Estado.com.br
Segunda-feira, 31 de Agosto de 2015
Advogado de defesa
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

MP: ação contra golpe dos clubes

Categoria: Assunto do dia

Texto de Maíra Teixeira

O Ministério Público entrou com uma ação pública pedindo liminar para que a empresa de cobrança Rusk Consultoria e Administração Ltda. e mais 10 clubes de lazer no Interior parem de cobrar, abusivamente, mensalidades ou pendências de ex-sócios. O golpe é antigo. Uma empresa de cobrança liga para um ex-sócio de um clube informando que há uma dívida pendente e caso não seja paga o nome do consumidor será incluído em banco de dados de inadimplentes. Uma coincidência: a empresa de cobrança é sempre a mesma, a Rusk.

Posts Relacionados

  • No Related Post

Tópicos Relacionados

116 Comentários Comente também
  • 22/11/2006 - 17:11
    Enviado por: Marcos

    Estava sendo vítima desses tipo de golpe, mas viram que havia pressão da Justiça, do Ministério Público e de outras pessoas e pararam de incomodar.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2006 - 11:11
    Enviado por: José Mário da Rocha Frota

    Isso é verdade. Um desses clubes tentou me encurralar com cobranças, me colocando na condição de mau pagador.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/11/2006 - 11:56
    Enviado por: Adhemar Gomyde

    Quanto ao Candeias e sua cobrança indevida, quero acrescentar que as pessoas que tinham esses títulos, em sua maioria estão hoje na terceira idade e, portanto, são candidatos prováveis de sofrerem conseqüências físicas motivadas por seus inconformismo, diante destes acontecimentos.Estou falando de crises de hipertenção, arritimias e mesmo infartos. Precisavamos que o nosso poder público, judiciario e promotoria dêem um basta definitivo nesta situação!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2006 - 13:58
    Enviado por: carlos abatepaulo

    Recebei hoje, dia 28, a segunda correspondência do Clube Candeias elevando o teor das ameaças com cobranças indevidas. Deixei de utilizar o clube em 1983 e quitei meus compromissos com esta empresa. O que fazer?

    ADVOGADO DE DEFESA:

    Carlos, em primeiro lugar registre um boletim de ocorrência em um distrito policial. Os consumidores que chegaram a pagar alguma quantia têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida. Para isso, recorra ao Juizado Especial Cível e abra um processo para se proteger e ainda ajudar a coibir esse tipo de prática.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/12/2006 - 09:21
    Enviado por: marcia

    Mesmo o meu marido tendo falecido há anos, o Clube Candeias vem cobrando uma dívida. O que posso fazer?

    ADVOGADO DE DEFESA:
    Marcia, se você chegou a pagar a cobrança têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida, segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Para isso, é preciso ir à Justiça, pode ser no Juizado Especial Cível, onde pode abrir um processo por danos morais e materiais contra a empresa de cobrança ou clube.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/12/2006 - 10:07
    Enviado por: marcia

    Quem faz a cobrança, atualmente, para o Candeias não é mais a Rusk. Isso é mais uma tentativa de fugir da ação movida contra a Rusk e continuar cobrando indevidamente!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/12/2006 - 12:49
    Enviado por: Jhean

    Solicitei a cópia do contrato para à empresa de cobrança, mas fui informado que mostrarão o contrato só na Justiça. Posso processá-los?

    ADVOGADO DE DEFESA:

    Jhean, os consumidores que chegaram a pagar por uma dívida que não têm, podem entrar com um processo no Juizado Especial Cível e pedir além de danos morais e materias a devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida, segundo o parágrafo único do artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/12/2006 - 15:27
    Enviado por: Leonardo Ataide

    O meu pai recebeu uma notificação do Clube Candeias solicitando a regularizacao do débito dele num valor altíssimo. Há mais de 10 anos ele quitou todos os compromissos com o clube, mas continuam ligando e nos ameaçando.O que podemos fazer?

    ADVOGADO DE DEFESA:
    Leonardo, em primeiro lugar seu pai deve registrar um boletim de ocorrência em um distrito policial. Os consumidores que chegaram a pagar alguma quantia têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida. Para isso, recorra ao Juizado Especial Cível e abra um processo para se proteger e ainda ajudar a coibir esse tipo de prática. Também é possível processar o clube ou a empresa de cobrança por danos morais e materias.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 10/12/2010 - 09:52
      Enviado por: Radialista Silvio Neves

      Bom Dia:

      Tomei a liberdade de perguntar: Sou associado do Candeias. Comprei um título em 05/1977 e usei apenas uma única vez, no dia 15/12/1979, meu casamento. Tenho a carteira amarela que recebi na época IDENTIFICAÇÃO DE ASSOCIADO com os seguintes código F – A – T – VALIDADE DEFINITIVA.
      NÃO ENCONTREI MAIS MEU CONTRATO, TALVEZ EM ARQUIVO MORTO QUE AINDA PROCURAREI, MAS A PERGUNTA É: Este meu título é remido? Como saberei?
      Eu enviei um e-mail para o Candeias, mas não comentei nada, apenas para eles me darem informações e me cobraram Taxa manutenção de R$240,00 e proposta para torná-lo remido.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 05/12/2006 - 18:10
    Enviado por: diana maria rossoni

    Também recebi, pela segunda vez, uma correspondência de cobrança de uma dívida do Candeias Clube de Turismo, do qual fiquei sócia em 1985. Na época, o contrato e as propagandas diziam que não havia taxa de manutenção. Jamais utilizei os serviços do clube, mas felizmente, tenho o contrato e as propagandas guardadas e sei que não tenho dívida nenhuma.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/12/2006 - 01:07
    Enviado por: vivian

    Já fui sócia de um dos clubes citados na reportagem e nunca recebi nenhuma notificação nem cobrança de dívida que não existe.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/12/2006 - 12:43
    Enviado por: Diana Maria Rossoni

    Liguei para o Procon para formalizar minha reclamação contra o Clube Candeias. A informação que obtive foi de que tal órgão não está mais acatando reclamações, devido à falta de manifestação das empresas envolvidas.

    ADVOGADO DE DEFESA:
    Diana,
    como as pessoas reclamam e a empresa não se manifesta a própria orientação do Procon-SP é para entrar com ação por danos morais e materiais no Juizado Especial Civil.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/12/2006 - 23:27
    Enviado por: maria leda figueiredo de jesus

    Meu marido recebeu uma notificação do Clube Candeais solicitando a regularizaçao do débito que nunca houve porque nunca fomos efetivamente sócios. Chegamos a cogitar isso, mas nunca fechamos negócio ou assinamos contrato. Estao agindo de má fé!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/12/2006 - 07:41
    Enviado por: José Carlos Salles Filho

    Também recebi uma cobrança do Clube Candeias e fiquei preocupado pois estão ameçando processar se eu não pagar. O título era do meu pai que já faleceu há 19 anos e o meu nome foi incluido como dependente. O que devo fazer?

    ADVOGADO DE DEFESA:

    José Carlos,
    em primeiro lugar, você deve registrar um boletim de ocorrência em um distrito policial. Os consumidores que chegaram a pagar alguma quantia têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida. Para isso, recorra ao Juizado Especial Cível e abra um processo para se proteger e ainda ajudar a coibir esse tipo de prática. Também é possível processar o clube ou a empresa de cobrança por danos morais e materias.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/12/2006 - 14:55
    Enviado por: Mário K. Fujii

    Visando não ter “dor de cabeça”, acabei negociando o valor da “suposta” dívida. Quando adquiri o título, há mais de 16 anos, não usufrui e não tinha de pagar mensalidade. Como um cidadão sem o apoio de um advogado pode entrar com ação solicitando a devolução?

    ADVOGADO DE DEFESA:

    Mário,
    os consumidores que chegaram a pagar por uma dívida que não têm, podem entrar com um processo no Juizado Especial Cível e pedir além de danos morais e materias a devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida, segundo o parágrafo único do artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/12/2006 - 12:46
    Enviado por: Ana Paula Conceição

    No dia 23/11 recebi uma cobrança do Clube Candeias de um título que adquiri em há mais de 15 anos. Mesmo sem nunca ter utilizado as dependências desse clube paguei as anuidades de manutençao até o ano de 1996. Gostaria de saber o que devo fazer para resolver esta pendência. É importante ressaltar que desde maio de 94, quando tive o último contato com o Clube, nunca mais fui informado sobre qualquer débito.

    ADVOGADO DE DEFESA:

    Ana Paula,
    você precisa, em primeiro lugar registrar um boletim de ocorrência em um distrito policial. Consumidores que chegaram a pagar alguma quantia têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida. Para isso, recorra ao Juizado Especial Cível e abra um processo para se proteger e ainda ajudar a coibir esse tipo de prática.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/12/2006 - 11:17
    Enviado por: ricardo de souza chaves

    Tive o título do Clube Candeias, recebi uma cobrança indevida do clube. O que deve fazer quando me cobram uma dívida que não tenho?

    ADVOGADO DE DEFESA:

    Ricardo, se você chegou a pagar a cobrança têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida, segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Para isso, é preciso ir à Justiça, pode ser no Juizado Especial Cível, onde pode abrir um processo por danos morais e materiais contra a empresa de cobrança ou clube.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/12/2006 - 13:50
    Enviado por: Salvador Pitaro Neto

    Com relação ao Clube Candeias, já entramos com ação no Juizado Especial Cível e eles apresentaram uma constestação. Agora, o juiz solicitou para de nós, os devedores, a apresentação de uma defesa.

    ADVOGADO DE DEFESA:

    Salvador, você pode procurar a orientação de um órgão de defesa do consumidor para saber exatamente como proceder. Isso é importante porque você pode contar com detalhes o seu caso e ter uma resposta específica para a sua situação e saber como agir.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/12/2006 - 15:25
    Enviado por: Maria cardoso

    O Clube Candeias ameaça colocar o nosso nome no Serasa e outros órgãos parecidos.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2006 - 11:27
    Enviado por: Paulo Santos

    Há mais de 1 ano, o Clube Candeias me cobrou por um título que contratei em 1993. Nunca freqüentei o local e também nunca paguei as anuidades porque a propaganda dizia que não havia cobrança de anuidade. Vieram me cobrar e tive de pagar porque me ameaçaram.

    ADVOGADO DE DEFESA:

    Paulo, se você pagou por uma dívida que não tem, podem entrar com um processo no Juizado Especial Cível e pedir além de danos morais e materias a devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida, segundo o parágrafo único do artigo 42 do Código de Defesa do Consumidor.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/01/2007 - 00:06
    Enviado por: Ricardo Diacov

    Também estou sendo vítima desses ladrões. Recebi duas cobranças. O Ministério Público, Ordem dos Advogados do Brasil e o Procon têm de deter ações desse tipo de empresa.

    ADVOGADO DE DEFESA:

    Ricardo,
    cada consumidor pode apoiar esses órgãos denunciando sempre que perceber alguma conduta nociva à sociedade.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/01/2007 - 16:27
    Enviado por: MARILDA DUTRA

    Também estou sendo pressionada pelo Clube Candeias. Não tenho dívida nenhuma e não vou pagar nada que não devo, pois cancelei o título há mais de 10 anos. Vou processá-los!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/02/2007 - 12:10
    Enviado por: mara

    Eu nem me lembrava mais desse clube, que me associei em 1986, até que recebi uma correspondência de cobranca em um endereco que devem ter achado na lista telefônica. Na época, não precisava pagar mensalidades e anuidades. O que fazer?

    ADVOGADO DE DEFESA:

    Mara, se você chegou a pagar a cobrança têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida, segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Para isso, é preciso ir à Justiça, pode ser no Juizado Especial Cível, onde pode abrir um processo por danos morais e materiais contra a empresa de cobrança ou clube.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/03/2007 - 12:55
    Enviado por: luis

    Estou passando pelo mesmo problema com um clube do qual já fui sócio. Estão cobrando indevidamente.

    ADVOGADO DE DEFESA:

    Luis, se você chegou a pagar a cobrança têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida, segundo o Código de Defesa do Consumidor (CDC). Para isso, é preciso ir à Justiça, pode ser no Juizado Especial Cível, onde pode abrir um processo por danos morais e materiais contra a empresa de cobrança ou clube.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/09/2007 - 20:42
    Enviado por: Mauro Santos

    Hoje recebi um aviso de cobrança solicitando que eu entre em contato com o escritório de cobrança ZEITUNE ADvOGADOS ASSOCIADOS tel. 6195-7777, referente a cobrança de um título que eu cancelei há mais de 20 anos, referente a benfeitorias no local, informando que eles tomarão as medidas judiciais necessárias para receber… O que eu faço? Estou indignado e preocupado …

    Advogado de Defesa:
    você precisa, em primeiro lugar registrar um boletim de ocorrência em um distrito policial. Pode, tanmbém, procurar o Procon ou o Ministério Público do Consumidor.
    Consumidores que chegaram a pagar alguma quantia têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida. Para isso, recorra ao Juizado Especial Cível e abra um processo para se proteger e ainda ajudar a coibir esse tipo de prática.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/09/2007 - 20:44
    Enviado por: Mauro Santos

    Esqueci de dizer que a cobrança é da Ilha Morena Praia e Pesca, importante nunca estive lá…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/09/2007 - 07:03
    Enviado por: Vagner Osmar Boneto

    Gente

    Eu também recebi do Clube Candeias esse tipo de cobrança. Uma pessoa se dizendo representante chegou a me procurar no emprego e isso me causou grande constrangimento. Enviaram duas cartas me ameaçando. Entrei no Juizado Especial Cível e o Candeias foi condenado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/10/2007 - 10:39
    Enviado por: Jose Carlos Fernandes

    Recebi uma ligação da Rusk Consultoria me informando de um debito junto ao Clube Fantasy de 2006; na ligação pedi confirmação dos meus dados pessoais e não me informaram, o responsavel Sr. Adelmo solicitou que eu retornasse o recibo para retirar meu nome da lista de devedores. Minha indignação foi que ao entrar em contato com a Adm do Clube Sra Cristiane me informou que o Clube fez a quebra de contrato com esta empresa e esta tramitando processo em juizo contra o uso do cadastro dos socios do FANTASY AQUACLUBE, porem não quiz me informar isto via carta ou documento por escrito mesmo constatando em seus registros que não possuo debitos.O que devo fazer?

    Advogado de Defesa:

    Se a cobrança for referente a dívida acima de 5 anos, você não deve pagar e denunciar o caso ao Ministério Público.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/10/2007 - 13:14
    Enviado por: Priscila

    Boa tarde, meu marido era sócio do clube fantasy, tinhamos um debito com o clube, e fizemos os acertos financeiros com a Rusk consultoria em 2005.
    Dia 30/10/07 sr. miguel da empresa Rusk ligou em minha residencia dizendo que meu marido tinha debitos e que se não pagasse o seu nome iria para o SPC/Serasa.
    Podemos entrar com uma ação contra essa empresa, mesmo que não pagamos nada desta vez?
    Obrigada

    Advogado de Defesa:

    Se a cobrança for referente a dívida acima de 5 anos, você não deve pagar e denunciar o caso ao Ministério Público.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/11/2007 - 14:17
    Enviado por: Francisco

    Em dezembro de 1997 eu adquiri um título de sócio do Fantasy Acqua Club, sendo que o valor do título foi quitado, porém as taxas de manutenção não paguei em nenhum momento porque eu nunca freqüentei o clube e não tinha certeza se um dia freqüentaria.
    Em setembro de 2005 iniciei o pagamento das taxas atrasadas que foram cobradas sob pressão de que seu não pagasse a dívida eu teria meu nome sujo na praça além de ter que responder por ações judiciais e cobrir as custas referentes a essas ações. A dívida foi parcelada em 10 vezes, das quais paguei nove, sendo que um dos cheques eu não consegui cobrir por falta de recurso e ainda não consegui reaver esse cheque.
    Me respondam por favor: Até que ponto eu tenho tenho direito de receber o que paguei?

    Obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/11/2007 - 14:19
    Enviado por: Francisco

    Esqueci de comentar que quem me fez as cobranças foi empresa Rusk Consultoria.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/11/2007 - 11:06
    Enviado por: Marli Aparecida Pavani

    Gostaria de saber se tenho de pagar mensalidades anuais do clube. Fiquei sócia e comprei o título remido e nunca paguei taxa anual,pois quando adquiri o título o vendedor disse que nunca iria pagar mais um centavo. Sou sócia háquase 20 anos e nunca utilizei o clube,. Recebi uma cobrança de R$ 4 mil dizendo que teria de pagar. Recebi um telefonema de um senhor dizendo que era advogado do clube e afirmando que se eu não pagasse perderia o título e meu nome seria incluso no SPC e na Serasa. Gostaria de maiores informaçãoes…. muito grata…..

    Advogado de Defesa:

    Em primeiro lugar, você deve registrar um boletim de ocorrência em um distrito policial. Os consumidores que chegaram a pagar alguma quantia têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida. Para isso, recorra ao Juizado Especial Cível e abra um processo para se proteger e ainda ajudar a coibir esse tipo de prática. Também é possível processar o clube ou a empresa de cobrança por danos morais e materias.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/11/2007 - 20:48
    Enviado por: Derly M. Mendes Rosa de Almeida

    Recebi duas correspondencias da Ilha Morena dizendo que eu deveria quitar dívidas de um título que supostamente tem a assinatura de meu esposo datado do ano de 1989. Entrei em contato questionando o fato. Pois ,da minha família ninguém conhece o local .Lembramos remotamente de ter ido conhecer o lugar quando estava apenas começando.A segunda correspondência dizia que o judiciário entraria em contato caso a dívida não fosse sanada.Inclusive pedi que enviassem o contrato assinado e a resposta foi que o que rege é o estatutário.Que devo fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/11/2007 - 14:40
    Enviado por: JOSE JESUS MOLINA

    Sou sócio remido do Ilha Morena, o meu contrato diz que não há taxa de manutenção. Ocorre que, há alguns anos, realizaram uma assembléia na qual foi votada e aprovada a cobrança de uma taxa anual para fundo de investimento. Nunca paguei essa taxa, visto não freqüentar o clube há muito. No ano de 2005, recebi uma correspondência cobrando os valores devidos R$ 3000,00, até a presente data, referente a essa taxa, mas por motivos financeiros não consegui saldar totalmente. Portanto gostaria de saber se essa cobrança é legal ou se não devo saldá-la.
    Junto com a correspondência há um documento judicial.

    Advogado de Defesa:

    O melhor caminho para sanar suas dúvidas é o Procon. Leve toda a documentação, incluindo o contrato, para que seus técnicos possam verificar se a cobrança é legal ou não. Caso não seja, lá mesmo poderá ser acionada a empresa para que esta dê explicações sobre a cobrança.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/11/2007 - 20:06
    Enviado por: Roberto

    Recebi hoje uma cobrança via boleto do Bradesco do cedente Union National SA me cobrando 1.482,00 pela Rusk consultoria. Estes charlatões não desistem. Agora a Rusk esta usando a Union para roubar os outros. Gostaria de saber se há como virar a mesa, ou seja, abrir um processo contra eles e dizer que se não pagar estará sujeito a protesto após três dias após o vencimento.

    Advogado de Defesa:
    Advogado de Defesa:
    Você precisa, em primeiro lugar, registrar um boletim de ocorrência em um distrito policial. Pode, também, procurar o Procon ou o Ministério Público do Consumidor.
    Consumidores que chegaram a pagar alguma quantia têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida. Para isso, recorra ao Juizado Especial Cível e abra um processo para se proteger e ainda ajudar a coibir esse tipo de prática.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/11/2007 - 01:33
    Enviado por: JOSELIA ANDRADE GONÇALVES

    O meu caso é o mesmo do visitante Roberto. Recebi um boleto do Banco Bradesco em nome da Union Nacional S/A FM e Rusk no valor de R$ 1.558,00 e dizendo que após 3 dias do vencimento se não houver o pagamento meu nome estará sujeito a protesto. A data do documento é 08/11/2007 e o vencimento é 30/11/2007. O que devo fazer.

    Advogado de Defesa:
    Você precisa, em primeiro lugar, registrar um boletim de ocorrência em um distrito policial. Pode, também, procurar o Procon ou o Ministério Público do Consumidor.
    Consumidores que chegaram a pagar alguma quantia têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida. Para isso, recorra ao Juizado Especial Cível e abra um processo para se proteger e ainda ajudar a coibir esse tipo de prática.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/11/2007 - 09:19
    Enviado por: Marco Gregory

    RECEBI UM BOLETO DO BANCO BRADESCO EM NOME DE UNION NATIONAL S/A F M E RUSK NO VALOR R$ 2.204,00 E DIZENDO QUE APÓS 3 DIAS DO VENCIMENTO ESTÁ SUJEITO A PROTESTO. A DATA DO DOCUMENTO É 07/11/2007 E O VENCIMENTO É 30/11/2007. O QUE DEVO FAZER?

    Advogado de Defesa:
    Você precisa, em primeiro lugar, registrar um boletim de ocorrência em um distrito policial. Pode, também, procurar o Procon ou o Ministério Público do Consumidor.
    Consumidores que chegaram a pagar alguma quantia têm direito à devolução do dinheiro em dobro, porque a cobrança é indevida. Para isso, recorra ao Juizado Especial Cível e abra um processo para se proteger e ainda ajudar a coibir esse tipo de prática.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2007 - 00:47
    Enviado por: Pedro Paulo Ribeiro do Prado Passos

    Recebi um boleto de cobrança no meu endereço anterior, onde morei até 1990. O qual fora me entregue pelo morador atual do citado endereço.
    O boleto do banco Bradesco, vencimento em 30/11/2007 valor R$ 1.938,00 com desconto de R$ 775,20 se pago até o vencimento. Sujeito a protesto 3 dias após o vencimento. Empresa cedente: Union National S/A.
    No campo de instrução consta o nome da Rusk Consultoria e Adm.
    Fui sócio do Fantasi durante dois anos, mas por causa dos valores absurdos de exames médicos que tínhamos que fazer toda a vez que queriamos utilizar o clube, desisti. E o que me deixa indignado e que só pagava a mantenção. Sendo que no contrato não consta em nenhum item pagamentos, caso haja desistência.
    Nunca tive meu nome em cadastro algum de devedores.
    O que devo fazer.

    Advogado de Defesa:
    Quem receber esse tipo de cobrança deve entrar em contato com o MP pelo telefone 3119-9061 ou comparcer na Rua Riachuelo, 115 1º andar. Consultar a ação do MP contra a Rusk número 583.00.2006220397-8, na 35ª Vara Civel, no Fórum João Mendes. Essa ação determina que a empresa de cobrança Rusk não pode cobrar pendência de ex-sócios de clubes. Trata-se de prática ilegal. Consumidores que chegaram a pagar algum valor têm direito à devolução do dinheiro em dobro. Para isso, podem recorrer ao Juizado Especial Cível e abrir um processo.Outra dica é registrar Boletim de Ocorrência em delegacia.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2007 - 07:23
    Enviado por: jaqueline maria lima

    Fui sócia do clube Fantasy há mais de 3 anos. Paguei R$ 1000,00 no ano passado a Rusk consultoria, se não meu nome iria a protesto. Passado 1 ano recebo cobrança de Union National S/A FM (abaixo Rusk Consultoria ) no valor 1.482,00 a ser pago até 30/11/07 ou o meu nome vai a protesto. É o fim. Como devo proceder?

    Advogado de Defesa:
    Quem receber esse tipo de cobrança deve entrar em contato com o MP pelo telefone 3119-9061 ou comparcer na Rua Riachuelo, 115 1º andar. Consultar a ação do MP contra a Rusk número 583.00.2006220397-8, na 35ª Vara Civel, no Fórum João Mendes. Essa ação determina que a empresa de cobrança Rusk não pode cobrar pendência de ex-sócios de clubes. Trata-se de prática ilegal. Consumidores que chegaram a pagar algum valor têm direito à devolução do dinheiro em dobro. Para isso, podem recorrer ao Juizado Especial Cível e abrir um processo.Outra dica é registrar Boletim de Ocorrência em delegacia.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2007 - 09:42
    Enviado por: Patricia M

    O meu caso é exatamente o mesmo dos 5 últimos (acima) Recebi um boleto em meu nome no valor de R$ 1.596,00 vencimento dia 30/11/2007, desconto de R$ 638,40 se pago na data do vencimento. Cedente: UNION NATIONAL S/A FM e embaixo cita o nome da RUSK CONSULTORIA LTDA ME. No mesmo dia (19/11/2007) chegou em minha casa uma carta do Fantasy Acqua Club pedindo para desconsiderar qq cobrança em seu nome, porem no boleto não cita o nome do Fantasy. Como devo proceder?

    Obrigada,
    Patricia M

    Advogado de Defesa:
    Quem receber esse tipo de cobrança deve entrar em contato com o MP pelo telefone 3119-9061 ou comparcer na Rua Riachuelo, 115 1º andar. Consultar a ação do MP contra a Rusk número 583.00.2006220397-8, na 35ª Vara Civel, no Fórum João Mendes. Essa ação determina que a empresa de cobrança Rusk não pode cobrar pendência de ex-sócios de clubes. Trata-se de prática ilegal. Consumidores que chegaram a pagar algum valor têm direito à devolução do dinheiro em dobro. Para isso, podem recorrer ao Juizado Especial Cível e abrir um processo.Outra dica é registrar Boletim de Ocorrência em delegacia.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2007 - 19:18
    Enviado por: Leonaldo Vilela Lima

    Tenho, dois títulos de clubes em Goiás, sendo um com águas quentes e o outro em minha cidade – Iate Thermas Clube e Cauntry Clube de Rio Verde, ambos titulos remidos. O problema e que esses clubes foram vendidos e, segundo a diretoria dos novos proprietários, esses clubes fizeram notificações via Diário Oficial e imprensa. Por isso não mais se resposabilizam por perdas e danos sofridos a antigos clientes. Pergunto: eu perdi tudo que investi. O que posso fazer? Chorar não vai adiantar, pedir resarcimento contra empresas com alto capital e valor pouco significativo é perda de tempo. O que posso fazer? Afinal, comprei paguei e não usei. Quem poderá me ajudar. Caso saibam me informem, porque a Justiça nesse caso não e justa. Pagar, quitar, ter o título não usar e quando precisei fui barrado constatando que não tinha mais a quem recorer. Ministério Público, advogados, Procons, ninguém se interesa porque acham que é caso perdido. Bom, acho que vou ter que apelar para Deus, mais ele vai interceder!!, espero que sim, pois minha condição é delicada, me formei recentemente, estou desempregado, minha família me humilha, briga comigo. Quero poder ter o direito de ter meu lugar, masd com pouca grana nem mesmo um advogado para reivindicar meus direitos e conquistar o meu espaço eu consigo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2007 - 21:56
    Enviado por: Erix Silva

    Recebi um boleto de cobrança com, vencimento em 30/11/2007 valor R$ 1.368,00 com desconto de R$ 547,20 se pago até o vencimento. Sujeito a protesto 3 dias após o vencimento. Empresa cedente: Union National S/A.
    No campo de instrução consta o nome da Rusk Consultoria e Adm.
    Fui sócio do FantasY durante um ano,e só fui uma vez lá, mandei uma carta registrada e com AR solicitando me exclusão do quadro de associados com me foi informado no forum de Taboao da Serra, mas hoje como ja relatei recebi um boleto da UNION NATIONAL. cobrando um valor absurdo.
    Acho que esta na hora de haver um pouco de honra neste Pais, como podemos nos deixar se intimidar por essas empresas oportunista que pensa que o povo e analfabeto, vamos nos unir e fazer que esse jogo sujo se inverta e nos devemos receber desses safados.
    Tenho 51 anos nunca tive meu nome em cadastro algum de devedores, com o Bradesco uma empresa idonea aceita ter um cedente desta categoria?
    O que devo fazer.

    Advogado de Defesa:

    A matéria acima explica o que fazer. Voc~e deve abrir um boletim de ocorrência numa delegacia, denunciar a emrpesa ao Procon e ao Ministério Público. E precisa ver se sua dívida é superior a 5 anos. Se sim, não deve pagar.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/11/2007 - 20:56
    Enviado por: Izilda Campos

    Recebi o mesmo boleto do Bradesco R$ 2.052,00 vcto. 30/11/2007 e no outro dia recebi outra correpondência do Bradesco informando a mudança do vcto. p/ 07/12/2007 e como cedente Union National e embaixo Rusk consultoria, o Fantasy havia me mandando uma correpondência também para desconsiderar qualquer cobrança, mas no boleto de cobrança não consta o Fantasy, mandei um e-mail para ouvidoria do Bradesco pedindo informações de tal débito, pois até então não tinha visto o nome Rusk logo abaixo. Como o Bradesco consegue fazer esse tipo de cobrança sendo que não tem aceite e com certeza sabe que a Rusk consultoria está mudando o nome do cedente para Union National? Como devo proceder?

    Advogado de Defesa:

    Se a cobrança for referente a dívida acima de 5 anos, você não deve pagar e denunciar o caso ao Ministério Público.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 08:19
    Enviado por: Roberto Da C. Pereira

    Bom dia, o meu caso é igual o da colega acima (Izilda Campos) pagar eu nao vou mesmo mas queria saber o que fazer?
    Pelo que eu já pesquisei na internet achei um telefone do MP pra ligar mas não sei se vai resolver.

    Advogado de Defesa:

    Se a cobrança for referente a dívida acima de 5 anos, você não deve pagar e denunciar o caso ao Ministério Público.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 15:32
    Enviado por: Izilda Campos

    Oi, Roberto já resolvi o meu caso. O Banco Bradesco já enviou a baixa bancária. É só ligar na agêcia de onde veio a cobrança. Eles falaram que foi um erro ter enviado. Até parece!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/12/2007 - 23:54
    Enviado por: Andre petrosino

    o meu caso é igual aos dos outros ai só que é o playdes e ele me pediram pra ir la na Rusk como nao sabia de nada eu fui chegando la fiquei mais de 2 horas com eles me coagindo e falando que iria penhorar minhas casas e e tudo o que eu tinha mostraram um ordem de um juiz assinado por eles falando que era causa civil publica e tal se eu nao pagasse iria acontecer tudo isso o valor eles alegaram R$2300 e nao deixavam eu sair da sala e fiquei meio a sim e acabei fazendo uma besteira pois eles falaram que iriam penhorar tudo o que tinha e tal e assinei uma promissoria e que tinha que pagara em 3 dias mas depois caiu a ficha e vi a besteira que fiz e estou com medo pois eles podem protestar essa promissoria e ja procurei um monte de ligar e niguem sabe o que fala como devo agir e eles ficam ligando aqui em casa falando coisas que se nao fizer eu iria pagar mais de 10000 como agir
    obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/12/2007 - 17:47
    Enviado por: Leonaldo Vilela Lima

    olhe, o problema continua, o que devo fazer para reaver o que investi, quando comprei o titulo, me disseram ser um exelente investimento, que eu estaria comprando uma ação e que ela seria valorizada porque os clubes aos quais me associei estavam sendo construido aos poucos e quando o projeto concluso, a ação de cada club estaria no minimo valendo 5 a 10 X, ovalor do titulo pago. Cai no conto, e paguei a conta. E eles me aprontam uma dessa, dizer que tenho que pagar de novo por algo que já paguei e tenho direitos adquiridos,estou ofendido rezignado e magoado com a falta de vergonha com que as coisas são tratadas nesse pais, definitivamente o Brasil e maravilhoso, mas a nossa sociedade precisa entender de uma vez por todas que um pais serio, que quer respeito tem que cumprir com suas obrigações para poder poder exigir deveres, ou seremos sempre aos olhos do mundo subdesenvolvido. Direitos e Deveres e lenda ou realidade. Se for lenda,vou comessar a escrever minha propria historia e vou ignorar as instituições,os poderes e as leis, porque elas só funcionam para os mais afortunados.Quero andar na lei,por isso vou buscar grana de forma legal ou ilegal, assim alguem me da moral e me ajuda a resolver esse problema pequeno mas desreipeitoso aos direitos de cidadão e cidadania. Obrigado.Espero seus comentarios.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/12/2007 - 22:13
    Enviado por: Beatriz Kowalski

    Eu possuo um titulo remido do CLUBE DE FÉRIAS CANDEIAS, na sinopse do estatuto social existe um item q diz o seguinte:
    “6-São direitos dos assossiados, extensivos aos adquirentes de titulos ainda em integralização, respeitadas as dispossições do estaturto social, do regimento interno e do regulamento geral de reservas(art.37)
    I- usar e gozar dos bens moveis, imoveis, intalaçoes, serviços, e promoçoes do candeias, dos quais é, ou venha a ser proprietario, e/ou usuario;
    II- PARTICIPAR DE PRATICAS ESPORTIVAS, LAZER, RECREAÇÃO e hospedar-se nos apartamentos e casas mobiliadas, cmpings, pousadas ou em outras quaisquer modalidades de alojamentos dos quais o candeias é ou venha a ser proprietário, arrendatário, contratado ou conveniado.”
    Hoje 17-12-2007 estive na sede do candeias Guaratuba, porém não estava hospedada, pretendia utilizar as áreas de lazer como sempre fiz mesmo nao estando hospedada, o que trecho a cima deixava como meu direito, oa entrar na recepção fui abordada e proibida de entrar pois eu e meus dependentes teríamos de pagar uma taxa de 3 reias por dia e por pessoa ou 100 reais anuais para poder sem estar hospedado poder utilizar qualquer estrutura do prédio do candeias. Ligando para lá fui informnda que a taxa é cobrada em apenas algumas sedes.
    Gostaria de saber se tendo um titulo remido quitado eu não poderia exigir que esta taxa não seja cobrada pois existe um termo (que esta em letras maiusculas na citiação) que diz que posso usufruir “PARTICIPAR DE PRATICAS ESPORTIVAS, LAZER, RECREAÇÃO(…)”
    Eu poderia entrar na justiça para ter esse direito? processria o clube de ferias por que prática ilegal?
    Grata.
    Espero seus comentários.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 16:31
    Enviado por: Francisco Fernandes de Souza

    Sou sócio remido do Candeias Clube e Turismo, nunca usei o mesmo e não obtive mais nenhuma informação sobre o mesmo, poderia me orientar qual o procedimento a ser tomado e se o mesmo ainda funciona?

    Advogado de Defesa: o procedimento é o que está escrtio na matéria: procurar o Ministério Público do Consumidor. Você pode também enviar para a coluna Advogado de Defesa, e-mail advogado.jt@grupoestado.com.br com seus dados pessoais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/01/2008 - 17:47
    Enviado por: JOAO SARAIVA FREIRE

    Comprei o Titulo em 1974 e na ocasião não me falaram que eu teria que pagar anualmente qualquer taxa! Comprei o titulo, só usei uma vez,O Clube Candeias,esporte e recreação, enviou-me um boleto. me cobrando 399,00. Informa que a minha não manisfestação acarretará nas penalidades prevista no artigo 53″b” do estatudo do Social do Candeias Esporte lazer e recreação, conforme acordo firmado junto ao ministerio publico /sp. processo nº 583.00.2006.220397.
    Quero saber como eu faço para me livrar dessas cobranças que no meu ver são indevidas.
    agradeço. fico aguardando

    ADVOGADO DE DEFESA

    A empresa responsável pela cobrança se comprometeu, em acordo com o Ministério Público de São Paulo, a cobrar dívidas de títulos adquiridos há menos de 5 anos. No seu caso a cobrança é irregular.

    Quem está passando por essa situação deve entrar em contato com o MP pelo telefone 3119-9061 ou ir à Rua Riachuelo 115, 1º andar. A ação do MP contra a Rusk, de número 583.00.2006220397-8, está disponível para consultas na 35ª Vara Cível, no Fórum João Mendes. Consumidores que chegaram a pagar têm direito à devolução do dinheiro em dobro, pois a cobrança é indevida. Para isso, deve recorrer ao Juizado Especial Cível e abrir um processo para se proteger.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/01/2008 - 20:15
    Enviado por: Lucy Mariano

    Senhor advogado de defesa,
    o meu caso é exatamente igual ao questionameto do dia 04.01.08. Associei-me do Candeias há muitos anos (entre aos anos de 1978 e 1980). Nunca usufrui, em que pese ter pago algumas mensalidades. Deixei de pagar há muito tempo, mesmo porque o vendedor do título informou que se eu não pagasse apenas não poderia me valer do que o clube oferecia. Agora, para minha surpresa, recebe uma cobrança ameaçando com as penalidades previstas no artigo 53 “b” do Estatuto social do Candeias. Eu pretendo não pagar, mas gostaria de saber se essa é a decisão mais adequada, pois temo por problemas futuros maiores.
    Agradeço

    ADVOGADO DE DEFESA

    ver comentário acima

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/01/2008 - 12:06
    Enviado por: Gilberto Monteiro

    Também fui lesado pelo Candeias e tem mais dois Clubes tentando fazer a mesma coisa, como fazer para receber o que paguei por medo de ter o nome manchado e agora descubro que era golpe e também para com estes outros que estão tentando. Ou seja quais são os meus direitos?
    Muito obrigado

    Advogado de Defesa:

    Você deve procurar o Ministério Público, na Rua Riachuelo, 115, ou pelo telefone 3119-9061

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/01/2008 - 10:29
    Enviado por: Roseli A D

    Recebi a notificação, não queria pagar, mas devido as ameaças e por não ter a documentação fiquei sem provar, mas as condições em 1985 eram de titulo remido. Fiz acordo, emprestei o dinheiro e paguei a vista o valor. Falei com o Procon que fui orientada a ir no Ministério Público. Falei com o suposto Juridico do Candeira que afirmou que se eu não pagasse seria processada. Pedi a documentação que eu havia assinado e eles enviaram uma cópia sem autenticação nenhuma de que a cópia foi tirado de orignal, mas antes eles me disseram que as cópias estavam em poder da empresa de cobrança e a empresa de cobrança que a documentação estava em aquivo morto do Candeiras. Coisas absurdas. Vou também entrar com o processo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/01/2008 - 12:36
    Enviado por: marly do lago pinhero

    somos socios remidos a muitos anos.paramos de de viajar pelo candeias faz tempo.ha cinco anos atras fomos la fazer uma reserva.nos disseram que estavamos devendo manutençao a muitos anos.ficamos abismados com isso.quando compramos o titulo pagamos caro por ele para termos direito a viajarmos quando quizermos,eles nos disseram que era isento de manutençao.temos contrato,carteirinhas ate hoje.guardei tudo.levamos um susto com a divida.nem fomos avisados de tal coisa.e agora queremos viajar nas ferias do meu marido. fevereiro ou março.como faremos para nao pagar essa cobrança indevida?moramos em poços de caldas.onde e´ o escritorio agora?

    Advogado de Defesa:

    O Ministério Público de São Paulo abriu um processo contra os clubes por esse tipo de cobrança. Verifique em sua cidade se não há também processos e você mesmo poderá abrir

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/01/2008 - 12:05
    Enviado por: samuel vsconcelos da ponte

    fui vitima de um golpe de vendas de título da empresa férias card. eu soube que os bens de algun integrantes estava a desposição. pergunta como proceder e será que eu reveria o meu dinheiro de volta, apesar de ter sido vítima de uma máfia ? ( títulos supervalorizados )

    Advogado de Defesa:

    Você deve contratar um advogado para abrir um processo

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/01/2008 - 20:28
    Enviado por: rafael r soares

    fui inludido pelo ferias card c um titulo q seria muito retavel diziam mas nunca foi nada pra mim apenas um papel q nunca me valel de nada vendi ate imovel para quitalo.enfim fui vitima de um calote pergunta com vou fazer para ter pelo menos oq paguei divouta. obrigado

    Advogado de Defesa;

    Se você tiver como provar que é um calote, procure um advogado e abra um processo contra o clube

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/02/2008 - 11:04
    Enviado por: HELLE PATRICIA VELOSO

    Bom dia,
    Me associei a revista PROTESTE de defesa do condumidor em fevereiro do ano passado.Em Setembro, liguei para a mesma para cancelar minha assinatura, e fui informada que só poderia cancelar quendo vencesse minha assinatura em fevereiro.No dia 1º de fevereiro agora, liguei lá novamente e me disseram que só poderiam cancelar se eu passasse um e-mail formalizando meu pedido.Fiz o que me pediram e não recebi nenhum retorno.
    Quando tirei um extrato da minha conta hoje, havim debitado o valor da assiantura novamente em minha conta. Ligando lá fui informada de que eu deveria ter ligando com alguns meses de antecedência para cancelar, e que agora terei de esperar para que o dinheiro seja estornado da minha conta.
    Bom em resumo, fiquei frustrada por ser uma ong que cuida dos direitos do consumidor.
    Quero saber se posso processá-los.
    Tenho as cópias dos e-mails que mandei desde setembro.

    Advogado de Defesea:

    envia sua relcamçaõ para a coluna Advogado de Defesa, do JT, e-mail advogado.jt@grupoestado.com.br, para que possamos conversar com a ONG

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/02/2008 - 14:01
    Enviado por: PATRICIA NERES DE SOUZA

    COMPREI EM UMA LOJA E MEU PAGAMENTO NÃO SAIU NA DATA CERTA ATRAZEI ALGUNS DIAS E A LOJA VEIO ME COBRAR EM EMU LOCAL DE TRABALHO , FOI UM CONSTRANGIMENTO PRA MIM QUERO ABRIR UM PROCESSO, QUERO SABER SE POSSO FAZER ISSO E SE TEM LEI QUE ME FAVORECE..

    Advogado de Defesa:

    O código de Defesa do Consumidor proíbe a cobrança em local de trabalho. Se você tiver prova, procure o Juizado Especial Cível

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/03/2008 - 19:58
    Enviado por: Edvaldo

    Fui convidado a conhecer o clube solaser a um ano e ganhei um titulo tendo que pagar um salario minimo por ano para utilizar este clube agora não tenho mais condições de pagar este salario anual e me informaram que não posso parar antes de 3 anos senão terei que para um multa maior que o salario anual o quo devo fazer neste caso?

    Advogado de Defesa:

    Veja se no contrato há uma cláusula de fidelidade. Se ela não estiver em destaque e você não foi informado, vcoê pode contestá-la na Justiça

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/03/2008 - 09:18
    Enviado por: Rogerio Monteiro Pires

    Bom dia, na quinta feira passada recebi uma carta de cobranca referente as taxas de manutenção do clube ilha morena praia e pesca, o titulo remido foi adquirido em 1991 e, por nunca ter sido utilizado, foi solicitado o cancelamento do tutulo em jul/2003. A unica diferença entre os casos citados acima é que a empresa utilizada para cobrança é a Zeitune advogados associados e não a Rusk.
    Em anexo enviaram uma copia de um termo de audiencia e de uma certidão de objeto em pé no intuido de apenas confunfir pois ambas citam o clube como réu em processo de cobrança indevida registrado no procon.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/03/2008 - 11:06
    Enviado por: Rodrigo da silva

    Bom dia, meu pai tem um título remido do clube mas eles ligam com frequencia e pedem pra efetuar pagamentos de algumas taxas pendentes q não existem o q devo fazer a respeito ?

    Advogado de Defesa:

    Precisa ver o que são essas taxas e se o contrato prevê a cobrança

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/04/2008 - 23:50
    Enviado por: Valdir Genro dos Santos

    Prezados senhores, sou sócio usuário com certificado sob nº 08.088 – série JG, conforme título provisório de 14 de Agosto de 1.984 e recibo emitido em 11/10/84 e de posse também o Diploma de Associado. Gostaria de receber informações que me permitam a utilização do Clube. Desde já agradeço Vossa atenção. No aguardo…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/04/2008 - 12:56
    Enviado por: Fábio Ramos

    A RUSK protestou um título em meu

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/05/2008 - 11:41
    Enviado por: Vinícius S. Guimarães

    Em 07/1992 comprei um título remido por transferência de um amigo,onde paguei todas as parcelas(Cr$1.656.000,00), e frequentei duas vezes e nunca mais voltei, pois nunca havia condições de vaga a não ser em épocas totalmente fora de férias ddas crianças.
    Em 1994 e 95 paguei duas taxas anuais que achei algo extranho, pois me confirmaram na compra que nunca mais pagaria nada, a não ser diárias de hotelaria para frequentar, o que raramente consegui fazer.
    Há algum tempo atraz recebi uma carta de ameaça judicial do Multi Clube Sol Lazer-Ilha Morena, onde consta o nome de Edna Baroni-Cobrança, e anexando um acordão, pasmem, datado de 13.05.97, dos desembargadores Brenno Marcondes e Ruiter Oliva do TJSP e uma Ata de AGE data de 29.06.94, justificando aumentos de patrimônio e outras alegações totalmente absurdas onde indíviduos assinam inclusive com seus CPF’s como se fossem representantes de todos os idiotas que entraram nesta fria.
    Sugiro ao MP acionarem estas pessoas e saberem que vínculos têm com esta falcatrua.
    Hoje, 24.05.08, recebi do escritório ZEITUNE ADV.ASSOCIADOS mais uma ameaça, e sempre o nome de Edna Baroni-Cobrança, anexando uma Audiência, pasmen, do PROCOM(Guarulhos) datada de 21.06.07 e uma Certidão de “Objeto de Pé” datada de 20.03.07 do MP-TJSP, pasmem, assinada pela Juiza Vera Lúcia Calviño, nde se baseiam como orgãos, pasmen, homologadores contra os idiotas que cairam nesta falcatrua.
    Eu imploro ao MP que algum Promotor de Justiça ou orgão que represente o cidadão comum, ponha um fim definitivo em tudo isto, pois está levando pessoas como eu a ficarem mais doentes do que já estamos, aposentados, quase sem recursos para remédios e submetidos a esta bandidagem disfarçada de clubes de lazer.
    Eu preciso saber o que devo fazer para simplemente devolver o meu título a esta organização. Por favor alguém nos dê esta orientação. Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/05/2008 - 17:26
    Enviado por: FABIO TADEU

    MEU CASO É IDENTICO AO ANTERIOR,ESTOU INDIGNADO COM ESTE CLUBE ILHA MORENA,ESPERO QUE MP TOME UMA PROVIDENCIA O MAIS RAPIDO POSSIVEL DEVE SER UM BANDO DE LADRÕES,O LUGAR DESTA GENTE É NA CADEIA,ESTÃO TIRANDO O SOSSEGO DE MUITA GENTE QUE NÃO DEVE NADA.
    RECEBI A MESMA CARTA PROXIMA A DATA DE 20/05/2008 EU NUNCA FUI NESTE CLUBE,MEU TITULO É REMIDO NEM LEMBRAVA MAIS QUE EXISTIA.
    LEMBRO QUE CANCELEI O TITULO A MUITOS ANOS
    DEPOIS DE TER SOFRIDO A MESMA AMEAÇA DE COBARANÇA INDEVIDAS DESTES LADRÕES.
    DESDE JÁ AGRADEÇO SÓ GOSTARIA DE SABER O QUE FAZER PARA ACABAR COM ESTA FALCATRUA.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/06/2008 - 17:14
    Enviado por: Ariadne

    Sou advogada e estou com um caso como o narrado acima, onde o procon Guarulho/SP fez acordo para que fosse cobrado o Fundo de Atualização Patrimonial dos ultimos 5 anos. Considero absurdo um acordo que gera uma obrigação ao consumidor, sem que este sequer saiba sobre a existencia de referido acordo. Mesmo assim, irei igressar com ação de Inexigibilidade de Débito, pois meu cliente NUNCA frequentou o clube. Vamos ver no que vai dar!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 22/03/2010 - 13:32
      Enviado por: Massanori

      Prezada Ariadne,
      Gostaria de obter informações sobre essa ação contra a Ilha Morena, pois recebei hoje uma ligação de um advogado, representando a empresa para a cobrança do Fundo de Atualização Patrimonial dos ultimos 5 anos. Vou começar a escrever uma denúncia ao MP, pois assim não dá.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 06/08/2010 - 10:48
      Enviado por: José Carlos de Souza

      Bom dia Ariadne,

      Tenho recebido tambem estas cartas de cobrança do Clube Sol Lazer/Ilha Morena, a mais de sete anos não frequento estes clubes e a partir de 2008 me enviam cobrança ameaçando me processar. Gostaria de saber, se devo tomar alguma providencia.

      Desde já agradeço sua atenção.
      José Carlos

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/06/2008 - 19:05
    Enviado por: