/2011 - 20:48
    Enviado por: Andréia

    Meu pai dirigia meu carro pela preferencial de um bairro quando foi atingido por outro que não parou na placa de pare. Não houve danos físicos, apenas materiais. Chamamos a polícia, que fez a vistoria. Acionei o seguro para enviarem o guicho, pois o carro ficou sem condições de ser religado. Deixamos o carro na autorizada, porque o mesmo ainda está na garantia. Durante as ligações para a seguradora me foi sugerido que, ao fazer o conserto nas oficinas conveniadas com a seguradora teria direito a mais dias de carro reserva e desconto de 30% no valor da franquia. Pois bem, decidi fazer na minha autorizada porque meu carro ainda está na garantia e, caso faça em outro lugar, vou perdê-la. O acidente ocorreu domingo (09/10), mesmo dia em que acionei a seguradora. A vistoria foi feita na quinta-feira (13/10). Nesse mesmo dia a seguradora enviou um email para mim dizendo que o conserto do carro foi aprovado, mas que o valor cobrado pela autorizada está acima do valor de mercado e, sendo assim, eu teria que me comprometer a pagar pelo valor adicional (até agora fixado em R$ 352,00) para que o serviço possa ser autorizado. Informaram, ainda, que, caso encontrem mais algum dano proveniente do sinistro quando começarem o serviço, a oficina vai fazer novo orçamento, e a seguradora nova análise, para que o serviço seja feito. E eu preciso arcar com os pagamentos, além do valor da franquia cotado em R$950,00. Entrei em contato com a seguradora em 13/10 para obter mais informações sobre isso, pois o que eu tenho conhecimento é que nós precisamos arcar com as despesas da franquia em caso de um acidente, não que teríamos que pagar um valor adicional. Depois de muita explicação, eles confirmaram que eu não teria que pagar nenhum valor adicional, além da franquia, e que deveria entrar em contato no dia seguinte (hoje, 14/10) para saber o resultado junto à supervisora. Hoje entrei em contato e ela mudou a história novamente, me informando que eu terei sim que arcar com despesas extras caso insista em fazer o serviço do carro na autorizada e não em oficina conveniada com a Itaú/Porto Seguro. Insistem que o valor cobrado está acima dos valores de mercado. Eu preciso de esclarecimento para isso, por favor, pois o seguro está todo pago, meu pai estava devidamente cadastrado como condutor e não fui eu que provoquei o acidente, então, não entendo o porque estar sendo prejudicada dessa maneira. Já vai completar uma semana e nem o serviço foi autorizado ainda. Pediram que eu aguarde até a segunda, dia 17/10, para ter um retorno sobre a situação da análise, mas que a princípio eu terei mesmo que pagar a diferença + franquia. Eu pergunto: isso é legal? quando fechei o contrato só me informaram o valor da franquia, não falaram sobre esse valor adicional. Eu tenho o direito de fazer o serviço na autorizada devido à garantia do carro? por favor, me orientem como agir, pois estou sentindo que estou sendo lesada. Não fechei contrato com um corretor, fechei via telefone, porque sou correntista do Banco Itaú e estou perdida (inclusive fechei o contrato com o Banco Itaú, mas agora descobri que a seguradora do Itaú e a Porto Seguro são a mesma coisa…). Eu estou tentando resolver a situação, totalmente abandonada pelo seguro. Por favor me oriente como proceder! Muito obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

    • 14/10/2011 - 21:15
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Sem ler o seu contrato é impossível responder. Procure ajuda no Procon, com o contrato em mãos, ou então um advogado especializado. Aparentemente não vemos irregularidade no procedimento da seguradora.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 15/10/2011 - 08:53
      Enviado por: Andréia

      Obrigada Marcelo. O único documento que eu tenho é apólice de seguro, enviada pelo banco, mas nela não constam Condições Gerais, às quais eles estão se referindo agora para querer me obrigar a pagar pelo valor adicional caso não o faça nas oficinas credenciadas. A pergunta é: existe alguma legislação que me ampare a fazer o serviço onde eu quero (autorizada, porque o carro ainda está na garantia) sem pagar valor a mais ao da franquia? Agradeço se puderes responder mais essa pergunta.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 18/10/2011 - 15:14
    Enviado por: Eliezer

    No dia 04/10 solicitei a reprogamação de duas parcelas que estavam vencida elas foram reprogramadas para o dia 19/10,sendo também avisado pela minha corretora de uma vistoria previa que teria que ser feita até o dia 19/10 porem no dia 08/10 envolvir em acidente que resultou na perca total do veiculo e os boletos ja estavam todos pagos a seguradora recolheu o veiculo mas dias depois me informou que nao dara cobertura ao veiculo pelo fato do mesmo não ter feito a vistoria previa.alguém pode me ajudar? ou realmente eu não tenho direito?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 18/10/2011 - 17:12
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A corretora está com a razão neste caso. Procure mais informações no Procon.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 19/10/2011 - 10:46
      Enviado por: Eliezer

      mas a seguradora antes de da a negatividade da cobertura ela havia me informado que eria cobrir os danos do veiculos 100% outra coisa eles falaram que eu tinha que fazer a vistoria mas somente fui informado do local da vistoria dois dias apos o acidente naõ antes eu não sabia se els eriam na minha rsidencia ou eu tinha que ir ao posto fixo.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/10/2011 - 08:01
    Enviado por: Diego alves

    Alguém me ajude, Por favor.
    Fiz um seguro em 10x. Paguei a primeira e na segunda parcela não tinha dinheiro em conta, pois era débito. A corretora entrou em contato comigo só após 20 dias do atraso reprogramando a parcela em atraso e agendando uma nova vistoria. Acontece que no mesmo dia em que ela me ligou meu veículo foi furtado, porém paguei o boleto com juros e correção mas não foi possível a vistoria. Dias após a seguradora se negou a pagar e , no mesmo dia que se negou debitou a parcela de nº3. Agora, 30 dias após a negativa de indenização debitou a 4ª parcela. Resumidamente paguei 4 parcelas até agora inclusive a em atraso com juros e correção e ela, se nega a indenizar.Ela poderia continuar debitando mesmo após ter negado indenização. Acredito tenho direito a indenização sim! ME ajudem!!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 21/10/2011 - 19:59
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Entendemos que a seguradora está com a razão nste caso, já que não houve a vistoria. E os débitos também são legais, já que houve a contratação do seguro. Entretanto, existem milhares de ações judiciais favoráveis aos segurados que se encontravam na mesma situação que você. Procure um advogado que discorde de nossa posição e vá à Justiça em busca da indenização e ressarcimento.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 23/10/2011 - 09:47
    Enviado por: Édipo de mello

    olá tenho uma moto ela estava estacionada na frente do meu serviço passo um caminhao de uma empresa e bateu em 3 carros e 2 motos inclusive a minha estava no meio minha moto estava lá parada pois estava regularizando a dcumentação dela o acidente aconteceu no ultimo dia 21/10/11 a dona da empresa do caminhao falou para eu fazer o B.O encaminhar pra ela para acionar o seguro quero saber se mesmo com minha moto com os doc atrasado a seguradora do caminhao q bateu irá pagar meu prejuizo porque ainda nao fiz o B.O para encaminhar pra ela
    obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/10/2011 - 10:17
    Enviado por: Vania Duarte

    Boa tarde!
    bati com o meu carro, so tenho seguro contra terceiros… o carro teve perda total.. mas ainda faltam 4 anos para acabar de pagar ao banco!! o k posso fazer? existe alguma lei perdao?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/10/2011 - 04:55
    Enviado por: Marcus Andrade

    bateram no meu carro e fugiram, e eu só vi no dia seguinte
    a seguradora tem que pagar, se aciona-la e pagar a franquia? se não o que devo fazer??

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/10/2011 - 06:58
    Enviado por: EDUARDO GOMES

    bom dia, meu pai realizou um contrato de seguro de veículo com a Caixa Econômica Federal dia 29 de setembro e infelizmente dia 30 bateram no carro comigo dirigindo na estrada, mas a seguradora alega que por eu ter 25 anos e 4 meses nao quer pagar poque existe uma informaçao de que nao iriam dirigir pessoas menores que 25 anos, por eu ter 25 anos e 4 meses a seguradora pode fazer isso nao pagar?
    O que devo fazer, ajuizar uma açao de ressarcimento de danos materiais e descumprimento de contrato,oou cobrança cumulada com danos morais e materiais e lucro cessantes?
    A seguradora por eu ter mais que 25 anos pode fazer isso?

    GRato

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/11/2011 - 09:23
    Enviado por: Alex Amancio

    Olá bom dia!

    Tenho um seguro que parcelei em 10 parcelas, paguei 6 parcelas e as parcelas 7 e 8 estavam em atraso, só que eu ainda não havia sido avisado sobre cancelamento da apólice, enfim, no dia 31/10/2011 infelizmente bati com o carro, ao bater solicitei fui encaminhado a uma oficina autorizada, e entrei em contato com a seguradora para verificar se poderia pagar as parcelas em aberto afim de ser assegurado, pois bem, fui informado pela seguradora que o veículo ainda estava assegurado e que eu poderia fazer o pagamento em atraso. Fui ao banco e fiz o pagamento. Após a realização do pagamento meu corretor me liga informando que a seguradora não iria arcar com o prejuízo pois meu seguro não estava mais vigente, só que essa informação eu não tive no primeiro momento, se não nem teria pago. No fim das contas eles não vão pagar o prejuízo pois a seguradora disse que o seguro não estava vigente, mesmo sem nunca ter me contactado ou avisado. Como devo proceder ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/11/2011 - 13:39
    Enviado por: FABIANA RODRIGUES

    OLA,BOA TARDE!BATI MEU CARRO SEMANA PASSADA NUM CRUZAMENTO SEM SINALIZAÇAO PARA NENHUM DOS LADOS(NA VERDADE O “PARE”ESTA ENCOBERTO POR UMA CAMADA DE PIXE)MAS COMO ME INFORMEI NO DEPARTAMENTO DE TRANSITO E COMO EU JA IMAGIANVA,A PREFERENCIAL ERA MINHA SEGUNDO ART 29 Q DIZ Q A PREFERENCIAL É DE QUEM ESTA A DIREITA DO CONDUTOR.NESSE CASO O SENHOR Q BATEU NO MEU CARRO DEVERA PAGAR A FRANQUIA,A SEGURADORA ME INFORMOU Q ESTE VALOR DEVERA SER PAGO A MIM E NAO A CORRETORA.ENTAO GOSTARIA DE UMA SUGESTAO DE COMO COBRA-LO SEM Q HAJA CONSTRANGIMENTOS AFINAL TEREIA Q IR ATRAS DELE E DIFICILMENTE QUEM ESTA ERRADO ACEITA ARCAR COM OS PREJUIZOS NUMA BOA.E SE ACASO ELE SE NEGUE A PAGAR,O Q DEVO FAZER POIS EU NAO DISPONIBILIZO DESSE VALOR NO MOMENTO E ALEM DO Q ELE ESTAVA ERRADO.NO B.O. NAO CITA QUEM ESTAVA CERTO OU ERRADO,ATE MSM PELA FALTA DE SINALIZAÇAO

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/11/2011 - 15:43
    Enviado por: Eduardo Neves da Silva

    Tive meu carro roubado dentro do estacionamento do carrefour da vila maria, à 40 dias atras até agora ninguem me informou nada, eu quem tive que ligar para saber como estava o caso eles dizem que esta em analise, ms ja levei toda documentação necessaria no dia seguinte, eles tem um prazo para ressacir o meu veiculo?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 16/11/2011 - 18:54
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não há prazo, mas se houver muita demora recorra ao Prcoon e procure um advogado para acionar a empresa na Justiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 08/11/2011 - 01:32
    Enviado por: Anderson Melo

    Olá, Estava transitando pela av 23 de maio em SP quando um veiculo colidiu em minha traseira, o mesmo tinha seguro sendo assim não acionei o meu seguro, fiz o B.O, peguei o nº sinistro e fiz a vistoria na seguradora Mapfre, eles me disseram que iriam enviar o orçamento para a mecânica dois dias depois me ligaram dizendo que havia sido decretada a perca total do meu veiculo, o que vai acontecer e o que devo fazer, uma vez que meu veiculo foi financiado em 60 vezes e paguei apenas 08 parcelas, será que vou tomar prejuízo ?
    Devo acionar o meu seguro?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/11/2011 - 18:39
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Continue pagando normalmente o financiamento. Se deu perda total, o seguro de quem bateu vai indenizar com um valor correspondente à apólice do segurado. Com esse dinheiro você compra outro carro.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 08/11/2011 - 08:07
    Enviado por: Adenilson

    No dia 01/08/2011, houve um sinistro em minha Pick-up Ranger e o chassi entortou, a seguradora não deu pt, e enviou para arrumar, porém hoje já faz exatamente 98 dias que bateu e ainda não arrumaram. A mesma se encontra na Ford, e sou representante comercial e tenho tido prejuízos com isto. A pick-up é ferramenta fundamental no meu trabalho, e sem ela não posso trabalhar. Loquei um carro, por 15 dias, e peguei um carro de um amigo onde gastei 1200,00 pois o mesmo deu problemas no cabeçote, e tive que arrumar. Tenho feito pressão constante, sendo que este carro segundo alguns conherem a area, diz que deveria dar pt, oque devo fazer? Posso pedir lucro cessante? Grato

    Att: Adenilson

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/11/2011 - 12:12
    Enviado por: Weslley

    Estava inadimplente a 20 dias e a car sytem não me notificou a respeito do atraso. Fui roubado e ela não quiz pagar. Tenho algum direito?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/11/2011 - 16:24
    Enviado por: Antonio Augusto

    Comprei um carro em 05/05/11. Fiz seguro pela Bradesco, parcelado em 4x. Paguei as duas primeiras no prazo correto, mas por falta de dinheiro deixei de pagar as outras duas. Posteriormente recebi uma carta do Bradesco cancelando meu seguro. Acontece que não me enviaram nenhum tipo de notificação avisando que o seguro seria cancelado e nem nada. No dia 30/09 meu carro foi roubado e ate hoje nao tive nem noticias. Eu faço jus a algum tipo de indenização por parte do seguro? Estou desesperado!!!! Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/11/2011 - 20:32
    Enviado por: Antonio Augusto

    No caso acima não é exatamente o que ocorre na matéria “Seguro do carro: STF diz que inadimplente tem direito à indenização”?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 12/11/2011 - 00:01
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não. Essa é apenas uma decisão judicial de primeira instância, que pode ser derrubada. Não há garantia que uma ação judicial beneficie um segurado, agté porque outros juízes já tiveram entendimento diferente. Ínadimplente não tem direito a indenização.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 14/11/2011 - 19:12
    Enviado por: edson

    vcs ñ vão acreditar, mais ja se passaram 6 meses, que o meu carro ta na oficina aguardando peças, ñ aguento mais ligar e ouvir isso. absurdo total. a seguradora chama-se Tseguro de caruaru Pernambuco.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/11/2011 - 16:43
    Enviado por: Antonio Augusto

    A decisao e do STF, e nao de primeira instancia…. Seguro do carro: STF diz que inadimplente tem direito à indenização

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/11/2011 - 19:47
    Enviado por: Fátima Monteiro

    Boa noite, bom meu carro foi batido no dia 18/10, a culpada assumiu mediante os policiais e isso ficou no BRAT, bom depois de 15 dias é que a seguradora dela(sulamérica) liberou o sinistro, no dia 02/11 meu carro deu entrada na oficina e mesmo assim ainda na data de hoje 16/11 não foi liberado o conserto do meu veículo, queria saber se posso por todos eles na justiça, pois estou gastando com passagem, táxi, já tive que ir ao hospital e incomodar outros, preciso do carro para levar minhas filhas ao colégio, curso, fazer compras e mesmo não tendo culpa no acidente pois eu estava parada atrás de vários carros em uma faixa de pedestre, estou no prejuízo e vejo que ainda terei mais prejuízos ainda, pois pelo visto tão cedo não irão resolver meu problema. me ajude por favor.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/11/2011 - 13:54
    Enviado por: marcia harder

    meu carrofoi furtado em frente de casa e a seguradora disse que não fará nada enqto minha carta não estiver renovada, sendo que estou no prazo para renovar. ISSO É CERTO?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/11/2011 - 23:13
    Enviado por: Mauro Souza

    Srs…eu tenho 4 carros em 3 deles não tem a clausula de perfil e meu filho pode dirigir….em um outro carro( o meu) eu não sabia que tinha esta cláusula…meu filho de 20 anos foi levar meu motorista particular após retorno de uma viagem a sua casa e se envolveu em um grave acidente com 2 mortes dos que estavam no outro carro, meu filho não teve culpa, isto ficou claro no BO etc.
    A Bradesco Seguros se nega a pagar alegando que ele não tem mais que 25 anos…repito não sabia desta cláusula, fui a seguradora e pedi a apólice para ver se eu tinha assinado isto e ao pegarmos a mesma ficou comprovado que sequer tinha minha assinatura na mesma ou em qualquer lugar, mesmo assim a seguradora se nega a pagar a perda total, vou entrar com ação contra a Seguradora…o que vcs acham ?? tem jurisprudência sobre isto ? Obrigado Mauro

    responder este comentário denunciar abuso

    • 28/11/2011 - 18:37
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Só a Justiça poderá resolver esta questão. Aparentemente, a seguradora está certa, já que o contrato previa um tipo de perfil, que não foi cumprido. Entretanto, se você diz que não assinou nenhum contrato, então é o caso de procurar um advogado e acionar a seguradora na Justiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 28/11/2011 - 22:48
    Enviado por: sheila

    atrasei a última parcela do meu seguro e gostaria de fazer o seguro com outra empresa pagando a vista, como a apólice foi cancelada com 1 mês antes da renovação, ao fazer outro seguro eu faço como renovação de apólice ou seguro novo??? eu perco a classe de bônus por não ter pago a última parcela da seguradora anterior?
    Obrigada.

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário: