Estado.com.br
Quarta-feira, 17 de Dezembro de 2014
Advogado de defesa
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

Entenda o papel do avalista antes de ser um

Categoria: Assunto do dia

Texto de Maíra Teixeira

Os avalistas ou fiadores são figuras conhecidas do cotidiano econômico brasileiro. Mas quem se oferece solidariamente para possibilitar o negócio para algum parente ou amigo pode pôr a perder a sua tranqüilidade.

Posts Relacionados

  • No Related Post

Tópicos Relacionados

489 Comentários Comente também
  • 05/12/2006 - 11:03
    Enviado por: antonio pichek

    Avalistas ou fiadores são garantidores de algum negócio jurídico onde comparecem, a maioria das vezes, sem saber a real extensão das suas obrigações. Se soubessem ou fossem alertados sobre a real implicação que essa simples assinatura lhes poderá causar, jamais se disporiam a prestar tal favor.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/12/2006 - 11:28
    Enviado por: ricardo

    Estou absolutamente de acordo com a sugestão de alertar o avalista sobre as implicações que podem ocorrer ao assinar um aval. Fiz isso há 20 anos e aprendi que não devo fazer isso nem para meu filho ou irmão.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/12/2006 - 04:30
    Enviado por: rui

    Sinceramente, não sei quem está certo ou errado. Fui avalista e me dei tão mal que acabei perdendo um imóvel.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/09/2010 - 17:13
      Enviado por: Thais

      Olá,

      Trabalho no SBT,no programa SBT Repórter. Achei sua história na página do estadão. Eatamos produzindo um programa sobre honestidade e queremos mostrar uma história de desonestidade em família ou com algum amigo. Por exemplo, uma pessoa que tenha pedido dinheiro emprestado e não devolveu.

      Meu telefone é (11) 3687.3181 ou (11) 3687.3896

      Aguardo um retorno.
      Obrigada
      Thais

      responder este comentário denunciar abuso
  • 12/12/2006 - 18:03
    Enviado por: Luiz Juarez da Cunha

    Já tenho bastante vivência e sempre ouvi falar que na maioria das vezes o avalista sempre sai no prejuízo e ainda perde a amizade.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/12/2006 - 15:47
    Enviado por: Julinho de Adelaide

    Entendo os problemas causados por um processo contra fiadores. Meu irmão foi vítima recente de um “amigo”. Acho que o problema não é ser fiador, e, sim, fiador de quem. Uso fiadores em meus aluguéis há mais de 30 anos e nunca deixei um fiador em situação difícil.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/09/2007 - 09:49
    Enviado por: Antonio O. mantovani

    Tenho 72 anos e fui avalista num banco de um contrato de capital de giro para a firma de minha filha. Acontece que a empresa quebrou e ela está sem condições de pagar. Tenho um imovel. Corro o risco de perdê-lo? Não tenho condições de pagar a dívida.

    Advogado de Defesa:

    Não há o risco da penhara do imóvel se for onde a família habita. O imóvel está protegido pela lei do bem de família e não pode ser penhorado. O seu caso não se inclui entre as exceções da lei que permitem a penhora do bem de família, conforme texto legal abaixo,LEI nº 8.009, de 29 de março de 1990, que dispõe sobre a impenhorabilidade do bem de família, conforme o artigo 3º, as exceções. Entre elas não está a situação da pessoa que é avalista, portanto, o bem é impenhorável nesse caso.

    Art. 3º A impenhorabilidade é oponível em qualquer processo de execução civil, fiscal, previdenciária, trabalhista ou de outra natureza, salvo se
    movido:
    I – em razão dos créditos de trabalhadores da própria residência e das respectivas contribuições previdenciárias; II – pelo titular do crédito decorrente do financiamento destinado à construção ou à aquisição do imóvel, no limite dos créditos e acréscimos constituídos em função do respectivo contrato; III — pelo credor de pensão alimentícia; IV – para cobrança de impostos, predial ou territorial, taxas e contribuições devidas em função do imóvel familiar; V – para execução de hipoteca sobre o imóvel oferecido como garantia real pelo casal ou pela entidade familiar; VI – por ter sido adquirido com produto de crime ou para execução de sentença penal condenatória a ressarcimento, indenização ou perdimento de bens.
    VII – por obrigação decorrente de fiança concedida em contrato de locação.
    (Incluído pela Lei nº 8.245, de 1991)

    responder este comentário denunciar abuso

    • 24/03/2010 - 12:12
      Enviado por: Sandra

      concordo plenamente com o Dr.
      Desde que o sr lute pedindo o bem de familia na justiça e comprovando . [ ACOMPANHE SEU CASO, PEÇA SEMPRE O NUMERO DO PROCESSO PARA O ADVOGADO, VA AO FORUM E CONFIRME SEMPRE SE REALMENTE O ADVOGADO ESTA TRABALHANDO PARA ESSE FIM, POIS MUITOS ADVOGADOS PEGAM A CAUSA E NÃO LUTAM PELOS PROBLEMAS DO CLIENTE ] gosto muito de advogados da oab que trabalham de graça e são concursados, procure se infomar.
      desejo-lhe: boa sorte

      responder este comentário denunciar abuso
  • 25/09/2007 - 22:20
    Enviado por: João Pirozzi

    Bem se o avalista é uma garantia de pagamento, bem como outras como Hipoteca, alienação, penhor e etc., segundo a lei – LEI No 10.522, DE 19 DE JULHO DE 2002. – Art. 1o O Cadastro Informativo de créditos não quitados do setor público federal (Cadin) passa a ser regulado por esta Lei.
    Art. 2o O Cadin conterá relação das pessoas físicas e jurídicas que:
    I – sejam responsáveis por obrigações pecuniárias vencidas e não pagas, para com
    órgãos e entidadesda Administração Pública Federal, direta e indireta;
    os avalistas não deverão ser inscritos em ~cadastros restritivos, pois outras garantias não são, pois só poderão ser inscritos segundo esta lei Art. 2 par. I somente os responsaveis por obrigações pecuniarias, entende-se somente o devedor e não os garantidores. E sendo assim o credor escolhe quem deve cobrar judicialmente e incluir em orgãos restritivos ok. estou certo?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/10/2007 - 16:28
    Enviado por: Laurentino Risso

    Preciso saber como pesquisar sobre aval dado por mim, mas quero sair dele. Acho que a minha única chance está porque toimo remédios controlados. Só quero saber c omo pesquisar esse assunto. Obrigado. Laurentino.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/10/2007 - 19:28
    Enviado por: leide

    Boua noite meu problema é o seguinte eu fui avalista de uma amigo e ele faliu ,mas tem uma loja aberta ainda com muita mercadoria dentro valiada em dois milhões de reais a divida dele comigo no banco é de 600 mil ,mas tem um problema hoje ele fala que só vai me pagar quando der e que se eu quiser receber eu tenho que esperar ,tenho como fazer alguma coisa pra limpar o meu nome ou passar essa dívida só pro nome dele pelo amor de Deus me ajude eu tb tenho uma oficina e to falindo pois estou com meu nome sujo já e não sei mais o que faço

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/10/2007 - 10:46
    Enviado por: Cledson

    Meu amigo quer um avalista para retirar dinheiro de um consorcio. Qual os cuidador e documentos que ele deve tomar?
    Obrigado pela atenção.
    Grato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/11/2007 - 09:49
    Enviado por: debora souza dos santos

    estou com o nome no cadim por ter sido avalista em um instituição bancaria. existe alguma forma de entrar judicialmente para retira o meu nome? ocomo devo proceder/

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/11/2007 - 17:21
    Enviado por: LEILA ROSA NASCIMENTO

    Prezado Senhores,

    Tinha uma lojinha de roupa que faliu, por conta disso fiquei devendo há uma senhora uma quantia de 3.000,00, não tenho como pagar avista, a mesma vem me ameaçando e me constrangendo.
    Gostaria de saber a quem procurar para parcelar a divida e se a lei me ampara no sentido de querer pagar parcelado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/11/2007 - 17:22
    Enviado por: LEILA ROSA NASCIMENTO

    Prezado Senhores,

    Tinha uma lojinha de roupa que faliu, por conta disso fiquei devendo há uma senhora uma quantia de 3.000,00, não tenho como pagar avista, a mesma vem me ameaçando e me constrangendo.
    Gostaria de saber a quem procurar para parcelar a divida e se a lei me ampara no sentido de querer pagar parcelado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/11/2007 - 22:45
    Enviado por: ADRIANO AMORIM

    Boa Noite!!!
    Achei este questionamento interessante. Gostaria de SAber a resposta também^^

    Comentário de: João Pirozzi [Visitante] · http://www.terra.com.br
    25.09.07 @ 22:20
    Bem se o avalista é uma garantia de pagamento, bem como outras como Hipoteca, alienação, penhor e etc., segundo a lei – LEI No 10.522, DE 19 DE JULHO DE 2002. – Art. 1o O Cadastro Informativo de créditos não quitados do setor público federal (Cadin) passa a ser regulado por esta Lei.
    Art. 2o O Cadin conterá relação das pessoas físicas e jurídicas que:
    I – sejam responsáveis por obrigações pecuniárias vencidas e não pagas, para com
    órgãos e entidadesda Administração Pública Federal, direta e indireta;
    os avalistas não deverão ser inscritos em ~cadastros restritivos, pois outras garantias não são, pois só poderão ser inscritos segundo esta lei Art. 2 par. I somente os responsaveis por obrigações pecuniarias, entende-se somente o devedor e não os garantidores. E sendo assim o credor escolhe quem deve cobrar judicialmente e incluir em orgãos restritivos ok. estou certo?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/11/2007 - 02:45
    Enviado por: JULIANA AMORIM

    Minha empresa faliu, e meu esposo assinou os contratos bancários juntamente comigo por sermos casados em comunhão de bens,e juntamente foi uma cópia do documento de nosso carro acho que como garantia do empréstimo, neste caso por ele ter assinado os papéis automaticamente ele se tornou meu avalista?

    Advogado de Defesa:

    Você deve verificar isso com o banco. Se o que ele assinou foi como avalista

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 23:20
    Enviado por: maria cristina

    Boa tarde, tenho um automóvel em meu nome e por motivos de força maior preciso vendê-lo. O problema que o banco não transfere a dívida porque a pessoa que quer comprar não tem conta nele. Qual documento que posso ter em mãos para garantir o pagamento das prestações que estão em meu nome, caso a pessoa venha deixar de quitar o compromisso?

    Advogado de Defesa:

    Se a dívida continuar em seu nome e a pessoa deixar de pagar é você que será cobrado. O melhor a fazer e para evitar aborrecimentos futuros é vender para alguém que possa transferir a dívida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/12/2007 - 10:35
    Enviado por: lino antonio ecard soares

    Bom dia
    Meu problema e o seguinte
    Fiz uma declaração de renda em 2000 e deixei de declarar um rendimento e cai na malha fina. Depois de anos recebi uma cobrança e nao tinha condições de arcar com os juros , taxas selic e outros que me fora cobrado. hoje a divida esta em 16.000,00 ( 60 parcelas de 280,00 ) nao tenho condições de pagar esta quantia. Se eu tivesse aplicado o dinheiro na poupança nunca iria chegar a esta cifra como o governo nos cobra. meu nome esta no cadim e meu cpf bloqueado. como posso sair desta situação. quero pagar mais nao desta maneira.

    Advogado de Defesa:

    Só negociando com eles.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/01/2008 - 15:27
    Enviado por: Valmor Stevanin

    Sou fiador de um automóvel, o proprietário não pagou nenhuma prestação. Eu que venho pagando, como fiador. O que posso fazer para me ressarcir? O finaciamento foi feito em 48 vezes, já paguei 8, estando tudo em dia.

    Advogado de Defesa:

    O fiador é justamente para cobrir os pagamentos caso o consumidor não arque com a dívida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/01/2008 - 20:46
    Enviado por: leila

    se uma pessoa fisica foi avalista de um terceiro, porem o terceiro deixou de pagar a divida, esta pessoa fisica pode vir a responder pela divida com as cotas de uma sociedade empresarial que ele possui, como socio se outro bem ele não possuir?

    Advogado de Defesa:

    O avalista será cobrado e, caso não pague, poderá ser cobrado judicialmente. O juiz é quem irá determinar quais são os bens que poderão ser usados para quitar a dívida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/01/2008 - 13:11
    Enviado por: Ionilda Camolesi

    Tive uma rotisserie, na qual fechei as portas e fiquei devendo ao banco, na epoca quiz fazer uma cordo com o banco no qual não aceitraram minha prosposta, então aguardei eles me cobrareem, e o mesmo até hj não veio me cobrar a divida, ja se passaram 5 anos, apos estes anos o meu nome ficou limpo no serasa, mas estou com restriçoes bancarias, agora gostaria de abrir uma caderneta de poupança, pois fui demitida e recebi um dinheiro de rescisão, gostaria de guardar, se eu abrir a poupança o banco pode vir a mexer neste investimento, pode ser tomado o confiscado para acerto da divida que nunca me foi acionada, gostaria de saber a respeito, ou é mais seguro abrir no nome da minha filha.

    Advogado de Defesa:

    Pelo tempo da dívida, provavelmente ela prescreveu. Você pode abrir a poupança, pois os bancos só podem sacar dinheiro de uma conta com a autorização do correntista.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/01/2008 - 20:21
    Enviado por: Guilherme

    Olá ! Estou com um problemão na mão! Eu vendi uma moto para uma mulher ainda financiada em meu nome tudo! Apenas entreguei meu carnê a ela o documento e a chave ! Só que agora eu quero que ela transfira para o nome dela e ela esta me enrolando! O que eu devo fazer? O que tenho direito nisso? Obrigado aguardo resposta

    Advogado de Defesa:

    Você pode pedir o bloqueio da moto no Detran. Caso ela queira vender a moto, não conseguirá e, além disso, as multas não virão para você

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/01/2008 - 12:45
    Enviado por: Roque PB Barros

    Meus parabéns por este excelente texto sobre o aval.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/01/2008 - 20:48
    Enviado por: Elisângela

    Boa Noite

    Sou avalista do meu pai em uma dívida de valor mensal igual a 1700, ele me colocou no lugar da ex mulher dele e me disse que iria pagar, e desde que assinei ele não pagou nenhuma parcela das 8 que haviam no contrato. Eu tenho meu nome na empresa dele como sócia administrativa, apesar de fazerem 2 anos que não moro mais com meu pai e nem recebo nenhum valor da empresa, apenas assinei os contratos que ele me mandava, e também ele nunca me prestou conta dos gastos, tenho 10% da empresa, e a mesma foi a falência com um valor estimado de 120 mil reais.
    Não tenho nada no meu nome a não ser a parcela da empresa dele que está falida, gostaria de saber se posso ter algo no meu nome, tipo comprar um dia um apartamento para morar ou uma moto para ir trabalhar, e se eu casar a minha dívida fica atrelada ao meu marido também.
    É buxa mas não tenho nada ganha uma miséria, nem moro mais em casa, e to nesta situação, nem durmo direito.
    O que eu poderia fazer, não tenho tempo nem de sair para ir buscar um advogado para consultar :( e nem dinheiro, se puderem me ajudar por favor no que posso fazer. Obrigado

    Advogado de Defesa:

    Como sócia e avalista, você também será responsabilizada pelas dívidas, seu nome deverá ir para a Serasa e SPC, caso não pague nada, e isso restringirá qualquer compra a crédito. A dívida não irá para seu marido.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/02/2008 - 14:26
    Enviado por: Susi jeske

    Olá!
    Meu avô é avalista do filho dele que fez um emprestimo no Banco no valor de 10 mil reais e como foi a falência não pode mais pagar e já faz mais de 10 anos e por direito é o avalista que deve pagar mas meu avô que é avalista tem como bens um imóvel onde mora com a família e está co 85 anos de idade. E eu gostaria de saber se quando ele morrer vai ser leiloado ou ele pode vender a casa e comprar outra?

    Advogado de Defesa:

    A casa, em caso de falecimetno do proprietário, entra no inventário e só poderá ser vendida com a anuência de todos os herdeiros. Se há dívida, o credor pode também entrar no inventário

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/02/2008 - 17:54
    Enviado por: Danielly

    Minha mãe foi avalista de aluguel de casa para uma “amiga”, mas a infeliz não pagou e além do mais se mudou para outro estado e não estamos conseguindo contato com ela. O fato é que a imobiliária está cobrando minha mãe que avalizou a casa e o valor além de tudo está muito alto. Enfim, estão fazendo ameaças de penhorar nossa casa, o único imóvel que possuimos e inclusive moramos. E já fizeram algumas ameaças e inclusive bloquearam a conta de minha mãe, que recebe pensão de meu pai falecido. Está correto esse procedimento? O que deveremos fazer?

    Advogado de Defesa:

    O Supremo Tribunal Federal (STF), já admitiu ser correta a penhora do imóvel onde reside o fiador de uma locação. Ou seja: a Corte Suprema admitiu a penhora do chamado bem de família, em caso de fiança dada em favor do inquilino. Portanto, tentem renegociar essa dívida

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/02/2008 - 22:27
    Enviado por: JOAO CARLOS

    Quando tinha uma empresa como sócio fui avalista de FCO e PROGER no BBrasil. Há 2 anos vendí minhas cotas da empresa, porem o banco nao quis tirar o meu nome como avalista e colocar do novo socio. Minha dúvida: Eu tenho uma casa financiada pela CEF, que vendi e a CEF nao autorizou transferir para o comprador alegando que meu nome ta no SERASA. Como recebí o dinheiro da venda e construi outra pra morar, como que fica? O BBrasil pode penhorar alguma delas? A casa financiada é em outra cidade e tenho um contrato de compra e venda registrado em cartório. Quem comprou tá protegido? A minha nova casa onde moro, o Banco pode mexer?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/02/2008 - 08:32
    Enviado por: Danielly

    Referente ao comentário feito anteriormente, desculpe fiquei na dúvida, minha mãe sendo avalista da “amiga” dela e residindo na casa que está sendo ameaçada a penhora, nesse caso procede? Quanto a negociação como deve ser feita, ela poderá conseguir reduzir o valor e pagar apenas o valor do aluguel, sem juros e mora?

    No aguardo.

    Advogado de Defesa:

    Como avalista, ela pode ter a sua casa, mesmo morando, penhorada. Com relação a juros e mora, isso provavelmente serão cobrados, mas vocês podem tentar negociar

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/02/2008 - 11:18
    Enviado por: mirtes

    aluguei uma ccasa penhora e agora vai a leilao ,quanto tenho de prazo para desocupar o imovel ? pois tenho contrato assinado.

    Advogado de Defesa:

    Quem está penhorando o imóvel é que irá determinar

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/02/2008 - 21:26
    Enviado por: Larissa Kopper

    Boa noite,
    A minha mãe foi avalista do meu pai quando estavam casados, eles se separaram a 13 anos, e hoje o banco em que meu pai deve bloqueou todos os bens da minha mãe(carros, casa em que moramos e um terreno – o qual ela recebe aluguel e é a única forma de sustento), esse processo é desde de 2002 e só ano passado ela foi notificada. Gostaria de saber qual a possibilidade dela não perder a casa em que moramos e se também há alguma possibilidade de não perder o terreno?? Podemos tentar algum acordo com o banco de entregar os 2 carros e que eles liberem o restante dela?? Detalhe: a dívida na época era de 50.000,00 hj está em 500.000,00 e na verdade nem era com esse banco, esse banco comprou a massa fálida de outro.
    Desculpe tantas perguntas, mas gostaria muito que vc nos desse uma luz…Agradeço a atenção desde já.

    Advogado de Defesa:

    O avalista será cobrado e, caso não pague, poderá ser cobrado judicialmente. O juiz é quem irá determinar quais são os bens que poderão ser usados para quitar a dívida. Mas vocês podem tentar uma negociação com o credor

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/02/2008 - 01:21
    Enviado por: Luciano Ramalho

    Fui fiador de uma conta juridica e o procurador dessa empresa morreu e deixou uma dívida com o banco, e agora a esposa dele quer financiar a dívida. A pergunta é: Quero retirar o meu nome de fiador, com o parcelamento o banco é obrigado a aceitar ou não tenho escolha ?

    Advogado de Defesa:

    Você pode, sim, pedir para tirar seu nome como fiador. Veja isso na renegociação da dívida

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/02/2008 - 01:23
    Enviado por: Luciano Ramalho

    Só para completar a pergunta anterior, o dono da empresa também foi enganado pelo procurador e não sabia da dívida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/02/2008 - 14:39
    Enviado por: Lívia

    Boa Tarde. Gostaria de esclarecer uma dúvida. Fui sócia de uma empresa. Qdo daépoca da sociedade tivemos que fazer um financiamento junto ao BBrasil onde os sócios figuraram como fiadores do financiamento. Acontece que um mes depois sai da sociedade e os outros sócios ficaram de substituir o fiador junto ao banco. ocorre que eles nao fizeram isso. Atualmente a empresa encontra-se inadimplente com o financiamento e o meu com restrição junto ao Serasa. Gostaria de saber qual a minah responsabilidade pro esta dívida e se tem como meu nome sair do cadastro. Obrigada

    Advogado de Defesa:

    Quando você deixou a sociedade deveria ter exigido que seu nome fosse retirado. Como fiador, você é tão responsável pela dívida quanto os donos

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/02/2008 - 16:30
    Enviado por: denilson

    Meu pai é avalista de seu cunhado num ímovel de aluguel,já venceu o contrato ele continua na casa,meu pai já tem 65 anos e não quer incomodo e pedio para tirar o seu nome,mas seu cunhado não quer tirar,meu pai pode tirar ou não? O que fazer?

    Advogado de Defesa:

    Ele tem de notificar por escrito a administradora do imóvel que não deseja mais ser fiador

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/02/2008 - 09:06
    Enviado por: Danielly

    Referente ao assunto que já havia informado acima, por favor gostaria de saber se as custas de honorários vocaticios da parte reclamante minha mãe deverá pagar?

    Advogado de Defesea:

    Serão as custas processuais, caso ela perda o processo

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/03/2008 - 12:36
    Enviado por: Damiana Farias

    Ola boa Tarde,

    Tenho um namorada e ele quer que eu seja avalista dele para financiar um carro, liguei para a pessoa da consercionaria e a mesma me informou que seria so um contato e que não havaria problemas futuros caso ele não pagasse. Minha pergunta é qual é o risco que eu corro sendo avalista dele, isso pode vir a me dar problemas futuros?

    Advogado de Defesa:

    Se você for avalista e ele não pagar, a cobrança virá sobre você e seu nome poderá também ser negativado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/03/2008 - 16:14
    Enviado por: Fernanda Romero

    Boa Tarde,mora em uma cas alugada e os alugueis estão em dia e fiz uma seguro fiança que não foi renovado este ano e preciso sair daqui pois não tenho mais condições de honrar os alugueis em dia, pedi para a prorpietária livrar a multa resisória mais ela não aceitou, gostaria de saber se posso dividir esta multa, e como faço para depositar as chaves em juízo caso a imobilíaria não as aceite.

    obrigada

    Advogado de Defesa:

    Isso é determiando pelo Código Civil, não pelo do Consumidor

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/03/2008 - 19:00
    Enviado por: João Paulo Teles Della Vedova

    Boa Noite,

    A 4 anos entrei como sócio em uma empresa e a mesma não faliu mas deixouma ocnta no banco do brasil tenho 1% , recebi uma carta do serasa que devo 11.400 reais no BB , como devo proceder?

    Advogado de Defesa:

    Como sócio da empresa, você é responsável pela dívida. Verifique no banco a razão deela e questione os valores se não concordar com eles

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/03/2008 - 09:54
    Enviado por: celia

    Fui fiador do meu primo para abrir uma firma, a empresa faliu e ele foi embora para outro país. Agora o oficial de justica esteve em contato comigo para quitar uma dívida que nao posso pagar com o banco. Tenho um imóvel financiado onde moro com minha familia. Gostaria de saber primeiramente se corro o risco de perder o imóvel? E consequentemente uma dica caso ainda me resta algum direito?

    Advogado de Defesa:

    Como avalista, você é responsável também pela dívida. E no caso de avalista, os bens podem sim ser penhorados

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/03/2008 - 19:28
    Enviado por: Edson Pereira

    gostaria de saber se tem como uma pessoa assumir a divida de um avalista e liberta lo da divida.

    Advogado de Defesa:

    o que pode ser feito é trocar o avalista.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/03/2008 - 15:43
    Enviado por: Claudia

    Boa Tarde!

    Minha mãe e meu pai eram casados e tinham um mercado, se separaram e o mercado ficou para a minha mãe. Acontece que ela passou por um calote e com isso esta com dívidas no banco. Antes desse calote, ela já tinha tirado o nome do meu pai do contrato social do mercado e tb do banco. Só que agora o banco incluiu o nome do meu pai como avalista da dívida, sendo que ele não assinou contrato como avalista e tb não é mais casado com a minha mãe. Isto pode acontecer? Quais as providencias que devemos tomar? Eles não se dão “bem” e isso só esta atrapalhando mais a relação. Cabe processo por danos morais para os dois neste caso?

    Grata

    Claudia

    Advogado de Defesa:

    Cabe sim processo. Você pode recorrer a um advogado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/03/2008 - 10:12
    Enviado por: Joana

    Eu e meu marido somos casados em comunhão de bens. Ele avalisou (sem meu consentimento) o pai dele, no financiamento de um carro. O meu sogro está doente e pode não conseguir pagar o financiamento.
    .Se ele morrer, o meu marido tem que pagar a dívida?
    .Ela ficaria extinta com a morte do sogro?
    .Eu posso ficar livre da dívida alegando que não fui comunidada do ato de aval?

    Advogado de Defesa:

    Dívida também se herda. Portanto, seu marido terá sim de pagá-la. Sobre o aval, você pode requerer se comprovar que realmente não sabia que entrava entrando como avalista. Agora, para ser avalista você deve ter assinado algum documento, o que comprova que você sabia

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/03/2008 - 20:55
    Enviado por: Juceny Santos Araújo.

    Boa Noite, eu gostaria de informações de como proceder no caso de falecimento do titular de um financiamento.
    O meu marido financiou uma moto em 36 parcelas, eu assinei como sua avalista, pagamos apenas 04 prestações, ele faleceu à 10 dias e eu estou sem saber como fazer quanto ao saldo devedor. Eu tenho direito à quitação da dívida? Terei que pagar todas as parcelas, caso queira continuar com a mesma? Por favor, ajudem-me.
    Desde já, muito obrigada.
    Juceny Santos Araújo.

    Advogado de Defesa:

    Se quando da compra, vocês assinaram algum contratode seguro, deve verificar nele se há alguma cláusula sobre morte. Caso contrário, você terá de pagar as prestações por ser avalista e herdeira. Infelizmente, dívidas também podem ser herdadas

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/04/2008 - 16:05
    Enviado por: Rodrigo Scholz

    Um “amigo da onça” me deve mais ou menos R$11.000,00 documentados em nota promissória, título extrajudicial, já protestado em cartório. Acontece que o devedor não possui nenhum bem em seu nome e tem uma lista enorme no Serasa.
    Recentemente me ligou e quer renegociar a dívida, quer parcelar me pagando R$ 200,00 por mês com intercaladas de R$500,00 totalizando mais ou menos 2 anos e meio para quitar por completo a obrigação. Pesquisei e vi que posso elaborar um Contrato de Confissão e Parcelameno de Dívida, mas ele diz que ninguém será seu avalista. A pergunta é : Se eu “fechar” o contrato com ele sem avalista quais garantias terei. E se retirar o protesto estarei abdicando do meui dioreito de credor?

    Advogado de Defesa:

    Os papéis da dívida serão trocados e caso ele não pague você poderá negativá-lo com essa nova dívida

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/04/2008 - 16:03
    Enviado por: patricia

    Sou fiadora de alguém na qual tive uma briga. Como deixar de sê-lo?

    Advogado de Defesa:

    Você deve pedir para a financeira retirar seu nome. Mas nem sempre eles aceitam

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/04/2008 - 17:15
    Enviado por: Carlos

    Fui sócio de um parente há 4 anos atrás. Ficamos 1 ano e meio juntos, mas não deu certo a sociedade e saí sem nada, quer dizer, com dívidas em meu nome no banco. Vendemos a firma e ele abriu outro negócio, continuando a usar o nome da firma antiga no banco. Fomos ao contador e pedi que tirasse o meu nome de tudo, em meu lugar, foi colocada a filha dele. Para mim, tava tudo certo. Voltei a trabalhar como empregado novamente.
    O problema é que ele faleceu e deixou a família endividada. Uma das filhas ficou administrando as dívidas. Mas, ela não era uma pessoa digna e fugiu, dando calote em vários parentes, na cidade, inclusive na própria mãe e na irmã, a dona da firma oficialmente (essas não tem nem onde morar) . E é aí onde começou meu drama, só agora o banco me informou que eu e minha esposa éramos fiadores deles até hoje, ou seja, o meu PARENTE, já falecido não fez o que combinamos, não tirou meu nome do contrato de custódia de cheques do banco e essa operadora financeira foi renovando o contrato ano a ano tendo-nos como fiadores, sem nos informar. Resultado : o banco quer que eu e minha esposa paguemos a dívida (que é em torno de 10.000,00). Não tenho nenhum bem, moro de aluguel, tenho apenas um filho de 7 anos , minha esposa é professora e eu, no momento estou sem carteira assinada. O Banco pode realmente me obrigar a pagar essa dívida? Nossos nomes já estão no CERASA.
    Tem como provarmos na justiça que não temos mais nada a ver com essa firma, já que saí dela há 4 anos? Vale a pena gastar com advogado para ganhar essa causa ou é tempo perdido?
    Há esperança para mim e minha esposa? Ela está com depressão, tem pressão alta e quase não suportou essa traição de seus familiares.
    Obrigado desde já.

    Advogado de Defesa:

    Se vocês têm algum documento que comprove que sairão da sociedade e foi pedida a retirada do nome, vale a pena sim entrar com processo no Justiça

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/04/2008 - 15:31
    Enviado por: Raphael

    Assinei sem saber das implicações como avalista de uma empresa onde trabalhava. A empresa faliu, e o dono não pagou os cheques que estavam no banco. A minha supresa que recebi uma carta do banco me cobrando. Tem como eu retirar meu nome de avalista no banco, judicialmente? Tenho terreno, automóvel e casa em meu nome. Corro risco de perder meus bens?

    Advogado de Defesa:

    Você poderá retirar se conseguir provar na Justiça, que assinou sem saber que estava sendo avalista. Corre, sim, o risco de perder os bens se for feita cobrança judicial

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/04/2008 - 18:24
    Enviado por: sergio

    eu, meu irmão e minha cunhada somos sócios de uma empresa contábil. Ficamos devendo mais de R$ 27.000,00 a um cliente por um erro nosso. Fizemos um termo de reconhecimento e confissão de dívida onde, fomos avalistas e demos em garantia o único imóvel do meu irmão. Tenho medo que não consigamos pagar o valor na data aprazada, motivo pelo qual será deflagrada açao competente. Como avalista, meu irmão e sua esposa podem perder a casa?Obrigado pela atenção.

    Advogado de Defesa:

    Se ela foi dada como garantia, sim

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/04/2008 - 12:27
    Enviado por: Robinson Fernando Demore

    Sou avalista de uma granja do meu avô, e só pude ser avalista porque tenho um terrreno registrado em meu nome, minha duvida é se posso vender o terreno.

    Advogado de Defesa:

    Precisa ver se o terreno foi dado como garantia da dívida

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/04/2008 - 23:28
    Enviado por: Elizangela Tamanho Fontana

    Gostaria de saber, tenho uma divida em uma loja de roupas e meu nome ja esta em SPC e SERASA e não pretendo pagar por motivos financeiros e por as roupas ja estarem em condições de velhas em pouco tempo.O que pode acontecer comigo além do nome ja esta sujo? Poderá vir em minha residencia um oficial de justiça? Posso passar por essa vergonha? Obrigada pela atenção.Abraço Elizangela.

    Advogado de Defesa:

    Eles podem fazer cobrança judicial, sim.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/04/2008 - 21:19
    Enviado por: Ronaldo Silva

    Tenho uma dívida junto à uma agência do Bradesco, do qual possuo uma conta corrente, referente a cartão de crédito e saldo devedor. Acontece q recebi uma quantia em uma OUTRA conta em outra agência tbm do Bradesco, mas POUPANÇA. DEscontaram do meu saldo alguns débitos da conta corrente ref. aos cartões VISA.
    Pergunto: Eles podem mexer numa conta poupança de outra agência? Tem esse direito?

    Advogado de defesa:

    O banco só pode debitar valores de contas com a autorização do correntista. Se você não autorizou, pod entrar com processo no Juizado Especial Cível

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/04/2008 - 13:45
    Enviado por: deise

    Minha sogra e meu sogor foram avalistas em 2003 para empresa do meu cunhado, acontece, que ele não pagou os 03 ultimos meses, por ter ficado com a chave para reforma, e tambem não fez. No entanto quendo houve a primeira intimação, o meu cunhado deu para um advogado de uma escola Unicasteleo, o quel o memso gavetou e correu a revelia. passado este tempo , a divida hoje se encontra em 39.000,00,(o valor na divida na epoca era 14.000,00) e a casa foi para leilão, so que não houve lances, o unico lance que houve foi da propria advogada da imobiliaria que levou um homem para arrematar, mas o juiz deu um prazo de 48 horas para meu cunhado quitar esta divida(37.000,00) Minha sogra tem 70 anos meu sogro 69, é o unico umpovel, eles correm risco de perder???

    Advogado de Defesa:

    Infelizmente, sim. Só se pagarem a divida eles manterão a casa

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/04/2008 - 17:04
    Enviado por: Laura Lopes

    Boa tarde! Financiei um carrro no valor de 15.500,00. Dei de entrada 1 moto no valor de 3.000,00 e o restante ficou parcelado em 48 x 440,00 (BV Financeira). Agora por motivos maiores, preciso vender o carro pois não estou podendo continuar a pagar as prestações. Já estão pagas 12 parcelas faltando 36. O meu investimento ate agora foi de + de 9.000,00. Para eu poder vender um alguma garagem precisaria saber o valor pra quitar o carro. Quando liguei para financeira, ela me informou o valor para quitação + ou – 14.500,00.
    Sendo que 36 x 440,00 = 15.840,00.
    Ou seja, a financeira não tirou totalmente os juros devidos. Como fazer com que ela realmente informe o valor correto que devo? Se eu entrar com agluma ação, não conseguirei vender para terceiros. O que fazer?

    Advogado de Defesa:

    Ela tem de tirar os juros futuros. Você pode recorrer ao Procon

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/04/2008 - 22:45
    Enviado por: Robinson Fernando Demore

    Como posso saber se o terrreno foi dado como garantia da divida se na escritura do meu terreno não tem nada marcado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/04/2008 - 19:35
    Enviado por: SANDRA

    Olá, á 4 meses fui fiadora de um imovel, onde eu trabalhava, sai de lá faz uns dias , agora quero me retirar como fiadora, fui retirar meus documentos o “advogado”da imobiliaria disse que não posso, a lei me obriga a ser fiadora mesmo eu não querendo? posso entrar com uma ação para retirar meus documentos? é minha casa que está em jogo…obrigada

    Advogado de Defesa:

    Você pode entrar com processo, mas é difícil sair da condição de fiadora

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/04/2008 - 10:11
    Enviado por: Rogerio

    Bom dia, meu pai, tinha uma empresa que faliu, em 2000, e eu era socio, mas só vim a saber agora, como posso fazer, para limpar o meu nome dessa falencia. Grato.

    Advogado de Defesa:

    Se você era sócio, assinou os papéis de abertura da empresa. Se não fez isso e forjaram a documentação, pode pedir judicialmente para que retirem seu nome da sociedade

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/04/2008 - 23:08
    Enviado por: Robinson Fernando Demore

    Sou avalista da granja de meu avô, só pude ser avalista porque tenho um terreno registrado em meu nome, minha duvida é se posso vender o terreno, como posso saber ou onde posso consultar para ver se o mesmo foi dado como garantia da divida, e o que pode acontecer se acaso eu vender o terreno, a pessoa que for comprar vai conseguir registrar em seu nome normalmente…
    Grato.

    Advogado de Defesa:

    Quando você assinou como avalista apresentou alguma prova desse terreno ou preencheu algum documento dizendo que tinha ele? Se sim, pode até vendê-lo, ams se houver algum problema o negócio pode até ser cancelado pela Justiça

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/04/2008 - 00:15
    Enviado por: Fernanda

    Uma amiga minha foi avalista de um financiamento para compra de um trailer de lanches e a pessoa não pagou nenhuma prestação ainda. A cobrança já está nas mãos do advogado e estão cobrande dela, a avalista. Gostaria de saber se tem algum meio de ela exigir a venda do trailer para que o devedor principal pague a dívida.
    Ainda gostaria de saber se como avalista ela será responsável somente pelo pagamento das prestações atrasadas ou pelos juros também?
    Voce aconselharia uma renegociaçao da dívida total ou somente das parcelas atrasadas.
    Obrigada.

    Advogado de Defesa:

    Avalista pode sim ser cobrado e terá de pagar tudo, inclusive os juros. Ela pode optar em pagar tudo ou só as prestações e depois entrar com ação contra a dona do trailer

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/04/2008 - 12:17
    Enviado por: Rosalba Teixeira Nascimento

    Sou casada em comunhão de bens e meu marido é avalista de um automóvel da sua irmã. Eu não assinei o contrato como avalista e sua irmã deixou de pagar as prestações.
    Nós corremos o risco de perder algum imóvel para o banco?

    Meu marido pode retirar o seu nome de avalista do do contrato?
    Ele pode autorizar (ou obrigar) a busca e apreensão do automóvel e sugerir a renegociação da dívida (valor do automóvel menos saldo devedor)?

    Advogado de Defesa:

    Como fiador, pode sim ter o imóvel penhorado. É difícil retirar o nome como avalista. Quanto a busca e apreensão, que faz é o banco. O mais certo aí e pagar a dívida e entrar com ação contra o dono do carro

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/04/2008 - 19:24
    Enviado por: mariana gomes teixeira

    meu marido tinha uma empresa que faliu, e como sou casada judicialmente, ele me dizia que tinha que assinar uns contratos para manutenção da conta da empresa, so que agora a divida nao foi paga pela empresa e estão acionando os avalistas, eu e ele, inclusive ja estamos com o nome no Serasa, como posso rever essa situação, pois estou me sentindo lesada, pois que na ocasião ele me omitia verdadeiramente do se tratavam os documentos que me fazia assinar, me chamando de tola e que aquilo não era nada de importante, somente mera formalidade do banco.

    Advogado de Defesa:

    Você assinou e é tão responsável quanto ele. Se tiver provas de que assinou sem saber o que fazia, pode procurar um advogado e entrar com ação contra ele

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/04/2008 - 11:49
    Enviado por: Erison

    Olá, vendi um carro pra um terceiro sem trasnferir a dívida, ele estava pagando tudo em dia mas agora começou a atrasar.
    O fato é que o meu cunhado foi avalista deste carro quando eu comprei, e ele é sócio de uma empresa que está tendo sério problemas por conta deste financimento que não está sendo pago.
    Minha pergunta é, é possível tirarmos o nome do meu cunhado como avalista neste processo? Ele não foi consultado quando eu vendi o carro.

    Advogado de Defesa:

    Você deve verificar com a financeira se ela vai aceitar, e se sim terá de arrumar outra pessoa para colocar no lugar, o que será difícil, uma vez que as prestações estão atrasadas e ninguém vai querer ser fiador

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/04/2008 - 21:40
    Enviado por: marilsa

    Boa Noite…
    Tinha uma moto que estáva financiada em meu nome. Vendi a mesma e dei o recibo de quitação assinado e sem data. Agora a mesma está presa na policia devido irregularidades do condutor. Não quero assinar os documentos pra ele retiar pois senão ele não irá passar para o seu nome. A pessoa disse que pode me processar por causa disso. è isso mesmo??
    Obrigado

    Advogado de Defesa:

    Você pode pedir a interdição da moto no Detran, uma vez que vendeu e ele não passou para o nome dele

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/05/2008 - 09:34
    Enviado por: tatiane

    Bom Dia…
    minha mãe tem uma conta corrente no banco do brasil. A conta é conjunta comigo porém ela é a titular. Ela fez alguns empréstimos CDC, e agora está muito doente. Gostaria de saber se, no caso de ela falecer,o que acontece com a dívida? Acaba, ou eu vou ter que continuar pagando por ela?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/05/2008 - 12:26
    Enviado por: Marcos Alberto

    Gostaria de saber se o banco pode cobrar taxas de manutenção de uma conta aberta em 06/2000, da qual nunca foi desbloqueada, nunca o cliente recebeu o cartão, talão de cheque, senha, etc. Logo nunca foi utilizada! Ele pode hoje (06/05/2008) depois de todo esse tempo cobrar valores da mesma? Como eles podem alegar que excedemos o limite sem ao menos ter utilizado? Eles podem ameaçar e/ou incluir o nome ao SERASA?
    Obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/05/2008 - 13:29
    Enviado por: daniella

    por favor preciso de orientação
    Comprei um apartamento de uma conhecida ,paguei 50.000,00 e depois parcelad mensais de 5.000,00 quando fui registrar apareceu q o mesmo estava com uma penhora de uma dicida de 11.000,00 da antiga proprietátia , meu adcogado entrou com o pedido de excesso de penhora para q essa penhora não fosse em sima do valor , esse procedimento está correto ???? aguardo obrigada desde já

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/05/2008 - 13:00
    Enviado por: marcia

    Tenho um irmão individado até o pescoço e doente ,alcoolismo eu e minha vinhamos tentando limpar o nome dele , mas acabou o dinheiro e ele tem um imovel da massa falia da encol que conseguimos tirar da massa falia , mas ele estava dentro de uma empresa dele qu8e fechamos, agora não queremos colocar este imovel no nome dele , meu irmão mais velho quer comprar , mas estamos inseguros , porque achamos que amanhã me irmão pode perder este apartamento para a justiça , ser arestado para pagar dividas dele.Pode acontecer de meu irmão comprador escriturado nop nome dele assumiu dividas de IPTU, perder este apartamento?
    Obrigado pela atenção

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/05/2008 - 14:33
    Enviado por: odilo camargo

    Gostaria de saber dentre que idade se pode ser avalista para uma locação de imóveis , houvi dizer que acima de secenta e cinco anos não pode pois a pessoa que eu tenho como avalista já passa desta idade.
    Por favor me oriente o que fazer neste caso.
    Aguardo sua respostas, ORIGADO.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/05/2008 - 16:15
    Enviado por: Rosane Oliveira

    Gostaria de uma orientação. Fui fiadora de meu pai quando ele tinha um pequeno comércio. Ele faliu e se desfez do maquinário em parcelas fixas (40) de 300,00. Na entrega das chaves da loja, a imobiliária cobrou rescisão, aluguéis atrasados e outros impostos totalizando 7400,00. Ele quer pagar a dívida com esses cheques do maquinário.
    A imobiliária pode recusar e querer que eu pague a dívida em menos parcelas. Meu pai não está se recusando a pagar, apenas não tem condições de pagar de outra forma, pois tem 73 anos e hoje após a falência vive comigo e minha filha.
    Aguardo sua resposta e desde já agradeço imensamente. Obrigada.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/05/2008 - 16:17
    Enviado por: Rosane Oliveira

    Gostaria de uma orientação. Fui fiadora de meu pai quando ele tinha um pequeno comércio. Ele faliu e se desfez do maquinário em parcelas fixas (40) de 300,00. Na entrega das chaves da loja, a imobiliária cobrou rescisão, aluguéis atrasados e outros impostos totalizando 7400,00. Ele quer pagar a dívida com esses cheques do maquinário.
    A imobiliária pode recusar e querer que eu pague a dívida em menos parcelas. Meu pai não está se recusando a pagar, apenas não tem condições de pagar de outra forma, pois tem 73 anos e hoje após a falência vive comigo e minha filha.
    Aguardo sua resposta e desde já agradeço imensamente. Obrigada.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/05/2008 - 18:32
    Enviado por: marcos

    tive uma firma depois de algum tempo meu cunhado entrou para trabalhar junto, colocou capital nela ficou por um ano resolveu sair e mandou eu assinar um contrato para comprar a parte dele cem saber que ele a deixou a firma com dividas.Descobri depois que o dinheiro que ele retirava do caixa era para construir uma casa tambem fiquem sabendo que o carro que ele comprou e pagava as prestaçoes do caixa da firma quando eu assinei o contrato ele falou que era so minha irma nao reclamar

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/05/2008 - 14:49
    Enviado por: valter neves

    Fui avalista, juntamente com minha espôsa, de um financiamento para capital de giro e compra de equipamentos para uma loja do nosso filho, através do Banco do Nordeste. Ele pagou 10 prestações do empréstimo e em decorrêcia de inúmeros fatores quebrou e perdeu tudo. Ele não procurou o banco para renegociar porque não tinha como continuar pagando, pois está desempregado. Tenho um imóvel financiado pela CEF e gostaria de saber se por ser avalista corro o risco de perder este imóvel.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/05/2008 - 15:18
    Enviado por: Jô Magalhães

    Pesquisando na internet li em algum lugar e me lembro claramente de ter lido, apena não lembro onde. O fato do marido avalizar empréstimo a terceiros sem prévia autroização da esposa o ato seria nulo? Procede tal comentário?
    Gostaria de receber resposta no meu email.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/05/2008 - 17:30
    Enviado por: PAULO HENRIQUE DA SILVA CAMPOS

    FUI FIADOR DE UMA CONTA COM LIMITE DE R$1000,OO E GIRO RAPIDO DE 2000,00, POR UM ANO. QUANDO VENCEU FUI COM UM DOCUMENTO NO BANCO PEDINDO O CANCELAMENTO DE MEU NOME COMO FIADOR.A CONTA ESTAVA POSITIVA.O GERENTE RECEBEU O DOCUMENTO E AUTENTICOU A MINHA VIA. ISTO EM 2003,QUANDO FOI 2006 COLOCARAM MEU NOME NO SERASA.ELES ALEGARAM QUE MEU DOCUMENTO NÃO VALE NADA,POIS O LIMITE É POR TEMPO INDETERMINADO,E COM ISSO DEPOIS DE 2003 FOI FEITO UMA DIVIDA E A FIRMA NÃO PAGOU. SERA QUE ESSE DOCUMENTO REALMENTE NÃO TEM VALOR? O BANCO NÃO DEVERIA TER BLOQUEADO A CONTA E EXIGIDO OUTRO FIADOR?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/05/2008 - 20:36
    Enviado por: antonio campos

    quando falece uma pessoa que tem herdeiros e bens,um irmão com avalista,e o preço dos imóveis é maior que a divída.na justiça ele pode aposar dos imovéis,sem o comonicado dos herdeiros ou sem que fosse feito inventário.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/05/2008 - 16:01
    Enviado por: claudia melo

    Minha mae foi avalista de 1 emprestimo para os netos dela.Ela tem 73 anos,o banco te-la aceitado e um procedimento legal?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/06/2008 - 10:51
    Enviado por: verani spindola

    uma cliente foifiadora do marido, mas com a separação não quer pagar as prestações e o meu nome esá negativado, o que posso fazer. o contrato é de 2007. grata.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/06/2008 - 22:21
    Enviado por: Marcos Antonio

    Fui sócio de uma empresa, na época eu e minha esposa entramos como avalistas no banco do brasil. Os atuais donos não conseguem quitar a dívida. recebemos uma notificação do banco informando que o não pagamento resultará entre outras a inclusão dos nomes no SPC/SERASA. isso pode resultar,futuramente, em bloqueio de meu cartão de crédito que é de outro banco, mesmo que eu pague as faturas sempre em dia.
    Tenho meios de juridicamente fazer com que os donos hipotequem ou vendam o seu único imóvel para quitar a dívida, para que não sejamos prejudicados. Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/06/2008 - 12:56
    Enviado por: Pâmela

    Bem , meu problema é o seguinte:
    Meu pai é avalista em um emprestimo no banrisul. A pessoa não pode mais pagar o emprestimo, meu pai tem apenas um comercio no nome dele . Então a justiça pode tirar o comercio? E se caso meu pai vier falecer que pe o avalista , o que acontece com a divida? vai passando de geração até ela ser quitada?
    E no caso em que a pessoa que nao esta pagando morrer? como fica a divida

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2008 - 00:26
    Enviado por: marga

    sou avalista de uma firma que herdei cotas eu me afastei e meu socio continua trabalhando eu nao assinei o contrato comosocia da firma e ele o provavel socio esta me processando,mas eu sou avalista como me livrar disso

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/06/2008 - 23:19
    Enviado por: Suelen

    Ola, fui avalista da minha irma para financiamento de carro e a mesma nao paga o carro ha 3 meses. Meu nome foi para o serasa. Tem como entrar com algum tipo de processo para o banco retomar o carro e tirar meu nome do prejuizo? obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/06/2008 - 14:49
    Enviado por: Alexandre

    Bom, estou com o seguinte problema. Meus pais de 63 e 60 anos aceitaram ser avalistas de um emprestimo de um parente junto a Caixa Econômica para aquisição de uma loja. Colocando como garantia a casa onde meus pais vivem e uma outra que eles possuem. O parente é claro não pagou a Caixa. E esta após três mês sem receber enviou aos meus pais um comunidado alertando do não pagamento e que eles podem ter os nomes registrados nos orgãos de proteção ao crédito.
    O parente é claro, desapareceu, não é mais encontrado em lugar nenhum e seu telefone não existe mais.
    A dúvida é: Como livrar meus pais desta situação? Posso alegar que por terem idade avançada eles foram enganados a assinarem o documento onde eles colocam os imóveis como garantia de pagamento da dívida deste parente?
    Ou existe alguma outra maneira de livra-los desta situação sem prejudica-los?
    Muito Obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2008 - 16:12
    Enviado por: sonia borgatto

    boa tarde , estou com um inquilino que a2 meses não paga o aluguel e o contrato não foi renovado e pedi a casa mas ele se nega a pagar o aluguel como de vo agir nesta situaçaõ

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2008 - 16:14
    Enviado por: sonia borgatto

    boa tarde , estou com um inquilino que a2 meses não paga o aluguel e o contrato não foi renovado e pedi a casa mas ele se nega a pagar o aluguel como de vo agir nesta situaçaõ

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/06/2008 - 21:22
    Enviado por: rodrigo

    eu devo 15 mil reais mais não tenho dinheiro
    para paga qual e o risc que eu corro.
    esse conta do meu cartão estreno

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/06/2008 - 04:55
    Enviado por: antonio ribeiro soares neto

    o meu sogro possui uma casa, que esta em usofruo do mesmo.
    eu fiz um negocio recebi e não entreguei.
    agora estão dizendo ao meu sogro que o imovel dele vai a leilão por causa deste acontecido.
    isto é possivel?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/07/2008 - 12:14
    Enviado por: Valentim

    Sou avalista de uma empresa junto ao BB e que utilizou o proger para ampliação da mesma, só que a empresa foi vitima de um golpe e hoje ela não tem condições nenhuma de pagar a divida do proger.
    O meu nome está cheio de restrições no comercio e eu não posso fazer nada.
    Existe alguma forma para que eu possa retirar o meu nome como avalista ou resolver essa situação minha ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/07/2008 - 11:04
    Enviado por: visitante

    sou asadacom comunhão de adquiridos, no entanto tive de por o meu ordenado noutra conta uma vez que o meu marido não tem controle nas contas. No passado mês a Cx. G. Dep. foi a minha conta sem me avisar tirar dinheiro para pagar contas do meu marido , as quais não tenho conhecimento, com por exmplo créditos que faz. Pode a Cx. fazer isto sem autorizaçâo ou pelo menos avisar a pessoa em questão, pois agiram de má fé uma vez que estive com o dito Sub-gerente no dia anterior e não me disse nada.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/03/2010 - 10:49
    Enviado por: PATRÍCIA

    BOM DIA! FUI AVALISTA DO MEU EX NO CARRO E COMO FAÇO PARA RETIRAR MEU NOME? BEIJOS

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/03/2010 - 11:17
    Enviado por: erica

    fiz um financiamento pela caixa economica na compra de um terreno e constuçao começamos fazer alicerso maisa prefeitura nao liberou a planta e agora parei a obra com o nome suja tenho dividas a caixa quer desfazer mas e a divida esta na mao do advogado para dar entrada sera k ganho alguma coisa comprei algumas coisa na caixa como;casadinha,seguro de vida ,seguro da casa ok eu faço obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/03/2010 - 19:17
    Enviado por: edna marcia ferreira

    Eu e meu marido,fomos fiadores do meu cunhado de aluguel comercial num valor muito alto.Sei que esta tendo dificuldades e ja algum tempo vem se arrastando,pagando 1 mensalidade e 2 ficando sempre atrasada.O estress è enorme .o contrato é de 17/12/2007 á 16/06/10.Como posso evitar que esse contrato seja renovado,já que existe uma clausula dizendo que se renova automaticamente?? ME ORIENTE POR FAVOR

    responder este comentário denunciar abuso

    • 02/03/2010 - 19:44
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não depende de você, depende de quem fez o contrato, no caso seu cunhado. Se ele não se manigestar, haverá a renovação. E vocês continuam fiadores. Ou vocês entram em acordo com ele para deixarem de ser fiadores ou tentem a Justiça para conseguir ese rompimento, com poucas chances de sucesso.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 06/07/2010 - 15:55
      Enviado por: dR. pEDRO DA SILVA REIS

      De acordo com a Lei 12.112 de 09.12.2009, quando da época da renovação do contrato voce pode notificar o proprietário do imóvel que pretende não continuar como fiadora. O propritário deverá intimar o locatário para substituir o fiador. Tens outros direitos, mas para isso necessário será a análise do contrato.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 03/03/2010 - 13:06
    Enviado por: Aroldo Monteiro

    Olá, sou ex-socio de uma empresa no tempo tiramos uma VAN com o tempo ficou umas parcelas a pagar, e em no contrato fala: “Paragrafo Unico – O socio remanescente, assume a responsabilidade por todo Ativo e Passivo vereficados até esta data, enquanto nao providenciar a admissao de outro(s) socio(s) na Sociedade”. Então eu continuo sendo avalista da VAN desta empresa por mas que nao esteja na sociedade?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/03/2010 - 10:53
    Enviado por: Valéria da Silva

    Olá. Fui fiadora de um contrato de aluguel, que valia por um ano. Quando esse prazo venceu, não fui chamada novamente para assinar o contrato.

    No entando, parece que meu nome continuou como fiadora, pois, agora, recebi uma intimação para pagar a dívida de aluguel deixada pelo locatário, depois daquele ano.
    Eu sou mesmo responsável, mesmo não tendo assinado mais nenhum contrato?
    Muito Obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/03/2010 - 12:34
    Enviado por: EDUARDO

    Prezados,

    Fui sócio de uma empresa e vendi minhas cotas. Saí do contrato social e fui ao Banco entregar o aditivo do Contrato Social para que tirassem meu nome da conta bancária até então com saldo positivo. A atendente me garantiu que estava tudo ok. Passaram-se meses e agora estou sendo cobrado pelo Banco do Brasil o cheque especial e giro-rápido utilizados e não pagos pelos novos sócios. Meu nome e da minha esposa estão no SPC e SERASA. Fui no Banco e eles disseram que continuo avalista da conta, mesmo não sendo mais sócio. Vou passar a vida toda como avalista?? Foi erro do Banco em não alterar o contrato de crédito do Banco conforme novo aditivo ou fui ingênuo em acreditar na conversa da atendente?

    Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 11/03/2010 - 00:12
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Ese é um caso de direito comercial e societário, não de direito do consumidor. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 16/03/2011 - 00:09
      Enviado por: Marina

      Olá eduardo,
      Vi a mensagem sobre seu problema do ano passado. Estou passando por uma situação semelhante e gostaria de saber se você conseguiu resolver e sair de avalista dos empréstimos da conta PJ da empresa que você n fazia mais parte. Foi necessário a contratação de uma advogado?

      Muito Obrigada pela atenção,

      responder este comentário denunciar abuso
  • 10/03/2010 - 13:51
    Enviado por: Ildo Mittanck

    Minha companheira (viuva de fato)comprou um carro no qual entrei como avalista, porém ela faleceu antes da quirtação do veiculo.
    Sou obrigado a pagar a divida ou ela caduca com a morte do titular???
    Grato pela atenção.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 11/03/2010 - 00:03
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se há avalista, então neste caso você terá de pagar. Mas não custa acionar um advogado caso você receba uma cobrança.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/03/2010 - 03:31
    Enviado por: léo carvalho melo

    to querendo alugar um ap pra montar uma rep e preciso d um fiador, no caso minha mae..
    mas ela ta comedo do resto do pessoal nao arcar com os compromissos e ela se ferrar..
    bem ouvi dizer q agora a lei eh assim para fiadores
    tipo se vc eh um fiador e o locatario nao arca com os compromissos, o que aconte eh o seguinte, vc como fiador recebe uma carta avisando q o locatario nao pago o mês, ai vc paga o mês e automaticamente vc deixa d ser o fiador e o locatorio tem um prazo p arrumar outro e se nao arrumar eh despejado..
    ow seja o maximo d prejuizo que o fiador leva eh o mÊs nao pago do aluguel
    por acaso isso eh verdade??
    agradeçendo desde já

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/03/2010 - 09:59
    Enviado por: Anderson Barbosa

    Olá ! meu colega vai tirar um carro financiado e ele pediu pra mim ser avalista dele, mais eu ainda nao assinei nenhum termo mesmo assim eu posso ser prejudicado?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 15/03/2010 - 22:02
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Em tudo na vida é possível se prejudicar. Pense bem antes de ser avalista de alguém, mesmo que seja sua mãe ou seu pai.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 15/03/2010 - 17:36
    Enviado por: Lene

    fui fiadora de uma casal que eram “meus amigos”. Eles alugaram uma sala para comercio e não pagaram alugueis, contas de luz, etc… Recebí mandado de intimação me dando um prazo para o pagamento ou meu imóvel seria penhorado (só tenho este imovel e moro nele). Falei com a proprietária da sala e ela está me dando um tempo, e até disse que posso vender o imovel e quitar a divida.
    Pergunto: o que faço para processar este casal e, claro, fazer eles pagarem a divida, inclusive por danos morais, pois estou passando por muitas situações constrangedoras…
    grata.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/03/2010 - 23:26
    Enviado por: Carla

    Sou avalista de financiamento de um caminhão, o dono do caminhão nao fez o seguro e a pouco tempo esse caminhao sofreu um acidente em que deu perca total, e morte do motorista, agora as parcelas do financiamento estão em atraso e me deram o conselho para pedir a substituição do avalista, pois tenho comercio e não posso ser protestado pois dependo de creditos bancarios para girar meu capital. Realmente há possibilidade de me substituirem para que meu nome nao fosse protestado?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 18/03/2010 - 00:08
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Em tese sim, mas quem vai querer assumir essa questão? Você precisa do auxílio de um advogado para negociar quando for cobrado pela financeira.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 22/03/2010 - 15:13
    Enviado por: Carla Moraes

    Meu pai foi fiador de uma locação de um imovel para moradia de julho/2005 a ago/2006 (data da entrega do imovel). Ocorre que o locatário deixou na época, uma conta de condominio de jan/06 em aberta, por ter cobranças de multas indevidas, a qual não foi cobrada no fim do contrato. Somente agora, quando houve intenção do proprietario vender o apto, as cobranças sobre o tal condominio começaram. No entanto, meu pai não possue mais o imovel em questão, e também não possue outro bem qualquer, é aposentado, e tem uma filha deficiente física que é ainda dependente dele. Gostaria de saber se esta cobrança ( à ele ) é devida após tanto tempo da entrega do imovel? E como ele deverá agir para que não tenha maiores problemas?
    Agradeço desde já a atenção,

    Carla Moraes

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/03/2010 - 20:57
    Enviado por: Dannyele

    Sou avalista de um veículo financiado em maio de 2010 e não pretendo mais ser, na ocasião a pessoa era meu companheiro e sócio, hj não mais, o que posso fazer?

    favor enviar e-mail caso seja de conehcimento dannyalcoforado@gmail.com

    responder este comentário denunciar abuso

    • 29/03/2010 - 21:57
      Enviado por: Marcelo Moreira

      NO máximo tentar ma Justiça a retirada do seu nome do contrato, mas as possibilidades são mpinimas de conseguir.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 31/03/2010 - 11:46
    Enviado por: Sandra

    Bom Dia! Sou fiadora de um salão q meu ex-marido locou para abrir uma empresa, a empresa faliu. Ele tinha me dito que esvaziaria o salão. Mas, hoje, recebi uma intimação com aluguel atrasado de 1 ano no valor de R$ 8 mil. Ele ainda está ocupando o salão p estocar produtos da empresa inativa. Ele não teria que ser despejado do salão, antes de me acionarem para pagamento da divida? Se eu conseguisse negociar a divida com ele e com o proprietário… de que me adiantaria se ele ainda vai estar gerando custos?
    O que posso fazer para resolver isso?
    Grata

    responder este comentário denunciar abuso

    • 01/04/2010 - 00:15
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Uma coisa é a ação de despejo, outra coisa é a cobrança ao fiador. Uma coisa nada tem a ver com a outra. Procure um advogado e tente renegociar a dívida.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/04/2010 - 16:26
    Enviado por: NILO CÉSAR

    OLÁ

    MEU PAI FOI AVALISTA EM DUAS OPERAÇÕES BANCÁRIAS NO VALOR DE 60.000,00(DUAS DE TRINTA MIL) EM DOIS BANCOS DIFERENTES. O FATO É QUE A EMPRESA DA QUAL ELE FOI AVALISTA QUEBROU. JÁ SE PASSARAM DOIS ANOS E AGORA OS BANCOS ACIONARAM MEU PAI NA JUSTIÇA. GOSTARIA DE SABER QUAIS OS RISCOS QUE ESXISTEM DE O MEU PAI PERDER A ÚNICA CASA QUE NÓS TEMOS E OS SEU DOIS AUTOMÓVEIS.

    OBRIGADO.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/04/2010 - 21:17
      Enviado por: Marcelo Moreira

      São grandes, já que ele é o avalista. É melhor procurar rapidamente um advogado para se defender na Justiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/04/2010 - 16:52
    Enviado por: robertopadilhade

    Boa tarde,
    Sou sócio de empresa devedora de impostos federais (já fechada há 3 anos). Atualmente, tenho conta corrente no BB onde atualmente recebo salário como servidor federal. Entretanto, este mês o sistema BACEN-JUD bloqueou meu saldo por ser devedor do CADIN. Pergunto qual tipo de petição judicial impetro para desbloqueio da conta. Pergunto, também, se o juiz poderá determinar desconto mensal em folha salarial, caso eu venha a informar minha condição de servidor federal?
    Agradeço a atenção

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/04/2010 - 21:14
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Antes de mais nada procure um advogado para entrar na Justiça, sem ele será impossível fazer qualquer coisa. E a Justiça pode sim determinar o sequestro de parte da renda da conta corrente.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 14/04/2010 - 10:02
    Enviado por: joelma

    Bom dia,

    Meu sogro comprou um carro e fez em 60x mas agora ele não esta conseguindo pagar, já esta com 3 parcelas atrasadas e ele não vai poder pagar pq esta com uma doença a qual esta gastando muito com remédios, minha sogra foi avalista, eles estão com medo que seu único imóvel onde moram seja penhorado. Corre o risco que isso aconteça? Por favor preciso de uma resposta.

    Agradeço!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/04/2010 - 15:39
    Enviado por: NILO CÉSAR

    MAS A CASA NÃO É UM BEM DE FAMÍLIA??????????

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/04/2010 - 13:02
    Enviado por: MARCIO

    Gostaria que alguem me exclarecesse, fui avalista fiador no banco, dando a minha casa em garantia assinado e registrado em cartorio, corro o risco de perder a minha unica casa se nao for pago a divida

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/04/2010 - 00:08
    Enviado por: fabio

    Olá ! Estou com um problemão na mão! Eu vendi uma moto para meu irmao ainda financiada em meu nome tudo! entreguei meu carnê a ele o documento e o recibo tambem e a chave pois tinha confiança nele! mas logo adiante ele fez negocio com um colega e passou a moto com o financiamento em meu nome e deu o recibo tambem com o documento,Só que agora eu quero transferir para o nome do cara a divida,e tambem a moto, e ele esta me enrolando! O que eu devo fazer? O que tenho direito nisso? ou como faço para bloquear esse documento?Obrigado aguardo

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/05/2010 - 07:34
    Enviado por: cristina

    Olá,meu esposo entrou como avalista ,na compra de um carro,se eles não pagar existe a possibilidade de devolver o carro pela divida? e os comprovantes de pagamento deve ficar com meu esposo?obrigada desde já!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 10/05/2010 - 15:53
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se ele é avalista terá de cobrir a inadimplência do titular. DEvolver o carro, só negociando com o credor, que tem o direito de recusar. Após isso, só recorrendo à JUstiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 31/05/2010 - 09:30
    Enviado por: Lucas

    Olá
    Gostaria de esclarecer uma dúvida
    Se o próprio devedor assina como avalista, quais são as consequencias jurídicas? O contrato se tornará nulo? Se possível fundamentar a resposta
    Agradeço desde já

    responder este comentário denunciar abuso

    • 31/05/2010 - 17:01
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Em nosso entendimento o contrato é nulo, mas essa não é nossa especialidade, aqui é um blof de defesa do consumidor, não lidamos com questões financeiras ou contratuais. Por favor, procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 14/06/2010 - 22:29
    Enviado por: cristiane

    ola eu comprei um carro, e ele esta 3 parcela em atraso,,meu pai é o fiador ,agora ele deseja finaciar uma casa ,isso tem aguma coisa a ver pode não da certo,,pusca e apreção é com quanto tempo ?????????
    agradeço desde já

    responder este comentário denunciar abuso

    • 14/06/2010 - 22:53
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Difícil entender a dúvida, mas vamos lá: você corre o risco de ter o carro apreendido. E seu pai corre o risco de ter problemas futuramente se a dívida continuar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 18/06/2010 - 12:05
    Enviado por: Silvio dos Santos

    Ola teria como retirar o nome de minha esposa do spc, é por que ela ficou como avalista pra mim e então fiquei desempregado e não consegui pagra a dívida e eles colocaram o meu nome e o dela neste orgão. Vc poderia me ajudar exclarecendo o que posso fazer?Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 18/06/2010 - 18:23
      Enviado por: Marcelo Moreira

      O nome dela só sai do SPC se a dívida for paga, já que ela é a avalista. Nâo hpá irregularidade alguma no procedimento da empresa.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/06/2010 - 21:35
    Enviado por: Marisa

    Meu irmão foi fiador em um consórcio da sogra ela e o marido morreu.
    A empresa do consórcio esta cobrando o meu irmão da divida desse consórcio que até já foi contemplado ele não tem o contrato que foi feito na época a empresa não quer fornecer a segunda via do contrato. O que ele deve fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 21/06/2010 - 22:57
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Procurar um advogado e exigir na Justiça o contrato. Se for o caso, processe a administradora por danos morais. É a melhor forma de resolver isso.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 23/06/2010 - 02:50
    Enviado por: Renata

    Sou sócia de uma empresa com meu tio, e fui fiadora de vários empréstimos para capital de giro junto ao BB. Se ele falecer, as dívidas irão todas para mim? E a esposa dele, além dos bens, herdará as responsabilidades da empresa e as dívidas também?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/06/2010 - 01:05
    Enviado por: Teresinha

    Sendo fiador de uma compra (automóvel) o proprietário veio a falecer.
    Devo assumir a divida?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/06/2010 - 14:24
    Enviado por: Bruna

    eu financiei uma moto em 2008,e tive uma avalista e essa moto foi passada pra mesma..existe alguma possibilidade da divida ficar apenas no nome dela?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/07/2010 - 17:07
    Enviado por: Sabrina

    Se eu for avalista de um financiamento de imovel, isso implica que eu seja avalista ou financie outros bens?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/07/2010 - 10:38
    Enviado por: Cibelli

    Fui avalista de um automovel (leasing), caso transfira a divida eu continuo sendo a avalista? Como faço para deixar de ser avalista deste auto?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 06/07/2010 - 23:12
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Sim, continua avalista. Quando houver o negócio, você precisa também solicitar a retirada de seu nome do contrato.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/07/2010 - 00:04
    Enviado por: lina

    Olá, sou dona de uma empresa e meu marido de outra, mas o bb em tudo eu tinha que assinar, passei a minha.. empresa p/ o socio dele faz 2 meses desde de março de 2010, estou divorciando e a divida no proger é de 150mil e na caixa 142mil emprestimo, se eu passei minha empresa p/ o socio dele e estou me divorciando o bb pode me envolver nisso tambem ou eu escapo disso ou em quanto tempo?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/07/2010 - 22:40
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Lamento, não temos como responder, não é uma questão de defesa do consumidor, é de direito empresarial e de família, por causa do divórcio. Procure advoagdos especializados.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/07/2010 - 00:07
    Enviado por: lina

    Meu irmao comprou o terreno de meu marido faz 3 meses desde abril de 2010 e regitrou no ato da compra junto ao catorio, meu marido faliu o Banco pode tomar o terreno de meu irmao?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/07/2010 - 00:45
    Enviado por: lili

    Boa noite, fiz um proger pela minha empresa nao consegui pagar, as dividas cresceram e na tentativa de pagar os fornecedores e tentar salvar a empresa fui vendendos as maquinas penhoradas, agora nao tenho mais nada, o que pode acontecer agora, isso dá prisao, processo, é uma divida de 105mil total das parcelas que faltaram, será que um dia poderei limpar meu nome, essa divida pode caducar?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 14/07/2010 - 23:18
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Lamentamos não poder repsonder, essa não é uma questão de defesa do consumidor, é de direito comercial. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/07/2010 - 16:48
    Enviado por: CARINA LIMA

    SOU AVALISTA DA EMPRESA DO MEU SOGRO, E A EMPRESA ESTÁ NO NOME DO MEU MARIDO, GOSTARIA QUE ELE RETIRASSE MEU NOME COMO AVALISTA, É POSSÍVEL ISTO? COMO?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/07/2010 - 19:03
    Enviado por: Maria Aparecida Ferreira Teodoro Stein

    Boa noite,
    Estou com um problema e gostaria se possível que me dêem uma resposta. Sou casada em regime de comunhão parcial de bens, meu marido avalizou um amigo dele na compra de uma moto sem meu conhecimento, somente fiquei sabendo do acontecido quando tentei fazer o financiamento de uma casa na Caixa Econômica já que não tenho casa própria, estou desesperada, pois esta era a chance que tinha de sair do aluguel e estou impedida por esse problema. Se for possível enviem-me uma resposta, por favor.
    Atenciosamente,
    Maria Ap. Ferreira t. stein

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/08/2010 - 21:17
    Enviado por: junior

    oi bao noite olha o meu sogro e meu avalista como desfazer isso tem jeito ou não responda por favo

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/08/2010 - 14:42
    Enviado por: Raphael Martins Gremiao

    pesso uma ajuda au meus colgas aki
    porq acabei sendo fiador sem saber
    eu naum assinei nada .
    nuam assinei nem o contrato da compra de uma
    moto pra um amigo.
    + eu fui pra ser o fiador e nuam pudi o banco naum
    dexo + mesmo assim acabei entrando como fiador
    agora meu nome ta no SPC e SERASA.
    oq devo fazer porq eu nuam assinei nada

    responder este comentário denunciar abuso

    • 16/08/2010 - 16:29
      Enviado por: Marcelo Moreira

      O possível entender o que você escreveu. Não existe fiador que não tenha assinado nada. Procure a ajuda de um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 16/08/2010 - 21:02
    Enviado por: Raphael Martins Gremiao

    eu tambem queria saber
    se é verdade que pra mim
    ser fiador eu teria que ter
    assinado o contrato da moto isso
    é verdade ?
    e tambem ter uma copia desse contrato naum
    é verdade .
    porq eu nuam tenho nada disso eu naum assinei nada .
    muito abrigada pela ajuda
    abraço
    fui

    responder este comentário denunciar abuso

    • 16/08/2010 - 22:34
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Primeiro descubra como você se tornou avalista sem assinar nada. Depois procure um advogado, faça um boletimd e ocorrência e processe loja e banco por fraude.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/08/2010 - 21:46
    Enviado por: Romario

    Eu fui avalista do meu patrão, se não fosse ele talvez me dispensasse, ele pegou um empréstimo e atrasou nas parcelas e meu nome foi para o Serasa, não trabalho mas com ele, e agora o que eu faço?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/08/2010 - 12:08
    Enviado por: maria

    Era sócia de uma firma, foi feito um empréstimo junto a C.ECONOMIA, no qual avalista, depois sai da sociedade e transferi minhas cotas p/outra pessoa,ou seja alterou os sócios e agora o banco está me cobrando, como faço para embargar? Se não oferecer embargos vira titulo executivo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/09/2010 - 21:08
    Enviado por: paloma

    Oi. Meu avô morreu e deixou 2 casas de herança para 12 herdeiros, 2 desses herdeiros moram nessas casas cada um em uma, desde de quando ele faleceu.Acontece que querem vender as casas, mas esses 2 herdeiros que moram nas casas não aceitam. Como o juiz resolve essa questao ? Obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/09/2010 - 11:55
    Enviado por: julio

    quando fui pedir um emprestimo para comprar um carro o meu nome apareceu no serasa pelo banco do brasil, fui ao banco e lá dizeram q eu era avalista de uma empresa queria ver os papeis, demorou mas lá tinha um contrato ao ver a minha assinatura reparei q não era a minha tentando emita-la com o meu rg quando era garoto, e outros documentos do emprestimo um que não tinha a minha assinatura e outra que seria o motivo do meu nome estr no serasa não se encontra no banco,… o que tenho q fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 06/09/2010 - 16:28
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Você foi vpitima de fraude. Procure um advogado e tente se defender, e depois processe o autor e a empresa que permitiu a fraude.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 06/09/2010 - 13:42
    Enviado por: JORGE ALBERTO BAROUCH

    um amigo foi avalista de uma amiga em um emprestimo no Banco do Brasil, ela não pagou e a cobrança já foi para o juridico, negativando o nome dos dois dela e dele. Ele gostaria de entrar com um processo judicial, pedindo a retirada ou substituição do nome dele como avalista, para outro que ela terá que indicar, e retirar a anotação negativa dos orgãos protetores de credito. É possivel? qual a ação competente? cabe danos morais a serem pagos por ela?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 06/09/2010 - 16:26
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não é possível. Se é o avalista, terá de arcar com consequências. Como se pode entrar por qualquer coisa na Justiça, pode ser uma opção pedir a tal substituição, embora achemos isso aburdo. Sobre o processo contra a moça, é uma ação individual entre as partes, acho que ele deve processá-la.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 06/09/2010 - 19:36
    Enviado por: karla

    Minha mãe vai ser avalista na compra do meu carro, sua preocupação nem é a de q eu não pague as parcelas, pois caso isso ocorra ela fica com o carro…sua preocupação é se vai poder financiar algum outro bem ou seja entrar num financiamento em seu proprio nome?????

    responder este comentário denunciar abuso

    • 06/09/2010 - 21:06
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Uma coisa nada tem a ver com a outra. Nada impede que ela tenha mais de um financiamento, desde que o nome não esteja sujo.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 12/09/2010 - 15:58
    Enviado por: sérgio Felix

    Boa Tarde, peço socorro…

    Tinha uma empresa com mais dois sócios, por questões de saude (sofri AVC) e por orientação médica, tive que abandonar a empresa, entreguei minha parte de graça, apenas pedi a devolução do valor que tinha aplicado, através de contrato.
    Um segundo sócio, também se retirou, da mesma forma.
    No contrato ficou registrado a venda do ativo e passivo e com a responsabilidade do socio remanecente, tomar odas as providencias num prazo de 30 dias; inclusive tinha um bb giro.
    Eis que nada disso foi feito, e sacou todo o dinheiro do ativo e da cobrança, falei a empresa e fechou as portas.
    Hoje, estou com restriçõesno BB por não ter pago o BB giro, quando só fui saber após 6 meses após que existia a divida e não paga, sem ter sido informado, mesmo porque entendo que a quando vendi (entreguei) era tudo e agora sou um devedor.
    Que procedimentos devo tomar, perdi o crédito e mais nunca tive divida e agora sou um inadimplente sem saber.
    O que faço.
    abraços.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 12/09/2010 - 20:10
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Essa é uma questão de direito comercial, não de defesa do consumidor,não temos como ajudar. Você precisa de um advogado para tentar se livrar na Justiça das restrições e processar o sócio que o lesou.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 29/09/2010 - 17:06
    Enviado por: Rafael

    Olá. Fui fiador de uma amiga em um emprestimos bancario e ela nao consegui pagar as parcelas deste emprestimo. Em 2008 entraram com execucao e agora o banco reduziu o valor da divida em mais de 80% e minha amiga esta interessada em negociar o parcelamento desta divida. Ela negociando e, independente de pagar ou nao esta renegociacao, o meu nome ficara “de fora” do negocio? Isto é, ficara limpo independe se ela cumprir ou nao este novo acordo?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 29/09/2010 - 18:34
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Claro que não. O nome que está em jogo é o seu. Você é que tem de negociar para não correr riscos. Se ela quer pagar, então pegue o dinheiro e pague você. O problema agora é seu.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 30/09/2010 - 17:02
    Enviado por: Leiliane

    Olá Boa tarde…
    Minha amiga quer que eu seja fiadora dela no consorcio de uma moto, mas estou com medo, pois nunca fui fiadora de ninguem, e não qual são os riscos? Por favor me ajundem… preciso de uma resposta rápida, urgente… obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/10/2010 - 16:49
    Enviado por: Leiliane

    É realmente não fui objetiva.. gostaria de saber quais são os risco que um fiador corre?
    Obrigado.. aguardo resposta…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/10/2010 - 13:53
    Enviado por: Ana Marinho

    Sou socia de uma empresa e tenho participacao de 1% das quotas de capital (so de nome)e minha prima 99%. A administracao da empresa e feita pelo meu tio. Foi comprado 2 caminhoes para esta empresa e financiados, que estao sendo pagos com o trabalho destes caminhoes. Eu e minha prima somos avalistas deste financiamento, se as prestacoes nao forem pagas eu respondo com 1% da divida ou total.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 07/10/2010 - 19:15
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Pelo total, mas é copm fazer uma consulta a um advogado especializado. Essa não é uma questão de direito do consumidor.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 09/10/2010 - 21:52
    Enviado por: Marcio

    eu passei por uma fase muito ruim na minha vida com morte na familia e desemprego tudo de uma vez só e acabei adquirindo uma divida no cartão de 1300,00 reias que agora está 4256,00 e agora recebi uma carta falando que vai para execução para penhora de bens , não nada no meu nome e só tenho os moveis da minha casa o que eles podem fazer se alguem poder responder eu agradeço

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/10/2010 - 15:15
    Enviado por: Cintia

    Olá, minha amiga foi avalista do ex namorado e ele se recusa a pagar a divida, a dívida esta em torno de 10 mil. Minha amiga hoje esta desempregada e nao tem dinheiro para quitar a dívida. Seu nome ficar no Serasa e SPC por quanto tempo, e a divida irá prescrever?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/10/2010 - 19:24
    Enviado por: Cintia

    Segundo sua resposta a dívida nao prescreve nunca, isso signica que ela terá que pagar a divida mesmo após os 5 anos que seu nome for retirado do Serasa e SPC?O que pode acontecer com ela judicialmente?
    Grata

    responder este comentário denunciar abuso

    • 21/10/2010 - 19:48
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Claro que terá de pagar. Imagine como seria o mundo se todos resolvessem parar de pagar e esperar por cinco anos o fim automático da dívida? Quem deve continua sujeito a processos diversos e cobrança, mesmo com o nome fora dos cadastros. Os protestos em cartório continuam.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 25/10/2010 - 19:44
    Enviado por: Denis Lopes

    olá! financiei um carro em meu nome em 48 vezes para o irmão da minha esposa e gostaria de passar a divida para o nome dele, tem como? seria a confissão de divida uma boa idéia? ou tem outras opções..poderia me dar uma saida? obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 25/10/2010 - 20:00
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Existe essa possibilidade, vá à financeira e proceda a transferência. Eles vão indicar qual o procedimento a realizar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 28/10/2010 - 19:49
    Enviado por: maritza

    meu namorado quer que eu seja sua fiadora para tirar uma moto, pois ele tem nome soju.
    tenho 19 anos e nao quero ser sua fiadora, mas tenho medo de ele ficar com raiva.
    sei que ele pagara, mas se acontecer alguma coisa com ele entao fico com o prejuiso.
    estou muito confusa.
    por favor me respondam.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/10/2010 - 13:52
    Enviado por: tiago

    boas! tenho uma namorada e ela quer fazer um emprestimo para comprar um automovel e quer que eu seja avalista se ela por acaso deixar de pagar as prestacoes eu sou obrigado a pagar? e dá para fazer um documento separado como se eu tiver de pagar o emprestimo ficar com o direito ao automovel devidamente assinado por mim e por ela? aguardo resp

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/11/2010 - 13:02
    Enviado por: Anita

    Boa tarde,

    tenho um problema que nao sei como o resolver…
    há 8 anos atrás emprestei dinheiro para o capital social de 5.000 Euros passado 3 anos a empresa faliu e agora o gerente dessa empresa que era o meu cunhado diz ja nao ter de me pagar o que emprestei…
    A minha pergunta é a seguinte o que poderei fazer para recuperar o meu dinheiro?
    È urgente
    Obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/11/2010 - 17:16
    Enviado por: cintia

    gostaria de uma informação para um possivel processo. O fato é que trabalhei por uma certa empoca em uma loja e nesse periodo o dono me pediu para ser avalista dele na abertura de uma conta bancaria que seria apenas para recebimento de boletas. Sai da loja a 2 anos e me deparei essa semana na verdade alguns meses com cartas de cobrança sobre um BB giro desta conta bancaria nisto meu nome foi para o Serasa no valor de 11 mil. Ja tentei um acordo como o dono e ele sempre pedipara que eu tenha paciencia que ele esta tentando liquidar a divida. Gostaria de saber se existe alguma forma da lei obrigar ele a vender seus bens para quitar esta divida. Aguardo retorno.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 05/11/2010 - 17:40
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Essa é uma questão direito comercial, não de defesa do consumidor. Procure um advogado especializado sobre o assunto.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 05/11/2010 - 17:48
    Enviado por: cintia

    MAs a lei pode me amparar pedindo a ele que venda os seus bens para pagar a divida

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/11/2010 - 20:49
    Enviado por: dreidy

    Boa noite
    Moro em portugal e eu e meu marido fomos fiadores da minha mae e do ex companheiro dela. Eles terminaram ha uns 3anos e ele não paga desde de fevereiro o apartamento, acontece que em março ele foi para o brasil com a namorada.Gastar dinheiro não sei de onde,pois ele sempre diz que não tem dinheiro.O meu medo é que acho que ele esta seorganizando para voltar de vez para o brasil, concluindo a divida fica no nosso nome. Não tem o que fazer??? Quais são os meios de defesa do fiador???Me ajudem por favor, fiz isso para ajudar mas só esta me dando dor de cabeça, ando sempre nervosa, irritada por ter entrado nessa roubado, ansiosa….enfim só quero resolver isso antes que ele suma do mapa e deixe essas dividas para gente pagar.
    Obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

    • 07/11/2010 - 22:42
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Lamento, não podemos ajudar, essa não é uma questão de defesa do consumidor, é um problema familiar e particular entre duas pessoas. Procure a ajuda de um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 09/11/2010 - 11:00
    Enviado por: Alexandra

    Bom dia, fui avalista do meu esposo e agora ele deixou de pagar duas parcelas do veículo. Estamos separados desde o inicio do ano. Não consigo fazer essa troca de avalista pois as parcelas estão em aberto. Gostaria de uma orientação de como posso proceder, pois o mesmo não atende celular, não responde e-mails ref. a esse assunto.
    Na época que fui avalista ainda éramos casados.
    Obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/11/2010 - 21:04
    Enviado por: dreidy

    Boa noite Marcelo
    Não percebo porque não é uma questão de defesa do consumidor.
    Sou fiadora de uma pessoa que não paga as prestações do imovel que fui fiadora(no caso o ex companheiro da minha mãe)mas isso não muda em nada na lei, sendo familiar, amigo ou desconhecido. Isso não é propriamente um problema familiar mas se não podes ajudar-me obrigada a mesma.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/11/2010 - 21:09
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não é questão de defesa do consumo, não há relação de consumo envolvida. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 10/11/2010 - 19:32
    Enviado por: Carlos

    Boa noite, possuo uma divida no banco Real, mais na empresa que eu trabalho eu recebo pelo Santander. Como o Real foi comprado pelo Santander , agora eles estão tirando dinheiro de minha conta corrente para abater a divida, isso é correto ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/11/2010 - 02:38
    Enviado por: Henrique

    Fui avalista para empresa de um “amigo” para um contrato de giro rápido no BB. Esse amigo não está pagando as parcelas, porém ele está empregado e pode pagar, ele está agindo de má fé. O que posso fazer para retirar meu nome do contrato, uma vez que meu nome já está no SPC?

    Grato pela atenção

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/11/2010 - 03:57
    Enviado por: VALDIRENE DE SOUZA

    OLA,MEU MARIDO ESTA DESAPARECIDO A DOIS MESES E TENHO UMA FILHA DE TREZE ANOS,COMO FAÇO PARA TENTAR ACIONA-LO PARA ELE PAGAR PENSÃO?
    DESDE JÁ AGRADEÇO!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2010 - 00:01
    Enviado por: Adriana braga

    Meu marido abriu uma empresa onde entrei como socia e avalista para emprestimos e finaciamento de um caminhão, mas infelismente ñ deu certo e ele ñ teve condiçoes de pagar, pagou apenas as primeiras parcelas, eu gostaria de saber se eu como avalista corro riscos de perder a casa onde moramos, sendo q a casa está em meu nome ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2010 - 07:34
    Enviado por: Luciene

    Tenho um amigo que se retirou de uma sociedade de firma mas permanece como avalista em vários dos empréstimos bancários contraídos pela mesma. Ocorre que ele foi chamado para assumir cargo em concurso público em banco e seu nome está no SERASA, e agora ele tem apenas dez dias para regularizar sua situação. Qual a melhor saída já que o bancos credores se recusam a substituir seu aval pelo dos atuais sócios da firma?
    Como ele está em situação financeira difícil ele pode recorrer a ajuda de advogados da OAB?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 23/11/2010 - 23:10
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A situação é bem complicada. A OAB pode ajudar, mas o mais indicado seria recorrer à Defensoria Pública do Estado, que presta auxílio jurídico gratuito.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 16/03/2011 - 00:11
      Enviado por: Maria

      Olá Luciene,

      Estou passando pela mesma situação que seu amigo e gostaria de saber como ele está resolvendo a situação para sair de avalista de uma empresa que ele n faz mais parte..

      Muita obrigada pela atenção,

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/11/2010 - 15:46
    Enviado por: eliane

    eu tenho uma casa meu irmao fez um financiamento no banco do brasil eu dei a casa de garantia agora ele nao ta podendo pagar as parcela o banco pode tomar minha casa sendo que eu nao tenho mais nada no meu nome só essa casa que morro nela obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/11/2010 - 19:47
    Enviado por: Marli

    Fui avalista de um imóvel para minha irmã …. Ela não pagou e agora estou sendo processada.
    O contrato em que fui avalista ia de 12/06/2007 a 12/07/2008 ….
    Estão me cobrando de fevereiro a setembro de 2009 quando o imóvel foi desocupado.
    Não assinei nenhuma renovação de contrato, gostaria de saber se sou responsável por esta divida ou minhas obrigações terminaram com o termino no contrato.

    Obrigada..

    responder este comentário denunciar abuso

    • 24/11/2010 - 20:40
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se é avalista é repsonsável pela dívida. Procure um advogado e tente verificar o real valor, a qual período se refere para renegociar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 26/11/2010 - 00:37
    Enviado por: contrato

    tenho um amigo com problema serio,ele estava desempregado e as irmas resolveram alugar um imovel pra ele mais no nome delas,acontece que elas brigaram com meu amigo e estao querendo colocalo no meio da rua,so com suas roupas.elas podem entrar na casa e colocalo pra fora ,mesmo ele morando no imovel a um ano e pagando o aluguel certinho elas podem fazer isso.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2010 - 00:25
    Enviado por: Silvia

    Oi meu noivo é avalista da ex namorada dele, gostaria de saber se tem como sair de aval, já que eles não tem mais nenhuma ligação.

    Obrigada
    Silvia

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/11/2010 - 23:14
    Enviado por: Valmir Vicário

    olá, alguém sabe me dizer como faço para sair de avalista num contrato de capital de giro BB ? grato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/12/2010 - 20:10
    Enviado por: fernanda

    Ola!
    Boa noite,preciso de uma informaçao urgente….
    Em minha familia ouve algo tragico no inicio do ano.
    Tem um tio meu que comprou um carro no nome de sua mae,tendo como avalista seu irmão,a mae e aposentada(ele que pagava).Mas ouve um acidente e ele valeceu e o carro deu perca total.Sê deixar de pagar o que acontece??Com o avalista e com a pessoa de quem o carro esta no nome????
    Pode deixar de pagar ou nao??o carro foi financiado.
    Por favor preciso dessa informaçao urgente.
    Grata
    Fernanda!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/12/2010 - 23:19
    Enviado por: Cirlene

    Boa noite,
    Fui avalista de um financiamento de lavoura que não foi pago, na época em que fui avalista eu estava desempregada e também não tinha nenhum bem, existe alguma forma de que eu deixe de ser avalista? Este financiamento já foi prorrogado e venceu novamente.
    Obrigada.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2010 - 00:15
    Enviado por: marta

    sou avalista de uma moto de ex namorado ele deixou de pagar 12 prestaçoes estava com nome no serasa entao eu paguei tenho comprovante q paguei agora novamente ele parou de pagar o q devo fazer posso entrar na justica coontra ele e a fianciadora pode tomar a moto? caso eu queira assumir a divida o q devo fazer para ter a moto.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/12/2010 - 21:56
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Você errou ao financiar um bem para outra pessoa em seu nome. Legalmente a moto é sua, a responsabilidade é sua. Você até pode tentar processá-lo, mas vai demorar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 08/12/2010 - 23:30
    Enviado por: Célio

    Tinha uma empresa com uma amiga e não deu mais certo.Essa empresa continua em aberto e acumulando dívidas e essa minha ex-amiga não está nem aí p legalizar a empresa e dar baixa na mesma.Sou obrigado a manter essa empresa parada e acumulando dívidas com ela?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/12/2010 - 23:26
    Enviado por: Adilson Ferreira

    Olá Meu nome é Adilson, estou com um problemao e gostaria que me esclarecessem algumas dúvidas acerca de um aval de um empréstimo. Eu fui fiador do marido de minha irmã, só que não sabia que tinha assinado como fiador, até entao tinha me dito que seria sócio. Como a empresa está falida, e a divida está em uns 60.000 reais, ele não pagou. Fui ao banco e o gerente me disse que meu nome estava no serasa e que era seu fiador, caso não pagasse teria que pagar. Estou muito preocupado pois assinei um documento como fiador e não tenho nada no meu nome. É possível assinar como fiador um emprestimo de 128.000 reais e não ter nada como garantia no meu nome?. Bem o gerente me informou que quem fez o emprestimo – este sendo feito numa agencia em outra cidade, era amigo do marido de minha irmã. Isso poderia ter sido um fator facilitador?. Bem no caso de querer pagar essa dívida, perguntei o gerente a possibilidade dos juros deste emprestimo ser congelado e o mesmo ser parcelado várias vezes, visto que sou assalariado e não tenho nenhum bem ou rendimento a mais do que um salário mínimo. O gerente me disse que seria impossível congelar a dívida e muito menos parcelar em frações pequenas.
    Eu disse a ele que esta seria a única maneira pois, meu salário não daria nem para pagar os juros do mes desta divida. Minha intenção (embora não devesse pagar pois não pequei nem um real desse dinheiro) é pagar mesmo que leve minha vida toda mais teria que ser um valor que conseguisse pagar. Será que o banco oferece essa flexibilidade.
    Se alguem puder me orientar e me ajudar ficaria muito grato.

    att,

    Adilson Ferreira Acerbi

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/12/2010 - 16:26
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Você assinou algo que não leu e agora tem problemas muito sérios. Você precisa de um advogado para se defender da provável ação judicial. Seu nome continuará sujo e você corre o risco de ter bens penhorados.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 16/12/2010 - 22:17
    Enviado por: taina

    Oi boa noite!!!
    Tenho uma divida em uma loja aqui na minha cidade, só que eu estou desempregada e a dona do estabelecimento me cobra juros altissimos,. Ela já me mandou carta de cobrança, boleto bancario, e agora por ultimo ela cobrou a minha divida ao meu pai. Isso é correto?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 16/12/2010 - 22:31
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não é correto. Procure o Procon e faça uma denúncia ou processe a loja por danos morais. Mas lembre-se que a dívida tem de ser paga e cobranças são permitidas, desde que não haja constrangimento.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 18/12/2010 - 14:23
    Enviado por: ana clara

    boa tarde, tenho uma pequena lojá e estou precisando de um eprestimo mas estou com restriçoes no spc e serasa, minha sogra disse que pode ser ser avalista, a pergunta é posso fazer um emprestimo minha sogra sendo avalista e quais as documentações do avalista.?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/01/2011 - 12:44
    Enviado por: valeria

    oi minha empresa está inativa a 1 ano e tenho renegociação com o banco do brasil, meu pai é avalista e estão me cobrando juros abusivos de 3%, tem como retirar meu pai do aval?aguardo urgente

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/01/2011 - 08:23
    Enviado por: Mauricio

    Bom dia. Temos uma empresa de médio porte na qual sou sócio, mas entrei na sociedade pelo meu pai. Sou avalista de um contrato, caso eu desejar ser exonerado desse aval, é possivel? O contrato esta sendo pago em dia, mas quero sair ou trocar de aval.
    Obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/01/2011 - 23:16
    Enviado por: Andrea

    Meu marido é sócio de uma empresa de sua familia. Sou casada com comunhao parcial de bens, no entanto no meu contrato consta uma clausula que diz que sao excluidos da comunhao os frutos civis do trabalho ou industria de cada conjuge… Sempre assino contratos bancarios da empresa onde meu marido é avalista. Me disseram que eu assino como esposa do avalista por ser casada sob regime parcial. Gostaria de saber ate onde isso pode me prejudicar e/ou quais os cuidados que devo tomar. Se os frutos civis do trabalho sao excluídos significa que as dívidas também o serão?
    Obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

    • 19/01/2011 - 23:39
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não podemos responder porque essa não é uma questão relativa a direito do consumidor, é de direito comercial. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/01/2011 - 01:58
    Enviado por: Junior

    Tenho uma empresa, e estou devendo 150 mil reais a um banco, desses 150 apenas 50 mil estão atrasado devido dificuldades financeiras que estou enfrentando,

    o banco me ligou me propondo outra prestação no valor de 5300

    ou seja 10 mil de entrada, mais 36x 5400 = 204400,00 reais.

    ja paguei juros até morrer e estão querendo que pago mais!

    quando que o banco pode entrar com ação judicial?

    quanto tempo demora para isso? quero pagar mas esses juros não da para encarar, é juros sobre juros.

    só não estou desesperado por que Deus é maior!

    Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 21/01/2011 - 18:22
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Lamento, essa é uma questão de direito comercial e não de defesa do consumidor. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/01/2011 - 10:53
    Enviado por: José

    Na época fui fiador de um veículo adquirido em nome de minha esposa. Nos separamos e ela deixou de pagar. Resolveu entrar na justiça pedindo revisão de contrato. Alega que o juro é estorcivo. O fato é que meu nome foi para o SERASA, muito embora eu não tenha recebido qualquer notificação pois não moro mais no mesmo local. Em 1ª instância a ação foi negada e entraram com recurso, que está em andamento. Alguma orientação para retirar meu nome do SERASA? E quanto ao financiamento, tem algum jeito de eu me defender ?
    OBS: um detalhe importante: tenho um carro financiado com o mesmo banco e ele tem o meu endereço atualizado, tanto é que recebo correspondências dele normalmente.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/01/2011 - 16:10
    Enviado por: Paulo da Costa

    Fiz um novo contrato com o banco para quitar débitos anteriores. O valor ficou bem alto, pois juros e tal. Minha irmã e meu cunhado que eram avalistas em alguns contratos anteriores (que foram quitados) se recusaram a assinar novamente e eu, pressionado pelo banco, trouxe o contrato para casa e eu mesmo fiz as assinaturas. Agora o banco colocou o nome deles no serasa e mesmo eu colocando a verdade pra eles, não querem retirar. o que faço.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 21/01/2011 - 18:15
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Procure um advogado e se defenda na Justiã. Se você colocou os nomes deles à revielia no contrato, então você fraudou o documento e será processado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 31/01/2011 - 10:58
    Enviado por: hilma

    bom dia! estou em busca de direitos na justiça em relação a minha cituação bancaria, onde o ex-esposo quando casada com ele, ele fez um esprestimo no banco e não pagou, hoje estou sem poder movimentar a conta e nem tampouco ter um credito e nem cartão! houvi falar que existe uma lei que nos ampara em relação a essa cituação onde se comprovar que voce não teve participação ou não usufruiu da mesma podera ser revista pelo banco, eu pessoamente ja estive no banco e falei com o gerente ele apenas disse! o que eu posso enformar e que se o seu ex-marido fizer uma carta em punho assimada e dizendo que se responsabiliza por essa divida, se (ele) não que fazer! o banco enviara para o setor judiciario do banco e sera avaliado essa e uma solução a não ser isso o banco que voce assuma essa divida, eu não tenho condiçoes financeira hoje estou vivendo em cituação financeira muito menor do que antes e não tenho nada! acho que estou sendo enganda e não tenho como contratar um bom advogado o que posso fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 31/01/2011 - 16:16
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Essa não é uma questão de direito do consumidor. Procure um advogado ou auxílio jurídico gratuito em facudlades de direito e na Defensoria Pública.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 31/01/2011 - 21:35
    Enviado por: Sara ff

    olá, há quase 11 anos, meus pais foram fiadores de uma casa, a mulher nao pagou o aluguel, e a casa é o unico bem da minha familia, nesse meio tempo, meu pai faleceu, e a ultima vez que minha mae foi a uma audiencia, ja tem uns 4 anos e nunca mais chamaram…a imobiliaria nao pagou o dono da casa, que nos sabemos, e a casa esta doada a mim e meu irmao. gostaria de saber se tem como perder esta casa? obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/02/2011 - 23:14
    Enviado por: Samuel Sicchieri

    Boa noite,
    A alguns anos comprei uma escola cujo o fiador ( avalista) era pai de meu socio, porem a escola faliu e adquirimos algumas dividas das quais estao sendo dificeis pagar, gostaria de saber se tem algum meio legal para retirar o pai de meu socio como avalista, ele é avalista do banco com os 2 carros e recentemente descobrimos que é aval de nosso aluguel com a casa( Porem a casa é bem familiar a unica que ele possui e mora com sua familia) ha riscos dele perder a casa? existe alguma forma legal dele sair como avalista. Grato pela atenção

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/02/2011 - 20:43
    Enviado por: simony

    Boa noite, meu pai financiou um veiculo para minha sobrinha, por ser uma pessoa leiga e idosa, assinou os papeis sem ler. Daí, minha sobrinha pegou e passou esse veiculo para frente e deu um recibo de compra e venda para meu pai assinar, ele achou que com isto o tal veiculo iria ser transferido para o nome da pessoa que comprou, só que essa pessoa ñ transferiu para o nome dela, passou o veiculo para frente, a empresa dessa pessoa faliu, e meu pai esta tendo que pagar uma coisa que não possui. A minha pergunta é o que pode ser feito para que meu pai consiga tirar esse carro do seu nome?

    Att.

    Simony

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/02/2011 - 11:05
    Enviado por: ROBERTO CARLOS COLLI

    Preciso de uma orientação, meu sogro é aposentado e assinou de aval para uma cunhada dele, agora ela faliu, e ele está preocupado com sua aposentadoria se tem como o Banco trancar a aposentadoria dele ou cobrar prestações atrasadas da aposentadoria, ele só tem uma imóvel, e que não tem escritura, tem como eles o tirar dele. O valor da divida é em torno de R$ 40.000,00, ele tem um pequeno estabelicimento comercial e mora nele, e a casa dele está fechada.

    Desde de já agradeço.
    ROBERTO C.COLLI

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/02/2011 - 22:54
    Enviado por: vanderlete bittencourt

    meu esposo tirou um consorcio no nome dele,mas quem vai pagar é o filho dele,q ja deu de lance a matade,somos casados em comunhão universal de bens,mas so fiquei sabendo de tudo depois deles terem feito tudo,o q faço????

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/02/2011 - 02:06
    Enviado por: Regina de Oliveira

    Sou fiadora de empréstimo estudantil para um parente e, após insessáveis cobranças ao devedor, a fim de evitar ações judiciais, estou pagando a dívida.
    Gostaria de saber, se como fiadora posso pedir renegociação da dívida junto ao órgão financiador, pois o contrato vai até 2017 !
    Se puder me responder, agradeço !

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/02/2011 - 16:18
    Enviado por: NARA BASTOS

    Boa Tarde!
    Estou com uma ação de despejo ppor falta de pagamento. Os documentos foram juntados em 16/2. Estou em tratamento de Depressão e hernia discal na L3 L4 L5. Dia 16/3 tenho perícia médica no INSS. Gostaria de saber se consigo adiar o prazo da entrega do imóvel enquanto estiver em tratamento.
    Grata,
    Nara

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/02/2011 - 09:13
    Enviado por: Edson Souza

    Fui fiador do meu filho na compra de um veículo, financiado em 60 (sessenta) prestações de R$ 1.260,00. O mesmo pagou 10 (dez) prestações e ficou desempregado. O que devo fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/02/2011 - 09:54
    Enviado por: Flávio Silva

    Minha esposa foi avalista em uma compra de produtos em uma loja de departamentos para um amigo, mas ele não pagou nenhuma das parcelas.
    A nota fiscal dos produtos esta no nome dela, é possivel retirar da casa do amigo os produtos comprados?
    Existe alguma forma judicial de recuperar estes produtos?
    Desde já agradesço a atenção

    Flavio Silva

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/02/2011 - 11:11
    Enviado por: thiago

    tenho um carro financiado no meu nome pedi pra pessoa que eu passei para tira do meu nome ela nao quer tira o que eu fasso???

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/02/2011 - 17:00
    Enviado por: George

    Sou fiador de um colega em um emprestimo de capital de giro junto ao banco do nordeste se ele nao pagar posso perder a unica casa q tenho?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/03/2011 - 15:50
    Enviado por: Marina

    Meu tio pediu pra que eu seja avalista dele na compra de um automóvel. Qual risco eu corro, sendo que não tenho nenhum bem no meu nome? Estou para financiar um imóvel, isso pode causar algum problema? Eu posso a qualquer momento interromper esse aval? Desde ja, obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/03/2011 - 16:10
    Enviado por: maria eduarda

    Ola tinha um seguro que foi renovado automaticamente sem minha autorização e debitaram da minha conta corrente,reclamei na ouvidoria e ate agora nada .O q posso fazer,posso cobrar indenizações alem do extorno que n ocorreu ?
    Att,aguardo respostas

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/03/2011 - 02:39
    Enviado por: Karla

    Eu tinha uma sociedade em um consultório odontológico na qual meu pai é fiador de uma sala comercial, eu e meu outro sócio vendemos nossas partes e os novos sócios ficaram no local. O contrato de locação já foi renovado automaticamente, e meu pai quer deixar de ser fiador.Os novos sócios não conseguem achar um novo fiador, o que meu pai deve fazer para deixar de ser, pois ele vem pagando os alugueis que os novos sócios não estão pagando.
    Att.
    Karla

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/03/2011 - 15:24
    Enviado por: Francisco Torres

    Amigo boa tarde,

    Fui aprovado no concurso do Banco do Brasil, estou prestes a ser convocado. Só que não serei nomeado, caso haja alguma restrição em meu nome, mas infelizmente, sou avalista de uma empresa no nome de minha mulher que está em débito com o BB, no valor mais ou menos de R$ 20.000,00. Pergunta, posso solicitar a troca do avalista? Ou posso negociar a dívida em várias prestações e não ficando mais como devedor em “atraso” e assumir normalmente no banco, ou mesmo assim parcelando, eu terei algum problema para entrar no banco. Grato

    responder este comentário denunciar abuso

    • 14/03/2011 - 16:32
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Negociar nos parece ser a única alternativa. A trcoa de avalista creio que nada influenciará na questão. Procure um advogado com urgência e veja oque é possível negociar neste caso para que você assuma o posto.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 15/03/2011 - 16:36
    Enviado por: Joana da Silva

    Minha vó foi minha avalista quando obtive bolsa restituível na faculdade (não há nenhum vbanco envolvido, somente eu, minha vó e a instituição de ensino).

    Não tive recursos para pagar a dívida e agora o nome dela está no Serasa. Como proceder? Ela corre o risco de perder o único imóvel que possui?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/03/2011 - 00:25
    Enviado por: Maria1

    Olá,

    Meu amigo saiu da empresa a 5 meses, entregou a alt. contratual para a gerente do Banco que disse que estava tudo ok com a retirada do nome da conta e do aval dos empréstimos PJ, uma vez que existem mais 2 sócios.(obs. existe uma clausula na alt. contratual dizendo que ele pagou sua parte da dívida para sair da empresa e esta quantia foi depositada no banco, isentando-o de todas os empréstimos e dívidas)
    Mas a 2 meses ele recebeu cobranças e agora a carta do serasa, e o Banco se recusa a fazer a alt. de avalista pois agora a conta está no negativo e um dos sócios está com pendências.
    Como ele deve prosseguir judicialmente, para retirar o nome?
    Obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

    • 16/03/2011 - 20:58
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Desculpe, essa não é uma questão de defesa do consumidor, é de direito comercial. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 18/03/2011 - 11:37
    Enviado por: Cleonice

    Tive uma loja em um shopping por 03 anos, o meu contrato era de 05 anos. Não consegui ir avante com o comercio por falta de fluxo de gente no shopping. sai em 2009 e recebi agora em 2011 uma ordem judicial para cobrança do aluguel que esta em 119 mil reais. Não tenho condições de arcar com a divida , pois fechei a loja e não consegui abrir outra , esta praticamente falida. Estou com meu cpf sujo, e não consigo emprego para pagar minhas dividas adquiridas com a loja. O shopping disse que vai vender o imovel do fiador , que no caso é meu pai de 74 anos. Só, que ele vendeu a casa e esta doente de cama.
    Não sei o que fazer e como pagar a divida. Quando sai do shopping enviei uma carta pedindo remissão de divida.
    O que vai acontecer agora que meu pai não tem mais o imovel? e como vou fazer para pagar a divida se não tenho condições?
    Aguardo orientações.
    obrigada.
    Cleonice

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/03/2011 - 23:53
    Enviado por: ROGERIO SILVA DE OLIVEIRA

    Gostaria de saber se a a Loja que levou meu nome ao SPC como Avalista da Minha falecida mãe é Obrigada a me provar que fui avalista ? fui até lá com ela, em 2008 , ela faleceu em 2008 no dia 19 de dezembro , não me recordo de ter sido avalista, a nota fiscal do Computador ta em nome dela juntamente com CPf dela , como posso saber se assinei algum documento nesses sentido? de 2008 fui saber em 2011 que tinha o nome no SPC ! a loja é obrigada a me passar provas onde consta minha assinatura como suposto Avalista ? e no caso do falecimento da minha mãe, ou sinistro, Se for provado que Fui avalista dela, eu Herdo essa conta ? Obrigado ( LINHARES / ES )

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/03/2011 - 15:38
    Enviado por: cristina

    boa tarde, tive meu nome sujo por ter sido avalista da empresa da minha tia que na epoca estava em meu nome e em nome do seu esposo.O problema é que ela abriu outra empresa e transferiu as maquinas para essa empresa como faco para resolver quero limpar meu nome.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/03/2011 - 23:20
    Enviado por: ROGERIO SILVA DE OLIVEIRA

    ESPERO QUE TENHAM PACIÊNCIA COMIGO !! A LOJA PONTO FRIO COLOCOU MEU NOME NO SPC, SEGUNDO ELES FUI AVALISTA DA MINHA FALECIDA MÃE EM 2008 , EU JA FUI NA LOJA PARA SABER SE SERIA POSSÍVEL ME PROVAR QUE EXISTE MINHA ASSINATURA COMO AVALISTA, ELES DISSERAM QUE SÓ POSSUEM DADOS DE 2010 PRA CÁ, EXISTIA UM SEGURO, MÁS COMO AGENTE NÃO SABIA , NÃO FOI POSSÍVEL CONSEGUIR A APÓLICE,MINHA PERGUNTA CONTINUA: EU TENHO O DIREITO DE EXIGIR DELES ESSA MINHA ASSINATURA COMO AVALISTA, E ELES SÃO OBRIGADOS A PASSAR ISSO ? PORQUE SE FUI, SINCERAMENTE NÃO LEMBRO E PRECISO SABER TAMBEM ! OBRIGADO !

    responder este comentário denunciar abuso

    • 01/04/2011 - 17:18
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A loja precisa provar que você assinou como avalista. Procure um advogado para acompanhar o caso e processar a loja.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 04/04/2011 - 12:30
    Enviado por: Rafael

    Fui fiador de uma pessoa numa locação de um imovél; essa pessoa saiu e não pagou o último aluguel; O dono da imobiliaria colocou meu nome também no SPC, gostaria de saber se é legal essa atitude?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/04/2011 - 12:28
    Enviado por: juliane

    boa tarde,
    minha cunhada abriu uma firma e esta fazendo um emprestimo para comprar umas maquinas e me pediu para eu ser fiadora dela, quais os riscos que tenho caso ela não cumpra com suas obrigações meu nome ficara sujo e eu terei que pagar a divida,favor responder urgente! desde já agradeço juliane

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/04/2011 - 17:38
    Enviado por: Deyse

    Oi, boa tarde
    Fui avalista da minha filha e ela perdeu emprego esta sem condições de paga a conta nesse caso suja o meu nome ou o dela so?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/04/2011 - 23:58
    Enviado por: Alessandro

    Meu pai tem 61 anos,anos atraz meu pai foi fiador de um imovel,o locatario veio a falecer e a familia do mesmo não assumiu a divida vindo usar o dinheiro para outro fins de pois de muitos anos de briga na justiça estam dizendo que a casa vai aleilao so que é unico imovel do meu pai que adqueriu com a juada da minha mãe com muito trabalho ele correm risco de ficar sem aunica moradia deles a lei permite isso por favor me esclareça algo que ampare meus pais eles tem 61 e 56 anos.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 07/04/2011 - 17:12
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Além de não enterdermos nada do que está escrito, essa não é uma questão de defesa do consumidor. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 12/04/2011 - 13:04
    Enviado por: Antonio Marcos

    Olá sou avalista em um financiamento de veiculos e o cidadão não esta pagando as prestações, posso pedir em juizo para assumir a divida e ficar com o bem, ou não tem saida, vou viver pagando para ele usufruir, pois não posso ter nome negativado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/04/2011 - 23:55
    Enviado por: KELLY

    OLÁ BOM DIA, ESTOU QUERENDO ALUGAR UM IMÓVEL E MINHA VÓ É IDOSA MAIS LUCIDA E SEM PROBLEMAS NENHUM E ESTA QUERENDO SER MINHA FIADORA EXISTE ALGUMA LEI QUE PROIBE ELA DE SER MINHA FIADORA POR TER 82 ANOS DE IDADE???

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/04/2011 - 00:10
    Enviado por: MANOEL SANTIAGO XAVIER

    SANTIAGO TERESINA PI EU FIZ UN ENPRESTIMO NO BANCO E O ESTADO FOI MEU AVALISTA CON UN ANO DEPOS NUS DEMITIU E AJENT FICOU DESINPREGADO SEN PODER PAGAR EO BANCO AGORA NOS BOTOU NO/SERASA E NÃO COBRA OESTADO Q FOI NOSSO AVALISTA Q EU FAÇO?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/04/2011 - 02:18
    Enviado por: Léa

    OLÁ, SOU FIADORA DE UMA “AMIGA” E ELA NÃO PAGA O ALUGUEL HÁ TRÊS MESES. A IMOBILIARIA ENTROU EM CONTATO COMIGO PARA RESOLVER O ASSUNTO. O IMÓVEL QUE FOI COLOCADO COMO GARANTIA É O APARTAMENTO EM QUE MORO, FINANCIADO PELA CAIXA. NÃO TENHO CONDIÇÕES SALDAR A DÍVIDA. POSSO PERDER MEU APARTAMENTO? O CONTRATO É VALIDO? O MEU APARTAMENTO PODERIA TER SIDO USADO COMO GARANTIA SENDO QUE ELE AINDA NÃO É MEU? UM ABRAÇO.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/05/2011 - 08:49
    Enviado por: Daniela Moraes

    Bom Dia!
    Minha tia foi fiadora de um vizinho dela a 11 anos atrás, somente agora descobrimos que o imóvel que ela mora está penhorado e poderá ir para leilão, hoje ela está com quase 80 anos. Existe alguma possibilidade dela não perder esse imóvel?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/05/2011 - 09:45
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não temos a mínima ideia. Procure um advogado especializado, essa não é uma questão de defesa do consumidor.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/05/2011 - 20:28
    Enviado por: Flávia Tarantela

    Olá. Meu pai foi avalista de um financimento rural. O pecuarista usou de má fé não só dele, como de vários amigos, fez muitos emprétimos em cima de projetos ilegais concedidos e formulados pelo chefe da emater local. Um acordo entre gerencia de banco para conceder os empréstimos, chefe de emater para montá-los e o pecuarista em questão. O esquema foi decoberto pela PF e MP. E meu pai, que pouco tem pra sobreviver, o que pode acontecer com ele?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/05/2011 - 13:32
    Enviado por: Maria Eduarda

    Boa Tarde!

    Fui avalista de uma Empresa a qual tinha cotas referente a um Empréstimo bancário, vendi minhas cotas e a empresa nao pagou o empréstimo e esta sendo executada e eu também.

    Gostaria de saber se posso propor para o banco acordo para transferir para o sócio da Empresa a responsabilidade.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/05/2011 - 09:35
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Sempre é possível propor acordo em qualquer situação. Se a outra parte vai aceitar ou não é outro problema, pois ela não obrigação nenhuma de aceitar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 18/05/2011 - 20:40
    Enviado por: claudemir

    meu cunhado ficou avalista de um amigo e deu sua casa como garatia so que seu amigo nao honrou a divida.a casa onde ele mora com seus filhos pode ser penhorada pela justiça.sendo que e o unico bem que ele tem em seu nome?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/05/2011 - 14:13
    Enviado por: Wagner

    Fui avalista de uma pessoa em um contrato de aluguel. Essa pessoa não cupriu o compromisso e alegou para o para a imobiliária que não tinha condições de pagar. Só fui contactado pela imobiliária depois que ela já estava devendo nove mêses. Apesar de ela alegar que não podia pagar, eu sei que ela podia e tenho como provar pela movimentação da conta bancária que ela recebe a pensão do ex-marido.
    A pergunta é: Posso recorrer a justiça e ser desobrigado de assumir a dívida, tendo em vista a demora da imobiliária de me avisar do atraso no aluguel ou até mesmo por essa pessoa ter condições de pago o aluguel?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/05/2011 - 22:40
    Enviado por: gilberto

    Ola, sou fiador contrato com escola de informatica. O aluno, nao pagou, e quem foi pro SPC fui eu. O aluno NAO esta no SPC. Posso exigir da escola que inclua o aluno no SPC antes de mim? Posso processar a escola por nao incluir o aluno no SPC?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/05/2011 - 10:16
    Enviado por: valeria

    fiquei doente nao posso mai trabalhar estou devendo ao banco um emprestimo que fis quando ainda estava bem de saúde estou pelo inss e o que recebo nao dá pra pagar o banco tenho 2carros no meu nome sendo que financiei 1 deles para meu esposo corro risco de perder os carros?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/06/2011 - 11:19
    Enviado por: jani

    boa tarde tenho uma oficina mecanica passei alguns cheques para uma pesssoa e nao consegui pagar o total da dvivida e 1754.00 reais essa pessoa vai entrar com o processo para o oficial de justica vir na minha empresa , o oficial de justica pode retirar os bens k estou usando na oficina. quais os meus direitos .

    responder este comentário denunciar abuso

    • 02/06/2011 - 16:55
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Seu direito? Pagar a dívida. Se o credor quiser – e deverá fazer isso – pode ir à Justiça pedir a penhora de bens.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/06/2011 - 20:33
    Enviado por: Juliana Cristina

    Boa Noite!

    Hoje a minha sogra recebeu uma notificação dizendo que a casa dela sera leiloada dia 02/08, a casa dela esta em nome de um filho adotivo dela mas a casa é dela. e nessa casa contando com ela tem tres pessoas residentes acima de 70 anos e não tem para onde ir, fora dois casais que moram no mesmo quintal que não tem onde morar também, eles estão desesperados e não sabem o que fazer, o filho adotivo dela foi fiador do tio e o mesmo passou o negocio de um bar e não teve o zelo de tirar o nome do fiador e ficou por isso mesmo e quando sem aviso a conta do fiador foi zerada e a notificação do leilão do imovel.

    o que fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 02/06/2011 - 16:35
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Agora não há mais o que fazer, em nossa opinião. Vocês esperaram a casa ir a leilão para se mexer. Procure um advogado para tentar um acordo com credores ou ao menos tentar adiar o leilão para comçar a negociar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/06/2011 - 20:35
    Enviado por: Juliana Cristina

    muito obrigado desde já!

    Deus o abençoe!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/06/2011 - 16:18
    Enviado por: Claudia

    Boa tarde! Fui avalista de um “amigo” na compra de uma moto (13.000,00) e um emprestimo no valor de R$ 9.000,00. Ele não pagou a divida e as parcelas estão em atraso a mais de 2 anos totalizando o valor de R$ 50.000,00 (divida + juros extremamente abusivos). Tentei algumas vezes negociar com o banco enquanto o mesmo ainda estava com a moto, mas o banco nada fez.Este ano o banco prendeu a moto e vendeu em leilão por 6.000,00 e enviou um mandato me cobrando o restante da divida. Quero saber na minha posição de avalista o que vai acontecer? O banco pode penhorar minha casa sendo meu único bem ou bloquear meu salário direto na conta?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 03/06/2011 - 18:14
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Infelizmente pode fazer as duas coisas, com autorização judicial. Procure um advogado para ajudá-lo a begociar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 06/06/2011 - 10:59
    Enviado por: Josy

    Ola, quero tirar uma duvida com vcs, estive essa semana no banco do brasil do rio vermelho salvador-ba,com meu avô para retirar um cartão de beneficio da aposetadoria, mais quando pedirão para meu avô assinar informei que meu avô não era alfabetizado, e a atendente me informou que então meu avô não poderia estar levando o cartão pois o mesmo não sabia assinar o proprio nome. Ela sugerio que ele fizesse uma procuração no meu nome. Isso é correto? Se meu avô não tivesse ninquem por ele, ele ficaria sem pegar o cartão da aposentadoria? Sugerir que ele assinasse com a digital do polegar como ele sempre fez a vida todo. A atendente falou que não podia e
    guardou o cartão. Se puderem mem respoder agradeço

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/06/2011 - 15:59
    Enviado por: Paulo Roberto de Carvalho Júnior

    Boa Tarde !

    Bom, eu fazia parte do quadro societario de uma empresa com 1% para ajudar a um ´´ amigo´´, em 2007 assinei um contrato de fiador de desconto de titulos no banco do brasil, em abril de 2009 foi retirado o meu nome do quadro societario da empresa, sei que isso não me tira da responsabilidade de fiador, mas o fato que quero questionar é , o contrato nao teria que ter uma data de validade? a empresa nao entrou em pedido de falência e o desconto do titulo foi feito após a minha saida do quadro societario da empresa, ai eu venho a questionar o banco do brasil automaticamente nao deveria ter pedido outro contrato de fiador?

    Agradeço desde já atenção para com minha pessoa.
    Grato
    Paulo JR

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/06/2011 - 11:39
    Enviado por: Marcia Adriana Dias

    Ola! Meu pai e avalista no financiamento de uma moto q eu fiz.A moto fica em meu nome ou dele? Ja que se eu nao pagar ele e resposavel pela divida

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/06/2011 - 15:47
    Enviado por: CLEA MARIA MORAES

    Boa tarde!
    Meu tio hoje tem 80 anos,e foi fiador da minha prima no alugeum de uma casa, ela não pagou e desde 1999 vem rolando um processo e ele não sabia, pois a ultima vez que recebeu uma notificação a mãe da minha prima pegou a notificação e disse que ele ficasse sossegado que ela ia pagar a divida, agora dia 09/06/2011 ele recebeu uma notificação para procurar a justiça que ele havia perdido a casa dele e que está casa está indo a leilão, gostaria de saber se isso é possivel, pois ele só tem esta casa e mora nela. por favor me ajudem, não sei como posso fazer para resolver essa situação

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/06/2011 - 17:08
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Sim, é possível e bastante provável que ela perca a casa. Ele precisa procurar um advogado para tentar evitar o leilão, embora achemos que agora seja tarde demais.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 14/06/2011 - 17:27
    Enviado por: Maria de Jesus

    Boa Tarde!!

    Fui avalista no banco do brasil de uma empresa para capital de giro, bndes, desconto de titulos.
    Meu nome foi para o serasa, fui ate a empresa eles me disserão que quebrou e que vai pagar assim que o banco fizer uma proposta justa, voce sabe o que devo fazer para tirar nome do serasa?
    Esta me complicando no meu serviço.
    POR FAVOR ME RESPONDA E ME DA UMA LUZ.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/06/2011 - 08:13
    Enviado por: vanessa

    Minha mãe,pegou um emprestimo no banco do Brasil,aonde ela tinha uma conta e recebia uma pensão de morte do meu pai pelo inss,só q ela agora não conseguiu pagar o empréstimo,tentou negociar,eles querem que ela pague 12 parcelas de mil e poucos reais,mas como se ela recebe um salário,como pagar mil e pouco por mes,essa é a unica proposta deles.O banco ñ quer chegar num acordo e prendeu a pensão dela,isso é certo?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 15/06/2011 - 18:18
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Claro que é certo, o banco não tem obrigação nenhuma de negociar ou de aceitar qualquer proposta do devedor. No máximo vocês podem tentar questionar a dívida na Justiça, com chances poucas de sucesso.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 20/06/2011 - 21:56
    Enviado por: eulampio vianna filho

    Fui avalista do meu cunhado em 1990, terminou o contrato de 2 anos em 1992. se mudou para outra casa em outro bairro com a mesma imobiliaria,ele veio me procurar eu não assinei o novo contrato. Meu cunhado faleceu em 2009.minha irmã continuou morando, faleceu em 2011,deixou de pagar o aluguel.gostaria de saber se eu, sou responsavel pelo aluguel

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/06/2011 - 14:10
    Enviado por: Bianca Soares

    Boa tarde!
    Meu namorado quer comprar um carro porém a renda dele é pouca e ele não consegue fazer o financiamento, sendo assim ele solicitou que eu fosse sua avalista, porém ele esta com processo de divorcio, eu posso ser avalista dele?
    Sendo que ele ainda não esta divorciado?
    Qual o risco de corro de ser sua avalista?
    Atenciosamente;

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/06/2011 - 17:39
    Enviado por: Clayton

    Fui fiador do meu cunhado num contrato de locação com prazo de duração de 1 ano, celebrado em agosto de 2001. Nunca fui procurado para renovar com fiador. Em agosto de 2007 o locador entrou com uma ação de exucação contra mim referente aos 5 ultimos alugueis deste mesmo ano. Tenho como me eximir de pagar essa divida devido o contrato ter sido renovado à revelia? ou por qualquer outro motivo que me garanta esse direito?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/07/2011 - 08:50
    Enviado por: marcos

    fui avalista de uma pessoa, e ela vei a falecer, gostaria de saber se tenho que pagar essa dívida

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/07/2011 - 17:07
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Em tese sim, mas procure um advogado para se precaver e eventualmente negociar a dívida, se for o caso. Na maioria das vezes a Justiça entende que a dívida tem de ser paga com a herança do morto. Se não houver herança, a dívida deixa de existir.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 03/07/2011 - 08:57
    Enviado por: marcos

    sacarão um dinheiro da minha conta do banco do brasil, sem o meu conhecimento, por esse motivo voltarão varios cheques meus, procurei o gerente e ele quer que eu assine um documento, no qual a ultima clausula insenta o banco, devo
    assinar esse documento

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/07/2011 - 03:19
    Enviado por: Adriano Aparecido

    Bom dia! Preciso muito de uma opinião a respeito de ser avalista de meu cunhado… Faz dias que ele me pede p/ ser avalista, e tenho dúvidas.. Vou direto à questão: Ele não quer mais dever ao Banco do Brasil, alegando juros altos.. Ele é dono de uma loja. Então me propôs ser avalista oferecendo dinheiro,etc… Ele diz que somente meu nome ficará sujo por 5 anos, e depois tudo voltará ao normal… Acontece que tenho direito à uma casa da família.. Resumindo: Se eu aceitar, posso perder a casa e também ser processado? Obs: Sou dependente de meu pai, e pessoas da família me acusam de não querer ajudá-lo, pois dizem que eu não tenho nada… Mas não quero ficar a vida inteira sem poder ter nada em meu nome… Preciso de uma opinião, pois ja tomo calmantes.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/07/2011 - 16:54
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Lamento, não podemos opinar neste caso, não fazemso consultoria, só damos informações sobre casos concretos. Você precisa de um consultor financeiro.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 07/07/2011 - 23:08
    Enviado por: Rosi

    Por favor,preciso de uma informação. Alguns meses meu companheiro me trouxe em casa um contrato para eu assinar sendo avalista do capital de giro da conta juridica da loja dele,sendo no valor de 60.000, mas ele vem reclamando que há mes que paga a parcela total e outro paga parcial,segundo ele a dívida passa de 160.000. Estou muito preocupada com isso, tenho um apartamento em meu nome , é onde moramos,e pretendo abrir meu escritório para venda de seguros, sou corretora, temo que aconteça dele não conseguir quitar esse débito…Caso isso aconteça o banco pode empenhorar o apartamento? Eles bloqueiam minha conta corrente que eu vier a ter para trabalhar? há uma chance de tirar o meu nome de fiadora? Nunca fui até o banco, nem conheço a gerente e meu companheiro não me passa a real situação da dívida… o que faço? desde já muito obrigada !

    responder este comentário denunciar abuso

    • 07/07/2011 - 23:23
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Como se trata de uma questão empresarial, não podemos responder, o foco deste site é defesa do consumidor. Procure um advogado da área.

      responder este comentário denunciar abuso
    • 20/07/2011 - 09:11
      Enviado por: M.cristiane

      Rose,
      Não caia nessa, apior besteira que um ser humano pode fazer na vida é ser avalista seja de quem for…
      Dividas no nome, só se for da própria pessoa…
      Vc corre o risco de perder seu ap. seu nome eo companheiro junto.
      Pense bem …É burrice! eu tô pagando por não ter dito não quando deveria.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 11/07/2011 - 22:36
    Enviado por: simone

    Olá, tenho um companheiro que vivo á 23 anos
    ele foi avalista do filho dele do primeiro casamento
    meu companheiro é divorciado,da sua ex-esposa, eu tenho 2 filhos com ele. ele pode perder a casa nossa
    caso o filho dele ñ pague a dívida? obrigado .

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/07/2011 - 15:15
    Enviado por: janio

    fui avalista de uma empresa que faliu e sou assalariado e não posso pagar a divida ao banco brasil, como devo fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 14/07/2011 - 16:43
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não temos a mínima ideia. Essa é uma questão de direito comercial, não de defesa do consumidor. Procure ajuda especializada.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 14/07/2011 - 18:31
    Enviado por: Leonardo Santos

    Boa noite, por gentileza uma informação.
    Fiquei devendo na Imobiliaria entreguei a casa e fiz uma negociação para pagar em 10 vezes, não consegui pagar as 4 ultimas prestações, esta atrasado desde janeiro pediu um tempo ate agosto para acertar mas a imobiliaria não quer esperar a duvida é a seguinte meu pai é o fiador e a imobiliaria está precionado e ameaçando a bloquear os bens dele isso é possivem mesmo eu me prontificando a pagar e se isso pode ser feito quanto tempo demora essa ação ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/07/2011 - 11:14
    Enviado por: Arthur Barros

    Sou avalista em um aluguel ! Soube recentemente que o debito de atrazo de alugueis está em torno de 80.000,00.
    Gostaria de saber:
    1. Há uns 3 meses atras, o Locador fez um acerto com o Locatario atraves de uma carta assinada por ambos (sem minha anuencia) para o pagamento deste valor em 30 outubro 2011…caso não seja pago pedira a devolução do imovel e cobrança da divida (judicialmente). Pergunta como fizeram esta negociaçãoo sem minha participação, fico exonerado da responsabilidade da cobrança ?. O Contrato está vigente ate 30 de outubro de 2011.

    2. Este mesmo acima inicialmente assinado por mim e minha esposa e as renovações foram feitas, colocando eu apenas como fiador (somente eu assinei)…..o contrato atual tem validade, desde que minha esposa não assinou ?

    Atenciosamente

    Arthur Barros

    responder este comentário denunciar abuso

    • 19/07/2011 - 18:19
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Essa não é a nossa especialidade. Em princípio não há nada de ilegal no contrato assinado entre locador e locatário, assim como tem validade o contrato que sua esposa não assinou, mas sugiro que procure ajuda de um advogado especializado em aluguéis ou no Procon.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/07/2011 - 18:25
    Enviado por: Lucila

    Gostaria de saber se quem tomou algum emprestimo no banco pode ser fiador para alguém? Se tem algum empedimento?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/07/2011 - 18:43
    Enviado por: Lucila

    Muito obrigada pelo esclarecimento.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/07/2011 - 19:40
    Enviado por: M.cristiane

    Meu marido emprestou para o irmão,uma empresa que tinhamos aberto em 2000,estava inativa sem restrição.
    O meu cunhado falou que estava com problemas de imposto na empresa de e levaria 1 ano para resolver,aproveitou que o meu esposo era funcionário dele para pedir.
    ele falou que precisava abrir uma conta para emitir boleto,eu não tinha experiência nenhuma,atendi o pedido do meu marido.pois a empresa estava em meu nome,ele abriu a conta eu fui lá assinei,nem cheguei digitar senha, o meu cunhado combinou tudo com o gerente,pouco tempo depois eles trouxeram uns papeis falando que era só coisa de banco, referente a conta o gerente mesmo trouxe na minha casa.em seguida o financiamento de um carro…Me ferrei Um tempo depois comecei receber cobranças referente um empréstimo que eu nem sabia que tinha sido feito. falam que eu assinei não fui ao banco o gerente junto com o meu cunhado me enganaram.Estou com uma dívida de 70.000,00 em 2009 transferi a empresa para o nome dele e da esposa,mesmo assim continuo com o nome no spc.esse empréstimo foi feito em 2008.já consultei vários advogados e nada tentei fazer B.O. e falaram que o pilantra não cometeu crime não vi um centavo desse dinheiro.estou com nome sujo por causa dele …Ele tem condições de pagar e não paga porquê não quer,estou com depressão…o carro desde fevereiro ele não paga.era pra ter acabado em junho.

    Eu gostaria de levar o pilantra na televisão,pra mostrar quem ele é. já tentei más não consegui, ele fica usando o nome de pessoas honestas e dando golpes, descobrimos que não fomos os primeiros agora ele abriu outra empresa no nome da filha, daí a pouco dá outro golpe na praça e fica esperando caducar…
    que posso fazer para obriga-lo pagar essa divida e limpar meu nome?

    O gerente é outro ladrão igual ele,com certeza levou uma parte do dinheiro, pra vir com os documentos para serem assinados na minha casa sem eu precisar ir ao banco… nos enganaram agora esse gerente não cuida mais desse caso, é com outra gerente isso pode?

    Espero que alguém me responda.
    Obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/07/2011 - 20:15
    Enviado por: M.cristiane

    Sim pra completar o gerente sabia que o dinheiro seria para o meu cunhado.
    um dia o procurei ele falou que 5 anos passava rápido só assim meu nome iria ficar limpo…
    pois ele não conseguia falar com o meu cunhado…
    Antes conseguia.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/07/2011 - 18:40
    Enviado por: M.cristiane

    Nossa o Site travou?

    Tudo bem ninguém precisa me responder até porquê,ja sei a resposta…
    A culpa foi minha de emprestar meu nome ,agora tennho que aceitar o pilantra ficar de boa ele tendo condições de pagar…más como eu que assinei … problema meu não é?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/07/2011 - 12:18
    Enviado por: Andrea

    Sou fiadora de diversos contratos no banco do brasil. Meu esposo me pedia para assinar contratos de financiamento( bb giro, 13º, entre outros. Vários deles foram pagos. A partir de 2007, ele deixou de pagar muitos deles.A dívida, em maio deste ano estava em 237 mil reais, com restrição no serasa/spc. Nós nos separamos. Ainda não dei entrada no processo do divórcio. Ele saiu de casa em maio deste ano. Há mais de 2 anos, pago 90% das contas de casa. Temos 2 filhos. As únicas contas que ele paga são os plano de saúde dos filhos, uma quinzena da secretaria doméstica e às vezes, a conta de energia. Além de tudo, tenho 2 empréstimos bancários no valor de 940 reais por mês, que ele me pediu para fazer e só pagou 2 parcelas de cada um.O grande problema é que ele não se mexe para quitar as dívidas. Diz que não tem como pagar e pronto. Não quero ficar atrelada a uma criatura destas. Ele tem outras mulheres e inclusive uma delas está grávida (se não já pariu).Ele não sabe que tenho conhecimento dessa mulher e nem da gravidez. Minha angústia é que meu nome está suj por causa de uma pessoa irresponsável, que não quer resolver a situação. Ano passado ele recebeu um dinheiro de uma causa trabalhista e não procurou o banco para tentar negociar nada. Agora, as dívidas estão em uma empresa de cobrança terceirizada e eu estou amarrada a este irresponsável. Os 2 carros, estão no nome da empresa. Ele, entretanto só paga o “dele”. O “meu” está com 21 prestações em atraso (das 48). O que posso fazer para tentar resolver essa questão dos financiamentos do banco? Tenho como pleitear minha retirada dos contratos após o divórcio? Não sou sócia da empresa; assinei os contratos porque na época era casada com ele e eu não tinha como dizer que não assinaria. Não posso comprar um imóvel e nem um carro no meu nome porque estiu com o nome sujo. Existe alguma possibilidade de revisão desses contratos de financiamento?
    Socorro!Me ajudem!!!!Não tenho condições de pagar mais nada e nem de onde tirar pois não tenho nenhum bem no meu nome.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 27/07/2011 - 18:38
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não podemos ajudar, esse não é um caso de defesa do consumidor. Procure um advogado especialziado em direito de família.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 31/07/2011 - 09:28
    Enviado por: Isabelle

    Estando meu nome no contrato social como admistradora da empresa na qual trabalho, quais são os riscos que estou correndo?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/08/2011 - 15:04
    Enviado por: joice

    ola assinei como avalista num carro pra minha mãe,esta tudo em dia,mais o problema é que ela brigou comigo,e não quer mais saber de conversa,ate pra fora da casa dela ja me colocou.Quero saber se tem como eu tirar meu nome desse carro?E como faço isso?O carro foi comprado pelo banco do bradesco.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/08/2011 - 13:18
    Enviado por: Thiago

    Boa Tarde,

    Tenho uma loja, e em 27/12/2005 contrai um emprestimo junto ao banco, tive varios problemas e nao consegui pagar as parcelas, tive varios contatos com o banco e nao consegui negociar pois a divida só dobrava conforme o prazo de parcelamento, enfim, passaram os cinco anos e agora nao existe mais protesto em cartorio e nem no serasa/spc, mais antes de completar os cinco anos da divida eles protestaram em cartorio com data de vencimento da divida em 27/06/2006 os avalistas, conforme a lei do consumidor devera ser inscrita a divida pela data de vencimento ou pela data de protesto a que foi colocada em cartorio como é o caso em o protesto foi em 29/11/2010, como devo proceder e se isso é legal.

    Obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/08/2011 - 17:48
    Enviado por: Giselle

    Tenho uma dúvida, qq pessoa pode ser um avalista ou somente pessoas da mesma família.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/08/2011 - 10:16
    Enviado por: amorim

    Bom dia!

    Tinha uma empresa de confecção textil e fiz um emprestimo em um a cooperativa de credito no valor de 10,000. Deixei minha amiga como fiadora e ela alienou seu unico apartamento, minha empresa faliu e eu comecei a trabalhar agora e quero fazer um acordo mas o banco não aceita. tenho medo que ela perca o apartamento. como procedo?

    obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/08/2011 - 15:20
    Enviado por: Luciane D.

    Eu e meu esposo somos avalistas de um bébito de giro rápido e limite especial no banco Itau ref nossa empresa.
    pagamos a entrada, mas infelizmente não conseguimos seguir pagando. o Banco entrou com um processo extrajudicial contra nós e nossa empresa. Temos interesse em pagar o débito, mas hj não tenho condições financeiras de pagar o valor. A única coisa que nós temos no nome quitado é um terreno(recebi como doação dos meus pais, antecipação de herança)e temos 40% da construção(paredes e chapa), corremos o risco de perder ou não? Isso entra como bem de familia mesmo que não moramos ainda dentro? Aguardo um retorno, estou mto preocupada.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/08/2011 - 16:57
    Enviado por: Luiz

    transferi um carro finaciado para meu nome, já recebi até o carnê em meu nome, porém depois de pagar alugumas prestações, não consegui mais, diariamente recevo ligações de cobrança, porém ainda não estou podendo pagar. mas para minha surpresa eles notificaram a fiadora, (do contrato antigo ) pois quando passei para meu nome eles não me exigiram fiador. pergunto eé legal cobrarem de um fiador, que não me solicitaram, o que posso fazer ?

    obrigado e Deus te Abençoe.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/08/2011 - 17:55
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Achamos que o procedimento não é ilegal, pois o contrato não muda, apenas o nome que vai no documento. Se quiser insistir, procure a ajuda de um advogado para tentar processar os cobradores.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 09/08/2011 - 17:02
    Enviado por: Luiz

    TENHO UM CARRO FINACIADO, JÁ FOI PAGO MAIS DE 65% DO VALOR DO CARRO, MEDIANTE A ESTE PAGAMENTO HÁ A POSSIBILIDADE DE BUSCA E APREESSÃO. COMO FAÇO PARA DIMIMUIR O VALOR DAS PRESTAÇÕES, JÁ QUE É FATO ESTÃO EMBUTIDOS JUROS ABUSIVOS. E FORAM PAGAS MAIS DE 35 PRESTAÇÕES COM UMA TAXA r$ 4,50 EXTRA NO BOLETO. RETIRADA POSTERIORMENTE, MAS NÃO RESARCIDA.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/08/2011 - 17:51
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Só resta negociar, e a financeira não tem obrigação alguma de negociar. Se acha que os juros estão abusivos, procure um advogado e acione a Justiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 11/08/2011 - 09:37
    Enviado por: vilmar lopes

    Fui fiador do meu irmão na faculdade ,ele não fez o pagamento,
    estamos refinanciando a divida pra o quitamento,porém tenho um carro no meu nome,e o bem esta com alerta judicial,o advogado do caso informou que dependemos do juiz liberar o carro,como podemos saber se o processo esta correndo?e quanto tempo demora pra liberar o veiculo? (uma vez que fizemos a compra de um carro novo e já estamos com a nota fiscal em mãos,o carro esta parado na loja devido a termos dado o carro usado no negocio,eles não liberam pois o veiculo de entrada esta com o ALERTA).
    temos urgência na liberação do nome!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/08/2011 - 11:13
    Enviado por: Nadia

    Olá é possivel ser considerado um avalista em banco de giro sem ter condiçoes para isso ou só um salario ja basta como foi no meu caso?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/08/2011 - 23:00
    Enviado por: Betania

    Serei Fiadora de uma sobrinha para o Fies em uma faculdade que custa R$2.000 de mensalidade em 06 anos. Quais meus riscos? Estou realmente preocupada pois o financiamento é de 10% para Faculdade em Medicina.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/08/2011 - 23:05
    Enviado por: Maria Santos

    Boa noite.
    Fui fiadora de um capital de giro no banco, era uma conta jurídica, a empresa falil e não tem como pagar a conta. Meu nome foi pro SPC E serasa. Soube que o titular da conta vai ficar negativado num banco de dados e não vai poder fazer financiamento.
    Minha dúvida é,eu como fiadora vou pagar a conta, quero saber se quando eu quitar a divida, vou ficar negativada também? Não vou poder fazer financiamento? Vou fazer a compra da minha casa própria através de um financiamento, isso vai ser possível ou também não vou poder usar esse recurso?
    Por favor, aguardo resposta, estou muito apreensiva, me ajudem.
    Obrigada, aguardo resposta.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 15/08/2011 - 19:48
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se pagar a conta não fica com o nome negativado. Em tese isso não poderia atrapalhar nenhum negócio futuro, mas ninguém tem a obrigação de aceitar quem quer que seja como cliente.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 15/08/2011 - 02:35
    Enviado por: Pedim

    Fui fiador de uma amiga e de 10 prestações ela pagou apenas 2(duas). Meu nome está negativado. Quero saber se posso fazer um B.O. e depois ir no pequenas causas pra ver se tem alguma solução, pois no meu caso ela se encontra com o carnê no meu nome e os objetos da compra em sua casa, usando-os. Já falei com ela uma vez que me disse que iria ver na loja, mas quando fui saber ela nem tinha aparecido por lá e agora a pouco tempo tirou uma bross e anda pilotando sem habilitação. Acho que pegou outro fiador. Tenho que por um basta nisso. Peço sua orientação por favor, aguardo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/08/2011 - 12:21
    Enviado por: Karla

    olá!
    meu marido ajudou um amigo a alugar a casa, comprovando renda junto com mais dois amigos,na empresa porto seguro, bom 1 ano depois nós estamos pra comprar um imovel e descobrimos q o nome do meu marido esta no SPC, e no serasa, pelos alugueis e por conta de luz nao pags, detalhe q nao autorizamos o uso do nosso nome para a conta de luz nem sabiamos disso alias, rs bom agora nao sabemos como será os proximos dias pois como a divida já tem quase um ano tudo indica q nosso “amigo” devedor não esta muito interessado em arrumar os ponteiros peço um conselho de como agir, desde já obrigada karla

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/08/2011 - 10:38
    Enviado por: Eliana Souza

    Por favor, em 2004 fui fiadora do meu marido para abertura de uma conta do banco brasil para o comercio dele, acontece q nos separamos e só agora qdo precisei fazer um cartão é que descobri que meu nome esta com restrição no banco do brasil, o que pode ser feito nesse caso??? Me ajudem por favor

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/08/2011 - 16:50
    Enviado por: carlos

    bom dia! Tenho uma divida de material de construcao financiada pela caixa,mas,nao consegui quitar e agora esta sendo cobrada por uma empresa de cobranca.
    A caixa diz que nao tem mais nada com essa divida,devo negociar com a cobranca ou simplesmente deixar correr,ja que ja fazem mais de 5 anos que a divida existe?E por acaso eles podem mandar o imovel pra leilao como estao dizendo?
    O responsavel pelo setor na caixa diz que se fosse pra ir para leilao ja teria ido; el esta certo?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 24/08/2011 - 18:30
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Pague a dívida. Não há nada de irregular na questão. Você corre o risco de ter bens penhorados na JUstiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 25/08/2011 - 15:48
    Enviado por: Daniela Galdino

    Trabalhei em uma empresa e assinei como fiadora no banco do brasil em um bb giro que eles fizeram, agora eles não pagaram e o meu nome foi para o SPC , (agora não sei o que fazer até porque não tenho nenhum bem e pelo que me informei pessoa fisica não pode ser fiador de pessoa juridica.
    Como devo proceder para tirar o meu nome disso

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/08/2011 - 12:30
    Enviado por: Joana

    Ola
    Meu marido foi avalista de um emprestimo ,no Banco Bradesco eles entraram em acordo amigavel (gerencia e Cliente)com a empresa e receberam em juizo a quantia acertada em 1988 . Hoje em 2011 nome dos avalista continua com restriçao junto a agencia pois eles alegam que nao receberam o suficiente.Quais as providencias cabiveis a esse caso.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/09/2011 - 15:14
    Enviado por: Luma

    Olá, gostaria de saber a que posso recorrer, caso não queiram tirar meu nome de uma sociedade empresarial ltda?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/09/2011 - 12:58
    Enviado por: raquel

    olá tirei um carro no meu nome…..só q eu tinha 20 anos e ñ tava registrata então estava precisando de um fiados meu pai resolveu ser,,,,, só q com uma semana q estava com o carro foi roubado fiz um b.o …. e agora to com 3 prestação sem pagar eles queria o carro de volta disse q tinha sido roubado dei o b.o pra eles mais ñ disseram mais nada quero saber como meu pai fica nesta historia pq ele tem 1 casa em seu nome,,,ele ñ quer ser mais avalista ta comedo deperder sua casa meu nome já esta no spc e o dele como fik esperando sua resposta urgente

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/09/2011 - 21:02
    Enviado por: ASSIS

    fui avalista em um emprestimo bancario para um parente, o mesmo estar em atraso há dois anos, agora recebi uma notificação do banco.. quais açoes posso sofrer em decorrência deste não pagamento.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/09/2011 - 09:27
    Enviado por: Everyn

    ola..
    fui fiadora do meu ex no financiamento de um carro goataria de saber se tem possibilidade de trocar de fiador?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/09/2011 - 09:26
    Enviado por: Fernanda

    Meu tio possui uma empresa em seu nome e de sua esposa. FEz um contrato de capital junto a um banco. A divida era muito alta ele teve que oferecer seu unico imovel como garantia (80%)e minha mae (irma dele) assinou o contrato como avalista. Ele nao efetuou os pagamentos. Ha uma acao de cobranca. Minha mae pode mandar o banco primeiro penhorar o imovel dele para depois discutir os 20% da divida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/09/2011 - 02:00
    Enviado por: Sérgio

    Tive uma pequena loja, e para poder trabalhar com cartões abri conta em um banco, sendo fiador como pessoa fisica. Acabei contraindo empréstimo para tentar salvar a loja, mas não consegui. Agora tenho uma dívida que não tenho como pagar, pode o banco tomar minha casa onde moro com a minha família? Gostaria muita em achar um meio de pagar, devo pedir revisão da dívida? Preciso muito de orientação.Obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/09/2011 - 23:53
    Enviado por: Jane

    Fui fiadora da minhacunhada no financiamento de uma moto, e agora tenho motivos sérios para querer deixar de ser. Existe essa possibilidade? Obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/09/2011 - 20:15
    Enviado por: EdileneMaria de Lima Renato da Costa

    estou sofrendo muito pois minha cunhada me chamou para ser testemunha dela em um emprestimo no BANCO DO brasil, fui pensando ser o q ela disse ,o emprestimo q a mesma fez seria para uma lanrrause,como eu ia ser testemunha ñ me preoculpei.isso foi em 28/04/2009.vim descobrir meu nome sujo este ano;quando fui fazer o cred amigo do banco do nordeste.ao avaliarem a moça ligou p/ mim disendo q eu estava na serasa.pois avia sido fiadora de alguem ,falei q ñ.tinha sido apenas testemunha ,isto foi doulo q fizeram comigo. só que o imprestimo foi de 9.118,31, como posso fazer um imprestimo nesse valor q só ganhava 255,00,isto consta na minha carteira a mesma foi dada baixa no dia 01/01/2010?hoje esta em quase 15.000reais e ñ posso pagar da dívida q ñ usufrui do dinheiro ,apenas me deram 100,00 por ter ido assinar.ñ tenho condições financeira , estou morrendo de medo de perder meu trabalho na prefeitura(contratada) ou até q o banco queira pegar do meu salario.s´choro desesperada por ñ saber o q posso fazer
    pena q nesta documentação ñ aparece o nome da minha cunhada.o que eu poso fazer ,me ajude pelo amor de deuuussss vou terminar ñ poder fazer um concurso público o governo abriu inscrição para 2.000vagas na liber pois ~ñ posso me escvrever por ter o nome sujo na serasa
    estou fazendo faculdade de matemática só q ñ vou poder seguir minha profissão com o nome sujo…me der uma luz para q eu resolva meu problema….obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 28/09/2011 - 20:17
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não podemos ajudar neste caso, não há nada de errado na questão. Você é fiador45a, ao que parece, e pode ter que arcar com a dívida. Só resta negociar o valor e depois cobrar a cunhada. Procure a ajuda de um advogado para tentar negociar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 03/10/2011 - 20:44
    Enviado por: Lucas Graziane

    Estava inadimplente no banco em umas 5 parcelas de um empréstimo e o limite estourado acima uns mil reais, então o Gerente me ligou e me convidou a ir ao banco para negociar e ele queria saber que horas ou dia eu poderia comparecer, então respondi que até as três horas daquele dia ou no outro dia eu estaria indo lá, mas ele insistia e queria que eu fosse no mesmo dia e novamente repeti o que eu tinha dito, até ele resolver dizer: É bom q você venha logo para não levarmos em Juízo. Quando ele falou isso eu me estressei e eu disse que se ele quisesse que levasse, pois ele me liga pra negociar e depois fala que vai levar em Juízo. Bem! Antes de tudo isso eu já tinha passado e-mails para esse mesmo banco pedindo os valores para negociarmos e eu inclusive citei nos e-mails que eu queria o valor de todo o meu debito para eu quitar tudo, mas eles não queria negociar por e-mail. Até aí tudo bem e o pior vem agora.
    Ele se despediu no telefone e disse que estaria me esperando, mas ele não se conteve e duas horas depois ele ligou para o marido da minha avalista e divulgou a minha situação e pediu o telefone da mulher dele no caso a minha avalista e ligou pra ela. Ele simplesmente disse a ela: Olha fulana, Lucas Graziane está devendo aqui no banco onde você avalizou um empréstimo pra ele e ele está querendo negociar a divida por e-mail, não está querendo vir ao banco e seu nome será negativado nos órgãos de proteção podendo até sofrer processos. Ela me ligou desesperada.

    Entenda: Ele não esperou nem eu ir ao banco apresentar a minha proposta e ligou para a avalista. Falou a ela que eu devia em um dos empréstimos que ela avalizou 6.000,00.
    Na minha opinião nesta situação, ela não deveria ter sido contactada, pois eu nunca falei que não iria pagar a divida, sempre assumi os débitos e os e-mails provam isso, se ela tivesse que ser contactada ela deveria tomar conhecimento apenas do valor dos débitos vencidos o que daria uns 1.200,00 e não divulgar os 6.000,00 que era a divida total. Ele divulgou informações confidenciais e com isso passei a maior vergonha vexame mesmo e ele estava cobrando dela os seis mil reais, sendo que as parcelas vendiam todo dia 7 e a proxima venceria agora dia 07/10.
    O que devo fazer nesta situação se eu processar tenho alguma chance de ganhar?
    Obrigado!

    Lucas

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/10/2011 - 21:46
    Enviado por: ATILA

    fui avalista em um emprestimo, e o cara q pegou o dinheiro n pagou a divida pois tinha perdido o emprego e n tinha como pagar, pois bem agora ele está empregado novamente, tem como pagar a divida e se recusa a pagar o valor, o meu nome e o dele está no spc, oq eu posso fazer nesse caso jah q o cara tem como pagar e simplesmente n se importa com o problema, tem algum meio com a justiça para obrigar ele a pagar a tal divida com o banco, para enfim limpar principalmente o meu nome no spc?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/10/2011 - 18:56
    Enviado por: sony

    minha mae comprou um veiculo financiado, efetuou o pagamentos de algumas parcela com atraso, em seguida ela entrou com um processo de juros abusivos o processo ja estava correndo quando fizeram a busca e apreenssão do mesmo, pois bem o processo contnuou, minha mae faleceu este ano eu era avalista dela…o que eu faço agora, e com isso tudo meu nome esta negativado o que eu faço???
    obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/10/2011 - 11:21
    Enviado por: Elza Mourao

    Por gentileza, fui fiadora de um aluguel de loja, porém não quero mais ser e a pessoa que está usufruindo se nega a arrumar outro fiador ou fazer um seguro fiança. Tem como sair dessa? Obrigada.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/10/2011 - 07:30
    Enviado por: luiz renato

    Fiz um consorcio eles estrao me pedindo avalista, porem o veiculo ficará alienado, realmente é necessario o avalista.
    Na assinatura do contrato me disseram q nao seria necessario eu gravei toda a conversa com o consultor.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/10/2011 - 22:11
    Enviado por: Carla

    Por favor, me ajudem. Assinei como testemunha em um contrato de confissão de divida. Posso ser acionada para pagar, caso o devedor não pague?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/10/2011 - 17:11
    Enviado por: Anna

    Boa tarde, minha irmã namorava um indivíduo e compraram uma moto e me pediram para eu ser avalista, aceitei. Poucas semanas depois eles terminaram e a moto ficou com o cidadão que está pagando as prestações em atraso. Como faço para deixar de ser avalista? Os documentos e o financiamento continuam no nome da minha irmã. Obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/10/2011 - 22:05
    Enviado por: evandro

    por favor me tirem uma duvida, meu sogro entrou em uma sociedade de uma padaria e ficou como fiador de tres nota promissorias, isso foi em 1994 mas em 1995 ele vendeu a pate dele para um dos socios com um contrato de compra e venda registrado em cartorio com duas testemunhas,a partir dai ele passou um imovel para as tres filhas é onde moro hoje isso em 1998, mas em 1997 foi aberto um processo por falta de paamento das promissorias, esse processo esta lvando o imovel em que eu mora hoje para penhora, pois foi alegado que meu sogro tentou fraudar a lei ao passar para o nome das filhas,mas ele nao tinha mais contato com os socios pois ele vendeu a parte dele conforme documento que temos em maos,o processo foi aberto apos ele vender,o que fazer por favor me deen uma luz obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/10/2011 - 00:53
    Enviado por: jackson

    tenho conta em uma loja, e a madrasta da minha entao namorada naquela ocasiao, pediu pra que eu tirasse utencilios pra ela..mesmo com um pé atraz eu tirei, ja que frequentava a casa, ela fez as compras em 15 vezes..acontece que menos de um mes depois o namoro acabou, e entao começou minha dor de cabeça, pois ela nao pagou até agora nem uma prestaçao,e eu estou no spc/cerasa..gostaria de saber se é viavel ingressar na justiça contra ela, e se ganho a causa, e onde, tipo: pequenas causas..

    obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/11/2011 - 18:56
    Enviado por: antenor

    ola boa tarde, fui avalista para uma empreza, e ai essa empreza foi vendida isso é asumiram o cnpj,isso é continuou o mesmo só mudou a razão social, e ai e o banco naum me comunicou da venda pois pasaram aconta corente e as dividas tudo para a nova rasão sosial nesse caso eu continuo como avalista ou não pois agora os novos donos não estaum pagando e ai o banco esta me cobrando oque que eu faço?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/11/2011 - 21:37
    Enviado por: walter

    GOSTARIA DE SABER COMO FAÇO, POIS TENHO UM AMIGO QUE FUI FIADOR DELE PARA ABRIR UMA EMPRESA, SO QUE AGORA ELE COLOCOU UMA QUADRA DE FUTEBOL SOCYATE E UM BAR, SÓ QUE ELE TEVE UM ACIDENTE E NÃO CONSEGUI TOMAR CONTA DOS NEGOCIOS E FICOU DEVENDO ALGUNS ALUGUEL DO LOCAL QUE INSTALOU A QUADRA E O BAR, ENTÃO ELE PASSOU A QUADRA E O BAR PARA TERCEIRO FICAR COM A QUADRA E PAGAR OS ALUGUEIS QUE ESTAVA EM ATRASO, AGORA ELE ESTAR DEVENDO O BANCO r$ 4.000,00, E MEU NOME ESTA NO SERASA, CASO EU PAGO COMO FAÇO PARA ELE ME TIRAR DE FIADOR DELE E SE CASO ELE NÃO PAGAR O BANCO, EU POSSO PEDIR O BANCO PARA TOMAR O EMPREENDIMENTO QUE ELE PASSOU PARA TERCEIRO E SE CASO ENTRAR NA JUSTIÇA TEM COMO FICAR O NEGOCIO DELE E PAGAR O BANCO, POIS O EMPREENDIMENTO ESTA EM NOME DELE, E SE CASO O BANCO TOMA PARA PAGAR A DIVIDA SE CASO EU PROCURAR O BANCO.
    GRATO
    WALTER

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/11/2011 - 09:17
    Enviado por: Jordel Santos

    Olá Dr. Minha duvida é; sou avalista do meu irmão na compra de um veiculo. eu quero saber como transferir minha divida em relação ao veiculo somente para ele? Já que antes ele não tinha como comprovar renda. Mas agora sim já pode.
    Desde já agradeço sua atenção.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/11/2011 - 10:39
    Enviado por: Alexander

    Como fica a situação da pessoa que foi avalista em um contrato bancário e que futuramente foi celebrado pelo devedor principal 2 ou 3 renegociações de divida, sem a participação do avalista.
    Ele continua a responder pela dívida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/11/2011 - 15:07
    Enviado por: paulo

    gostaria de saber:
    um avalista pode ter nome no SPC e estar desempregado?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/11/2011 - 14:51
    Enviado por: elzi figuieredo

    FUI FIADORA CONTRATO DE ALUGUEL DE UMA CASA,ACONTECE QUE ESTA PESSOA NÃO PAGOU, FICOU DEVENDO 10 MESES DE ALUGUEL E MORANDO NO IMÓVEL, SÓ AGORA QUE ELA MUDOU A IMOBILIARIA ME INFORMOU QUE ELA ESTAVA INADINPLENTE, E O VALOR CHEGA A 18 MIL REAIS .
    POIS CORRIA OS JUROS E MULTA.EU NÃO DEVERIA TER SIDO NOTIFICADA ANTES? POR FAVOR ME RESPONDAM, POIS MEU MARIDO NÃO ESTAVA SABENDO QUE EU TINHA SIDO FIADORA, O QUE ELS PODEM FAZER COMIGO? AJUDE-POR FAVOR.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/11/2011 - 16:56
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Entendemos que não, fica a critério do credor decidir quando acionar o fiador. Procure um advogado e tente negociar o valor na Justiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 15/11/2011 - 16:49
    Enviado por: leonardo fiuza

    ola eu tinha uma pequena empresa que falil,eu estou devendo dois cheques a o fornecedor,o total dos cheques da 8 mil reais eu nao tenho condiçoes de pagar esse valor oque eu posso fazer?aguardo…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/11/2011 - 08:13
    Enviado por: Elena

    Gostaria que me dissesse quais as possibilidades que tenho de limpar o meu nome considerando que:
    Eu e meu marido fomos avalistas de uma pessoa (dívida que não prescreve)e o mesmo não teve condições de pagar. Ele já tentou negociar com o banco algumas vezes, mas este não fez concessões para que o problema fosse resolvido. O valor é alto e não temos como pagar. O que devo fazer? preciso muito limpar o meu nome.

    Obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/11/2011 - 11:28
    Enviado por: Carlos

    Bom dia,

    tinha uma empresacom pendencias de dividas com o banco do brasil(sebrae), ja se passaram 5 anos e meu nome esta ok.
    Se eu abrir uma nova empresa e contas bancárias, essas contas podem ser bloqueadas judicialmente para pagamento desse processo?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/11/2011 - 11:32
    Enviado por: Carlos

    Meu pai é casado em comunhão universal, tem uma empresa que contraiu varias dividas junto ao banco, agora o banco mandou uma carta a minha mãe cobrando dizendo que ira ao serasa, isso é legal?Ela é do lar e nunca participou de nada da empresa e dos negócios do meu pai por ser um casamento antigo e de submissão?Ha algo que se possa fazer?
    Obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/11/2011 - 12:37
    Enviado por: Fernando

    Trabalho em uma empresa e o dono da mesma me pediu para assinar um contrato, ele me disse que era apenas para eu ser uma testemunha de que ele é idonio, mas teve uma parte onde dizia sobre fiadores e meu nome estava la…
    Mas eu não tenho nada em meu nome, sou solteiro e tenho renda bem baixa e não precisei comprova-la. Corro algum risco ????

    desde ja obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/11/2011 - 14:15
    Enviado por: Nilson

    Ola, gostaria de tirar uma duvida. Sou fiador em um contrato de locaçao. Apos o fim do periodo do contrato, o locatario continuou morando mais alguns meses no imovel com a permissao do locador. E quando saiu do imovel, deixou 2 contas de luz em antraso.
    Segundo o locador o contrato ainda esta valendo, pois o como o locatario nao saiu no fim do prazo o contrato seria “renovado” automaticamente.

    Isso procede? O fiador pode de alguma forma ficar responsavel ainda que o prazo do contrato tenha acabado?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/11/2011 - 13:43
    Enviado por: edson custódio

    FUI FIADOR DE UMA PRENSA E A MESMA FOI RETOMADA PELO BANCO.
    SÓ QUE NUNCA FUI COMUNICADO DO OCORRIDO.
    SOMENTE AGORA DEPOIS DE 6 ANOS E MEIO DESCOBRI POR ACASO.
    GOSTARIA de saber se este bem ápós tanto tempo ele já não deveria contar mais no meu nome como fiador.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/11/2011 - 16:10
    Enviado por: wania

    um exemplo: uma pessoa contara um banco de sua cidade um empréstimo para pagamento de implementos agrícolas a serem utilizados para custeio de safra ,outra pessoa é o fiador do contrato onde consta a cláusula da dívida solidária .O fiador poderá ser instado a quitar a obrigação?e qual seria a jurisprudência dos tribunais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2011 - 17:44
    Enviado por: angelo jose dos santos

    sou avalista de uma divida eu seu que estou na eminencia de ser arrolado nesse processo e perder bens sobre isso desejo perguntar: se eu tirar tudo do meu nome? e colocar tudo no nome das filhas e esposa?
    obrigado!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 23/11/2011 - 19:06
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Tarde demais. O rastreamento que poderá ser feito pela Justiça vai perceber a manobra. Procure a ajuda de um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/11/2011 - 13:08
    Enviado por: Jéssica

    Qual a idade maxima para ser Avalista?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/11/2011 - 20:09
    Enviado por: lucia

    ola boa noite…minha vizinha pediu meu documentos de iptu e imovel e cpf {xerox} depois me falou que era pra ser avalista eu falei que nao poddia ser.depis achei estranho pois ela queria ela queria a certiao de obito do meu esposo..falei que nao pois nao podia ser fiadora dela..so que ela ficou com meus xerox de menos a certiao de obito..sem eu assina nada para ela .mesmo assim ela pode me fazer fiadora? o que devo fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/11/2011 - 23:24
    Enviado por: Carol

    Olá boa noite, fui avalista de minha sobrinha aonde ela fez um contrato com abertura de credito fixo (PROGER)pela pessoa juridica, este contrato foi de 2005.Para aquisição de equipamentos(computadores,etc)
    Fui até o Banco pois meu nome aparece restrito no serasa,mas eles não com quem está a cobrança pois não está dentro do banco.
    Minhas perguntas são?
    O que fazer?
    O contrato caduca?
    Eles podem restringir tanto meu nome e o nome dela tambem, pq os dois nomes estam restritos.
    Tem algo que possa sugerir, para q eu possa resolver?

    Grata

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/11/2011 - 11:25
    Enviado por: Itiziana Nishimura

    Olá! Gostaria de saber se o filho pode ser avalista do pai no aluguel de um imóvel. Obrigada.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/11/2011 - 22:48
    Enviado por: rubya

    Boa noite, bom tenho um ap e estou alugando para uma senhora que tem um filho especial, esta senhora vai ser a fiadora e a filha vai ser a locataria, caso não pague o aluguel poderei executar o imovel desta senhora, a escritura esta dividida em 3 pessoas o filho especial a filha e com maior percentual a senhora, obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2011 - 00:16
    Enviado por: Antony

    Olá assinei um contrato de fiador para um amigo que tem uma empresa, mas a cada 6 meses ele precisa que alguem assine o contrato, então se passar 6 meses e outra pessoa assinar eu me livro de ser fiador, e de qualquer divida futura ??????

    grato

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário: