Estado.com.br
Quarta-feira, 17 de Setembro de 2014
Advogado de defesa
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

Empresa é responsável por furto, roubo ou danos a veículos em estacionamentos

Categoria: Assunto do dia

LÍGIA TUON E ELENI TRINDADE – JORNAL DA TARDE

Furto e roubo de veículos em estacionamentos de shopping centers ou supermercados têm de ser ressarcidos pelos estabelecimentos, por mais que estes neguem sua responsabilidade.

A coluna Advogado de Defesa do JT recebeu dez queixas nos últimos meses de leitores que tiveram prejuízos por furto de veículo em estacionamento de supermercados. As dificuldades para receber a indenização são grandes.

O técnico de segurança do trabalho Edison Alexandre, por exemplo, deixou seu carro no estacionamento de um supermercado para fazer compras com sua família e, quando voltou, notou que a porta estava aberta. “O ladrão levou o estepe e o rádio do carro, mas deixou nossas bolsas”.

De acordo com Alexandre, o estabelecimento se negou a ressarci-lo, pois duvidou de sua palavra, uma vez que as bolsas continuarem dentro do veículo.

Luiz Guilherme Natalizi, advogado especializado em direito do consumidor, alerta que o cliente tem direito a reparação material e moral se fizer a denúncia imediatamente em algum livro de reclamações ou em papel timbrado do estabelecimento. “Reclamar uma semana depois do ocorrido cria a dúvida se o fato ocorreu no local.”

Natalizi orienta a vítima do roubo ou do dano a não devolver o bilhete de estacionamento antes de receber um documento que registre a reclamação. “Se o registro for negado, a polícia deve ser informada”. Esse direito é assegurado por súmula do Superior Tribunal de Justiça (STJ) 130, editada em 1995, e pelo Código de Defesa do Consumidor (CDC).

Segundo Regina Andrade, técnica do Procon-SP, o cliente não precisa se sentir intimidado se, no verso do bilhete de estacionamento, estiver escrito que a empresa não é responsável por eventuais prejuízos, pois a cláusula não é válida. “O CDC entende que o fornecedor não precisa ser culpado pelos danos para ser responsabilizado. Afinal, o estacionamento é um atrativo para que o consumidor visite o estabelecimento”.

Além disso, Regina ressalta que o consumidor tem razão até que se prove o contrário. “Fica a cargo do fornecedor apresentar provas que mostrem que o cliente está errado. Se não, deverá indenizá-lo”.

O consumidor deve acionar o Juizado Especial Cível e registrar a reclamação se a empresa negar o ressarcimento. É boa a chance de o consumidor ganhar, se o juiz considerar a história verossímil.

Posts Relacionados

  • No Related Post

Tópicos Relacionados

80 Comentários Comente também
  • 25/09/2009 - 13:50
    Enviado por: Carlo alessandro

    Boa terde,

    Gostaria de saber se esta responsabilidade de ressarcimento por danos e/ou furtos em estacionamentos de supermercados e shopping centers vale também para empresas privadas, indústrias etc etc.

    Aguardo retorno.

    Alessandro

    RESPOSTA DO BLOG: Vale para qualquer estabelecimento comercial ou público.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/09/2009 - 14:01
    Enviado por: Gisele

    Derrubaram minha moto em um estacionamento. Deixei-a lá íntegra, e quando voltei algumas horas depois, sua posição não era a mesma, e um de seus lados estava inteiro riscado e com várias danificações. Uma das pessoas do estacionamento disse que “o vento derrubou-a” – que vento derrubaria uma moto de mais de 150kg em um lugar fechado?
    Passei semanas e semanas em contato com o responsável pelo estacionamento, que tentou me convencer de que um mecânico “de confiança” dele poderia providenciar novas peças e reparos, mas ele me indicou um local da cidade reconhecidíssimo (inclusive pela polícia) por comercialização de peças roubadas, me expondo a uma situação claramente de risco. Exigi, então, que os reparos fossem feitos ou em uma concessionária, ou com o “meu” mecânico de confiança, com pagamento de notas fiscais realizado pela empresa que estragou minha moto. Depois de mais semanas ouvindo promessas não cumpridas sobre o ressarcimento dos danos e atenção à minha situação, entrei com uma ação no juizado especial.
    Penso que todos deveriam ser mais enérgicos em relação aos seus direitos e deveres, pois as empresas e fornecedores de serviços costumam se aproveitar da imobilização das pessoas. Mas também entendo que a morosidade do sistema jurídico neste país tira do sério qualquer bom samaritano, o que afasta essas pessoas da busca justa e legítima por direitos tão elementares. O meu processo só terá sua primeira audiência depois de mais de 6 meses do meu acionamento, e sabe-se lá por quanto tempo se extenderá e se serei ressarcido do meu prejuízo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/09/2009 - 14:08
    Enviado por: adalberto gazio

    Imagino que o assunto ainda em tela, já morrera há muito tempo. Ví que a polêmica continua e está acirradíssima e o pior, ainda pairam dúvidas, inclusive de quem não deveria titubiar – o árbitro(juiz). O nosso povo de uma maneira geral é elegante e não suporta ir a uma DP para fazer um BO. Primeiro, porque acredita muito pouco na eficiência da nossa polícia. Sergundo, porque caso o ocorrido receba o tratamento adequado, no trâmite da justiça, pouco ou nada, na maioria das vezes, a solução estará a favor do prejudicado. Aí temos um imbroglio consumado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/09/2009 - 14:37
    Enviado por: Juliana Duarte

    Olá,

    Está lei é válida apenas para estacionamentos privados ou refere-se a qualquer tipo de perca/roubo em qualquer estabelecimento? Furtaram meu celular dentro da sala de aula na faculdade em que estudo. Ao fazer a reclamação do ocorrido, informaram-se que a instituição, que é privada, não se responsabiliza.

    RESPOSTA DO BLOG: Vale para qualquer estabelecimento comercial ou público.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/09/2009 - 15:59
    Enviado por: Adair Brasilia

    Se há um aviso, na entrada do estacionamento, informando que o supermercado, por exemplo, não é responsável por objetos deixados no interior de um veículo, o correto seria que os motoristas não deixassem nada de valor, até porque foram avisados antecipadamente.
    Mas não, diante de um suposto furto, é muito simples (e cômodo, apesar de injusto) acionar o estabelecimento comercial em vez de acionar a polícia, esta sim responsável pela segurança pública.
    Parece que todos somos crianças. Mas não, seguindo um viez anticapitalista, sempre se acha que o estacionamento serve para ‘atrair’ os consumidores e não simplesmente para parar o carro.
    Como se responsabilizar por um bem furtado se o mesmo não foi declarado a priori? E a polícia, e as leis, existem para quê? O estabelecimento comercial entende de segurança ou de vender produtos? Para que pagamos impostos? Se nos colocarmos no lugar dos donos desses estabelecimentos entenderíamos porque eles complicam tanto para assumir ‘responsabilidades’ que, na verdade, são do governo. Não sejamos hipócritas nem espertinhos. É muito mais fácil cada um cuidar de seus bens do que deixá-los aos cuidados de outrem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/09/2009 - 16:13
    Enviado por: Valdomiro Alves Ramlho

    Excelente matéria!!
    Essa informação é pouco divulgada e acredito que muitas pessoas assim como eu não sabiam deste direito

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/09/2009 - 17:53
    Enviado por: simone maria gutierres alves

    Tive problema com troca do meu estepe zerinho por outro menor e careca. Como o gerente do Estacionamento MultiPark não tomou qualquer providência, perdi o dia de trabalho e registrei B.O. na Delegacia de Campinas pelo furto e estou enviando e-mails e cartas para vários locais. Gostaria de solicitar uma reportagem/investigação sobre o assunto já que no Brasil o consumidor quase nunca é ouvido, que mais e mais pessoas fiquem alertas e confiram inclusive os itens do porta-malas ao sairem dos estacionamentos. Já pensou se fura o pneu e fico na estrada sem o estepe? Ou levo uma multa?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/10/2009 - 00:37
    Enviado por: Luciana

    Olá!
    Gostaria de saber se a responsabilidade de ressarcimento por danos e/ou furtos em estacionamentos pode se enquadrar no seguinte caso:
    A comissão de formatura contratou os serviços de um empresa para a realização de uma festa. Detre os serviços estavam o local, a segurança, o bife. No local onde foi realizado a festa não havia nenhum garda volume. Haviam poucas mesas cerca de 8 cada uma com 20 cadeiras. Como não havia guarda volumes todos estavam deixando as bolsas em cima de suas respectivas mesas. Ocorre que passado quase a festa inteira em questão de meia hora (03:30 a 04:00) uma das bolsas sumiu e um litro de whisky 12 anos também. O responsável pela organização foi contactado e simplesmente informou que não poderia fazer nada, sequer ajudou a procurar no salão e disse que só poderia garantir que não foi o pessoal que trabalha para ele. Neste caso o estabelecimento é responsabilizado???????????

    RESPOSTA DO BLOG: O estabelecimento e o organizador da festa são os responsáveis, mas o furto terá de ser comprovado, além da realização de um boletim de ocorrência.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/12/2009 - 09:57
    Enviado por: jeronimo george

    Bom dia,

    gostaria de saber, eu trabalho em uma empresa que foi assaltada, eu fui um das vitimas do assalto, colocaram arma apontada para minha cabeça pedindo o dinheiro do pagamento e que tambem levaram minha pasta com documentos pessoais,notebook,camera fotografica, pasta de couro, chave do carro codiicada.
    De que é a responsabilidade?

    RESPOSTA DO BLOG: Em última instância é do governo do Estado, que tem um esquema de segurança pública deficiente. Responsabilizar a empresa não é correto, em nossa opinião.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/12/2009 - 13:59
    Enviado por: carlos shigueyke sato

    Sou advogado, li a história vivenciada pelos personagens e tenho algumas informações:
    Preambularmente, a pessoa lesada deverá fazer a prova do alegado, muito embora o CDC trga em seu bojo a inversão do ônus da prova.(Nesse caso, quem teria que provar que o dano não ocorreu, ou se ocorreu, foi culpa exclusiva da vítima).
    Como matéria de prova, pode ser testemunhas, fotos ou filmagens do dano, pode ser o ticket de estacionamento ou qualquer outra prova que tem o condão de convencer o juiz para que este condene o culpado.
    FEito isto, faça um boletim de ocorrência, mesmo que ache que isso não ajude muita coisa.
    Aqui, o objetivo é demonstrar que a pessoa lesada fez tudo o que lhe foi possível diante do prejuízo sofrido.
    Depois, procure por 03 locais distintos, para fazer a cotação dos prejuízos.
    JUnte todos os documentos ( as 03 cotações, ticket de estacionamento, BO, documentos pessoais) etc, e procure o representante do estacionamento.Tente a via administrativa, mesmo sabendo que tem pouca chance de êxito.Dê prazo para resposta.
    Decorrido o prazo ” in albis”, ou seja, sem resposta, ou com resposta indeferindo o pedido de indenização, ingresse em Juízo, visando ressarcimento dos danos materiais que sofreu.
    Lembre-se que trata-se de pedido no Juizado Especial Cível, com fulcro no artigo 275 do Código de Processo Civil, onde via de regra o julgamento é mais célere, feito por um conciliador.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/02/2010 - 00:34
    Enviado por: Laura Catarine

    Furto de notebook em sala de aula, no intervalo, gera o dever de indenizar da instituição que promove as aulas?

    RESPOSTA DO BLOG: Sim.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/02/2010 - 11:25
    Enviado por: Jalile Garcia

    Um notebook roubado dentro do vestiáario de uma academia de ginastica, é de responsabilidade a indenização do bem pela academia ?

    amparado por qual lei?

    RESPOSTA DO BLOG: A academia tem de indenizar, segundo o Código de Defesa do Consumidor.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/03/2010 - 21:12
    Enviado por: wanda

    Olá

    Meu celular foi furtado em minha sala de trabalho.

    No momento nao havia ninguem na sala.

    Trabalho em uma empresa publica do estado.

    As camaras de circuito interno nao alcançam a minha sala.

    Tenho direito de pedir indenizaçao por parte desta empresa.

    Tenho testemunha que meu celular esta sob a mesa

    nao tenho provas de quem furtou

    grata

    wanda argolo pereira vasconcellos

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/06/2010 - 17:31
    Enviado por: Gisele

    Boa tarde

    Por favor, preciso de uma orientação..

    Comprei um Punto na semana passada, e como a felicidade era tanta, nem me preocupei em ver os problemas que poderia ter, somente procurei na internet “coisas boas” sobre o carro.

    Tirei o carro da concessionaria as 17:45, fomos para casa (apto com Câmera), depois fomos a uma visita na Unicamp (CAism), depois para um restaurante chamado Stech House no na Barreto Leme, Cambuí, e dpois voltamos para casa.

    Pela manhã, fomois mostrar o carro para meu cunhado, e percebemos que o estepe não estava mais lá.

    1ª opção: Manobristas no prédio: a Câmera filmou todo o tempo.. foi descartada a possibilidade de roubo lá.

    2º opção: Unicamp: O carro estava travado, o alarme teria disparado;

    3ª opção: Concessionária: Vimos as fitas desde a hora q entramos até a hora q saimos, e no meio desse período fizemos o check list.. o estepe estava lá…

    4º opção: Restaurantye Steck House… o manobrista se mostru interessado em ouvir nossa conversa com o Proprietario, mas o dono, se recusou a acusar seu funcionário de 10 anos de casa… única opção para o roubo, não conseguiu provar sua inocência e se esquivou de qq responsabilidade.

    Tendo a informação que só vimos no dia seguinte, o que podemos fazer para punir o restaurante?

    Acreditamos que lugares requintados e com manobristas nos passam segurança… mas essa segurança tem preço… e para nós, R$ 600,00 foi alto…

    Por favor, me envie algum comentário sobre o que posso fazer, se possível no meu e-mail..

    Obrigada,

    responder este comentário denunciar abuso

    • 01/07/2010 - 00:03
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A questão que tem de ser avaliada: você tem como provar que o roubo ocorreu no restaurante ou um funcionário foi o autor? Se sim, processe na Justiça o estabelecimento. Se não, então não há o que fazer. Se fizer um boletim de ocorrência contra o restaurante e resolver processá-lo sme conseguir provar, posteriormente você é que poderá ser processado pelo dono do estabelecimento.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 28/08/2010 - 17:16
    Enviado por: Helcio

    Fui vitima de furto dentro da empresa em que trabalhava gostaria de saber d v.sas. se tenho direito a ressarcimento e danos morais e materias aguardo resposta.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/10/2010 - 23:56
    Enviado por: Carolina González

    Tive minha carteira e celular roubados no vestiário da escola em que faço yoga, que é o único espaço disponibilizado para guardar nossos pertences.
    A Escola tem obrigação de ressarcir?
    Fiz o BO na hora.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/10/2010 - 10:13
    Enviado por: marcia de fatima prazeres

    Bom Dia!
    Gostaria de uma orientação.
    Fui ao hipermercado proximo de minha residencia, e deixei um objeto de valor (camera digital) no guarda volumes. Quando retornei para busca-lo havia sumido. Gostaria de saber quais são meus direitos e que devo fazer?
    obrigado!!!!!!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 18/10/2010 - 16:45
      Enviado por: Marcelo Moreira

      O estacelecimento tem de ressarcir o valor do procuto, exatamente como está escrito no texto onde você deixou a mensagem. Por favor, leia o testo.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 20/10/2010 - 15:29
    Enviado por: Patricia

    Preciso de uma informação: fui roubada dentro de um restaurante, me roubaram bolsa com todos meus documentos e objetos pessoais, e dinheiro também. Haviam dez pessoas na mesa em que eu estava sentada, roubaram a minha e de mais uma pessoa, e ninguém viu. Chamamos o gerente do estabelecimento e ele disse que não poderia fazer nada, o máximo era nos acompanhar até a delegacia. Havia câmeras de circuito no local, mas o gerente se negou a mostrar. Fiz B.O., mas não recebi nada do estabelecimento. Minha pergunta é: tenho direito a indenização? Como devo proceder?
    Obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/01/2011 - 17:39
    Enviado por: viviane araujo

    Meu marido foi preso acusado de varios delitos,tudo forjado por militares,foi pedido a filmagem do local do fato, onde se levou cinco meses para obter uma resposta negativa,o estabelecimento disse que não possuia mais a filmagem.Existe alguma lei que beneficie, devido a demora,pois somente essa filmagem poderia provar a inocencia.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/01/2011 - 21:02
    Enviado por: JUNIOR

    FURTARAM MEU CELULAR NA NA EMPRESA QUE TRABALHO ,ELE ESTAVA DENTRO DO ARMARIO TRANCADO COM CARDEADO DE ESGREDO .FIZ UM BO..COMUNIQUEI O FATO AO GERNTE ..ELE NAO FEZ NDA ..COMO SOU NOVO NA EMPRESA E ESTOU EM EXPERIENCIO RESOVI FICAR DE BOA COM O PREJUIZO …MESMO ASIM ..O QUE EU DEVO FAZER PARA PARA NAO FICAR COM O PREJUIZO..JA QUE FORAM OS FUCIONARIOS DA EMPRESA QUE FIZERO O FURTO
    ASS JUNIOR

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/01/2011 - 21:43
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Faça um boletim de ocorrência e acione a empresa na Justiça para que você seja ressarcido, desde que consiga provar que realmennte houve o furto dentro da empresa.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/01/2011 - 20:30
    Enviado por: JUNIOR

    EU FIZ O BOLTIM MARCELO E COMUNIQUEI MAS ELE NAO FIZERAM NADA …COMPROVANDO QUE HOUVE O FURTO ELA E OBRIGADA A RESSARCE??

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/01/2011 - 18:39
    Enviado por: Ninna Amorim

    Seguinte:
    Houve o furto de um aparelho celular dentro de uma academia de ginastica.
    A lei assegura responsabilidade do estabelecimento em ressarcir a vitima, porém como devo proceder para que isto realmente se cumpra?
    Preciso e devo prestar queixa do furto na PC?
    E como me assegurar que o estabelecimento realmente se responsabilize pelo acontecido e quanto tempo ele tem para suprir a perda material.
    Devo contatar algum agente para que isso se cumpra?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 26/01/2011 - 23:22
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Você tem certeza de que o furto ocorreu na academia? Tem provas? Se tiver, faça um boletim de ocorrência e procure o Juizado Especial Cível. Se não conseguir provar, corerá o risco de ser processada pela academia.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 09/02/2011 - 22:31
    Enviado por: Roseline Cordeiro

    Tive meu celular roubado de dentro da minha sala de trabalho. Não registrei queixa no dia pois se suspeitava que era a filha do dono (suspeita levantada por eles mesmo) para evitar constrangimento aguardei que eles me ressarcisse… mas ontem apos 13 dias do ocorrido eles me demitiram e dizem que nao vao me pagar o celular pq eu não tenho como provar quem foi e me instruiram a dar queixa… a minha duvida é: adianta agora eu dar queixa?
    Vale a pena eu entrar com um processo?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/02/2011 - 16:34
    Enviado por: Fernanda

    dia 14/02 fui para academia com a minha irmã de carro, deixamos no estacionamento o carro, dentro estava minha bolsa, e tinha dinheiro.. pertences meu.
    enfim arrombaram a porta do carro, roubaram minha bolsa com roupa, celular, dinheiro, documentos pessoais, o som do veiculo, a academia no site fala assim… venha malhar tranquilo e com segurança?… propaganda enganosa
    quero saber oq devo fazer?
    já fui na delegacia, fiz B.O,
    Agora vou ir na acedemia falar com o responsavel… para que eles me ressarcem…
    tipo o carro tava bem d frente pra porta da academia, lá só tm camera na entrada… no caso no balcão,
    quero saber, c eles não qiserem me pagar, com q ação posso entrar contra eles?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/04/2011 - 12:12
    Enviado por: Camila

    Meu filho de 10 anos teve o celular furtado dentro da sala de aula enquanto saiu para tomar água… fiz um BO e comuniquei a escola que disse não poder fazer nada… pedi que colocassem um bilhete nas agendas para os pais verificarem em casa e disseram que também não podem fazer isso, que a Lei proibe esse tipo de atitude… o que posso fazer nesse caso… se tivessem roubado na rua ficaria quieta, mas uma sala de aula de crianças na faixa dos 10 anos ter uma criança capaz de furtar um aparelho celular é complicado né ? O que posso fazer ?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/04/2011 - 16:32
      Enviado por: Marcelo Moreira

      NO máximo processar a escola, se puder provar que houve furto. Essa não é uma questão defesa do consumidor, é de polícia. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 18/04/2011 - 09:29
    Enviado por: Luiz Fernando Terezin

    Bom dia, fui até a loterica fazer alguns compromissos (pagamentos mensais ) atendi meu celular dentro da loterica e esqueci ao lado do balcão.
    solicitei do atendente as imagens do dia, e averiguei que após 3 minutos da minha saida da loterica furtaram o meu celular, o propietario tem a responsabilidade. ja prestei queixa na delegacia e solicitei ao delegado as imagens.
    O que posso Fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 18/04/2011 - 17:04
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Nada. Cabe a você provar que o celular foi furtado dentro da lotérica, coisa que você não tem como fazer. Você pode fazer um boletim de ocorrência e tentar processar a lotérica, com chances mínimas de sucesso.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/04/2011 - 20:45
    Enviado por: Sandra Ramos

    Furtaram meu celular dentro da academia de ginastica em que frequento.gostaria de saber se posso reclamar algum direito,já que o esqueci (por alguns minutinhos)em cima de um aparelho.Na hora todos disseram que não viram nada.Falei c/ os professores e recepcionista…Isso aconteceu na semana passada.Grata

    responder este comentário denunciar abuso

    • 25/04/2011 - 16:12
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Você terá de provar que o furto ocorreu na academia para ter algum direito a indenização. Faça um boletim de ocorrência e procure o Procon.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 07/05/2011 - 10:34
    Enviado por: Paula

    Trabalho em um cartório, guardei meu celular com a capinha e dentro dela encontravam-se minha carteira de motorista, dinheiro, cartao de credito, cartao paqueta, celuylar que não tinha um mes de uso. Trabalho em uma sala de um cartorio civil, onde guardei os mesmos na gaveta da minha sala de trabalho, um local onde tenho que recepcionar os casamentos e estava lotado, atender telefone os clientes tambem e nesse momento peguei uma averbação a qual fiz e coloquei na gaveta aonde estava o celular acredito que uma das pessoas viram concerteza…atendi o telefone um cliente fui a sala do chefe pegar um fax do mesmo e tirar um xerox, questao de dois minutos de ausencia da sala percebi um homem saindo meio as pressas, na hora atinei no celular, fui a gaveta n estava mais la…fui atras do sujeito, que conseguiu sumir no meio das pessoas, voltei e falei para o chefe e a minha supervisora e comecei a chorar nervosa, ele disse qdo eu vim vc n estava aqui na sala Paula e eu sim né fui tras do bandido que vi por isso a “sala vazia”, ele ficou nervoso e mandou eu ir registrar ocorrencia, fui ao banco tranquei o cartao, fui ao palacio da justiça registrei a BO, tranquei o celular que o infeliz n tera como utilizar pois eu bloqueei o aparelho com a senha na loja pelo sistema ele não tera como utilizar mais pra nenhuma operadora, cansei os cartoes, so falta o spc que no site n consegui, segunda irei o fato ocorreu ontem. Agora pergunto ele tem que me ressarcir? Na hora de cobrar que temos que fazer o que o cliente ped ele não esta nem ai…Quero o mesmo modelo pois recem paguei e as demais custas referente a habiitação tenho direito? Precisava da lei, poderia e fornecer? Que posso fazr??? Toei as demais providencias no ato, em minha proteção o que mais fata? Chorei muito todos viram rece tirei a carteira…eu mereço né…me ajuda? Obrigada.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/05/2011 - 10:28
      Enviado por: Marcelo Moreira

      É um caso de roubo, não de defesa do consumidor, não podemos ajudar. E entendemso que o cartório nada tem a ver com isso.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 07/05/2011 - 10:36
    Enviado por: Paula

    DESCULPA O TECLADO AQUI É HORRIVEL…AGUARDO ANSIOSA!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/05/2011 - 11:13
    Enviado por: alessandra

    Sou tec.em segurança do trabalho,estava em me trabalho,canteiro de obra, realizando minha fiscalização de rotina,meu not e modem da internet foram furtados de minha sala,provavelmente por outro funcionario,fiz ocorrencia no proprio local de trabalho,mas a empresa nao se responsabilizou por objetos roubados, gostaria de saber se de fato a empresa nao é responsavel,pois estava em meu local de trabalho usando os objetos pessoais furtados a serviço da empresa,então qual a responsabilidade da empresa?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 19/05/2011 - 11:25
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Essa é uma questão controversa, que só é resolvida na Justiça. Procure o JUizado Especial Cível ou um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/05/2011 - 21:29
    Enviado por: gabriela tavares

    ola,estava em treinamento para aperfeiçoar o atendimento dentro da empresa ,terminamos o treinamento fomos para break fazer os 10 minutos de descanso,eu estava com minha carteira com meus documentos e celular dentro e minha esquise(garrafa de agua)assim que percebi que estava estourando meu descanso sai correndo e fui me logar ,assim q sento na p.a instante depois percebo a falta de minha carteira e da minha esquise ,sai correndo e fui no mesmo local que havia sentado,gritando e perguntando se alguém havia visto a minha carteira (bolsa de mão)pois todos as pessoas disseram que não,fiz b.o e gostaria de saber de quais meus direitos e se a empresa tem que me resarci do meu celular ,pois tenho comprovante de compra e so faz um mês que o comprei,e tem mais diante do fato ninguem da empresa me ofereceu um taxi ou uma condução para mim ir ate a delegacia fazer b.o ou para ir embora ,mesmo sabendo q estava sem dinheiro algum para ir embora..pOR FAVOR ME RSPONDA ,SEM MAIS AGRADEÇO A SUA ATENÇAÕ

    responder este comentário denunciar abuso

    • 25/05/2011 - 09:02
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A empresa só terá de ressarcir se você provar que houve o furto dentro das dependências, o que dificilmente você conseguirá. Em todo o caso, faça um boletim de ocorrência.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 17/06/2011 - 23:17
    Enviado por: FERNANDA

    Boa noite, furtaram meu celular no meu trabalho,a camera mostra o momento exato em que coloco meu celular em cima do armario dos funcionarios, mas por uma infelicidade a pessoa que faz a manutenção da loja trocou uma lampada e nesse momento ficou na frente da camera, após algum tempo apareço novamente, mas dessa vez ja estava procurando o celular,e ele nao estava lá.
    A empresa deve ser responsabilizada, já que tenho provas de que o deixei em cima do armario e que num período de 2 horas ele sumiu e não tem imagens de que tal ato tenha sido cometido?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/06/2011 - 23:57
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Em nossa opinião isso não é porva suficiente para caracterizar um furto e responsabilizar a empresa. Se quiser comprar essa briga, indo inclusive à Justiça, não deverá ganhar a causa.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 23/06/2011 - 09:29
    Enviado por: Helena

    Minha filha deixou um nintendo(DS) no parquinho de restaurante qnquanto voltou na nossa mesa para beber água e quando voltou não o encontrou mais. Pedimos ajuda ao gerente e ele alegou que nada poderia fazer. No parquinho existe uma pessoa responsável, olhando as crianças, mas alegou que não viu. No parquinho não havia muitas crianças. Como posso proceder nesse caso?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 23/06/2011 - 17:11
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Pode reclamar o no Procon ou até mesmo processar o restaurante por meio de advogado, mas terá de provar que houve o furto no local, o que achamos que você não conseguirá. Consulte um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 03/07/2011 - 18:07
    Enviado por: kelly

    Ola boa noite.. eu estava em uma churrascaria e meu carro foi roubado, o dono se negou até a emprestar o telefone para que ligase-mos para a polícia…
    Eiste algo que eu possa fazer pra ser ressarcida, alguma ação que possa mover contra os proprietários.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/07/2011 - 17:01
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Procurer um advogado e acione o restaurante na Justiça por indenização, indenização por danos morais e ressarcimento de gastos.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 03/07/2011 - 18:10
    Enviado por: kelly

    Gostaria de saber se pode me ajudar… o estabelecmento não tem estacionamento, carro assim como outros ele estava na frente do estabelecimeto.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/07/2011 - 14:05
    Enviado por: VANESSA

    OLÁ GOSTARIA DE SABER O QUE UM SUPERMERCADO TEM QUE ME RESSARCI, COM O FURTO DE UM BAÚ DA MINHA MOTO DENTRO HAVIA ALGUNS PERTENCES, E NO MESMO SUPERMERCADO JA ACONTECERAM OUTRAS VEZES E O GERENTE DISSE QUE SÓ SERÁ RESSARCIDO O QUE FOR DE USO OBRIGATÓRIO OUE ACESSÓRIS DA MOTO.
    COMO PROCEDO.
    DESDEJÁ AGRADEÇO.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 05/07/2011 - 17:45
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se conseguir provar que houve furto, o supermercado tem de ressarcir o valor de tudo o que foi furtado. Faça um boletim de ocorrência e procure um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/08/2011 - 02:07
    Enviado por: André

    Ola… preciso muito rirar uma divida.. hj fui ao meu antigo trabalho , um salao de cabeleireiro … fikei alguns 15 minutos conversandu com a proprietaria , sai e eskeci meu celular nu balcão da recepção , voltei logo em seguida e furtaram meu celular .. tenhu 3 testemunhas oculares que viram meu celular em cima do balcão .. posso pedir ressarcimento ?
    Aguardo ancioso resposta .
    Obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

    • 15/08/2011 - 20:39
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Só indo na Justiça, e se conswguir provar que houve furto. Essas testemunhas não vão ajudar. Ver que o celular estava no bvalcão não prova nada.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 23/08/2011 - 12:38
    Enviado por: Kenya

    Olá, eu tbm estou processando a escola de minha filha por um cel furtado mas não entendo uma coisa: vc diz sempre que é preciso provar que o objeto foi roubado. Mas me informaram que o BO já é o suficiente e neste caso, seria a escola a provar que o fato não ocorreu…

    responder este comentário denunciar abuso

    • 23/08/2011 - 18:27
      Enviado por: Marcelo Moreira

      BO não é prova, é apenas um registro. Ou prova que houve realmente o furto ou então esqueça. A escola não pode ser acusada de algo não se pode provar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 29/08/2011 - 16:30
    Enviado por: Juliana Fernandes

    Boa Tarde
    Estou com uma duvida cruel,apareceu no extrato bancario duas compras onde não a reconheço, fiz um B.O fui até o banco mas o mesmo diz que não é reconhecido com cartão clonado que o cartão usado foi realmente o meu, seria possivel uma filmagem desse estabelecimento onde foi feito as compras para mim saber se foi alguém conhecido que fez as compras??
    como posso proceder nesse caso para saber quem usou meu cartão

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/09/2011 - 13:05
    Enviado por: vania

    Boa tarde me aconteceu de eu ser furtada no meu trabalho eu trabalho nun kiosque dentro do mercado na parte de baixo no estacionamento eu tava no sentada lendo e escuetei um barulho de papel e fui olhar e nao vi meu celular no local dai eu procurei nao achei tive serteza que fui furtada e subi para pedir para chefe responsavel pra puxar as cameras ela disse que nao viu nada mas nao deixou eu ver bom registrei uma ocorrencia e eu eos pulicias tentamos pedir as cameras mas de novo foi negada só que assim cade nossa segurança e o nosso direito goistaria de saber tudo isso. obrigado pela atenção

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/09/2011 - 18:14
    Enviado por: michelle

    quem eé a pessoa certa dentro de uma organização de resolver as questões de furto em uma empresa

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/10/2011 - 17:02
    Enviado por: Rogeria

    Boa tarde. Houve um assalto a mão armada dentro de uma empresa privada. Alguns clientes que estavam com dinheiro foram roubados, também levaram celulares e relogios dos clientes; além de celulares de alguns funcionários.
    Um dos clientes veio até a empresa alegando que roubaram dele 5 mil reais e quer o ressarcimento senão vai entrar na justiça.
    Neste caso, teria ele direito? E os outros clientes que estavam com dinheiro / e os celulares dos funcionarios?
    Obs: a empresa não tem segurança privada.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 10/10/2011 - 17:29
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A questão é controversa, só entrando na Justiça para resolver. Há advogados que entendem que as vpitimas têm de ser indenizadas, mas há juízes que entendem que se trata de “força maior” e derrubam o processo. Nós entendemos que é caso de força maior, que não cabe indenização.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 25/10/2011 - 14:25
    Enviado por: claudia lopes

    Furtaram o meu celular dentro de uma loja no shopping do RJ (norte shopping).Perguntei para as funcionárias e a gerente se a câmera estava funcionando, pois assim, eu iria a uma delegacia e faria o registro do furto e com as filmagens com certeza eu poderia ver quem furtou, pois a loja possui várias câmeras, inclusive em frente ao caixa, local onde furtaram o aparelho, só que a gerente me informou que as câmeras não estavam funcionando. Acontece que, fui na loja e filmei a funcionária conversando comigo a respeito do furto e gravei a conversa por telefone com a gerente, pois só assim eu teria provas de que fui furtada dentro da loja. A minha dúvida é: A loja pode ser responsabilizada pelo furto, visto que possui câmeras apenas para enfeites de paredes??????????? A gerente me informou que NÃO EXISTE LEI PARA A LOJA MOSTRAR TAIS IMAGENS. Gostaria de saber se posso responsabilizar a loja pela omissão nas câmeras?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 25/10/2011 - 17:17
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A loja não tem obrogação nenhuma de instalar câmera e não tem obrigação de mantê-las funcionando, não existe lei para isso. Você vai ter de provar que o furto ocorreu dentro da loja.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 25/10/2011 - 15:48
    Enviado por: Johara

    Boa tarde,

    Eu fui furtada e levaram meu celular particular e o da empresa, gostaria de saber se tenho por obrigação pagar o celular da empresa que estava comigo? Não fiz o B.O ainda, porém posso muito bem fazer. Mais gostaria de saber como procedo com relação a essa situação. Pois o meu chefe disse que quer um outro celular Novo.

    Aguardo retorno o mais Rápido possivel.

    Desde já agradeço muito a ajuda.

    Att,

    Johara

    responder este comentário denunciar abuso

    • 25/10/2011 - 17:09
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A empresa tem esse direito, mas esse não é um caso de defesa do conusmidor, é uma questão trabalhista. Procure mais informações no sindicato de sua categoria.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 29/10/2011 - 17:27
    Enviado por: LUCAS

    FURTAM ATÉ ESTEPE, ONDE VAMOS PARAR?

    Parei meu veículo no estabelecimento comercial NovoShoping RIBEIRÃO PRETO por volta das 11:00 h em frente a loja decathlon e quando voltei para pegá-lo por volta das 20:00h, verifiquei que o vidro dianteiro/passageiro estava estourado. Vasculhei o carro e percebi que o som estava intacto. Percebi que o tampão traseiro em seu interior estava levantado.Pasmem. furtaram o estepe do meu carro!!!!!
    Onde vamos parar com essa onda de violência , agora os ladrões furtam estepes de veículos e dentro de um shopping com seguranças? A audácia é muito intrometida a ponto de ignorarem a presença de seguranças no local e utilizarem de meios ardis para conseguirem êxito nos assaltos.
    Estabelecimentos como um shopping center que oferecem estacionamento , mesmo que gratuitamente , devem ressarcir os consumidores por qualquer prejuízo dentro do estabelecimento.
    Esse é o entendimento jurisprudencial e podemos citar um julgado do TJRS que confirmou condenação do Condomínio de um shopping em Caxias do Sul em razão de veículo ter sido roubado no seu estacionamento.
    Destacou que o estacionamento no shopping center não é uma gentileza. “Ele existe como parte essencial do negócio, gerando para o cliente uma verdadeira expectativa de guarda. Mesmo que não se configure o contrato de depósito tácito, haverá um vínculo do qual surge para o shopping um dever de vigilância.” No mesmo sentido a Súmula 130 do Superior Tribunal de Justiça

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/10/2011 - 18:51
    Enviado por: Claudio

    Olá, trabalho numa universidade, onde circula muitas pessoas (laboratório e sala de aulas), furtaram um notebooke, da empresa, agora farão uma sindicância… a empresa pode cobrar dos funcionários o aparelho furtado? Temos segurança (terceirizada, equipamentos de vigília desligados, processos de fiscalização precários…), pessoas com várias atribuições e tarefas, horários diferenciados dos funcionários. A cobrança é legal?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/11/2011 - 01:16
    Enviado por: SIMONE TRENTIN

    FURTO CELULAR EM SALA DE AULA.
    Boa noite, preciso de uma informação. Hoje na sala de aula da minha filha, na troca de um professor e outro, ela deixou o celular na carteira e foi ao bebedouro, quando voltou o celular não estava mais lá. Ela então pegou o celular de uma amiga de outra sala e ligou pro dela, tocou algumas vezes e começou a dar caixa postal. Então a diretora do colegio particular dela foi acionada, entrou em sala e revistou todas as mochilas, mas claro não encontraram. Quando falei com a diretora a mesma me disse que nada podia fazer, e fez mais do que poderia revistando as mochilas e eu logo disse que isso era absurdo, pois há 2 meses furtaram um relogio, no inicio do ano sumiu dinheiro, e mesmo assim nada faziam pra mudar.
    Enfim, minha pergunta é: Sabemos que objetos que não são escolares não podem ser levados pra escola, mas li muitas materias de que a escola é responsavel sim neste caso.
    A diretora diz que não pode colocar cameras em sala de aula e hoje mandei a ela por e-mail a materia dizendo o contrario disso.
    Até que ponto a escola está correta?
    Desde já agradeço a atenção.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 24/11/2011 - 20:25
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A escola está com toda a razão. Ou você prova que houve o furto ou então não há como caracterizar a ocorrência. Se quiser faça um boletimd e ocorrência, mas aí trata-se de uma questão criminal, e não mais de defesa do conusmidor.

      responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário: