Estado.com.br
Terça-feira, 29 de Julho de 2014
Advogado de defesa
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

Dívidas de falecido devem ser pagas com herança deixada

Categoria: Assunto do dia

Muitos acreditam que as dívidas deixadas por alguém que morreu devem ser transferidas para seus parentes mais próximos. Isso é parcialmente verdadeiro.

O artigo 1997 do Código Civil regulamenta esta questão e estabelece que os herdeiros do falecido pagam a dívida deixada, mas fazendo uso da herança que lhe fora destinada.

De acordo com o advogado especialista em direito de consumo, Francisco Fragata, ninguém deve responder por dívidas de terceiros. ” Se o falecido não tiver deixado nenhum bem para seus herdeiros, a cobrança não deve existir”, explica.

Isso vale também para quando o valor cobrado for maior do que o dos bens deixados. Nesse caso, “o valor dos bens deve quitar a dívida, independentemente do seu valor real”, acrescenta Fragata.

Fazer o cancelamento de cartões de crédito deixados pelo morto é muito importante, pois a multa pelo atraso do pagamento somada com da correção monetária também pode ser cobrada.

Posts Relacionados

  • No Related Post

Tópicos Relacionados

552 Comentários Comente também
  • 01/06/2009 - 15:13
    Enviado por: A.L

    Meu pai deixou uma dívida alta de condominio. O formal de partilha ja saiu e está sendo registrado agora.

    Estamos com a casa praticamente vendida para quitar esta dívida. Porém o condominio não está sendo flexivel para aguardar o pagamento desta dívida. e só iremos receber o valor da casa assim que o habite-se sair!

    Caso acionem, respondo com meus bens particulares(conta bancária, carro, etc, ) ou a casa responde pela dívida e os demais imoveis deixados pelo falecido?

    No caso de acionarem, isso me impedirá particularmente de fazer alguma compr/ financiamento, mesmo a dívida não sendo minha?

    Como devo proceder?

    Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 20/06/2011 - 09:38
      Enviado por: adinaldo gonçalves

      olha voçe não tem que se preocupar em pagar dívidas com seus bens particulares, oa meu ver pagarás á dívida deixada pelo seu pai com á herança deixada por ele

      responder este comentário denunciar abuso
    • 24/09/2011 - 02:22
      Enviado por: Raffael

      Acontece que ninguém arca com dívidas de terceiros se deles não for credor. Diga ao Síndico: Sinto muito! Porém, a dívida do condomínio poderá ser paga com outros bens eventualmente deixados pelo falecido, mas deverá ser respeitada a “legítima” que é 50% (ou metade)dos bens deixados pelo seu pai e que só pode ser reclamada pelos herdeiros! Contudo, a casa que está em questão, poderá ser garantidora do crédito condominial integralmente.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 02/06/2009 - 20:41
    Enviado por: Nilvia Ap.Dagnoni

    Li sobre o artigo “Dividas do falecido….Gostaria de sua orientação. Meu teve negocio com agiota e deixou um cheque no valor da divida. Na verdade ele chegou a pagar tudo com os juros e sustou o tal cheque. O agiota passou o ch p/ outra pessoa que o processou. Meu pai faleceu, assim como o agiota. Ficando o “laranja” vivo. O advogado dele esta cobrando os honorarios de nós e o vr do ch. Meu pai deixou um imovel para minha mãe e 5 herdeiros. A penhora de bens não deu certo pois tudo estava em meu nome que morava com meu pai.A pergunta é: Não paguei os honorarios do advogado adversário e nem a divida.Provavel/e ele ira solicitar o imovel. Por ser unico bem talvez o Juiz não aceite. O proximo passo é transferir a divida para os herdeiros. No caso tenho um imovel e um carro e meus irmãos tb. No caso ele pode conseguir tirar algo de nós? Se nã pagar o nome dos filhos vai para o Serasa? Por favor que chances tenho?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/06/2009 - 20:31
    Enviado por: Nicolas

    Meu pai contraiu várias dívidas com o banco.
    Gostaria de saber como ficaria a herança que minha avó deixar. Tenho conta conjunta com a minha avó e nessa conta há algumas aplicações financeiras. Nesse caso, por eu tb ser titular da conta, o saldo entra na partilha da herança? Caso a minha avó deixe um testamento, teria como evitar que os bens de minha avó recaiam nas dívidas do meu pai?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/07/2009 - 14:59
    Enviado por: Audrey

    Meu meio irmão, orfão de pai e mãe, sem herdeiros, faleceu sem deixar herança, mas deixou pequenas dividas de lojas, que somadas fariam uma gde diferença no meu orçamento, contudo, já que seus pais são falecidos e sou sua meia irmão, gostaria de saber se tenho que pagar a suas dívidas, mesmo não sendo sua avalista em nada e se não tiver que pagá-las, como devo proceder.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 27/11/2010 - 13:56
      Enviado por: estevam alves

      minha sogra era professora do estado e, estava aposentada, faleceu no dia 25/11/2010, ela deixou um carro novo, faltam
      pagar algumas prestações para quitá-lo, como ela feleceu isso quita á divida ou não?

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/07/2009 - 16:56
    Enviado por: Patrcia

    meu pai faleceu já uns 15 anos mais enfrenta uma causa trabalhista com um funcionario que trabalhou com ele na roça,acho que já falecido,unico bem que deixou foi uma casa que esta penhorada por este motivo,tenho tres irmas,não tem casa propia mais são de maior agora,mais na epoca não,gostaria de saber como proceder,se podemos reformar o imovel até solucionar o problema,há também está como herdeira minha ex madrasta,que já possui outros bens e casa propia,gostaria de tomar posse do imovel como faço,ela esta elugando o imovel mais quero resolver tudo certinho desde já agradecida.

    RESPOSTA DO BLOG: Seu caso é bastante delicado, já que existe uma decisão judicial que penhorou a casa. Por isso, a melhor coisa a fazer é consultar um advogado especializado, para que ele se informe sobre o processo e dê uma opinião.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/07/2009 - 14:50
    Enviado por: josenilda

    meu primo faleceu no dia 06/05/2009 de apendicite aguda de uma hora para outra trabalhava sem registro de cabelereiro não possuia nenhum bem fui no banco bradesco mas não consegui dar baixar na conta dele apesar de levar todos documentos necessarios e a certidão de óbitoo mesmo fiz com a loja c&a mas ambos envião carta de cobrança e colocaram o nome dele no serasa e a mãe dele sofre demais e chora com cada cobrança pois ele numca teve restrição no nome quando vive somo obrigadoa a paga r a divida como diz o banco e a c&a por favor me responda obrigado.

    RESPOSTA DO BLOG: Como está claro no texto da reportagem onde você colocou a mensagem, as dívidas de falecidos só são quitadas com eventual herança que ele deixar. Se não houver herança, então não há com o que se preocupar, ninguém terá de pagar essas dívidas por ele. Em relação ao nome na Serasa, qual é a consequência para ele? Nenhuma, afinal, ele está morto e não terá como se prejudicar.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 20/06/2011 - 10:56
      Enviado por: adinaldo gonçalves

      ô linda jesus te abençoe que bom que vc se preocupa com coisas dessa natureza .. olha fica tranquila porque só se paga dívida de falecido com herança do falecido , como ele não deixou nada então não se paga nada, agora se houver alguma cobrança indevida, algum engraçadinho transferir por ventura á divida para mãe dele, aí vc pode entrar com ação de perdas e danos e danos morais, direto no juizado sem pagar nada

      responder este comentário denunciar abuso
  • 22/07/2009 - 19:38
    Enviado por: BEATRIZ

    Boa Noite!
    Gostaria de tirar uma dúvida.
    Meu pai deixou uma casa em nome de 07 filhos, porém, 06 querem vender a casa e apenas 01 não quer e inclusive é o que mora na casa. Juntamente o que sempre se acomodou. E alega que não sairá por ter 01 filho de menor e não ter condições financeira de sair. O que devemos fazer, para resolver pacificamente, observando que ele não sai de jeito nenhum.
    Ficarei muito grata se puder responder.
    No caso de entrar com uma ação, isto é demorado?
    Obrigada

    RESPOSTA DO BLOG: Essa não é uma questão de direito do consumidor. Procure um advogado especializado em direito da família.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/07/2009 - 23:59
    Enviado por: marinalva

    O pai da minha amiga morreu e deixou dividas com o cartao de credito. Ele era aposentado por invalidez. Ela tem 22 anos e cursa faculdade. Tem um irmao de 23 anos que tambem cursa faculdade. A mae é aposentada. Nem ela nem o irmao trabalham. A única renda era a aposentadoria do pai e da mãe. Nesse caso eles são obrigados a pagar a divida do cartao de credito? Grata.

    RESPOSTA DO BLOG: Como está escrito claramente no texto onde você colocou a mensagem, a dívida deverá ser paga com parte da herança do falecido, se houver herança. Caso contrário, não terão de pagar a dívida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/07/2009 - 16:36
    Enviado por: ADRIANA CRISTINA

    MINHA TIA FALECEU A DUAS SEMANAS E ANTES ELA TERIA COMPRADO UMA MAQUINA DE LAVAR ROUPAS NA CASAS BAHIA (NO CARTÃO DAS CASAS BAHIA) FOI FEITO EM CINCO VEZES, SENDO QUE EU PAGARIA A ELA EM DEZ POIS O VALOR EM 5 FICARIA ALTO PARA MIM. QUERO SABER EU TENHO QUE PAGAR ESTA MAQUINA PARA ASA CASAS BAHIA OU NÃO , POIS ELA NÃO DEIXOU HERANÇA NENHUMA. OBRIGADO

    RESPOSTA DO BLOG: Toda pessoa séria e de bem tem de pagar suas dívidas, seria bom fazê-lo, mas espere chegar a cobrança da loja primeiro. Só depois tome providências.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/07/2009 - 21:40
    Enviado por: Paulo

    Meu pai era pensionista do INSS e veio a falecer, ele tinha um empréstimo consignado descontado em folha e um financiamento de veiculo, não deixou bens. Neste caso as duas dividas serão extintas?

    RESPOSTA DO BLOG: Em tese sim, mas provavelmente você receberá algum tipo de cobrança. Por cautela, consulte um advogado para se precaver.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/07/2009 - 21:55
    Enviado por: Paulo

    Meu pai veio a falecer, porém ele era pensionista do INSS por tempo de serviço, deixou um empréstimo consignado descontado direto do seu benefício e um financiamento de um veículo pelo HSBC com 30 prestações, sendo que 19 já foram pagas. Não deixou bens aos herdeiros, gostaria de saber se minha mãe que era casada com ele legalmente terá que quitar essas dividas ou elas serão extintas apartir do momento do comunicado do falecimento dele? Ficarei aguardando um contato, grato pela atenção.

    RESPOSTA DO BLOG: Como diz o texto onde você colocou a mensagem, as dívidas só são pagas com os bens deixados pelos herdeiros. Se não há herança, então as dívidas deixam de ser pagas.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/08/2009 - 15:32
    Enviado por: Aparecida

    Minha sogra (viúva) faleceu deixando uma casa como herança p/ três filhos. Ainda não havíamos feito a partilha e um dos filhos faleceu. Quando resolvemos vender a casa tomamos conhecimento que esse filho que faleceu colocou o valor da parte que lhe cabia como herança como pagamento de dívidas trabalhistas. É possível vender essa casa? Para isso há necessidade da partilha do meu cunhado? (Os herdeiros dele não querem fazer)

    RESPOSTA DO BLOG: É possível vender a casa, mas vai dar trabalho e vai ser necessária a atuação de um advogado. E não adinta os herdeiros não quererem fazer a partilha, é possível conseguir isso na Justiça, com a divisão do valor do que for apurado com a venda da casa. E a parte do falecido vai ser usada para o pagamento da dívida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/08/2009 - 19:30
    Enviado por: Ricardo

    Queria saber se um aposentado ao ter um empréstimo consignado a dívida restante é debitada no recebimento da pensão por parte da esposa

    RESPOSTA DO BLOG: Isso não pode acontecer, dívidas de falecidos só podem ser pagas com herança.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/08/2009 - 01:28
    Enviado por: Wilson

    Boa noite!
    Uma pessoa falecida, pode ter seu único imóvel (onde reside a família) penhorado para pagar dívida ativa do IR?

    RESPOSTA DO BLOG: Não pode. É bom consultar ou contratar advogado para se precaver contra ação judicial neste sentido.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/08/2009 - 07:32
    Enviado por: Magali

    Gostaria de uma orientação. Minha mãe faleceu e tinha um emprestimo tipo cdc salário ( transação feita no terminal de auto atendimento) no Banco do Brasil. Ela contratou o empréstimo em 35 meses e já havia pago 26 parcelas. Com o seu falecimento a família é obrigada a saldar a dívida restante ou transferir para filho também correntista do banco as parcelas restantes? Foram essas opções dadas pelo gerente quando fui comunicar o óbito e tentar encerrar a conta. Em tempo, minha mãe era pensionista enão deixou nenhuma herança.

    RESPOSTA DO BLOG: A dívida só será paga com a herança, se houver. Se não houver herança, ninguém fica obrigado a pagar.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/08/2009 - 21:08
    Enviado por: Sandra Regina Tonetti Gotardi

    Meu mardio faleceu e deixou algumas dividas, como:
    1-Contas da telefonica sem pagar (ref. alguns meses de 2007 e 2008):
    2-Tinha um cheque de um supermercado que não foi pago e o mercado entrou com uma ação e foi feita a penhora de um bem (uma TV);
    3-Tem alguns empréstimos que são descontados de seu benefício de aposentadoria por invaliz;
    4-Tem empréstimo com o Unibanco.
    Ele não deixou nenhum bem.
    Como ficam essas dívidas? Sou esposa e devo pagar todos essas dívidas?

    RESPOSTA DO BLOG: Se nenhum bem ficou de herança, ninguém mais pode ser responsabilizado pelas dívidas.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/08/2009 - 20:07
    Enviado por: Rejane Martinelli Bilhalva

    Minha mãe faleceu e deixou alguns carnês de lojas em andamentos,gostaria de saber, se tenho que pagar estas contas,ela deixou um cartão em meu nome( adcional) paguei a fatura este mês,posso continuar a comprar ja que o cartão esta em meu nome.Ela era a titular do cartão e eu sou adcional.Estou preocupada não sei o que fazer, gostaria de ser orientada.Rejane Martinelli

    RESPOSTA DO BLOG: Dívidas de falecidos só são pagas se houver herança. Se não houver, paremtes não são responsáveis. No caso do cartão, ele terá de ser cancelado, já que a titular morreu.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/08/2009 - 20:37
    Enviado por: Rejane Martinelli Bilhalva

    minha mãe comprou uma maquina de lavar e deu de presente para mim,e uma televisão para o neto,nenhuma prestação foi paga, pois ainda não venceu,o que devo fazer ja que foi presente.

    RESPOSTA DO BLOG: Espere chegar a primeira cobrança. Em seguida, consulte um advogado e veja se não haverá implicações caso a inadimplência continue, já que a titular é sua mãe. Em nosso entendimento a cobrança não pode ser feitas, já que a titular morreu, mas não custa se rpecaver e consultar um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/08/2009 - 20:52
    Enviado por: caroline Blaz

    Minha vó morreu a sete dias,e antes de de falecer me deu uma maquina de lavar,só agora fui ver que vence em setembro,o que devo fazer? Ja que foi um presente,devo devolver para a loja,preciso de orientação

    RESPOSTA DO BLOG: Espere chegar a primeira cobrança. Em seguida, consulte um advogado e veja se não haverá implicações caso a inadimplência continue, já que a titular é sua mãe. Em nosso entendimento a cobrança não pode ser feitas, já que a titular morreu, mas não custa se rpecaver e consultar um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/08/2009 - 21:04
    Enviado por: caroline Blaz bILHALVA

    MINHA VÓ DEU DE PRESENTE PARA MIM UMA MAQUINA DE LAVAR,E SÓ VAI VENCER EM SETEMBRO,DEVO DEVOLVER?LOGO APÓS A COMPRA ELA MORREU,NÃO SEI O QUE FAZER.

    RESPOSTA DO BLOG: Leia com atenção o texto onde você colocou a mensagem. Dívidas de mortos só são pagas com bens deixados de herança. Se não há bens, a dívida não será paga. Se a máquina é sua, e não da sua avó, então a dívida é dela. Se ela morreu, não tem de pagar a dívida, a menos que tenha deixado alguma herança.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/08/2009 - 20:46
    Enviado por: fernanda

    Gostaria de me informar sobre o caso de falecimento: meu pai faleceu, deixou dividas relativas a cartao de credito.Como nao sabia que nao precisaria pagar a fatura apos seu falecimento , paguei.Depois, um pouco esclarecida, eu me recusei a pagar.EM relaçao aos bens , ou seja a herença, o credor vai levar a serio o obito que diz nao possuir bens , ou fara uma pesquisa minuncuosa dos possiveis bens que poderiam estar no nome do falecido, por exemplo, carro.terei de vender o carro de meu pai para pagar a divida?

    RESPOSTA DO BLOG: Se bens foram deixados, e o credor exigir, é claro que serão usados para pagar as dívidas, exatamente como está escrito no texto onde você colocou a mensagem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/08/2009 - 12:50
    Enviado por: claudia

    gostaria de saber se é ilegal o uso de cartão de crédito de falecido, mesmo que seja parente e se é, qual o artigo e a punição para tal ato.

    RESPOSTA DO BLOG: Claro que é ilegal usar cartão de crédito de gente que já morreu. Isso é crime: fraude e falsidade ideológica. Consulte um advogado criminalista para saber quais são os artigos do Código Penal.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/08/2009 - 16:08
    Enviado por: Joyce Espindola

    Tive meu aparelho celular furtado dentro de uma lan house que não tem alvará de funcionamento. Como posso entrar num acordo com eles para pelo menos ressarcirem o meu aparelho.
    Obrigada pela atenção.

    RESPOSTA DO BLOG: Você tem de provar que o furto ocorreu na lan house. Faça um boletim de ocorrência e tente negociar. Se você não provar, eles não têm obrigação nenhuma de pagar. O fato de não ter alvará nada tem a ver com isso.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/08/2009 - 17:35
    Enviado por: Danielle

    Meu primo de 23 anos faleceu há 3 dias e deixou uma dívida de uma moto (que lhe causou a morte). No atestado de óbito diz que ele deixou bens (quais??? talvez a moto destruída…). Os pais terão que pagar as prestações da moto a vencer? Ou a orientação é a mesma para os outros casos, não havendo bens não será necessário arcar com esse compromisso, uma vez que os pais não têm condições financeiras para tal. Agradeço.

    RESPOSTA DO BLOG: Leia com atenção o texto onde você colocou a mensagem. Dívidas de mortos só são pagas com bens deixados de herança. Se não há bens, a dívida não será paga.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/08/2009 - 17:49
    Enviado por: daniel

    Ola´presciso de ajuda,meu pai tinha um finaciamento de um carro e ele tentou passar para essa pessoa o finaciamento mas a financeira disse que não tinha como transferir o financiamento então meu pai vendeu por não poder mais pagar e fez um contrato particular com essa pessoa.Enquanto meu pai estava vivo essa pessoa pagou as parcelas mas depois que veio a falecer a pessoa não pagou a finaceira me ligou cobrando e eu mandei buscar o veiculo mas não foram então o carro sumiu.Meu pai não deixou bens mesmo assim eles querem que eu pague,disseram até que se eu tivesse trabalhando e chegar a adquirir algum bem eles tomam,estou deseperado pois pago aluguel e minha mãe mora comigo e tenho um filha pra criar.
    Aguardo respostas obrigado!

    RESPOSTA DO BLOG: Se não há herança, então a dívida não temd e ser paga, exatamente como está escrito no texto onde você colocou essa mensagem. Herdeiros não são responsáveis por dívidas.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/08/2009 - 17:56
    Enviado por: Daniel

    Meu pai teve um finaciamento de um carro não podendo pagar ele vendeu o veiculo até quando ele estava vivo essa pessoa pagou.Depois que ele faleceu o carro desapareceu a financeira quer que eu pague sendo que meu pai não deixou bens,perdemos tudo.Será que eu tenho que trabalhar para pagar essa divida?obrigado

    RESPOSTA DO BLOG: Se não há herança, então a dívida não temd e ser paga, exatamente como está escrito no texto onde você colocou essa mensagem. Herdeiros não são responsáveis por dívidas.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/08/2009 - 20:01
    Enviado por: Regiane Furtado

    Antes do meu pai falecer, fez um emprétismo. Porém minha mãe, minha tia e o marido dela foram fiadores dele. Minha mãe não trabalha e tenho mais 3 irmãos menores de idade. Sendo a idade deles de 13,5 e 3, e eu de 19 anos. Gostaria de saber se minha mãe tem de pagar este valor que ficou pendente no banco, após a morte dele?!
    PS :Também deixou um debito de conta de luz.

    RESPOSTA DO BLOG: As dívidas de mortos são pagas somente com herança e bens deixados. Sem bens de herança, a dívida não é paga. Como há fiadores, é possível que os credores queiram acioná-los, mas dá para se livrar da cobrança, mas somente contratando um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/08/2009 - 10:18
    Enviado por: jacqueline (visitante)

    Minha tia fez um financiamento de uma moto em uma determinada empresa privada, mas está claro que o herdeiro não deverá pagar a divida se não houver herança no valor, como já dito, mas a minha dúvida é outra? A moto tem que ser devolvida a empresa sem devolução alguma do valor já pago ou a dívida é quitada para o herdeiro e ele fica com a moto?

    RESPOSTA DO BLOG: A moto é herança. Se a empresa exigir o pagamento da dívida, como certamente o fará, o veículo terá de ser devolvido.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/08/2009 - 10:36
    Enviado por: carlos antonio regula

    meu avo morreu e foi vendido todos os bens dele e dividido entre meus tios, mais meu pai sumiu ja faz uns 9 a 10 anos queria saber se nos filhos dele podemos receber essa herança.

    RESPOSTA DO BLOG: Não pode.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/08/2009 - 11:34
    Enviado por: Nuno Horacio dos Santos Filho

    minha amiga perdeu o pai e a pensão do pai passou para mãe so que a mãe tambem faleceu quero saber se ela pode receber e ela é de maior e mãe souterita e se ela pode pegar o tempo perdido que é de 2 anos … obrigado

    RESPOSTA DO BLOG: Não é possível mais receber a pensão, que deverá ser extinta.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/08/2009 - 16:53
    Enviado por: Maria Angélica

    Meu pai morreu e deixou uma dívida de financiamento de automóvel de mais da metade do veículo que eu paguei. Eu posso vender esse carro que eu paguei mesmo estando em nome do meu falecido pai?

    RESPOSTA DO BLOG: Não. Enquanto o inventário não estiver encerrado e o carro estiver no seu nome, como herdeiro, a venda não pdoe ser feita.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/08/2009 - 18:59
    Enviado por: alessandra fernandes

    minha màe faleceu, e deixou um único bem um carro, como faço para trasferir para o meu nome??? sendo eu filha única???? obrigada

    RESPOSTA DO BLOG: Quando terminar o inventário, vá ao Detran e faça a transferência. Para facilitar, peça ajuda a um despachante.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/08/2009 - 11:16
    Enviado por: ana beatriz r de souza

    minha mãe queria pegar um emprestimo no banco do brasil,e ficou com medo por ser muito idosa e tem como bens duas casas e muitos filhos Em casa de falecimento dela o banco pegaria a casa e quais são as garantias que o banco tem fara fazer um emprestimo,eles tem algum seguro.

    RESPOSTA DO BLOG: Desculpe, não entendemos qual é a dúvida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/08/2009 - 17:51
    Enviado por: patricia

    Meu pai faleceu e deixou um acordo de de dívida de cartão de crédito feita no meu cartão adicional, pois eu era adicional dele. Gostaria de saber esta dívida pode ser subrrogada para o dependente ou se a mas irá permanecer, mesmo tendo a informção no óbito que ele não deixou bens.::

    RESPOSTA DO BLOG: Sem maiores informações sobre esse acordo é difícil responder. Em princípio você pode ser responsabilizada por conta do acordo, mas ao mesmo tempo, se a dívida é do titular, e ele não tem bens, ela deixca de existir. Procure informações no Procon ou consulte um advogado especializado em causas cíveis.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/09/2009 - 09:16
    Enviado por: jose eduardo

    meu pai faleceu a poucos dias , minha mae quer fechar a conta em conjunto que ela tem no banco santander .o banco alem do atestado de obito quer uma declaraçao do medico do iml que atestou sua morte e tem que ser com assinatura autenticada .isto e´justo o medico e´de outra cidade e quer cobrar uma consulta na sua clinica de 150.00$ para fazer a declaraçao.

    RESPOSTA DO BLOG: Não há nada de ilegal no procedimento, mas o atestado de óbito já basta.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/09/2009 - 23:27
    Enviado por: julio cesar

    Meu pai faleceu e deixou algumas dividas.
    Pergunto:
    1 – Deixou um financiamento de veículo faltando 15 mil para quitar;
    2 – Deixou dívidas no cartão de crédito no valor de 10 mil para quitar;
    3 – Deixou apenas 1 terreno como herança no valor de 5 mil aproximadamente, somos eu minha mãe e irmão;
    4 – Nesse caso os credores poderão exigir que minha mãe pague as dívidas com a pensão que receberá?
    5 – No caso do veículo como é o procedimento? O veículo é entregue? O banco devolve algum valor já que metade do financiamento foi pago?
    6 – Sei que a herança quita as dívidas mas nesse caso que o valor é menor?
    Obrigado

    RESPOSTA DO BLOG: Como diz o texto onde você colcou o texto, as dívidas só serão pagad se houver herança ou bens deixados. O carro e o terreno serão usados para pagar essas dívidas.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/09/2009 - 22:56
    Enviado por: kleber

    era socio cotidas de uma empresa que meu pai adquiriu ele precisava de uma pessoa pra ter uma empresa ltda. ele adquiriu essa empresa e em algum tempo essa empresa veio a falir, hj ela possui debitos junto a Receita estadual do estado de Sao paulo detalhe esses debitos eram ateriores a quando ele assumiu a empresa outra coisa ele veio a falecer hj eu respondo pelos debitos desta empresa se sim respondo pelo montante total ou pela porcentagem que eu possuia.

    RESPOSTA DO BLOG: Responde por todos os débitos.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/09/2009 - 15:32
    Enviado por: Magda

    Olá, preciso tirar uma dúvida.. uma amiga comprava coisas no meu cartão, ela faleceu há dois dias… e ainda tem parcelas á pagar, o que devo fazer? falo com a família? pelo que sei ela tem uma casa no nome dela, e tem dois filhos e o marido.

    RESPOSTA DO BLOG: Infelizmente não há nada a fazer. A família não tem obrigação de pagar nada, já que nçao há provas de que as compras realmente foram feitas por ela, mesmo que ela tenha pago em cheque ou depósito bancário para você. O erro foi permitir o uso do cartão por terceiros.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/09/2009 - 02:41
    Enviado por: Paula

    Meu pai faleceu, mas antes disso a 6 anos atras tinha comprado para mim um terreno em seu nome. no qual eu pago as prestações. Ele não deixou bem em especie, somente uma casa onde vivia com minha minha mãe e minha irma e moro nos fundos e o carro que era de uso deles que ainda falta um ano para termina de pagar. nesse caso a casa e o carro pode ser usado para quitar meu terreno, por ser considerado como herança?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/09/2009 - 08:43
    Enviado por: laura alencar

    meu paí ja é falecido e trabalhava na frota amazonica como marinheiro e minha mae viuva com 3 filhos ficou sendo pensionista, só q em julho desse ano infelizmente ela faleceu e eu sendo a caçula com 30 anos e tenho uma filha de 9 anos, sou solteira e minha mae q me ajudava , nao trabalho e infelizmente nao terminei meus estudos , por favor gostaria de saber se eu posso reber a pensao q ficou p ela e como devo proceder, me ajudem por favorrr e desde ja agradecida.

    RESPOSTA DO BLOG: Nâo é possível receber a pensão, já que você tem mais de 18 anos.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/09/2009 - 16:15
    Enviado por: Amanda

    Sou pensionista e estão me cobrando os valores das despesas hospitalares q meu pai teve, pois dizem que por ele ser ex-servidor publico e eu estar filiada ao plano por ele devo arcar com as despesas q sobraram.isso é correto?

    RESPOSTA DO BLOG: Sim, está correto, mas seria bom conversar com o sindicato dos serviroes para pedir ajuda e saber o seguinte: por que só agora essa cobrança está aparecendo?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/09/2009 - 22:18
    Enviado por: maria

    meu pai era sócio cotista majoritário de uma empresa e nunca mencionou isso para mim ou para minha mãe, só tomei conhecimento agora. Vivíamos dependendo da mamãe para tudo. Sou filha única, já tenho 67 anos, meus pais já morreram, e quando meu pai morreu deixou uma linha teleonica e uma casa, cujos bens foram inventariados e vendidos. Sou obesa, tenho problemas cardíacos e repiratórios, mal posso me locomover, peso mais de 150 quilos, tenho vários problemas de saúde, e durante anos me trato no Hosp. do Servidor, e mesmo assim sai muito caro esses tratamentos para me manter viva. Gastei toda a herança com minha saúde e hoje me mantenho somente com minha aposentadoria. Moro de aluguel e sou aposentada do Estado. Agora recebi uma intimação dizendo que tenho de pagar uma dívida da tal empresa do meu pai , empresa que citei acima, em torno de 600.000,00 reais. O que faço, não posso pagar nem um advogado imagine essa dívida, por favor me ajude.

    RESPOSTA DO BLOG: Em nosso entendimento, a cobrança é indevida neste momento. A herança deveria servir para cobrir o débito, mas se não houve na época, agora ela é descabida. Mas você precisará de advogado caso as cobranças continuem, até para que parem. Procure ajuda na seção da OAB de sua cidade ou centros acadêmicos de direito, que costumam fazer atendimentos gratuitos.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/09/2009 - 13:49
    Enviado por: kleber

    Obrigado pela reposta foi muito util

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/09/2009 - 15:55
    Enviado por: Ronaldo

    meu tio foi assaltado e no ato foi morto, e levaram o carro que estava com um consorcio fiat sem quitar, gostaria de saber se agora que minha avó consegui recuperar o carro e resolveu vende-lo ela tem que pagar alguma divida do carro, ja que no documento ele consta alienaçao finduciaria, desde ja agradeço a atençao de todos vcs.

    RESPOSTA DO BLOG: Antes de vender o carro precisa haver um inventário. NO inventário, é possível que o carro seja retomado para quitar a dívida. Procure um advogado para dar conta do inventário e negociar com a financeira.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/09/2009 - 19:17
    Enviado por: amelia

    Minha mãe faleceu há 15 dias, gostaria de saber se podemos receber o seu benefício por algum tempo para a ajuda do funeral ?

    RESPOSTA DO BLOG: Não pode.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/09/2009 - 11:32
    Enviado por: JANE SANTIAGO

    Bom Dia! Tem uma amiga minha que estava amaziada já a 14 anos e tem um filho de 13 anos com a mesma pessoa. Esta pessoa, seu esposo, veio a falecer o ano passado e seu pai, sogro, faleceu este ano. São 6 filhos, a mãe já havia falecido. O seu esposo já tinha 2 filhas com o seu filho são 3. Agora os irmãos do seu esposo, não querem aceitar que ela entre na partilha dos béns, só os três filhos. O advogado que eles contrataram disseram que ela não tem direitos. Não concordo! O advogado tem razão?

    RESPOSTA DO BLOG: Achamos que o advogado tem razão, mas não somos especializados em direito da família. Consulte um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/09/2009 - 20:05
    Enviado por: Talita

    Bom dia! Meu tio tirou um carro para mim (financiou) e após sete meses, faleceu. Como faço para transferir a dívida para meu nome? Isso é possível? Ou a financiadora exigirá a quitação do veículo? O falecido deixou bens (uma casa e mais um carro), porém a esposa e os filhos não devem ser prejudicados, pois sou eu quem pago as parcelas e utilizo o carro. Desde já agradeço.

    RESPOSTA DO BLOG: A transferência só será possível após o final do invetário.Procure o advogado que está cuidando do inventário e tente encontrar uma saída com a ajuda dele.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/09/2009 - 16:54
    Enviado por: adriana

    oi gostari de saber o seguinte o meu cunhado morreu e deixou a casa para minha irmã so que a casa estáno nome dele se ela quere vender ela pode ou a casa tem que ser passada para o nome do filho deles já que eles naõ saõ casados no papel.obrigado

    RESPOSTA DO BLOG: A casa só pode ser vendida ao final invetário, quando os bens são passados para os nomes dos herdeiros.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/10/2009 - 09:16
    Enviado por: mary

    ola,meu marido faleceu em 1999 e apareceu uma divida com a prefeitura em 2002 ( pavimentação) que foi feito e 1994 a divida era muito alta para eu pagar, gostaria de saber se pósso perder a unica casa no leilão para sanar a divida, eu fiz um acordo mas não consegui cumprir….pergunto. por esse motivo (o acõrdo) a divida deixou de negativar aos cino anos? se for para o leilão a casa tenho direito a algum dinheiro já que a divida e bem menor que o valor da casa.
    obrigado!

    obs: por favor me responda por imail, não tenho muito acesso na internet, só para ler imails

    RESPOSTA DO BLOG: Há risco de perder o imóvel. Você precisa da ajuda de um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/10/2009 - 20:11
    Enviado por: Maria Heraclio

    Minha irma de 70 anos era procuradora de minha mae pernate o Banco Bradesco.Ambas pensionista da Marinha.Minha irma fez um emprestimo ao banco para cobrir algumas dividas de outros emprestimos pessoais descontados em contra cheque,pois queria liquidar com eles e ter apenas um so, e regularizar a conta.Dois meses depois nossa mae faleceu.
    Ela tem que continuar pagando este emprestimo?Nao tem heranca deixada.Minha irma tambem e pensionista.O banco disse que teria que pagar a divida pois foi em nome dela por conta da procuracao.Daqui a uns seis meses metade da pensao de nossa mae vai para minha irma.

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como responder. Procure um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/10/2009 - 21:10
    Enviado por: eliel

    meu sogro tirou um carro pra mim no financiamento eu sempre paguei mas agora estou desempregado ja paguei 16 prestaçoes no total de 60 ele nao deixou nenhum bem como faço para transferir para o meu nome e se parar de pagar o banco pode tomar o carro?

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como responder. Procure um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/10/2009 - 15:48
    Enviado por: robson

    minha mae faleceu e trabalhava registrada o que a empresa tem que acertar? em quanto tempo depois que a pessoa faleceu eles tem de acertar? ja que faz 3 meses e ainda nao pagaram…tem alguma multa….se puder me responda por email…obrigado….

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como responder. Procure um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/10/2009 - 22:05
    Enviado por: samuel citibaldi

    minha mãe veio a falecer a 5 dias atras e ela tinha um cartão de credito e eu outro como adicional dela? essa divida do cartão dela e as minha compras parceladas a vencer terei de pagar ou como ela faleceu eles não tem como cobrar. ela tambem naõ deixou nenhum bem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/10/2009 - 23:42
    Enviado por: Carla cristina

    Meu marido, policial militar, faleu deixando para meus dois filhos menores uma pensão alimenticia paga pelo FUNPREV- Regime Previdencia proprio do Estado. Antes de falecer ele havia feito um emprestimo consignado no Banco do Brasil,onde possuia conta salário. Após sua morte, fui orientada a abrir uma conta em meu nome,também no Banco do Brasil, para que fosse depositada a pensão dos meus filhos. Após segundo mês de recebimento, começaram a surgir abatimentos de prestações por parte do Banco no meu extrato de recebimento mensal. Procurei o banco e este me informou que o procedimento está correto.Meu marido devia e por isso estavam descontando na pensão dos meus filhos. Isso é correto? Por favor, Drs. me orientem pois estou desesperada, o valor do desconto é muito alto e está fazendo falta para pagamento das nossas desepesas. Só gostaria de saber se é legal o que eles alegam?
    Grata.

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como responder. Procure um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/10/2009 - 23:13
    Enviado por: maria

    olá meu esposo antes de falecer tirou todos os bens do nome dele ,mas tem cinco filhos,existe a possibilidade recorrer a estes bens que estão em nome de outra pessoa ,com escritura registrada e etc??

    RESPOSTA DO BLOG: Só depois do inventário e por meio de advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/10/2009 - 10:44
    Enviado por: Fernando Teixeira

    Olá, meu pai faleceu e tinha conta conjunta com a minha ele era titular e deixou uma divida de um emprestimo descontado em folha, e outro descontado na conta corrente, minha mãe é obrigada a pagar essa divida?

    obrigado pela atenção

    RESPOSTA DO BLOG: Não, mas se a conta é conjunta, os descontos continuarão a acontecer. Comunique ao banco a morte e encerre a conta.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/10/2009 - 13:50
    Enviado por: eliana

    boa tarde
    meu pai faleceu no mes de janeiro, minha mãe ñ deu baixa no cartaão da aposentadoria, so demos baixa no INNS, agora o banco esta cobrando a taxa de 161,00, eu quero saber se minha mãe tem o direito de pagar. essa conta.ele

    RESPOSTA DO BLOG: Reclame com o Procon, não é o caso de pagar essa taxa.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/10/2009 - 15:08
    Enviado por: edi

    Minha mãe faleceu a um mês e era pensionista,deixou um carne das casas Bahia faltando 3 prestações que vence agora dia 19/10;já foram pagas 15 prestações;devo procurar a loja e levar o atestado de óbito dela?Não gostaria que o nome dela ficasse sujo,entretanto não tenho condições de pagar.Como li,ela tbém não deixou herança;mais mesmo assim gostaria de saber como proceder,pois não gostaria de eventuais transtornos com meu nome e nem com o dela.Desde já agradeço,atenciosamente.

    RESPOSTA DO BLOG: Fique tranquila, mortos não ficam com nome sujo. A loja não pode fazer nada, se continuar cobrando, diga que sua mãe morreu e não se preocupe mais. Se houver muita perturbação, reclame no Procon.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/10/2009 - 15:54
    Enviado por: Felipe

    Minha mãe faleceu há 1 mês sem deixar bens, e possuia um cartão de crédito no qual eu era dependente. Coincidentemente meu cartão expirou alguns dias após a morte dela e quando fui pedir uma nova via do cartão eles disseram que não poderiam dar porque o titular faleceu, e insistiram que apesar de eu não ter mais direito de possuir esse cartão, ainda teria que pagar a dívida deixada. Isso procede? Eles podem exigir que eu pague a dívida?

    RESPOSTA DO BLOG: Não.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/10/2009 - 12:07
    Enviado por: anezio r.de miranda

    bom dia eu gostaria de uma orientaçâo de vc ai a minha mâe faleceu no dia 05/10/2009 e deixou um imovel numa vila que o mesmo ela residiu por 22 anos desde julho 1987 que eu ganhei. havia pedido para um vereador que eu trabalhava como off boy pois minha mâe havia acabado de se separar do meu pai entâo nos estavam pagando aluguel eu era o unico que ajudava ela em casa com as despesas da casa sendo a minha irmâ muito nova. com apenas 10 anos e nâo poderia trabalhar para nos ajudar mas na ocasiâo eu era de menor 12 anos eu estava vendendo limôes na rua quando eu conheci este vereador que relatei a minha vida as minhas dificuldades ai ele me propos ir auxilia_lo como levar o almoço no seu gabinete pagar contas etc entâo ele tinha umas casas de um projeto habitacional e me deu a mesma pois como eu era de menor ficou no nome da minha mâe somos 2 filhos eu e minha irmâ ela è casada tem 4 filhos com um gerente da prefeitura e ganha muito bem eles moram numa casa deixada pela mâe do meu cunhado num bairro muito bom por sinal agora minha irmâ de uns 6 meses para cà ela estava cuidando da minha mâe num leito em sua casa minha mâe veio a hobito agora ela esta reformando a casa que a minha mâe morou 22 anos e falou que eu `nâo tenho direito algun daquele imovel que vale hoje uma quantia boa como devo proceder; para que venda o imovel pois nâo temos o registro do imovel ? ela tem direitos de deciçôes ela pode mudar para o imovel e eu perder algun direito me responda por favor aguardo a suas orientaçôes

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como responder. Procure um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/10/2009 - 10:21
    Enviado por: cristina

    gostaria de saber se existe prazo para reclamar herança,pois meu pai faleceu eu estava com 5 anos de idade e deixou bastante terras para 8 filhos, so que algumas estavam hipotecadas pelo banco, entao a irma mais velha, pagou as dividas e fez os outro 7 irmaos assinarem e a mãe também, passando tudo para ela, inclusive minha parte, como minha mãe ficou neste ato como tutora, assinou passando sua parte e a minha também, depois ela deu um lote para cada um construir suas casas,mas eu nunca tive direito a nada, agora ela quer vender um terreno de de 80 metr.e quer me dar um lote de 16×30,ficando com tudo, isto ja se passaram mais de 40 anos pois agora estou com 45 anos de idade, e quero os meus direitos, ainda posso requerer na justiça. por favor me responda.

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como responder. Procure um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/10/2009 - 16:41
    Enviado por: Leticia

    Minha mãe é pensionista viuva de militar tem conta em banco onde recebe seu salário, de 1700,00 líquido.Por conta de cartão de credito e emprestimos o banco fica com a maior parte de seu salário. Tentou fazer uma renegociação A dívida que fica mais ou menos em 16.000,00 o banco quer cobrar uma entrada de 850,00 e 48 X de 706,00. Gostaria de saber se ela deve aceitar já que eles dizem que não há outra alternativa, ela tem 76 anos é deficiente e gasta muito com remédios.Mesmo assim o banco não facilita. Como posso ajudá-la a sair dessa situação? Que consequencias teria se ela mudasse de banco? Pode piorar a situação dela?
    Muito obrigada pela resposta Já estou desesperada.

    RESPOSTA DO BLOG: Não damos opiniões nem dizemos o que os leitores devem fazer. Vocês devem consultar um advogado especializado na área.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/10/2009 - 21:40
    Enviado por: Antônio Dias

    Não tenho filhos nem mulher e tenho junto com minha irmã um apartamento comprado pelo meu avô. Acumulamos dívidas de condomínio e estamos respondendo a processos. Queria vender o imóvel para pagar a dívida porém minha irmã não quer. Então quero passar o imóvel para o nome dela, e ela aceitou a doação, tenho uma procuração para fazer a transferência para o nome dela. Como faço essa transferência? Preciso da autorização dos meus pais para realizar a transferência? Posso fazer essa transferência mesmo com dívida? Posso abdicar minha parte em favor dela sem ter custos? Muito obrigado pela atenção aguardo um retorno.

    RESPOSTA DO BLOG:
    Lamento, não temos como ajudar. Procure um advogado especializado em direito cível.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/10/2009 - 01:17
    Enviado por: luiza

    minha mae morreu e deixou uma casa q e de herança de meu pai, so q ela tbm morreu, e deixou uma divida de empresto na caixa economica , feita p/ ela, agora uma mulher xegou com uma intimação , pedindo o obito dela, eu já tinha dado p/ eles o obito assim q ela morreu, + mesmo assim veio uma intimação depois q ela morreu já faz 6 anos, sera q eles vão tomar a casa p/ conta da divida, veio um cominicado pedindo de novo , pedindo o obito,pois agora quem veio pedir é oficial de justiça, p/ q eu leve o obito. me ajuda, vou perder a kasa p/ conta da divida q ela deixou

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como ajudar. Procure um advogado especializado em direito previdenciário.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/10/2009 - 01:23
    Enviado por: kelly

    herança de meu pai, so q ela tbm morreu, e deixou uma divida de empresto na caixa economica , feita p/ ela, agora uma mulher xegou com uma intimação , pedindo o obito dela, eu já tinha dado p/ eles o obito assim q ela morreu, + mesmo assim veio uma intimação depois q ela morreu já faz 6 anos, sera q eles vão tomar a casa p/ conta da divida, veio um cominicado pedindo de novo , pedindo o obito,pois agora quem veio pedir é oficial de justiça, p/ q eu leve o obito. me ajuda, vou perder a kasa p/ conta da divida q ela deixou

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/10/2009 - 15:56
    Enviado por: alvaneide

    Tive um filho com um rapaz, não casamos, moramos juntos apenas 3 anos. Meu filho é menor de 6 anos. Quero uma orientação como deixar, inventário ou testamento para o meu único filho, pois não gostaria de deixar nada para o pai.Devido este ter nos abandonado, e não dar nem recurso para viver, ou mesmo pagar a pensão.

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como ajudar. Procure um advogado especializado em direito familiar.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/10/2009 - 16:09
    Enviado por: gabriela

    Meu pai faleceu a 5 anos, qdo ele era vivo minha mae e eles recebeiam do INSS. Minha mae recebia um aparo em função da doença de chagas que até hoje carrega, onde tomas mais de R$=400,00 de remédios por mês. Meu pai tinha uma aposentadoria de um salario minimo também. Com a morte do mesmo, o inss cancelou amparo dela do INSS, e ficou apenas com a aposentadoria do meu pai. Como fazer para rever o amparo que ela perdeu do INSS, pois o que ela recebe não dar nem para pagar os remedios dela. Hoje ela é hipertença, e diabetica. Sofreu recenetemente uma aneurisma celebral que ficou com um coagulo na cabeça.Seus remédios são todos carissimos para o unico recebimento de R$=465,00 por mês. Me ajudem me falem como eu devo proceder, e se o inss pode reverter esse amparo.
    Obrigado

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como ajudar. Procure um advogado especializado em direito previdenciário.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/10/2009 - 16:20
    Enviado por: Neide

    BOA TARDE, Minha irmã ficou viuva com 3 filhos menores a 17 anos. O falecido deixou uma divida que já vai em aproximadamente R$=1.000.000,00 no ESTADO, Os bens que ele deixou não soma o valor de R$=25.000,00 que são uns terrenos dentro do mato que ninguém não tem interesse nem de ve-los. NÃO TENHO ONDE MORAR VIVO EM UMA CASA DO PAI DELE, QUE JÁ está BLOQUEDA NA JUSTIÇA EM FUNÇÃO DA DIVIDA QUE O PAI DELE também deixou.Devido as minhas condições financeiras precárias não posso constituir um advogado. O que devo fazer???

    RESPOSTA DO BLOG: Contrate um advogado especializado em direito tributário e comercial.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/10/2009 - 17:04
    Enviado por: Ednéa

    URGENTE!!!!Gostaria q mandassem a resposta p o meu e-mail. Nós somos em 3 irmãos. Meu pai faleceu em 2005 e minha mãe ficou com tudo. O DPVAT, vendeu o caminhão e guardou o dinheiro, recebeu o Pis dele e o meu irmão mais novo qdo fizer 21 tb vai receber. Ganhou uma causa na justiça depois q faleceu e só minha mãe recebeu e meu irmão qdo fizer 21 tb. Gostaria de saber se eu e meu outro irmão temos direito há alguma coisa?

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como responder. Procure um advogado especializado em direito familiar.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/10/2009 - 10:42
    Enviado por: Antoni Fernando da Silva Velez

    Minha mãe quer doar os 50% que tem direito dos bens que meu pai deixou para os filhos. Só que o inventário ainda não saiu e é litigioso, já que meu pais tinha filhos com outra mulher ( Amante ). Ela pode abrir mão dos seus 50% para os filhos antes do inventar sair? Como proceder. Através de procuração, termo de doação? Isso onde pode ser feito? Fica caro.
    Aguardo a resposta.
    Obrigado.

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como responder. Procure um advogado especializado em direito familiar.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/10/2009 - 00:56
    Enviado por: wanda

    meu tio faleceu,ele tinha um emprestimo no banco Itau,era discontado da aposentadoria dele,minha tia tem que pagar essa dívida ou não.

    RESPOSTA DO BLOG: Leia com atenção o texto onde você colocou a mensagem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/10/2009 - 17:41
    Enviado por: Erica Prete

    Meu pai faleceu e deixou algumas dividas, emprestimos em bancos e cartões de créitos, e deixou como bem um carro no valor da tabela de 8.500 e uma casa onde eu e minha mãe moramos. A divida somando tudo, para quitar e com juros passa de 15.000. Nós teremos que pagar estas dividas??… teremos que vender casa onde moramos? Tentamos fazer acordo com os cartões mas querem receber a vista.
    Desde ja agradeço

    RESPOSTA DO BLOG: Leia com atenção o texto onde você colocou a mensagem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/10/2009 - 20:15
    Enviado por: Dany Vitor

    Minha mãe faleceu 25/09/2009 e devia imposto a receita por sonegação, e agora quem paga? ela deixou poucos bens que não cobrem a dívida

    RESPOSTA DO BLOG: A dívida deixa de existir se não houver herança.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/10/2009 - 22:24
    Enviado por: raimundo

    Meu tio morreu em 2006 e só deram baixa no inss no mês de maio/2009. Durante este período o INSS depositava o benefício social de R$ 465,00. Recentemente, ficamos sabendo que na conta do meu tio tem quase R$ 15.000,0 podemos entrar com um alvará para levantar este dinheiro?

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como ajudar. Procure um advogado especializado em direito comercial e cível.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/10/2009 - 21:02
    Enviado por: Dilma

    MINHA mãe abriu uma firma e tudo estava em seu nome, contas em bancos, credito e etc..ela foi embora para outro estado me deixando sozinha tocando, nao deu certo a empresa e ficamos com muitas dividas as quais nao tenho como pagar, nunca assinei nada, e nunca tive procurações para nada, só que o endereço que ela tinha era aqui da minha casa na cidade que moro, as dividas eu terei que pagar ou o nome dela que vai para serasa ou spc e ações judiciais de bancos….podem empenhorar minha casa, meu unico bem (uso e frutos, sou divorciada), não tenho carros ou terrenos, alem dessa casa que moro com duas filhas e netos de 4 anos, por favor me ajudem a saber quais providencias devo tomar para nao ter nada meu (que é pouco aqui dentro de casa) por causa dessa empresa..

    agradecida desde já

    RESPOSTA DO BLOG: Lamento, não temos como ajudar. Procure um advogado especializado em direito comercial e cível.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/10/2009 - 01:28
    Enviado por: EDUARDO JANCZUR

    MINHA NOIVA FALECEU E TINHA CONTAS EM BANCO E DIVIDAS NO CARTÃO DE CREDITO.
    ELA FEZ UM CARTÃO ADICIONAL PARA MIM, GOSTARIA DE SABER SE A ADMINISTRADORA DO CARTÃO PODE COBRAR ALGO DE MIM JÁ QUE TENHO UM CARTÃO ADICIONAL.

    RESPOSTA DO BLOG: Não pode.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/10/2009 - 12:22
    Enviado por: juliana

    Gostaria de sabe se posso cobra a pensao do pai da minha filha mesmo com a morte dele ja que a familia esta fazendo inventario e se posso entra por fora e o que posso faze ja que o nome da minha filha n consta no inventario obrigada juliana

    RESPOSTA DO BLOG: Não pode, mas sua filha é herdeira.Procure um advogado para garantir a parte dela no inventário.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/10/2009 - 15:07
    Enviado por: Iara

    Meu pai morreu a 5 meses, deixando uma esposa, dois filhos menores e eu que sou filha de um primeiro casamento. A viúva apareceu com várias dívidas. No entanto, ela não apresentou as assinaturas de dele nas compras e sim apenas as faturas já pagas por ela depois que ele morreu. Em algumas a compra está inclusive no nome dela.

    Sou obrigada a aceitar que estes valores sejam abatidos do valor da herança uma vez que pouco será herdado se assim o for? Dividas em nome dela também devem ser pagas no inventario?

    resposta do blog: Lamento, não temos como responder. Procure um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/10/2009 - 15:51
    Enviado por: sandra

    boa tarde!! queria tirar uma duvida, meu sogro faleceu dia 11/10/09. e a minha sogra tem algumas contas em aberto no nome do meu sogro, como titular da conta, e apenas autorizou a minha sogra comprar no nome dele …. e sendo que ela que assinou as notas .. ela tem que continuar pagando as contas??? procuramos a loja onde ela comprou e foi nos informado que ela tem que quitar as contas porque não tem como a lojas quitar a divida, e assim que ela terminar de pagar ai sim eles cancelam o nome dele e passa a conta pra ela..
    ele não deixou nenhuma herança… as contas que ele tinha em banco somente no nome dele forão todas canceladas..
    desde ja lhe agradeço.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/10/2009 - 23:52
    Enviado por: Renata

    Meu avô faleceu e ele tinha um empréstimo consignado em folha no Banco do Brasil, faltando ainda cerca de 17 mil para pagar, gostaria de saber se a viúva tem o dever de saldar o restante da dívida. Odinheiro foi usado para a aquisição de uma casa, mas essa ainda está sem escritura.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/10/2009 - 06:09
    Enviado por: Augusto

    Minha avó faleceu agora em setembro e deixou dividas(imprestimo consiginado ao orgão do Estado e cheque especial, impretimo pessoal). Ela me passou uma procuração pra resceber sua pensão ao banco há uns 7-8 anos. No caso eu terei que assumir as dividas? Ela não deixou bens.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/10/2009 - 08:05
    Enviado por: DINA VENTURE

    OLA PRECISO DE SUA AJUDA PARA SABER, SOU DINA, TENHO 44 ANOS SOU FILHA UNICA E MAE SOLTEIRA DE UM MENINO DE 13 ANOS, MOREI A VIDA INTEIRA COM MEUS PAIS, E A 10 VENHO CUIDANDO DELES POIS MEU PAI SE OPEROU DO CORAÇÃO E TINHA ARTERIO ESCLEROSE COMO MINHA MAE, DEIXEI DE TRABALHAR PARA CUIDAR DELES, ENTAO LUZ, AGUA, TELEFONE, COMIDA ERA TUDO PAGO COM A APOSENTADORIA DE MEUS PAIS E NATURALMENTE SUSTENTAVAM MEU FILHO DE 13 ANOS, POIS EU ME DEDIQUEI AOS 2 INTEIRAMENTE.
    MINHA MAE FALECEU A 5 MESES EM MAIO E MEU PAI FALECEU ONTEM. TENHO COMO RECEBER ALGUMA COISA DA APOSENTADORIA DE MEU PAI UMA VEZ QUE PAREI DE TRABALHAR A 10 ANOS PARA CUIDAR DELES??? NÃO TENHO HERANÇAS, SO A CASA QUE AINDA ESTA NO NOME DE MINHA MAE ONDE VIVO A 37 ANOS. NÃO TENHO CARRO, NEM OUTROS BENS. APENAS A CASA ONDE MORO…

    RESPOSTA DO BLOG: Em nosso entendimento não há nada a receber. Mas consulte um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/10/2009 - 15:05
    Enviado por: Marcos Roberto

    Boa Tarde!Meu pai faleceu agora dia 11/10/09, e ele tinha algumas contas em lojas sendo que ele era o titular da conta e minha mãe somente tinha autorização dele pra comprar no nome dele , mas responsavel pela conta era ele… assim que meu pai faleceu fomos ate a loja pra avisar do falecimento e nos disserão que minha mãetem que continuar pagando as contas porque mesmo estando no nome do meu pai foi ela que assinou as notas e o contrato da compra. e que quando minha terminar de pagar a conta ele anula o nome do meu pai e passa a conta somente no nome da minha mãe.Os cartõe de creditos que ele tinha e os adicional que era da minha mãe forão cancelado e ela não teveque págar nada.
    gostariade saer o que realmente minha mãe tem que fazer. paga as contas ou as lojas são obrigadas a quitar a dividas…
    Desde ja agradeço a atenção.

    RESPOSTA DO BLOG: Sua mãe precisa pagar as contas.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/10/2009 - 12:03
    Enviado por: victor silva

    depois da partilha de bens em inventario feito em cartório, um filho fora do casamento tem quanto tempo para reclamar a heranças? e se os bens já foram vendidos, nos os herdeiros do inventários teremos pagar algumas coisas a ele ou ja era

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/10/2009 - 09:43
    Enviado por: Weslei

    Bom dia, meu sogro faleceu e tinha em seu nome um carro financiado e o mesmo ainda falta metade das parcelas para ser quitado, no caso de falecimento o carro é quitado ou não? Obrigado desde já, Weslei.

    RESPOSTA DO BLOG: Ou alguém quita ou o carro terá de ser devolvido.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/10/2009 - 00:49
    Enviado por: Angela Figueiredo de Brito Resende

    Fui fiadora de uma amiga por muitos anos.Ela ficou em coma de maio à julho desse ano.Sua filha recebeu suas aposentadorias com o cartão por esse período e não pagou os aluguéis,iptu e condomínio.
    Essa amiga veio a falecer em julho.Deixou um carro e as duas pensões para o viúvo, que é aposentado pela CEF.
    Ela saiu do imóvel em setembro e,não pagaram as dívidas.
    Posso recorrer a justiça, visto que ele ficopu comn duas pensões do município e a filha, que é maior de idade, com o carro da mesma.
    Att

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/10/2009 - 23:58
    Enviado por: Cintia

    Ola,
    meu pai é vivo, mas esta acumulando dividas atraves de sua empresa. Nao paga impostos corretamente e sempre que a situacao piora, ele transfere para outras pessoas e reinicia nova empresa. Eu, como filha, no inicio fui socia (nao sabia que ele fazia isso) para que ele pudesse trabalhar. Eu estudava e nunca interferi em seus negocios. Recentemente aconteceu um processo trabalhista e bloquearam dinheiro da minha conta e do meu pai. metade da divida realmente foi tirada da minha conta e meu pai, tirou todo o dinheiro da conta dele para nao ser descontado. Ele agora nao fala comigo, pois nao vai pagar a divida e foge. Tentei reagir ao processo, mas sem dinheiro na conta dele, nada adianta. O que posso fazer para que ele nao me deixe de heranca toda a divida acumulada? como posso lidar com essa situacao? é direito de família? é trabalhista? o meu nome saiu da empresa ha 3 anos, mas ainda surgem esses chamados.

    RESPOSTA DO BLOG: Seu caso é grave. Contrate um advogado para se precaver das dívidas e processe o seu pai.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/11/2009 - 23:31
    Enviado por: daniela

    minha mãe faleceu e tinha uma loja de roupas, um carro e um apartamento cdhu (oque devo fazer com as dividas dela )pois estão me cobrando ,mais a divida naum é minha oque devo fazer? por favor me dê uma resposta por e-mail urgente……naum tenho interesse em tocar a loja
    mais……..

    RESPOSTA DO BLOG: Parte dos bens deixados de herança deverão ser usados para pagar as dívidas. Contrate um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/11/2009 - 13:17
    Enviado por: alex

    Queria saber, se a familia do meu tio(filhos mulher) tem direito na casa que meu avô deixou de herança
    Sendo que seriam 5 filhos mais um, esse meu tio faleceu antes do meu avô,a mulher e os filhos do meu tio tem parte nos bens deixado?

    RESPOSTA DO BLOG: Eles têm direito.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/11/2009 - 14:38
    Enviado por: iran

    sou casada e procuradora do meu marido. ele tem conta corrente no banco do brasil e uma divida no valor de qse 100.000,00 . em caso de morte eu herdo essa divida?
    ele tem 2 aptos no valor de mais ou menos 60.000,00. entra como pagamento do debito?

    RESPOSTA DO BLOG: Os bens deixados como herança servirão para pagar a dívida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/11/2009 - 22:05
    Enviado por: irene

    meu marido faleceu e deixou dividas so que ja fez 6 anos essas dividas. não é cancelada dps de 5 anos? obrigada

    RESPOSTA DO BLOG: Leia com atenção o texto onde você colocou a mensagem. UMa coisa nada tem a ver com a outra. Dívidas de falecidos são pagas com herança e bens deixados. Se não houve herança, a dívida deixa de existir.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/11/2009 - 15:32
    Enviado por: josué vieira ribeiro

    oi
    minha mãe falesceu fazem dois meses !! éla tinha comprado um refrigerador e ficou éssa conta pendente, a loja me cobrou. a geladeira esta comigo, queria saber qual o procedimento
    se eu tenho q pagar éssa divida ou não ????? desde ja agradeço a atenção!!

    RESPOSTA DO BLOG: A dívida só será paga se houver bens de herança, mas prepare-se porque a loja vai entrar na Justiça para tentar recuperar o bem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/11/2009 - 14:05
    Enviado por: Andreia Regina Dos Santos

    Meu pai havia adquirido um terreno para pagar em 77 vezes de 540,00.Meu pai faleceu e deixou 2 crianças menores de idades,meu iramao q e maior de idade nao tem trabalho fixo como fica a causa do terreno ja as prestaçoes sao muito alta eles nao tem condiçoes de pagar.E outra no caso na declaraçao de obto eu disse q ele havia deixado bens,mais os bens q eu me referiria era esse terreno!Me ajude por favor

    RESPOSTA DO BLOG: Não entendemos que tipo de ajuda você que de nós. Seja como for, não há o que fazer. Se o dono anterior do terreno insistir em retomar o terreno na JUstiça por falta de pagamento, vai conseguir. Tente renegociar com a ajuda de um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/11/2009 - 01:06
    Enviado por: lucas

    um senhor, que 40 anos atras foi casado com uma mulher, a qual se divorciou dando a parte de direito e possui 2 filhos. casou-se novamente, passou 30 anos com essa pessoa e faleceu. deixou em sua conta bancaria por exemplo 100 reais. como fica a divisao desta pela atual esposa e os filhos? como fazer, se o dinheiro dela tambem entra nesta conta, uma vez que a conta eh conjunta?

    RESPOSTA DO BLOG: Essa é uma questão muito específica. Procure um advogado especializado em direito de família.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/11/2009 - 20:44
    Enviado por: irany

    meu marido é aposentado do ministerio da saude. a pouco descobrimos q ele tem 2 processos em andamento para receber. só q ele tem 6 filhos adultos do primeiro casamento. pergunto: qdo for receber os valores desses processos os filhos é obrigado a entrar na partilha desse dinheiro?
    aguardo orientação obrigada!

    RESPOSTA DO BLOG: Não. O dinheiro é dele. Só existe partilha em caso de morte.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/11/2009 - 11:40
    Enviado por: silvia maria sanches

    sou separada judicialmente a 19 anos, o unico bem que tinhamos, foi vendido a 2 anos porém a pessoa não fez escritura porque meu ex não fez o inventario de sua mãe que também estava no contrato, o apt era quitado , e o novo proprietário pagou a vista , porém meu ex faleceu em junho/09 eu e meus dois filhos não tinhamos mais contato com ele agora a bv nós localizou e diz que ele tinha um financiamento de um carro, e fica nós ameaçando, ofendendo, liga para o serviços de meus filhos varias vezes e aqui na minha casa, e disseram que vão todos os dias na porta do serviço deles ate devolvermos o carro
    Mas o pior e que não temos nem ideia de onde está esse carro, a pergunta e
    Eles podem ficar fazendo isso?
    Como fica o novo proprietário?
    na certidão dec obto não consta bens,pois nós e quem tivemos de pagar o enterro, e o apt já não nós pertence mais, não temos nada a não ser nossas dividas que mal conseguimos pagar .
    obrigada

    RESPOSTA DO BLOG: Se não há bens deixados como herança, a dívida deixa de existir. POrtanto, a cobrança é ilegal. A financeira tem de ser processada. Procure um advogado e entre na Justiça pedindo indenização por danos morais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/11/2009 - 15:06
    Enviado por: poliana

    meu padrasto faleceu de causas naturais nesse mes e minha mae nao sabia que o seguro que ele ja tinha antes mesmo do casamento dava tbem assistencia funeraria, gastou quase 3 mil reais com o funeral, na semana seguinte entrando em contato com o banco onde tinham conta conjunta descobriu oq o seguro de morte acidental dava direito a um pequeno valor. e quiseram saber porque que ela nao deu entrada na assintencia funeral, ela disse que nao tinha conhecimento. entao eles disserao que por ela nao ter dado entrada na hora do obito ela só tem direito a no maximo1500 reais de resarcimento. é correto isso, ou minha mae tem direito que paguem o valor inteiro? nao vi clausula nenhuma que dissesse isso no contrato.que se nao fossem avisados imediatamente pagariam apenas parte do funeral.

    RESPOSTA DO BLOG: Neste caso, o banco está correto.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/12/2009 - 01:21
    Enviado por: Sueli

    Minha mãe era viuva quando adquiriu uma casa, a 3 anos ela faleceu e agora estamos fazendo a partilha, ela teve dez filhos e uma filha ja estava morta qdo ela faleceu e agora o marido dela faleceu, eles tem uma filha, a filha tem direitos nessa casa???

    RESPOSTA DO BLOG: Sim.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/12/2009 - 19:14
    Enviado por: Camila de Fatima Miguel

    Olá, o pai de um amigo acabou de falecer e deixou em seu nome três carros, sendo um de meu amigo, outro de seu irmão e o dele próprio, consultamos um advogado e disse que seria necessário fazer um inventário, queria saber se isso é mesmo necessário e se não for como proceder neste caso.
    Obrigada!

    RESPOSTA DO BLOG: Sim, é necessário.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/12/2009 - 19:36
    Enviado por: Luiz gonzaga souza da luz

    O meu pai faleceu mes passado e minha mãe já é falecida, sou o único filho, eu tenho algum direito na aposentadoria dele para despesas funerárias, quais os precedimentos que devo fazer? muito obrigado!!!!!!!!!!!!!!!!!!

    RESPOSTA DO BLOG: No seu caso, não.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/12/2009 - 09:06
    Enviado por: Gerson Cunha

    Meu sogro faleceu(aposentado) dia 30/11/09 deixando uma divida no cartao de credito essa dívida deverá ser paga? e o valor de sua aposentadoria sera repassado para a pensionista dele sua ex-esposa?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/12/2009 - 01:06
    Enviado por: ivete

    Ola,
    Meu pai veio a falecer e deixou uma dívida com cartao de credito e uma divida referente a compra de um eletrodomestico em uma determinada loja a qual foi financiada pela caixa economica federal, minha dúvida é se devo pagar ou nao essas contas, sendo que meu pai nao deixou nenhum bem. A caixa federal poderá vir a cobrar judicialmente ou terei que entrar o bem adquirido pelo meu pai.

    RESPOSTA DO BLOG: MOrto sem bens não tem dívidas. Leia com atenção o texto da reportagem onde você colocou a mensagem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/12/2009 - 14:28
    Enviado por: Isvaltino

    Oi, emprestei 20.000,00 para meu ex cunhado e ele me assinou uma duplicata no valor, só que veio a falecer, agora a viuva dele näo quer pagar a dívida, ele deixou bens e a viuva disse q seu eu quero receber tenho q entregar a duplicata para ela incluir no inventário, mas se passo a duplicata näo terei meios de provar que emprestei esse dinheiro, queria saber se realmente tenho que passar a duplicata para ela incluir no tal inventário ou se eu perderia se a duplicata ficasse fora do inventário?

    RESPOSTA DO BLOG: Não forneça nenhum documento. Você precisa de um advogado para entrar com ação judicial para ser incluído no inventário.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/12/2009 - 01:22
    Enviado por: Murilo

    Oi, eu tenho uma grande duvida..minha tia esta muito doente e tem alguns bens, mas tem tbm muitas dividas acumuladas…de qualquer forma ela me disse que gostaria de me passar, ainda em vida, os imoveis que possue que estao de bem com a lei, assim quando ela vier a falecer os bens nao entram em heraça e nao podem ser usados para quitar as dividas. Isso e verdade? Tenho receio que isso possa me criar algum tipo de problema com o governo. Obrigado

    RESPOSTA DO BLOG: Não é verdade. Você precisa consultar um advogado especializado para obter as orientações necessárias.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/12/2009 - 09:20
    Enviado por: celma paixao

    meu marido morreu e tinha um financiamento de um carro em 24 parcelas,ele pagou 20 faltam quatro o banco me enviou uma carta dizendo que o debito era de treze mil e que com 550 reias quitaria,nao tive condicoes de pagar ateh adata porem a familia me ajudou e hoje tenho como pagar estes 550 reais so que o banco quer que eu page hoje 1500 reais estou com aduplicata em maos deles ,o que possso fazer,eles me disseram que iriam fazer busca e apreencao,de fato podem ou nao.me ajudem

    RESPOSTA DO BLOG: Contrate um advogado para diminuir o valor da dívida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/12/2009 - 15:07
    Enviado por: augusto quibiana

    olá boa tarde,
    eu tenho uma amiga Herdeira de pequena fortuna do seu falecido pai, nós queremos saber como podemos transferir este valor para uma outra conta. atendendo que esta conta de herança esta no estrangeiro.

    RESPOSTA DO BLOG: A legislação é bastante específica neste caso. Procure um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/12/2009 - 14:44
    Enviado por: Michele

    Meu marido faleceu e Eu tinha conta conjunta com o mesmo no Banco Bradesco e lá foi utilizado o limite da conta, quero cancelar a conta e não posso porque o gerente afirma que tenho que pagar a divida isso é correto? Ele não deixou nenhum bem somente vou ficar recebendo uma pensão e ai devo pagar ou não?

    RESPOSTA DO BLOG: Se a conta é conjunta, a dívida tem de ser paga.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/12/2009 - 09:40
    Enviado por: Nádia

    Meu pai faleceu no dia 19 de novembro,no dia 3 de dezembro pegaria a parcela da aposentadoria,porém ele deixou dívidas,eu sendo filha sou responsável,tenho direito de pegar uma ou duas parcelas ainda?

    RESPOSTA DO BLOG: AS dívidas não suas, não se preocupe com isso. A pensão, no entanto, será cancelada por conta da morte dele. Ela só seria estendida no caso de sua mãe (ou esposa dele) estiver viva.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/12/2009 - 16:17
    Enviado por: vani

    meus pais faleceram e deixou como herança uma casa que nao constam na certidao de obito, mas deixou como herdeiros onze filhos entre eles um esquisofrenico cid22 eu cuido do meu irmao e da pensao que ele recebe , sou casada e tenho uma filha moro com meu irmao na casa que era dos meus pais a metade da casa meus mais compraram com o dinheiro do meu irmao neste caso algum irmao ficam com ciume nao reformam a csa nem deixa eu reformar gostaria de saber o que devo fazer se reformo ou nao se caso meu irmao vir a falecer se eu que cuido dele fico com o que e dele ou se tem que ser dividido em partes iquais a se tenho direito de receber a pensao caso meu irmao vem a falecer , pois nao posso trabalhar vivo em funçao dele por favor me ajude

    RESPOSTA DO BLOG: Você precisa de ajuda especializada. Contrate um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2009 - 00:49
    Enviado por: Mônica

    Minha mae faleceu e no mesmo mes minha irma me ligou avisando que havia chegado uma correspodência do Itau seguros , e que iria até o Banco para ver se existia algum seguro , já que minha mae era pensionista da união e recebia p/ Itau. Porém minha irma não tocou mais no assunto, e quando lhe perguntei e pedi a correspondência ela disse que perdeu. ElaTambém encerrou a conta corrente da falecida minha mãe sem comunicar nada . Quando soube, fui até o Banco com todos os doc da minha mãe , mas o funcionãrio da agencia disse que não poderia ver pq a conta foi encerrada e tal procedimento era impossível. O que me intriga , é que na ocasião , minha irma estava em dificil situação financeira , e logo depois este episódio fez varias aquisições de valores consideráveis, e como ela é amiga da gerente do banco em que minha mãe possuía conta corrente,me deixou muito desconfiada . E todas as vezes que eu e minha outra irmã tocamos no assunto ela desconversa , foge do assunto. Como poderia saber se tinha seguro, e se ela recebeu??

    RESPOSTA DO BLOG: Só por via judicial, notificado o banco por meio de advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2009 - 14:57
    Enviado por: sandra maria calamita

    Meu pai faleceu e naõ deixou bens para inventariar.Eu tinha conta conjunta com ele no Itau e ficou em seu nome dívida de emprestimo ,inclusive o consignado da prefeitura de São Paulo.Nesse caso eu tenho que assumir essa dívida?
    Na Caixa Federal ele tinha uma conta só em seu nome e um Construcard.Nesse caso também é preciso haver quitação de dívida?
    Agradeço e coloco a disposição meu email caso haja necessidade.Obrigada

    RESPOSTA DO BLOG: Leia com atenção o texto da reportagem e as respostas dos comentários anteriores.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2009 - 10:57
    Enviado por: Marinho 10

    Minha mae está com 80 anos e tem vários empréstimos em banco.Se ela acaso vir a falecer, quem pagará? ela só deixará uma casa simples para mim, que sou filha unica.

    RESPOSTA DO BLOG: Leia com atenção o texto da reportagem e as respostas dos comentários anteriores.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/12/2009 - 15:23
    Enviado por: mauricio

    Olá. Antes de mais nada, grato pelo serviço e pelas informações que me esclareceram várias dúvidas. Porém gostaria de esclarecer alguns pontos. Meu pai faleceu recentemente, deixando para nossa total surpresa, várias dividas de pequenos financiamentos (Ibi banco, Losango, Fininvest, etc) e também um CDC e outro emprestimo consignado em folha, feito agora em Novembro para quitar outros no mesmo banco. Bem, li que as dívidas somente podem ser efetivamente cobradas através bens de herança e meu pai somente deixou a casa em que minha mãe mora. Esse imóvel poderá ser arrolado em caso de inventário ou, sendo o unico imóvel e moradia de minha mãe, o mesmo não seria objeto de ação ? Além disso, de posse da certidão de óbito, como redigir um documento para as empresas credoras informando da cessão dos pagamentos ? De antemão lhes agradeço a ajuda.

    RESPOSTA DO BLOG: Esse imóvel não pode ser tomado, já que se trata de único bem e que serve de moradia. No entanto, é possível que os credores tentem tomá-lo. É bom se precaver e buscar a ajuda de um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/12/2009 - 09:54
    Enviado por: Cris

    eu marido faleceu e eu tenho as senhas de conta correte e ao simular um empréstimo, acabei efetivando a operação o que posso fazer neste caso?

    RESPOSTA DO BLOG: Tente cancelar o empréstimo no banco, mas você será processada pro falsidade ideológica.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/12/2009 - 13:25
    Enviado por: cristiane

    o pai da minha filha e falecido ha 10 meses,ele nunca pagou a pensao que o juiz etipulou ele pagar,quero saber se temos direito apensao alimenticia

    RESPOSTA DO BLOG: Pensão de quem, se ele morreu? Em nossa opinião não. Procure um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/12/2009 - 21:23
    Enviado por: regina

    ola meu cunhado faleceu a 2 anos e deixou um carro no nome dele agora minha irmã quer vender o carro.o que ela tem que fazer pois o carro ainda esta no nome dele?

    RESPOSTA DO BLOG: Ela não pode vender sem ter feito um inventário dos bens. Contrate um advogado para fazer um inventário.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/12/2009 - 13:49
    Enviado por: yuri

    Meu pai faleceu em 2002, apareceu uma divida na prefeitura referente a uma empresa que ele tinha, referente aos anos de 2004 à 2008, qual o procedimento para acertar isso, pois entrou em divida ativa e tem uma casa em nome dele ainda.

    RESPOSTA DO BLOg: Mortos não pagam dívidas. Procure um advogado especializado para esclarecer a questão.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/01/2010 - 22:30
    Enviado por: lu

    Meu pai faleceu e tem um carro em leasing em poder da minha madrasta. Queremos devolver o carro como proceder para não pagarmos a divida pois ela não quer dar o carro

    RESPOSTA DO BLOG: Ou devolve ou paga a dívida. Contrate um advogado e tente recuperar na Justiça.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/01/2010 - 00:36
    Enviado por: Suyara Mara Madureira

    Meu cunhado era aposentado, e veio a falecer, porém havia um empréstimo consignado com o INSS, gostaria de saber se o filho de dezenove anos que vai receber está pensão até completar a maioridade tem que arcar com essa despesa do empréstimo que é descontado de seu benefício.O falecido não deixou bem algum.Desde já agradeço.Mui Atenciosamente.Suyara

    RESPOSTA DO BLOG: Provavelmente sim. Ele precisa confirmar essa informação no próprio INSS.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/01/2010 - 01:05
    Enviado por: luciana

    Gostei da resposta bem direta e quero tirar outra duvida eu tenho direito ao carro como herança ao negar devolve-lo a mim posso acionar a financeira e falar que nao quero e pedir para tirar dela?obrigada

    RESPOSTA DO BLOG: Desculpe, não entendemos qual a dúvida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/01/2010 - 11:23
    Enviado por: cley

    meu pai faleceu deixando poucas dividas em lojas mais nao deixou herança nenhuma pois nao tinha minha mae tem que pagar as dividas dele.

    RESPOSTA DO BLOG: Leia com atenção a reportagem onde você colocou a mensagem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/01/2010 - 14:05
    Enviado por: Jessica

    Uma pessoa já falecida e separada com dois filhos de maior idade, teve uma amante por 15 anos, mas não moravam juntos.
    Se houver uma herança como é feita a divisão?
    E quem arcará com as dívidas deixadas?

    RESPOSTA DO BLOG: Essa não é uma questão de defesa do consumidor. Você precisa de ajuda especializada. Contrate um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/01/2010 - 11:56
    Enviado por: luciano

    Meu pai é falecido e fez um leasing de um carro.Possuia um terreno junto com minha mae que é falecida tb.O terreno ta com o iptu atrasado o banco pode pegar o terreno como espolio?

    REPSOSTA DO BLOG: Se for herança, pode.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/01/2010 - 17:16
    Enviado por: CRISTIANE

    porque com tutora de uma menor sendo também irmã nao posso fazer um empréstimo. sendo que é pensãodo estado? porque como tutora perdi meus direitos de fazer emprestimo ou ate memsmo de comprar uma casa e porque ela sendo de menor descontam imposto ocontra cheque esta no nome dela.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/01/2010 - 16:25
    Enviado por: Aline

    Boa tarde,

    Tenho uma dúvida. Meu marido faleceu a dois anos e deixou dívidas de cartão de crédito e de empréstimos bancários. Seu nome consta no Serasa. Eu, como sua esposa viúva e mãe de uma filha dele, sou responsável por estas dívidas??
    Os únicos bens que tenho, se trata de um apartamento e um carro, que são somente meus, ou seja, foram comprados com o meu dinheiro e estão no meu nome. Posso perdê-los??
    Obrigada!!!

    RESPOSTA DO BLOG: Não é responsável pelas dívidas, como diz a reportagem onde você colocou a mensagem. Se o morto não deixou bens, então a dívida deixa de existir, como diz o texto.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/01/2010 - 04:46
    Enviado por: donizete de almeida tudino

    minha mãe faleceu, moramos em imóvel do cdhu,o tipo de contrato feito foi de concessão onerosa, que segundo cdhu, devo devolver o imóvel .porem morava com ela à cinco anos cuidando dela, que devo fazer, pois não tenho para onde ir, e estou com medo de ter que realmente sair daqui.uns falam para eu dar entrada no poupa tempo outros dizem que se fizer isso irei perder o apartamento.tenho direito de ficar no imóvel ou não. continuo pagando normalmente todas as dívidas, mas preciso saber se posso dar entrada no poupa tempo, com esse tipo de contrato.

    RESPOSTA DO BLOG: Contrate um advogado para negociar com a CDHU, mas provavelmente ô impóvel terá de ser devolvido se a empresa exigir o cumprimento do contrato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/01/2010 - 14:34
    Enviado por: odete

    quando uma pessoa morre e deixa dividas e somente uma casa onde a viuva mora, a viuva é obrigada a pagar essas dividas?
    e se uma determinada empresa falar em processar a familia casoo pagamento nao ocorra,isso é possivel?
    nesse caso a familia pode processar a empresa por danos morais?
    atensiosamente
    odete
    obrigado!

    RESPOSTA DO BLOG: A casa não entra no esquema de pagamento de dívidas, mas é necessária a ajuda de um advogado para o caso de o credor exigir a casa como pagamento. E é o caso de processo por danos morais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/01/2010 - 15:03
    Enviado por: ely santana

    Meu pai faleceu e deixou uma divida referente a empréstimo no banco. Comunicamos ao banco o seu falecimento e consequentemente o fizemos o pedido de encerramento da conta bancária dele.
    Ocorre que até hoje minha mãe recebe carta de cobranças dessa divida causando um grande constrangimento. Meu pai não deixou bens.
    Pergunto : Isso é correto?
    Em caso negativo posso entrar com uma ação contra o banco?
    Obrigado.

    RESPOSTA DO BLOG: Não é correto. Processe o banco por danos morais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/01/2010 - 21:24
    Enviado por: Karoline arena

    boa noite…
    Meu avô depois de falecido deixou como herança uma csa na qual eu passei a morar,mais meu pai veio a falecer minhas tias tem o direito de expulsar eu e minha irma e minha mae da casa ou passar a cobrar aluguel ou eu posso continuar a morar na casa pois ela esta a venda mais ate q vende eu posso continuar na casa?????

    RESPOSTA DO BLOG: Impossível responder sem ver o inventário do seu avô. Em tese tudo o que você teme pode acontecer. O mais indicado é consultar um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/01/2010 - 00:47
    Enviado por: denisson volney

    olá! o meu pai faleceu e tem um consorcio o que pode acontecer?
    podemos receber a moto?
    o dinheiro?
    o cancelamento?
    ou até mesmo a dvida?
    Obrigado!

    RESPOSTA DO BLOG: Não acontece nada. A dívida deixa de ser paga, mas o bem não será entregue, é óbvio. Entre em contato com o consórcio para transferir a titularidade da apólice ou encerrar o contrato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/01/2010 - 23:48
    Enviado por: CESAR PAES

    Pessoal, Boa noite.

    Quero que tire uma dúvida, minha esposa era procuradora do meu tio, que faleceu neste final de semana, ele era aposentado pela INSS, e recebia pela Caixa Economica, ele fez um emprestimo consignado pela Caixa Economica, e era descontado em folha, atraves da procuração da minha esposa, uma vez que o mesmo não assinava, por está impossibilitado. Quero saber se ela ( Procuradora ), vai continuar pagando o emprestimo, uma vez que ela não tem renda.

    Agradeço deste já,

    Obrigado,

    Cesar Paes

    RESPOSTA DO BLOG: Se a dívida não é dela, não há porque pagá-la.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/01/2010 - 21:12
    Enviado por: Rosi Rodrigues Nunes

    ola pessoal,quando minha vó faleceu,ficou registrado na sua certidão de obito que ela não deixou bens.Agora meus tios (herdeiros dela)querem vender a casa mas tambem não encontramos os documentos (recibo…)da casa .So tem o IPTU,agua e energia que esta no nome dela,Então gostaria de saber como fazer nesta situação já que a casa foi doada há mais de 60 anos pela prefeitura municipal.Muito obrigado.

    RESPOSTA DO BLOG: Contrate um advogado para realizar o inventário e regularizar toda a documentação da casa.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/01/2010 - 12:09
    Enviado por: Vanessa

    Olá, Bom dia!

    Meu pai faleceu há dois meses deixando uma fatura de cartão de crédito que não para de aumentar juros. Minha mãe era adicional deste cartão e fazia muitas comprar nele, porém meu pai era quem arcava com a mesma. Depois de seu falecimento, comunicamos ao banco o ocorrido e eles pediram que enviássemos uma documentação(cartões quebrados, óbito e etc.) a qual foi enviada. Mas mesmo assim continua chegando cartas de cobrança, os juros são absurdos e não temos como pagar!

    Meu pai era aposentado, e deixou um bem. Somos três filhos.

    No caso o que devemos fazer? Minha mãe deve pagar a conta por ser adicional(dependente) do cartão dele? Ou podemos ignorar a mesma, sem correr risco de perder nosso único bem (a casa em que moramos)??

    Caso minha mãe não pague, o nome dela também entrará no SPC ou SERASA?

    Aguardo a resposta.

    Atenciosamente

    Vanessa Gonçalves

    RESPOSTA DO BLOG: Procure um advogado para se precaver e negociar, se for o caso. Espere a loja cobrar novamente e requisitar o bem que ficou. Aí o advogado entra e negocia. Se não houvesse bens, não haveria nada a pagar e ninguém teria o nome no SPC.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/02/2010 - 12:04
    Enviado por: marcos silva

    minha meia irmã contraiu dívidas, colocou no meu endereço sumiu e as cobranças chegam no meu endereço, vou ter que pagar por ela, já que ela colocou o meu endereço????

    RESPOSTA DO BLOG: O endereço nçao importa. Se as dívidas estão em nome dela, a responsável é ela.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/02/2010 - 14:21
    Enviado por: Ivy Ramalho

    Meu pai era aposentado, faleceu em 2008. Tinha conta conjunta c minha mãe. Comprou um sistema de alarmes e deu cheques. Três foram descontados. Enviamos um atestado de óbito á empresa e ligamos explicando o fato. Sustamos o restante dos cheques, pois, achamos que a empresa já poderia ter acionado um seguro p esse tipo de ocorrência e mesmo assim, tentariam receber. Ligaram ontem querendo receber ou retomar o sistema de alarme. O mesmo aconteceu com uma geladeira que ele havia comprado, e com um empréstimo consignado. Informamos e levamos o óbito na loja, e onde ele fez o empréstimo. Ambas acionaram o seguro e cancelaram a dívida do meu pai. Ele deixou uma casa como bem, além da que a minha mãe mora.
    O q fazer ? Como saber se a empresa de alarmes possuia seguro e estáagindo de má fé. Ou nós é que estamos errados. Obrigado.

    RESPOSTA DO BLOG: A fato de sustar os cheques é que se configura má-fé. Isso deveria ser negociado, pois agora deram argumentos para a empresa processá-los. O ideal seria deixar o cheque voltar sem fundos, depois que houvesse o aviso. Os outros procedimentos foram corretos, mas a empresa vai tentar retomar o bem na Justiça.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/02/2010 - 19:15
    Enviado por: Aldemir Strake

    fui intimado pela of. de justiça,a responder de dividas feitas pelo meu pai ja falecido em 2005.porem estou com 3 processos no valor de +/I.5000-,um absurdo tenho mais 4 irmaõs tem uma herança de iventário de minha vò onde receberie em torno de 1.000,00-pode a união me fazer a pagar esta divida absurda,pois meus pais são separados á mais de 30 anos e faz,uns 20 anos que não o via até o seu enterro,tem algum risco de penharora de meus bens,ou contas bancaria ou poupança,grato estou ancioso pela sua resposta,garto
    aldemir

    RESPOSTA DO BLOG: Como diz o texto, só haverá pagamento se houver herança. As dívidas eram do seu pai, e não suas. Ignore as cobranças, mas é bom procutrar um advogado e se preparar para novas cobranças. Se for o caso, procese que está cobrando por danos morais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/02/2010 - 17:54
    Enviado por: Thaís Costa

    Meu ávô faleceu tem um mês. Ele era aposentado publico federal, minha mãe e meu tio são os filhos solteiros, há alguma possibilidade de algum deles receber como pensão a aposentadoria do meu avô? Lembrando que a minha mãe trabalha a apenas 5 anos de carteira assinada, porque olhava os meus avós.

    Desde já agradeço a atenção, espero a resposta, isso é de muita importâcia pra mim!

    RESPOSTA DO BLOG: Só consultando o INSS para saber se há ou não direito, já que ele era servidor público.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/02/2010 - 09:09
    Enviado por: Helen Dearo

    olá, fiz um atransação pela internet e a pessoa não me enviou o produto , nem devolveu o dinheiro , ela está usando uma conta de um primo que já faleceu há 2 anos, posso denunciá-la por isso ?, ela poderia ser enquadrada em quais artigo ? , Obrigada

    RESPOSTA DO BLOG: Faça um boletim de ocorrência e contrate um advogado para processá-lo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/02/2010 - 19:16
    Enviado por: solange

    meu pai faleceu em 1967 e deixou 2 terrenos com apenas 2 prestações para pagar,minha mãe na época por ignorancia e devido ao processo traumatico da perda não foi atrás de saber,pois com oito filhos para criar não teve mais noção para nada.pergunto:depois de tanto tempo passados 43 anos os filhos tem direito a reaver esses terrenos? grata.solange

    RESPOSTA DO BLOG: Não.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/02/2010 - 00:47
    Enviado por: adriana

    Preciso de um esclarecimento,minha avó faleceu e deixou um sitio de herança para seus filhos,são cinco filhos,mas um tem uma ação trabalhista correndo no fórum.Pergunto:Pode haver penhora do bem para quitação de dívida de uma unica pessoa,sendo que os outros filhos tem direito sobre a herança e não devem nada?E como deve ser feito esse procedimento, ja que os outros filhos não vão assinar a desistencia da herança?
    obrigada

    RESPOSTA DO BLOG: Pode haver penhora sim. Procurem a ajuda de um advogado especializado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/02/2010 - 14:54
    Enviado por: Cleo

    Estive amaziada por 13 anos, meu companheiro faleceu a 02 anos, desse relacionamento tenho dois filhos menores (10 e 13 anos), nós moramos numa casa que ainda esta no nome dele, pois não consegui fazer o inventário.Ele e eu somos taxistas, ele tinha um financiamento de um veiculo no Banco JSafra, acontece que após a morte dele, não paguei o financimento, e a financeira apreendeu o carro, meio unico meio de sustento.
    Minhas duvidas sao:Após a apreensão, eles podem me cobrar mais alguma coisa?, caso positivo, eles podem penhorar o unico bem que esta no nome do falecido, a casa onde moramos?.
    Recebi uma carta do Tribunal de Justiça, onde citam meus dois filhos menores no processo de apreensão.
    Obrigado pela ajuda.
    Cleo

    RESPOSTA DO BLOG: Não podem penhorar o imóvel.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/02/2010 - 13:01
    Enviado por: Mario

    Minha mae faleceu faz pouco tempo.Eu tenho uma conta conjunta com ela.A titular da conta era ela mas quem movimentava a conta sou eu.Eu abri a conta porque ela recebia o beneficio do Inss.Mas fora o inss eu movimentava a conta porque para min era mais facil pagar minhas contas
    Tem um emprestimo que ela fez de 900 reais em 10
    vezes ou 12.A parcela é descontada do Inss todo
    mes.Ainda falta umas 4 ou 5 parcelas.Pergunta presiso pagar.E quanto a conta conjunta posso continuar movimentando a conta.

    RESPOSTA DO BLOG: Se ela morreu não existe mais benefício. Então não existe mais dívida. Encerre a conta.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/02/2010 - 01:27
    Enviado por: leila

    meu tiocom 86 anos perdeu o filho e a esposa(falecidos).ficando assim um neto que o abandonou doente e sumiu junto com a mae. temos o BO justificando esta passagem.Ele entao veio por contra propria morar com minha que idosa de 84 anos.Ele chegou doente cuidei dele, levando ao medico e foi diagnosticado cancer buca, vindo a falecer em 18/01/2010 .Tivemos despesas com funeral.Foi depositado sua pensão normalmnte. Posso tirar esse dinheiro para cobrir as despesas do funeral? Tenhos todos os recibos.Nestes 6 ultimos meses que recebia era eu.Tenho todos seus documentos comigo. o que fazer?

    RESPOSTA DO BLOG: Procure um advogado especializado para não correr risco de ser acusado por fraude. VOcê não pode mexer no dinheiro da pensão.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/02/2010 - 21:00
    Enviado por: priscila

    Boa noite eu era adicional do meu tio e tenho dividas a pagar nesse cartão e ele tambem tinha masi ele não deixou nenhum bens queria saber se eu sou obrigada a pagar essas contas obrigado

    RESPOSTA DO BLOG: Não tem obrigação.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/02/2010 - 17:28
    Enviado por: roberto

    Minha mae faleceu a sete meses , ja foi dada a entrada no inventario, meu pai ja tem outra mulher, somos dois filhos, ele tem dois imoveis , um ele mora e outro e no guaruja, casa de veraneio.
    A pergunta e : Estou voltando para o Brasil e nao tenho casa propria la e pedi a meu pai para usar o apto do guaruja e ele conversou com minha irma e disse que eles nao concordam de eu ir para la, alegando que minha irma usa este apto de final de semana, e eu nao tenho direito pq eles dois estao usando e eu nao posso usar. nao tenho a chave, os meus direitos nao sao iguais aos deles. nao posso utilizar este imovel enquyanto nao vende ou eu mesmo posso comprar abatendo a parte que tenho no imovel que meu pai esta morando !!! posso pedir para um chaveiro abrir o apto e eu entar pois tenho o mesmo direito nao tenho !!

    Por favor me ajude, e se voce puder me ajudar quanto voce cobraria para fazer este servico. Muito obrigado e fico no aguardo , Atenciosamente, Roberto Barral

    RESPOSTA DO BLOG: O apartamento não é seu, é do seu pai. Portanto, é ele quem decide o que fazer ou quem devem usar ou morar. Se tentar à força no apartamento, será crime de invasão.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/02/2010 - 20:56
    Enviado por: roberto

    Minha mae faleceu e deixou dois imoveis , um meu Pai mora e outro e de veraneio.
    Estou voltando para o Brasil e meu Pai e minha irma nao querem deixar eu usar o apto. Minha irma alega que esta usando o apto de final de semana, e eu nao posso ficar la !!! ELE podem fazer, sou filho do mesmo jeito que ela !!!!, nao sou !!.
    Posso ir direto para la e mandar um chaveiro abrir o apto e depois dou copia das chaves para eles , porque falaram que nao vao deixar eu ir para la, e nao tenho outra casa para ficar . como proceder neste caso . voces fazem isso, !!! quanto custa !!! por favor fico no aguardo ancioso de uma resposta, Roberto Barral. O inventario ja foi dado entrada, e eles dois estao usando o apto e nao querem que eu use, tenho parte no outro imvel que ele mora tambem e gostaria de saber se posso comprar este apto tirando a diferenca do outro imovel e dar o restante!! Posso ou nao usar este imovel , que nao mora gente e so de veraneio !! Elese podem decidir assim e eu tenho que aceitar !!! me ajudem por favor !!

    E a parte da minha mae fica para quem !!! nao entendi sua resposta !!! e os impostos que paguei sao dois imoveis !!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/02/2010 - 21:02
    Enviado por: Roberto

    Sou herdeiro da parte da minha mae ja paguei os impostos do inventario e quero usar um imovel que meu pai tem de veraneio que tambem era da minha mae !!!. e ele nao quer deixar eu entrar no imovel !!! Os imoveis estao em condominio como ele decide o que fazer !!! nao entendi sua resposta !! o apto nao e dele e sim de minha irma e meu !!! entendeu agora !! me desculpe se nao fui claro na pergunta anterior !! obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/02/2010 - 23:30
    Enviado por: roberta

    minha tia morreu e tinha dividas no cartao de credito nos devemos pagar,pois o unico bem q ela tinha era uma casa q ficou para o doido do marido dela.

    RESPOSTA DO BLOG: Como diz a reportagem onde você colocou a mensagem, dívidas de mortos só são pagas com herança. Se não houver herança, não há mais dívida. Nenhum parente tem que pagar dívida de falecidos.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/02/2010 - 20:19
    Enviado por: GABRIELA SOUZA

    BOA NOITE! GOSTARIA QUE ALGUEM ME AJUDASSE.
    MEU PAI FALECEU EM 09/07/09 E EM AGOSTO DEMOS ENTRADA NO INSS DE PEDIDO DE PENSÃO POR MORTE. MINHA MÃE CONTINUOU RETIRANDO O DINHEIRO DO MEU PAI. NO INSS FALARAM QUE NÃO HAVIA PROBLEMA. ELA TIROU O DE AGOSTO, SETEMBRO E OUTUBRO. TODO TEMPO ELA IA AO INSS E FALAVAM QUE O PROCESSO DELA AINDA ESTAVA EM ANDAMENTO… SÓ QUE ESTE MES (FEVEREIRO) ELA FOI LÁ E DISSERAM QUE O DINHEIRO JÁ ESTAVA NO BANCO. ESCOLHEMOS O BANCO DO BRASIL SÓ QUE QUANDO FOMOS VER O BANCO ERA OUTRO O REAL. ELA FOI RETIRAR O DINHEIRO E TINHA UM DESCONTO DE CONSIGNAÇÃO DE R$153.00, VEIO SÓ R$ 357.00.
    DESCONTARAM DEZEMBRO, JANEIRO, FEVEREIRO.
    ACHEI MUITO ESTRANHO E HOJE ELA FOI AO INSS E FALARAM QUE ELA ESTA DEVENDO PARA O INSS E QUE ESTA FALTANDA AINDA ELA PAGAR R$ 700.00. QUE IRÃO CONTINUAR DESCONTANDO.
    ISSO NÃO ESTA ERRADO?????? POIS PELO QUE SEI O DINHEIRO É DELA, SE ELA NÃO RECEBESSE NO FINAL ELA IRÃO RECEBER TUDO DE VOLTA. CERTO?????

    RESPOSTA DO BLOG: Nâo temos como responder. Por favor, procure um advogado especializado para saber o que realmente está acontecendo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/03/2010 - 14:30
    Enviado por: marcos

    minha ja faleceu ha um ano ,só agora veio uma carta de um advogado dizendo que tal dia será depositado uma quantia na conta dela ,só que a conta dela no banco ta encerrada,como devo fazer ja que a carta veio na minha casa tenho outros irmãos será que posso ficar com o dinheiro só p mim ou quando eu ligar p o advogado p dar o numero da minha conta ele vai querer provas,ou coisa do tipo desde ja obrigado,e por favor não deixe de me orientar…

    responder este comentário denunciar abuso

    • 02/03/2010 - 19:59
      Enviado por: Marcelo Moreira

      O dinheiro não é seu, é dela. E o advogado não vai depositar na sua conta, já que ela morreu. Esse dinheiro ficará retido até que haja um inventário e os herdeiros sejam identificado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 05/03/2010 - 22:06
    Enviado por: juliana

    meu avô faleceu à 3 anos, hoje chegou uma notificação extrajudicial pelo correio, liguei para o numero que veio na carta e a atendente me disse que estavam cobrando um CDC feito no Banco do Brasil, nao sei de quanto é a divida. Meu avô tem 4 filhos e deixou uma casa(inclusive eu, minha mãe e minha ávó moramos nela) 0 ainda inventario ainda nao foi feito. O QUE PODERÁ ACONTECER? e como posso resolver isso?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 05/03/2010 - 17:15
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A herança poderá ser usada para pagar a dívida, ou seja, a casa onde vocês moram. Procure urgentemente um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 08/03/2010 - 15:27
    Enviado por: roberto

    Minha mae faleceu e ficou dois imoveis !! minha irma e meu pai . quero comprar um dos imoveis que ficou no espolio !! ele ainda esta em inventario e quero compra-lo mas nao tenho todo o dinheiro !! meu pai e minha irma concordam na venda para mim !!! Eu preciso fazer um financiamento para pagar o restante !!! a pergunta e posso financiar a parte que falat sendo eu uma das partes sussessoras !!. por exemplo a imovel custa R$ 100.00,00 e falta R$ 30.000,00 o banco pode me emprestar esse dinheiro. Muito obrigado desde ja !! fico no aguardo ancioso de uma resposta de voces !

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/03/2010 - 17:49
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Enquanto houver inventário fica difícil fazer qualquer negociação. O impovel, em tese, está embargado. Você precisa entrar em contato com o inventariante e verificar em que circunstâncias é possível agilizar a negociação do imóvel e do financiamento.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 08/03/2010 - 23:47
    Enviado por: Candido

    Boa noite,
    Meu pai faleceu no fim do mês passado e era aposentado. Já entrei com o pedido de pensão por morte para minha mãe. Gostaria de saber se nós (filhos e/ou esposa) temos que pagar a dívida de cartão de crédito, o empréstimo que é descontado em folha e principalmente o financiamento imobiliário da caixa.
    Grata.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/03/2010 - 10:10
    Enviado por: alessandro

    bom dia,

    minha duvida é a respeito do falecimento de uma pessoa sem herdeiros, contudo com herança e com algumas dividas, inclusive cheques…

    como proceder pra reaver esse débito? já que a falecida não possui nenhum herdeiro e sua conta corrente já fora bloqueada?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/03/2010 - 23:32
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Morto não paga dívidas, nem seus herdeiros. Se não há herdeiros, então não há nada a fazer ou com que se preocupar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 12/03/2010 - 16:37
    Enviado por: lluiz fernandes

    meu pai e mae falecidos deixaram um lote com construçoes para 12 irmaos hoje tento transferir olote pro meu nome sou o mais novo tendo em vista que eu assumir os impostos como devo proceder

    responder este comentário denunciar abuso

    • 12/03/2010 - 18:10
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Và à prefeitura e faça a transferência, seguindo as orientações do órgão competente. Se for o caso, peça a ajuda de um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/03/2010 - 16:57
    Enviado por: Márcia

    MInha mãe faleceu e após 4 dias, comuniquei à empresa do cartão de crédito e paguei a metade com a fatura seguinte. Envie fax dos documentos solicitados várias vezes, conforme solicitaram, pedindo que parcelassem o valor porque iria pagar conforme condições. Após 3 meses me comunicaram que não era por fax e sim por sedex que deveria mandar os documentos…Receberam. Mas até hoje não cancelaram, ficam ligando diariamente, dizendo que preciso mandar os documentos registrados em cartório e o valor está cada vez mais alto. Obs: Minha mãe não deixo herança e não era beneficiária. Qual atitude devo tomar?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/03/2010 - 08:48
    Enviado por: Bruno

    Meu avo faleceu e tinha um emprestimo no banco, e o único bens que tinha era uma casa que meu tio mora, pois não tem para onde ir!! se for vender o mesmo ficara sem teto e que deve ser feito??

    responder este comentário denunciar abuso

    • 15/03/2010 - 22:05
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Quase impossível entender a mensagem. Se a casa é herança, então o banco tem direito de tomá-la, exatamente como informa o texto onde você colocou a mensagem.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 20/03/2010 - 18:01
    Enviado por: JOSÉ ANTONIO

    Meu Pai faleceu, e deixou algumas dividas no cartão de créditos, eu como dependente dele fazia as compras que ele autorizava para casa da minha mãe.
    Tenho que quitar essas dividas, o que o banco pode fazer caso eu não possa ou não queira pagar essas dividas.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/03/2010 - 19:25
    Enviado por: vanderval

    tenho uma multa a pagar para a prefeitura referente ao ano de 2006, recebi o boleto no dia 22/05/2010 no valor de 1.666.00 tenho 5 dias para pagar senao irao bloquear os meus bens a prefeitura pode fazer isso.

    obrigado vanderval

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/03/2010 - 23:36
    Enviado por: renato

    Meu pai faleceu mes passado deixando dividas de uma empresa que ele possuia(bancos, trabalhistas e receita), mas não deixou nenhum bem. E eu tambem iniciei uma empresa faz 5 anos com o mesmo ramo, mas não tem nada em ralação a empresa dele(nem nome, nem rg, nada.) e desde então adquiri varios bens(todos em meu nome e no nome da minha empresa), gostaria de saber se essas dividas que ficaram em nome dele e da empresa dele podem vir a me prejudicar, pois o advogado dele disse que pode vir a mim, pois a empresa dele ainda esta ativa pois nao foi possivel dar baixa por causa das dividase sendo assim herdei esta empresa com as dividas, é possivel??(herdar uma empresa que esta cheia de divida e com processos trabalhistas, sem ele ter deixado bens para quitação??)

    responder este comentário denunciar abuso

    • 25/03/2010 - 19:20
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se ele não deixou bens, as dívidas deixam de existir. Leia com a atenção a reportagem ond você colocou a mensagem.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 28/03/2010 - 21:24
    Enviado por: cleusa ricardo

    Sou sindica de um condominio,e estamos cobrando uma divida de uma moradora que faleceu, a irmã alega que ela não deve nada e que morto naõ paga divida,mas existe um porém,o imovél estano nome desta irmã que agora mora no mesmo,é ilegal cobra-la visto que o imovel esta no nome dela embora quem tenha contraido a divida foi a irma que faleceu???

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/04/2010 - 15:28
    Enviado por: carlos galhardo aanselmo batista

    meu pai foi casado legalmente com minha mae teve tres filhos adquiriu bens se separou teve outro relacionamento durante 25 anos teve um filho e no dia 28/03/2010 faleceu nao adiquiriu bens no relacionamento gostaria de saber quais os nossos direitos e o da segunda companheira?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/04/2010 - 15:28
    Enviado por: carlos

    peguei um diheiro emprestado a 5% ao mes em janeiro de2009.A pessoa que mim emprestou morreu em janeiro de 2010. Ela era viúva e não tinha filhos. Para quem devo pagar a dívida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/04/2010 - 20:06
    Enviado por: Lopes

    Semana passada fui fazer um empréstimo na Ibi, então recebi um cartão de crédito com limite de R$500,00 tendo a bandeira Visa e um cartão de empréstimo, caso eu quisesse sacar o dinheiro em um outro dia. Na sexta-feira(09/04) chegou em minha casa um cartão de crédito da Ibi com limite de R$ 500,00 também, porém no nome da minha mãe, esta é falecida há 10 anos, o que devo fazer?
    Isso seria um protesto de títulos por engano?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/04/2010 - 20:42
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Por via das dúvidas faça um boletim de ocorrência e reclame no Procon. Em seguida devolva o cartão, comunicando a empresa do fato. Você pode estar sendo vítima de fraude.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 14/04/2010 - 14:17
    Enviado por: Patricia

    Tenho umadúvida,meu pai faleceu e deixou uma divida no banco,um empresatimo que ele fez. Gostaria de saber se somos obrigados a pagar e como procedemos com isso.
    Ainda não abrimos o inventario.
    Obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

    • 14/04/2010 - 23:06
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Por favor, leia a reportagem onde você colocou a mensagem. Dívidas de mortos só são pagas de houver bens ou herança. Caso contrário, a dpivida deixa de existir.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/04/2010 - 11:17
    Enviado por: maria

    Bom dia, gostaria de uma informção.
    Sou procuradora da minha mãe, onde a mesma é cadeirante e velhinha onde é a maior dificuldade para sair de casa.Fiz um emprestimo para ser descontado no beneficio dela do qual pago todos os meses religiosamente em dias.Agora entrei em contato com o banco Semear para fazer a liquidação total do emprestimo e com descontos e o banco se nega afirmando que não pode por ela ser a procuradora.Pergunto:Como devo proceder?Posso ir ao juizado de pequenas causas?já que o banco não existe mais na minha cidade que é Garanhuns-PE.PS:o emprestimo foi feito em 36 meses e falta 8 parcelas para liquidação.Obrigada.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 21/04/2010 - 16:02
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Embora achemos que não há irregularidade no procedimento do banco, é melhro procurar um advogado e verificar a possibilidade de uma ação judicial, se for o caso.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 22/04/2010 - 08:01
    Enviado por: Gilson

    Bom dia !
    Li a reportagem só que minha dúvida ainda continua. O que devemos entender por herança ?
    Meu pai faleceu a 15 dias. Tem um carro financiado no nome dele com 3 prestacoes pagas de um total de 60. Tem uma conta conjunta com minha mae, com emprestimos com 40 parcelas a vencer.
    Alem do carro meu pai so tinha a casa, que ficou para minha mae. Com certeza vamos fazer o inventario da casa, mas é do carro é necessario ? Minha mae nao dirige entao nao queremos ficar com ele.
    Meu pai nao deixou testamento. Nesse caso a Casa e o Carro sao herancas ?
    Muito Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 22/04/2010 - 18:21
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Claro que são bens de herança. Poderão ser requisitados para o pagamento das dívidas. Além do matéria está bem clara e didática.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 22/04/2010 - 10:14
    Enviado por: willian

    Eu era procurador da minha tia, que era acamada, fiz um pequeno emprestimo, que era descontado em sua folha de pagamento, para cobrir despesas em seus cuidados. o emprestimo foi liberado na mesma hora. ela faleceu apos pouco tempo. deixou uma casa mas que ja estava no nome da minha mae antes dela falecer. O Banco pode pedir para vendermos a casa mesmo ja nao estando no nome dela para quitar a divida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/04/2010 - 17:41
    Enviado por: Roberta

    Boa tarde,

    Minha mãe faleceu em 08/03/2010 e existia uma empresa em seu nome, no entanto, existem debitos junto a prefeitura (Divida Ativa). Neste caso, como devo proceder? Os herdeiros (esposo e filhos) possuem bens, mas, os mesmos não serão vendidos por agora.

    Agradeço

    responder este comentário denunciar abuso

    • 22/04/2010 - 18:07
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Morto não paga dívidas. Se houver herança, será usada para pagar os débitos. Se não houver, as dívidas deixam de existir, exatamente como está no texto da reportagem.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/04/2010 - 20:55
    Enviado por: Eduardo Frazao

    Boa Noite!

    Meu pai faleceu meses atrás e estava sendo processado (processo em grau de recurso), no entanto, no momento da partilha dos bens com meus dois irmaos nao constou a divida deste processo e nenhum bem do meu pai havia sido penhorado por este processo. A minha duvida é se por acaso este processo for concluir e meu pai falecido perder, eu e meus irmaos seremos chamados para rever a partilha dos bens e pagar esta “nova” divida ?

    Muito obrigado!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/04/2010 - 16:40
    Enviado por: Maria

    Boa Tarde!
    Gostaria de saber o seguinte meu tio foi vitima de assalto e faleceu, deixando uma filha de 07 meses, ele tinha comprado um terreno financiado e construido uma casa onde mora com a mulher e a filha, agora a esposa tem que continuar a pagar as prestações do terreno pois ele ñ deixou nenhum bem.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/05/2010 - 23:06
    Enviado por: Maria

    Minha duvida e se a minha tia tem quer continuar a paga o terreno que foi financiado em nome do meu tio que faleceu.(neste terreno ele ja tinha construido uma casa e foi tudo que ele deixou p/ ela).

    responder este comentário denunciar abuso

    • 03/05/2010 - 23:23
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Geralmente sim, mas é bom ler o contrato, pois em alguns casos há cláusulas que incluem seguro para quitar o imóvel no caso de morte do titular. Também seria interessante consultar um advogado especializado para verificar se houve alguma atualização na legislação que beneficie que fez financiamento e se encontra na situação de sua tia. Nós desconhecemos qualquer atualização neste sentido, mas não custa fazer uma consulta a um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 17/05/2010 - 18:19
    Enviado por: roseli de oliveira souza

    meu pai comprou um terreno para minha irmã e eu com a condição de usufruto vitalicio,éramos menores de idade,o terreno está com divida de iptu de vários anos sem pagar, a prefeitura pode tomar essa propriedade? meu pai é falecido,a propriedade está no meu nome e de minha irmã.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/05/2010 - 22:39
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A prefeitura não só pode como deve tomar o imóvel. Procure um advogado e tente renegociar a dívida com a prefeitura.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 17/07/2010 - 00:37
    Enviado por: ANGELA ANTUNES

    Prezados Senhores,
    Eu tinha um cartão de crédito onde era adicional de minha irmã, que veio a falecer. Ela possuía algumas compras e eu possuía algumas compras com parcelas a vencer. O esposo dela, imediatamente, cancelou o cartão dela e o meu e a operadora do cartão de crédito mandou que ele enviasse via Correios, cópia de certidão de óbito e os cartões inutilizados para cessar a dívida. Ele mandou, mas a dívida não cessou. Eles não mandavam nenhuma fatura para cobrança e ainda ficavam ligando direto para cobrar. Não posso negociar o pagamento da dívida, porque o esposo dela bloqueou meu acesso à operadora, ficando, então, impossibilitada de pagar ao menos a parte que cabia à mim. Nesse caso, a dívida prescreve, já que minha irmã não deixou bens, ou eu tenho mesmo que tentar pagar a minha parte?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/07/2010 - 19:39
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Nenhuma dívida prescreve e a cobrança é perfeitamente legal. O fato de o cartão estar cancelado não anula as dívidas. O que se pode discutir é se a dívida pode ser paga com bens que sua irmã deixou, ou se por conta disso é possível questionar a cobrança na Jusstiça. Procure o Procon ou um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/08/2010 - 16:26
    Enviado por: cristina lopes

    minha mãe morreu e nos duas tinha pedido um produto no internet pelo cartão dela e no outro dia da morte eu confirmei a compra o que pode acontecer por eu ter confirmado a compra uns dois dias depois da morte dela

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/08/2010 - 21:07
    Enviado por: Julia

    Um amigo da familia faleceu e tinha 4 filhos dois do primeiro casamento e dois do segundo ele tinha um escritorio de contabilidade onde seu filho mais novo era funcionario agora depois da morte deles a familia nao se entende a segunda mulher e os filhos dela querem toda a herança, e assim deixando os mais velhos fora, como isso nao existe agora resolveram entrar com uma ação trabalhsita onde o filho mais novo que trabalhava no escritorio que ja foi fechado e baixado em todos os orgaoes, quem vai se responsabilizar nessa ação todos os herdeiros ou os bens de cada um???

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/08/2010 - 21:01
    Enviado por: Vanessa

    Meu pai faleceu há quase 1 ano, e deixou dívidas de uma empresa que está desativada; estas constam no INSS, Secretaria da Fazenda e Instituto de Adm.Financ. da Prev. A casa é o único bem que possuímos. Estamos prosseguindo com o inventário. É possível efetuar a venda deste imóvel? Essas dívidas são transferidas para os herdeiros?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 03/08/2010 - 21:42
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Leia com atenção a reportagem onde colocou a mensagem. Se não houver bens, a dívida de ixa de existir. A casa não entra como herança.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 05/08/2010 - 11:55
    Enviado por: Genivaldo rocha almeida

    Gostaria de sader quais as penas previstas para quem usa cartão do inss de pessoa falecida!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/08/2010 - 11:30
    Enviado por: Renato

    Meu pai faleceu em 2005. Só agora a receita federal tá cobrando uma dívida de R$ 16.000,00. Gostaria de saber se o Estado pode roubar a casa da minha familia, unico bem e moradia de minha mae e se os herdeiros podem sofrer alguma cobrança. Trata-se de dívida de pessoa física.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/08/2010 - 23:50
    Enviado por: Ana Maria

    O pai de uma amiga faleceu a poucos dias, apenas deixando parte da casa, que era dividida por uma parede entre ele e a ex-esposa( ambos estavam divorciados).
    Gostaria de saber se as dívidas de cartões de créditos e empréstimos serão transferidas para sua filha unica. A mesma é desempregada e o pai não deixou bens.
    O que ela deve fazer? Ligar para as operadoras de cartões? E quanto a conta corrente do genitor? Como cancelar e receber o dinheiro referente ao recebimento do salário do falecido?
    Desde já agradeço as respostas.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 07/08/2010 - 00:20
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Leia com atenção o texto onde você colocou a mensagem. Dívidas de mortos só serão pagas se houver herança. Se não houver, elas somem. Parentes não arcam com dívidas de mortos.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 07/08/2010 - 12:11
    Enviado por: casemiro

    meu pai morreu ha 20 anos, e fizemos o formal de partilha
    ficando 50% para a minha mae e 50% para 2 irmãos.
    agora minha mae morreu, e a minha irma morreu a 6 anos,
    agora os outros 50% da minha mae será dividido, 25
    % pra mim, e os outros 25%?, fica para o meu cunhado ou vai direto para os 2 filhos dele?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/08/2010 - 18:56
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Desculpe, não podemos ajudar. Essa é uma questão de direito de família, não de defesa do consumidor. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 09/08/2010 - 21:45
    Enviado por: Nádia

    Existe modo de um pai transferir a dívida para um dos seus filhos, digamos, através de procuração? Nesse caso, o filho deveria pagar a dívida integralmente, mesmo que não receba herança ou a herança seja menor que a dívida?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/08/2010 - 22:44
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Desconhecemos a forma legal para que isso aconteça. O que pode acontecer é filho e pai reconhecerem em cartório a transferência da dívida, com a anuêncioa do credor, mas isso pdoerá ser contestado futuramente na Justiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 17/08/2010 - 22:14
    Enviado por: ariovaldo

    minha mãe era pensionista , fez um emprestimo na caixa de R$ 1.500,00 , pagou 12 parcelas ,faleceu , fizemos o inventário e a escritura do apartamento da cohab no nosso nomes, e a caixa esta cobrando , e não levei ainda o certidão de óbito, eu levando eles pode exigir esta cobrança de nossa parte , se no contrado não especifica se tem o seguro. agradeço. estão de parabens , por ajudar muitas pessaos referendes nestes casos , boa noite ….

    responder este comentário denunciar abuso

    • 18/08/2010 - 18:59
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Na tepria podem, pois os bens deixados seriam usados para saldar a dívida, mas se o imóvel é o único da família então isso pode ser questionado na Justiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 18/08/2010 - 07:45
    Enviado por: ariovaldo

    bom dia!! estou aguardando esclarecimento sobre a pergunta anterior, para poder ir com mas segurança para renegociar a divida , eles sempre procura um meio para ganhar acima do custo … obrigado …ariovaldo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/08/2010 - 09:24
    Enviado por: Mônica

    Olá…fui sócia de uma empresa e saí dela e foi mudado o contrato social excluindo meu nome, só que fio feito um financiamento no Proger e a empresa tem dívidas, mesmo saindo da empresa ainda respondo pela dívidas? caso ela quebre podem bloquear minha conta bancária?
    Aguardo Resposta!! obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/08/2010 - 16:17
    Enviado por: selma wood

    Meu pai morreu a 13 anos sou solteira,tenho 40 anos,gostaria de saber se ainda posso recorrer e o que fazer

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/08/2010 - 14:06
    Enviado por: nalva

    MEU PAI FALECEU E DEIXOU DIVIDA NO BANCO DO BB
    ELE FEZ UM EMPRESTIMO CONSEGNADO O TOTAL
    É 28.OOO.00 O BANCO PODE OBRIGAR A FAMILIA
    A PAGAR ELE DEIXOU UM IMOVEL MAS NÃO É RESISTRADO

    responder este comentário denunciar abuso

    • 23/08/2010 - 22:18
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Como diz o texto onde você colocou a mensagem, se deixou bens de herança, serão usados para pagar a dívida. Se o credor conseguir provar que a casa era do seu pai, poderá ser penhorada.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 25/08/2010 - 10:00
    Enviado por: MARCO AURELIO

    Minha irmã faleceu, repentinamente, há 2 anos. Na época fomos pessoalmente ao Banco Real (atual Santader) e cancelamos contas, cartões, etc, sendo emitido um documento de cancelamento. Indagamos ao gerente se havia demais dívidas a pagar, o mesmo afirmou que NÃO e se aparecessem eram de competência de um fundo do Banco Central destinado a falecidos.
    Neste ano, em 2010, nos foi informado, por uma empresa de cobrança, uma dívida de “juros de cheque especial”. Confirmamos com o Banco e quitamos tal dívida.
    Quando confirmamos por telefone com o Banco, indagamos se havia alguma outra dívida e, para nossa SURPRESA, nos foi informado sobre um débito, agora de “juros de cartão de crédito”, mas este “poderia ser compensada no próprio banco”. Não recebemos até hoje nenhuma comunicação oficial sobre esta última dívida, nada sendo informado quando cancelamos tanto a conta como os cartões há 2 anos. O banco vendo tal dívida aumentar não se manifestou e hoje o valor passa de 50 mil. Iremos ao Banco tentar negociar. Somos pessoas de boa-fé, o falecimento de minha irmã agride o nosso emocional e não gostaríamos de ver seu nome atrelado com dívidas ainda viva. Mas acho que o banco foi omisso há dois anos e agiu de má-fé nada nos comunicando sobre esta dívida que crescia a cada dia. Minha irmã não era casada, deixou um filho hoje com 18 anos completos e uma casa ainda não inventariada. O que podemos fazer neste caso?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 25/08/2010 - 16:06
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A única maneira é contratar um advogado, contestar a dívida na Justiça e pedir indenização por danos morais em nome do garoto.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 27/08/2010 - 19:31
    Enviado por: sueli aparecida dos santos

    Oi minha vo morava com a gente e nos ultimos tempos esta muito doente.então estavamos gastando muito e ela faleceu e minha mãe era procuradora dela pra receber seu beneficio morreu 5 dias antes do pagamento e deixou dividas.gostariamos de saber se agimos errado tirando o beneficio para quitar suas dividas?Se tinhamos direito ou não?desde ja agradeço

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/08/2010 - 20:00
    Enviado por: sandra katia

    minha mae faleceu com cancer e deixou dividas em cartoes de creditos eles estam me cobrando sou obrigada a pagar não a herança a ser recebida

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/09/2010 - 19:20
    Enviado por: Vania

    Minha tia faleceu e deixou dívidas. Como ela não era casada e não tinha filhos, deixou um testamento com os bens para mim e para minha irmã menor de idade. Gostaria de saber se temos que pagar as dívidas assim mesmo.Grata.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 10/09/2010 - 21:14
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Esses bens pode ser requeridos pelos credores para o pagamento das dívidas. Prepare-se e procure um advogado para a eventualidade de ter de negociar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 20/09/2010 - 20:03
    Enviado por: Paulo

    Gostaria de saber como faço para vender uma moto minha que
    esta no nome do meu pai que faleceu Obs: não fizemos o inven-
    tario.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/10/2010 - 21:27
    Enviado por: Regiane

    Minha mãe era pensionista e faleceu e por falta de recursos financeiros por minha parte devido desemprego efetuei saque em sua conta corrente para cobrir despesas com transportes e funeral. Lembrando que possuia sua senha e cartão pois ela possuia pequenas economias para momento de necessidade. Sou filha única e ela possuia apenas essa conta e um imóvel onde residia.Gostaria de saber qual a penalidade que será aplicada para mim uma vez que efetuei saque sem alvrá judicial pois desconhecia o procedimento. Sreia viável efetuar depósito do mesmo valor em sua conta corrente? Muito Obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 01/10/2010 - 22:28
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Você pode ser processada por falsidade ideológica. Procure um advogado para se precaver de uma ação judicial.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 06/10/2010 - 17:02
    Enviado por: Marcos Antonio Baptista

    Minha sogra teve uma empresa de informatica (serviços) e a mais de 7 anos a mesma esta inativa, só que a mesma não foi dado baixa na fazenda e o seu sócio morreu.
    Agora ela esta entrando numa outra sociedade e apresenta que ela tem pendencia pelo motivo que a mesma não foi encerrada.
    Como devemos proceder para o encerramento da mesma, pois tenho plena certeza que a empresa não foi colocada pelos herdeiros no inventário quando o socio dela morreu.
    Que tipo de advogado deveria procurar para um esclarecimento ou ajuda. Tributarista, civil, etc ……

    responder este comentário denunciar abuso

    • 06/10/2010 - 18:48
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Você procurar um advogado especializado em direito comercial ou empresarial . Se não conhece um, peça conselhos para algum contador de confiança…

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/10/2010 - 12:07
    Enviado por: Elaine

    Bom dia!!
    Minha mae falaceu em 20 de abril de 2010,eu sou dependente dela em um cartao de credito,gostaria de sabe se posso continuar usando o meu cartao ?
    As dividas estao todas pagas como sempre foram.
    Agradeço desde ja a informaçao.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 25/10/2010 - 17:13
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Claro que não pode, a titular era ela. Este cartão tem de ser cancelado. E as dívidas pagas com herança dela. Se não houver herança, não há mais dívida.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 27/10/2010 - 11:12
    Enviado por: Nádia

    Bom Dia..
    Meu marido faleceu em 02/09/2008 ele tinha uma microempresa de informatica na qual seu irmão era responsavel por 5 porcento..Gostaria de saber se eu como viuva só responsavel por dividas dessa empresa e pelo fechamento dela..pois na certidão de obito consta que não deixa bens ..não deixa testamento..eu me casei em comunhão parcial de bens ..por favor me ajude …
    Desde ja obrigada..

    responder este comentário denunciar abuso

    • 27/10/2010 - 16:11
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Desculpe, não podemos responder, essa não é uma questao de defesa do consumidor, é um problema envolvendo duas empresas. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 30/10/2010 - 05:10
    Enviado por: tiago moura

    Olá, estou sofrendo uma ação de cobrança de 3 cheques no juizado especial civil a audiencia de conciliação é dia 3/11, o que acontece se eu não comparecer? E caso haja a execução, não tenho nenhum ben em meu nome, o que acontece? Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/11/2010 - 23:14
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Você será processado, pode ter bens penhorados e ficará com o nome sujo, podendo ter dificuldades para arrumar emprego.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/11/2010 - 16:24
    Enviado por: Deborah

    Boa tarde, minha mãe faleceu recentemente, ela recebia aposentaria dela e mais pensão do meu pai e dois irmãos já falecidos, gostaria de saber se eu como solteira e que cuidava dela,e estando desempregada, se tenho direito a solicitar a aposentadoria dela e de meu pai.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/11/2010 - 11:08
    Enviado por: Nil

    Minha faleceu recentemente e, deixou um carro quitado e duas parcelas de cartão de uma loja e também três empréstimos, sendo um deles consignado, também era titular de cartões de crédito, nos quais me colocou como adicional (sou irmã), quanto a estes cartões posso usar como adicional, ou não? e minha mãe pode requerer junto ao INSS a pensão, já que minha mãe é também aposentada e minha irmã colocava minha mãe como dependente dela no Imposto de Renda.
    Obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/11/2010 - 22:51
    Enviado por: Renata

    Dr., meu pai fez um empréstimo no banco, vários na verdade, os quais foram renegociados por ele… ele veio a falecer e o banco pressionou minha mae para continuar pagando, ela já tem 70 anos de idade e sequer tinha conhecimento desse empréstimo, ela tinha conta conjunta com ele… só por isso é obrigada a pagar? sendo que o empréstimo nada tem a ver com conta?? Por favor, me responda o mais rápido possível estou aflita. Obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/11/2010 - 17:44
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se o nome de sua mãe não consta dos documentos de empréstimo, então não tem nada com isso. Mas se consta, tera de pagar. Procure um advogado para tentar ajudar na negociação com o banco.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 09/11/2010 - 11:49
    Enviado por: tania

    MEU PAI FALECEU E SEMPRE EU E MEU IRMÃO QUE CUIDAVÁMOS DA CONTA CORRENTE DELE, SOMOS OS UNICOS HERDEIROS E ESTAMAOS UTILIZANDO O CARTÃO DE DÉBITO DELE PARA SACAR O DINHEIRO E REPARMOS PARA NOSSA CC, DE COMUM ACORDO DIVIDIREMOS O DINHEIRO, EXIZTE ALGUM PROBLEMA EM SACÁ-LO, JÁ QUE O DINHIERO É NOSSO POR DIREITO? EU ENTENDO QUE A SENHA SENDO A ASSINATURA ELETRÕNCIA E NÓS TENDO CONHECIMENTO DA MESMA NÃO EXISTA PROBLEMA ALGUM, AGUARDO RESPOSTA. PARABÉNS PELO SITE

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/11/2010 - 17:35
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Claro que existe um problema, e gigante: esse dinheiro ainda não é de vocês, só o será apó0s o inventário. Vocês correm o risco de serem processados. Procurem urgentemente um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 11/11/2010 - 09:55
    Enviado por: maria

    Minha mae já recebe pensão do meu pai que faleceu e atualmente morava com uma cara ha 8 anos, e este veio a falecer também, só que ele nao era aposentado, mas trabalhava com carteira assinada, é possivel minha mae receber pensao do segundo marido?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/11/2010 - 11:52
    Enviado por: roberta maria

    meu pai pagou 15 anos de inss, mais nao tem nenho comprovante de pagamento,mais ele pagou na cidade dele em pedro II,PIAUI Mais la na cidade dele nao tem mais o bando bradesco,como ele fas pra comprovar q pagou o inss, pq ele tem 66 anos e ainda nao se aposentou.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/11/2010 - 18:41
    Enviado por: patricia

    minha mãe faleceu no dia 12/10/2010 fui ao banco com meu pai fechar a conta dela e disseram q temos q fazer um inventario pois ela deixou bens a inventar, mais o bem q ela possui eh uma casa onde meu pai e minha irmã reside e ainda a escritura nem esta no nome deles pois esta a um tempão ja na advogada q ñ fez a trasferencia de nomes ainda, sem essa casa não ha nenhum bem, oque devo fazer pra fechar essa conta no banco itaú pois a unica divida q tem lá eh 70 e poucos reais de taxa por ñ ter movimentação na conta agradeço se puderem me responder no meu e-mail obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/11/2010 - 19:00
    Enviado por: rogenil pinheiro rodrigues

    Boa Tarde Venho Através Deste comentario pedir uma resposta para o problema do meu Pai , Minha Tia Façeu a um Mês , o Banco no qual ela era corentista Esta fazendo uma cobrança do que diz respeito a divida do cartão de crédito e um emprestimo que ela fez em 24 prestaçõs , Na epoca meu pai foi ” AMIGO DEVEDOR SOLIDARIO ” Ele vai ter que paga esta divida junto ao Banco , ela não deixou Herança nem Bens , desde já meus agradeçimentos.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 19/11/2010 - 19:19
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Provavelmente terá de pagar. Submeta o contrato assinado por sua tia a um advogado para tentar contestar o débito.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/11/2010 - 19:48
    Enviado por: rogenil pinheiro rodrigues

    Obrigado Drº , Eu queria pelo menos um ponto para poder procurar um advogado , e quanto ela não deixar bens não á nenhuma influeencia , nesse caso .

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/11/2010 - 19:50
    Enviado por: rogenil pinheiro rodrigues

    Meu Pai Tbm Assinou o contrato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2010 - 13:11
    Enviado por: Maria

    Minha mãe é pensionista à 20 anos e gostaria de saber se ela pode se aposentar por idade e ter então dois benefícios.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 23/11/2010 - 23:00
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Lamento, não podemos responder, essa não é uma questão de defesa do consumidor. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/11/2010 - 22:23
    Enviado por: maria

    tenho um cartão adicional e o nome do titular pode ir para o serasa por falta de pagamento.
    O meu nome pode ir também sendo q sou adicional?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/12/2010 - 20:40
    Enviado por: clara jeronymo

    a procuradora de minha mae morreu,ela deixou varias dividas no nome de minha mae de 77 anos, emprestimos descontado em folha,cartao de credito,financiadora,agora eu sou a procuradora devo pagar essas dividas feitas em nome de minha mae, como devo fazer? obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/12/2010 - 10:50
    Enviado por: Aline

    Meu pai morreu e Fevereiro de 2010 e deixou financiamento de uma moto. Estou desempregada não tenho como pagar o restante.
    Eles podem pegar a moto de volta, sendo que o inventario ainda não saiu ou por direito eles tem de perdoar a dívida?
    obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 22/12/2010 - 18:10
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Primeiro, não têm de perdoar dívida alguma. Um bem foi financiado e precisará ser pago. A moto poderá ser apreendida sim, mas só ao final do inventário.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 27/12/2010 - 11:21
    Enviado por: Carlos Eduardo

    Prezados senhores. Minha avó faleceu agora dia 15/12/2010, porém, hoje ao consultar o inss ja mandou creditar o beneficio dela a partir do dia 1º, como ela tinha feito um emprestimo no banco, ao tb consultar futuros lançamentos, ja esta no banco para ser descontado dia 3 a parcela que ela fez, a pergunta que fasso é, oque fazer caso o inss credite e o banco desconte a parcela devida, visto que, ambos ja fortam informados do falecimento, porém, o banco, insiste em dizer que, como a conta/poupança era conjunta, a segunda titular passou a ser a primeira, até ai, tudo bem, porém, eles não podem cancelar a conta por ter este emprestimo, a pergunta que fasso é, procede esta informação? e, como minha avó faleceu dia 15, não teriamos o direito de pelo menos receber estes 15 dias para diminuir das despesas com funeral?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 27/12/2010 - 16:53
      Enviado por: Marcelo Moreira

      O INSS precisa ser comunicado da morte dela para que os pagamentos cessem. Se ela não tem bens de herança, então a dívida deixa de existir. Não há direito algum sobre pagamentos futuros, isso é ilegal e não dar baixa no INSS significará apropriação indébita.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/01/2011 - 09:05
    Enviado por: Mario

    Meu pai faleceu e deixou uma casa.Ele não devia nada.Mas eu devo pra cartão de credito e bancos.Então pergunto:herança é bem adquirido? preciso pagar o cartão e bancos?
    Um detalhe: em março completa 5 anos.Espero o nome limpar pra vender a casa?
    Quando os credores ficam sabendo da herança,logo que se dá entrada ou apenas depois de concretizada?
    Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 06/01/2011 - 19:00
      Enviado por: Marcelo Moreira

      É óbvio que você tem de pagar as dívidas e os bancos. A herança nada tem a ver com isso. Quando os bens forem para o seu nome, estarão passível de penhora judicial pelos credores.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 07/01/2011 - 12:03
    Enviado por: istela

    bom dia,

    tenho agumas duvidas, quem por favor saber puder esclarecer,
    tenho um carro, uma casa e outros bens em meu nome, e vivo com uma pessoa que tem dois filhos, gostaria de saber se quando ele falecer tenho que dividir tudo que está em meu nome com os filhos dele?

    obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

    • 07/01/2011 - 17:04
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Em tese não, mas você estará sujeita a uma ação judicial dos filhos caso eles julguem que o pai ajudou a comprar esses bens. Procure um advogado especializado para se precaver.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 16/01/2011 - 19:13
    Enviado por: Leônidas França

    Meu pai era policial militar, e tinha uma conta corrente conjunta com minha mãe. Meu pai faleceu sem deixar bens para minha mãe,e quando minha mãe foi efetuar o cancelamento da conta conjunta que meu pai tinha com ela, o gerente do banco não quiz efetuar o cancelamento da conta, tendo em vista a alegação que o banco teve que usar o lins para pagar as dividas do cartão de credito que meu pai deixou antes de morrer.Hoje o banco vem cobrando a minha mãe toda divida que meu pai tinha, com a ameaça de colocar o nome da minha mãe no serasa e spc,. o que devo proceder para evitar essa cobrança tendo em vista que meu pai não deixou bens para minha mãe e ja faleceu, e somente uma pensão que ela vem recebendo da providencia privada que é de direito dela?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/01/2011 - 17:40
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A dívida é de sua mãe também, já que a conta era conjunta. Procure um advogado para ajudar a renegociar a dívida.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 18/01/2011 - 12:11
    Enviado por: Cinara Campos

    Meu pai faleceu no dia 26/12/10 e tinha conta corrente conjunta com minha mãe no banco HSBC, deixou um limite devedor, realizamos o espólio no banco, porém a conta não foi encerrada pois segundo o gerente precisamos pagar esta dívida e ressaltou ainda que enquanto não pagarmos teremos que arcar com os juros deste limite, ainda neste banco meus pais tinham um titulo de capitalização e solicitamos o resgate até mesmo para cobrir esse limite, porém o gerente nos informou que os filhos precisam fazer uma carta de próprio punho autorizando minha mãe a receber esse resgate do titulo. Realizamos a entrada do inventário onde os únicos bens são casa onde minha mãe reside com valor venal de R$ 20.000,00 e um carro com valor de R$ 3.000,00 (que foi vendido para outra pessoa mas não transferiu, então entrou no inventário). Gostaria de saber se minha mãe precisará pagar este limite por ser a 2º titular, se essa burocracia para receber o titulo é correta ? visto que se pode pagar por ser a 2º titutar também poderia receber automaticamente e se ela não pagar aguardando uma cobrança judicial ficará com o nome do spc serasa?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 18/01/2011 - 17:19
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A resposta é sim para todas as perguntas. Procure um advogado para tentar agilizar a questão junto com o gerente e tentar diminuir a dívida.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/01/2011 - 16:56
    Enviado por: Mary

    Meus pais faleceram, sou a caçula de 12 irmaos alguns ja casados.. Eles deixaram uma casa que é a que moramos eu e mais tres irmaos solteiros e uma sobrinha, no quintal de casa fizeram duas casas que moram duas irmas com suas familias, acontece que uma dessas casas esta com uma porta aberta pra cozinha la de casa que é um transtorno gostaria de saber como faço pra solucionar essa situaçao existem muitas contendas entre meus irmaos…Enfim agradeço a atenção.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/01/2011 - 12:22
    Enviado por: simone

    Boa tarde! Minha sogra faleceu e deixou alguns bens, entre eles um carro financiado, de meu uso e que eu pagava as prestações. Ela teve 6 filhos, como li acima, a herança paga a dívida, mas como era eu que pagava e não terei parte da herança, devo continuar pagando carro, correto? Como devo fazer para que esse carro e a dívida seja passada para meu nome? não existia testamento e nem inventário, os herdeiros já disseram que não farão qualquer inventário devido a taxa cobrada…
    Desde já obrigada pela ajuda.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/01/2011 - 19:37
    Enviado por: Evelize

    Preciso de ajuda. Meu companheiro tinha uma conta conjunta comigo no Banco HSBC, na qual financiou um caminhão que tem o documetno no nome dele. Faleceu e o banco cobrou a dívida de mim por ser co-titular da conta, mas não transfere o bem para mim. Na época para poder quitar o financiamento e não perder o bem para o banco, vendi o caminhão, mas até hoje não foi transferido para o novo proprietário por causa do documento que está no nome do falecido. Minhas perguntas são se o banco poderia ter me cobrado a dívida, se é uma cobrança legal e como tenho que fazer para transferir para o novo proprietário. Fico muito grata se alguém me responder no e-mail, estou desesperada pq o dono do caminhão quer o documento.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 27/01/2011 - 22:23
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A cobrança não é legal. A herança, se houver, deveria ser usada para pagar a dívida, exatamente como diz o texto onde você colocou a mensagem. Procure um advogado e tente recuperar o dinheiro, se for o caso. Só um advogado poderá ajudá-la na atual situação.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 03/02/2011 - 12:37
    Enviado por: ROSANGELA

    Dúvidas: Minha mae morava comigo tinha sua propria renda de pensao, veio a falecer, mas deixou dividas de cartao de creditos de financiamentos em bancos, sua conta esra individual. Neste caso como fica as dividas , morrem? Pois ela nao deixou nenhum tipo de herança, so um saldo em banco muito pouco, pois tudo que ela recebia gastava com os netos, meus e do meu irmao. No aguardo de uma resposta.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/02/2011 - 18:50
    Enviado por: marta

    meus pais faleceram a 7 anos atrás.Meu irmão faleceu a dois anos.Todos moravam no mesmo terreno.Agora apareceu dividas de IPTU de 15.000.00 para pagarmos,senão o terreno vai a leilão.estamos apavorados,pois não temos dinheiro para pagar.O que devemos fazer.Desde já agradeço.marta

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/02/2011 - 11:28
    Enviado por: LUCIANE

    MEU SOGRO FALECEU 23/01/2011, ERA APOSENTADO , E LOGO DEPOIS DESCOBRIMOS QUE ELE HAVIA FEITO EMPRESTIMO NO BANCO , NUM TOTAL DE UNS 4 MIL ,ELE NÃO TEM BENS A UNICA COISA É UMA CASA ONDE MORA A MINHA SOGRA… ESSA DIVIDA O BANCO PODE EMPENHORAR A CASA? OU ELA OU OS FILHOS TEM QUE PAGAR, SEI QUE EM UM DOS EMPRESTIMOS ELE TINHA UM SEGURO MAS OUTRO NÃO… SE POSSIVEL ME DE ALGUMA INFORMAÇÃO

    OBRIGADA

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/02/2011 - 18:57
    Enviado por: salete maria

    minha tia morreu,era pensionista da marinha e não deixou filhos nem irmãos. Gostaria de saber quem tem direito ao imovel, sou sobrinha dela de segundo grau e morava com ela a 35 anos. Gostaria de saber tambem como ela nunca pagou seguro de vida, se tem algum seguro que a marinha seja obrigada a pagar aos herdeiro. aguardo sua resposta obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/02/2011 - 12:20
    Enviado por: Noely

    MEU MARIDO COMPROU UM CAMINHÃO E COLOCOU NO NOME DA MÃE DELE
    NESSE CAMINHÃO.E NO CASO A MAE DELE E JUNTADA COM UM RAPAZ,
    NO CASO DE UM FALECIMENTO DELA, COMO FICA A SITUAÇÃO DESSE
    CAMINHÃO.
    QUAL O PROCEDIMENTO QUE DEVO TOMAR PARA NÃO TER PROBLEMAS
    FUTURAMENTE.

    FICO AGUARDANDO UMA RESPOSTA OBRIGADO

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/02/2011 - 21:22
    Enviado por: Josias-Fortaleza-Ce.

    18/02/2011
    enviado por josias.
    Minha sogra era pensionista do meu falecido sogro, ela recebia a pensão todo dia 01 de cada mês, ela faleceu dia 03/02/2011. os filhos são todos maiores de 18 anos, eles tem direito a continuar recebendo a pensão? receberão Aux.Funeral? o inss tem como saber sobre o falecimento da mesma, ou é preciso informar?boa noite e aguardo respostas!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/02/2011 - 19:36
    Enviado por: salete maria

    minha tia morreu,era pensionista da marinha e não deixou filhos nem irmãos. Gostaria de saber quem tem direito ao imovel, sou sobrinha dela de segundo grau e morava com ela a 35 anos. Gostaria de saber tambem como ela nunca pagou seguro de vida, se tem algum seguro que a marinha seja obrigada a pagar aos herdeiro. aguardo sua resposta obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/02/2011 - 12:38
    Enviado por: daniel

    Meu cunhado faleceu deixando uma divida no cartão de crédito, como mimha esposa deve proceder ela deve pagar a divida?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 03/03/2011 - 19:14
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A dívida é de sua mulher? Não. Então qual é a responsabilidade dela? Aproveite e leia o texto da reportagem.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/02/2011 - 01:43
    Enviado por: maria de lourdes

    meu marido faleceu e o banco itaú está me obrigando a pagar uma divida que ele contraiu com outra pessoa,pois a conta neste banco era conjunta, gostaria de saber se sou realmente ou não obrigada a pagar esta divida, a mesma se refere à um emprestimo pessoal e lis que existia na conta. Obrigada e aguardo um retorno se possível.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/02/2011 - 19:57
    Enviado por: MARIANE

    Confesso que minha situação é complicada. Meu pai faleceu em 2007 e deixou varias dívidas. Ele possuia uma empresa individual no nome dele (que está ativa até hoje, de acordo com a consulta de cnpj que fiz na receita federal) e deixou diversas dívidas, tanto na esfera municipal como na esfera federal. Só de dívida ativa tributária (simples, pis, multas, contribuições sociais, IRPJ) são mais de R$200.000,00.
    Em função de parte dessa dívida, alguns bens móveis(freezers, maquinas de frios etc) foram penhorados pela justiça federal.
    Os bens deixados por ele são 2 casas (uma inacabada) e uma loja.
    Meu pai deixou uma pensão de um salário mínimo p/minha mãe. Estamos completamente perdidas. Não abrimos inventário. As dívidas não param de chegar!!
    somos eu, minha mãe e minha irmã. Alugamos uma casa e uma loja a preço de banana para complementar nossa renda. Para completar recebemos uma carta da fazenda nacional para reavaliação dos bens penhorados e descobrimos que nosso inquilino vendeu para o ferro velho.
    Não sei mais o que fazer!
    O que faço? Abro o inventário? as dívidas entram?
    Aguardo resposta

    responder este comentário denunciar abuso

    • 03/03/2011 - 17:55
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Inventário tem de ser aberto, é obrigatóprio. Se houver herança, ela servirá para quitar as dívidas ou parte delas.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 26/02/2011 - 02:26
    Enviado por: tiago

    minha mãe morreu e ficou uma divida de conta de água no valor de $1,300 essa divida deve ser paga ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/02/2011 - 17:47
    Enviado por: nelson comeira

    Aproveitei bastante, os informes.
    Serviu de ilustra~çoes para trabalhos juridicos.

    grato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/03/2011 - 00:00
    Enviado por: Silvana mares

    Minha faleceu em 31/12/2010 e ainda n fomos ate a empresa em q ela tem registro na carteira ( 6 anos), ela era afastada por invalidez a 4 anos + ou – .Sei q devemos ir atras dos direitos trabalhistas mas gostaria de saber se tem prazo pra q isso seja feito e se será necessario contratar advogado para solicitar os nossos direitos , somos em 3 irmaos.Dizem q é mto burocratico e demorado ate efetivar todo o processo .
    Desde ja agradeço !

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/03/2011 - 23:33
    Enviado por: natalia

    sou aposentada e gostaria de saber se o meu neto de 6 anos ,poder herdar minha aposentadoria apos minha morte, e se puder ,como posso deixa tudo isso documentado em vida;;

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/03/2011 - 00:38
    Enviado por: Silvia Nogueira

    Gostaria de saber se bens adquiridos de Escritura Pública (Testamento) são bloqueados para pagamento de dívidas perante a receita federal.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/03/2011 - 07:09
    Enviado por: alessandra crosara

    Ola gostaria de informacoes meu pai era policial militar de MG e faleceu deixando alguns emprestimos um da BV financeira e outro do BMG gostaria de saber se as dividas ainda serao descontadas da folha de pagamento de minha mae ou sera quitada, ele deixou uma casa de moradia onde minha mae reside um carro financiado e uma carta de credito de imovel que era do meu irmao mas estava em nome do meu pai, foi uma morte acidental decorrido a uma cirurgia de femur, por favor se alguem puder me ajudar escreva-me.obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/03/2011 - 16:53
    Enviado por: SUZANA GOMES

    TENHO CONTA CONJUNTA COM MEU MARIDO QUE VEIO A FALECER EM FEVEREIRO NO BANCO ITAU. ESTA CONTA POSSUI VARIOS DEBITOS DE EMPRETIMOS QUE FORAM ALGUNS FEITOS PO TELEFONE E OUTROS NA AGENCIA SEM A ASSINATURA DELE QUE ERA O TITULAR.NÃO ESTOU USANDO ESTA CONTA POR CAUSA DOS DÉBITOS.POSSO ENCERRAR ESTA CONTA ? E OS DEBITOS TENHO QUE PAGAR? ~MEU MARIDO NÃO DEIXOU BENS.OUTA DÚVIDA POSSUO UM CARRO COMPRADO EM 5ANOS PELO HSBC LEASING JÁ PAGUEI 56 PARCELAS FALTAM 4 QUE ESTÃO EM ATRASO TENHO QUE PAGAR OU EXISTE SEGURO PRESTAMISTA. GRATA
    SUZANA

    responder este comentário denunciar abuso

    • 24/03/2011 - 17:25
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se a conta é conjunta então você terá de pagar os débitos, a menor que prove que não tenha condições de quitar por não ter emprego, por exemplo. De qualquer forma, será necessário o auxílio de um advogado para regociar a questão ou eventualmente ir à JUstiça.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 25/03/2011 - 17:51
    Enviado por: Suellen

    Meu avo faleceu tá com 5 meses. Antes de falecer comprou um filtro no valor de R$1.000… e agora a loja está cobrando a dívida ou paga ou devolve..
    m oriente em relação a isso… temos q pagar ou devolver o q devemos fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/04/2011 - 10:25
    Enviado por: daniel

    Minha sogra faleceu e no dia, como era eu que tratava de suas contas, fui ao banco e fiz retirada do $ que ela recebia para pagar contas, mas por coincidencia ela que havia sido internada no mesmo dia veio a falecer. Tem alguma complicação? Ela tinha emprestimo consignado do inss, tenho de continuar pgando? – O inss e o banco são comunicados do falecimento pelo cartório? Me ajude.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 10/04/2011 - 20:38
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Você corre o risco de ser processado por falsidade ideológica e até por furto. Procure a ajuda de um advogado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 11/04/2011 - 13:35
    Enviado por: Melissa Maule

    Boa tarde, Meu pai faleceu ha um mês, deixou algumas dividas de emprestimos consignados, outros com cheque pré datado e carnês, o advogado que cuida do inventario nos disse que é bom deixar a conta corrente aberta e deixar que os consignados caiam normalmente. Os que foram feitos com cheque pré e carnês, podem ser cancelados? Também tem dívidas com cartão de crédito, as do mês de seu falecimento foram pagas, e ja chegaram as deste mês, cancelamos o cartão de um supermercado antes da fatura chegar, é necessário pagar esta fatura agora? Se cancelarmos os outros cartões, as faturas tbm podem ser canceladas?
    Ele deixou a casa e um carro. Inventário esta quase pronto, e ficou no uso fruto de minha mãe e o carro será trasnferido p nome dela. As operadoras de cartão podem acionar o pagto sabendo que ele deixou bens, sendo que a casa é o unico bem e minha mãe e irmão moram nela e o carro é necessário pois minha mãe é doente?
    Que documentos devemos apresentar no pedido de cancelamento? Grata

    responder este comentário denunciar abuso

    • 12/04/2011 - 17:06
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A heraança será usada para cobrir todas as dívidas, exatramente como diz a reportagem. Se não houve mais bens, então as dívidas deixam de existir.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/04/2011 - 12:46
    Enviado por: Gil

    Olá, Meu irmao tinha 23 anos e deixou uma moto no consorcio para pagar, ela pode ser quitada ou vendida. já que faltava ainda prestaçoes a serem pagar. Ele tb tem muta na moto e emplacamento, como seria pago normalmente isso.
    aguardo um retorno.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/04/2011 - 20:13
    Enviado por: GM

    meu tio faleceu e tinha divida com o banco do Brasil, deixou a pensao para minha tia. agora queremos saber, se ela vai ter que pagar essa divida? a unica herança deixada foi uma casa que deve valer uns R$ 40.000,00mil. como seria? o Banco pagará pra ela o valor do imovel descontando o débito?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 14/04/2011 - 21:41
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se tem herança então será usada para abater a dívida, exatamente como diz o texto. A pensão não será mexida.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 05/05/2011 - 20:43
    Enviado por: mariangela moreira

    meus avos paternos possuiam um grande area de tera, minha tia ficou morando com minha av´´o o marido dela passou administrar a fazenda, sei que n~~ao posuem escritura e nem meu pai nem meu tio receberam nada. faz muito tempo foi no ano de 1954 sou herdeira? ainda posso reclamar a partilha? eu n~~ao sabia que isso tinha acotecido, grata

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/05/2011 - 23:23
    Enviado por: renata santos

    meu pai faleceu e tinha uma empresa que está com dívida superior a 200.000,junto a receitafederal,inss,confins,estado(somando todas).existe outra empresa q possuia 20% das cotas,sociedade com sua irmã,mas essa empresa não tem dívidas.ele não possuia bens, a não ser essa empresa.no caso da 1º empresa,as dividas ficam p/ mim e minha irmã? e no caso da 2º empresa,por ter essa porcentagem,será descontado da empresa até abater a dívida?desde já obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/05/2011 - 22:27
    Enviado por: Jose Maria

    Minha mãe era dependente indireta no convenio de minha esposa,o convenio era com taxa de co-participação, deixou uma divida hospitalar em torno de 35.000,00, faleceu e não deixou herança.
    Somos em 3 irmãos.
    Gostaria de saber se todos os irmãos são responsaveis pela divida deixada e se 1 dos irmãos não ajudar pagar o que devemos fazer? aguardo resposta e obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 19/05/2011 - 09:12
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Leia o texto com atenção. Filhos não são responsáveis por dívidas dos pais. Se não houver herança, a dívida não é paga.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 29/05/2011 - 17:49
    Enviado por: Jose Maria

    Boa tarde,
    Obrigado pela sua resposta:
    Explicando melhor, o pagamento das despesas médicas estão sendo debitadas diretamente na conta de minha esposa, pois trata-se de um convenio empresarial familiar e a titular do mesmo é minha esposa que trabalhava e ficou com o convenio após aposentar-se e as despesas médicas mensais são relacionadas para cada dependente individual. Nesse caso é considerada despesa de minha mãe? Nesse caso poderia se enquadrar no texto acima, que filhos não são responsáveis por dívidas dos pais? Em caso positivo como teremos que fazer? E em caso negativo, perante a lei temos como fazer com que os irmãos que não ajudam, passem a ajudar.
    Sendo só e aguardando resposta antecipadamente agradeço.
    Jose Maria.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 30/05/2011 - 14:55
      Enviado por: Marcelo Moreira

      O fato de haver alguém dependente o IMposto de Renda de outra pessoa ou no convênio médico não quer dizer que seja dependente em tudo. Dívidas são pagas com herança. Se não houver herança, então a dívida não será paga, e ninguém será resposnável por isso, nem filhos nem parentes. Espero ter respondido.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 29/05/2011 - 22:30
    Enviado por: Sabrina

    Meu pai faleceu e deixou dívidas com o cartão de crédito. Precisamos da herança para quitar a dívida, estando essa herança em inventário por mais de 8 meses e ainda sem previsão de liberação, nós teremos que pagar os juros de todos os meses entre a data de comunicação do óbito e solicitação do cancelamento até a liberação da herança pela justiça?!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/05/2011 - 16:40
    Enviado por: silvana

    Minha prima herdou a herança da minha tia casa,carro,e algumas coisas mais. Só q a minha prima quer vender a casa e ficou sabendo q minha tia esta devendo a receita federal o valor de 30 mil, era uma dega que minha tia tinha só q ela não deu baixa,gostaria de saber se ela tem q pagar essa divina para consiguir colocar a casa no nome dela e depois vender.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 31/05/2011 - 17:38
      Enviado por: Marcelo Moreira

      A dívida terá de ser paga sim, e a Receita vai cobrar, com certeza. Ela precisa da ajuda der um advogado para negociar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 08/06/2011 - 21:34
    Enviado por: sheila

    olá estou com uma dúvida,meus pais compraram uma casa a prestação,atraves de uma construtora se eles vierem a falecer antes do término das prestações,eu e minha irma temos direito pela casa ou não?o restante das prestações quem paga?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/06/2011 - 21:55
      Enviado por: Marcelo Moreira

      O imóvel será herança para os filhos, é direito deles. Por outro lado, se é herança, poderpa servir de espólio para pagar a dívida deixada. Procure um advogado especializado para maiores detalhes sobre o assunto.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 10/06/2011 - 19:45
    Enviado por: Richelle

    Minha avó faleceu a 30 dias e deixou herdeiros e um unico bem. Ja foi dado entrada no inventario porem estou com uma duvida em relação a divida com IRPF. A minha avó possuia um parcelamento junto a Receita, o mesmo era debitado em sua conta salario que ja foi encerrada pelo falecimento. Existe tambem as cotas de IR deste ano que ainda irão vencer. Como proceder visto que a conta salario foi encerrada e nao mais sera possivel efetuar o debito mensal do parcelamento? E o imposto deste ano? Temos que informar no inventario que consta esta divida junto a Receita Federal? Enfim, como proceder neste caso.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 10/06/2011 - 21:18
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Lamento, não temos essa iñformação. Pocure um advogado especializado ou vá a algum posto da Receita Federal.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 12/06/2011 - 01:18
    Enviado por: Leila

    Viúvo, sofreu terrível acidente de transito e veio a falecer, deixando apenas duas filhas, dois bens no valor de R$550.000.00e uma divida tributária a titulo de imposto sobre serviços advocacia no valor de R$200.000.00. O de cujus, tambem não deixou outros herdeiros e nem testamento. Foi aberto o enventário e ainda não foi realizado a partilha.Quem é resposavel pelo pagamento do credito tributário? E os creditos tributarios vencidos são dividas? E as multas de mora e multas punitivas são divididas por este responsavel tributario?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/06/2011 - 16:59
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não podmeos responder, não é uma questão de defesa do consumidor. Procure um advogado especializado nesta questão.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 12/06/2011 - 18:29
    Enviado por: Elisabete Gomes Melo

    Meu marido, faleceu no dia 16/03/2011, ele deixou um carro novo, faltam pagar algumas prestações para quitá-lo, como ele feleceu isso quita á divida ou não?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/06/2011 - 12:25
    Enviado por: Amanda

    Gostaria de saber qual é o prazo para os credores habilitar o crédito no inventário. Como os credores saberão da abertura do processo? Tem que notificar os herdeiros?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/06/2011 - 15:55
    Enviado por: magda mari

    minha mae faleceu ,deixou uma casa só que na certidão de obto diz que nao deixou bens. e agora e fazer a casa está no nome dela ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/07/2011 - 17:03
    Enviado por: laura

    Meu ex-marido faleceu em 2000, temos uma filho que agora está com 11 anos, meu marido deixou apenas uma carro que foi roubado logo após seu falecimento, não fizemos inventário. Ocorre que meu filho recebeu metade do FGTS do meu marido e metado de um seguro de vida, tudo ficou depositado em uma conta judicial. Ele possuia uma divida de cheque especial com um banco. Quero saber se quando meu filho receber esses valores terá que pagar a divida do banco.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/07/2011 - 17:18
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Em tese não, mas é possível, embora seja uma hipótese remota, que o banco queira receber esse dinheiro. POr via das dúvisas, procure um advogado especialziado em direito de família.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 08/07/2011 - 08:54
    Enviado por: Carmen

    Emprestei de minha cunhada uma quantia em dinheiro,ela veio a falecer,como devo pagar essa divida? a quem?não temos nenhum contrato,Havia entre nos uma grande amizade,Mas seu marido e seu genro estam me cobrando com telefonemas e expondo o problema diante de outros familiares e até diante de um trabalho religioso que eles coordenam tenho até o boletim onde ele expoem isto,seu genro me enviou por carta,me sinto constrangida diante das pessoas ainda não tenho condições de pagar,o dinheiro era de minha cunhada ela me ajudou porque gostava de mim como filha,gostaria de saber como devo proceder.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/07/2011 - 07:42
    Enviado por: sandro

    minha sogra é pensionista da marinha viuva se ela se casar ela perde a pensão.
    e se um dia ela falecer a pensão fica pro novo marido dela,gostaria de saber para poder evitar o golpe do Baú.
    Por gentileza você pode mandar a resposta pro meu imail. grato

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/07/2011 - 18:31
    Enviado por: DANIELA GOMES

    meu marido faleceu a 7 anos tinha uma empresa aberta de motoboy com dois contratos que apos um ano da sua morte foram desfeitos a empresa comtinua aberta não eramos casados no papel mas em tinha uma parte minima na empresa
    quero fechar pois tem chegado cartas de cobrança em minha casa mas a seis anos a mesma não funciona esta inativa e eu so ganho para sustentar minhas filhas que nem tiveram direito a pensão pois meu marido nãO PAGAVA O PROLABORE OU COISA PARESIDA .O QUE POSSO FAZER SERA QUE VOU TER QUE ASSUMIR ESTA DIVIDA NÃO TENHO NENHUM BEM NEM ELE TINHA.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/07/2011 - 08:55
    Enviado por: Claudio

    Minha mãe fez um empréstimo consignado com a C.E.F e veio a falecer, procurei a caixa e ela me disse que eu teria que pagar as parcelas. minha mãe é divorciado do meu pai, que ainda é vivo, e existe uma casa que moram meus 02 irmãos. Esse imóvel corre o risco de servir para pagar essa dívida?
    Obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/07/2011 - 16:11
    Enviado por: fabio

    Boa tarde. Meu pai era do exército brasileiro e quando faleceu deixou um empréstimo consiguinado em folha. Minha mãe começara a receber a pensão esse mês. Minha dúvida é, o banco tem direito de continuar descontando os valores da pensionista? Pensão é considerado herança? Obrigado!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/07/2011 - 19:35
    Enviado por: Adriano Salustiano Berga

    Ola…

    Estou com o mesmo problema de dívidas assim como todo mundo. Vamos lá então. Minha mãe fez um empréstimo consignado no valor de R$ 4.000,00 para meu irmão. O inevitável aconteceu e minha mãe faleceu, ficando a dívida para pagar e meu irmão que agora não está pagando. somos em 4 irmão e tem um terreno que está construído 4 casas. Estamos fazendo inventário e pelo que sei no dia que tivermos de passar no juiz, o banco estará lá para receber o que é dele, inclusive tomando a herença deixada. Como sendo dívida de meu irmão, podemos perante o Juiz exigir que nosso irmão pague, ficando a responsabilidade para ele?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 29/07/2011 - 20:03
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Exigir até pode, mas daí o juiz concordar… Procure um advogado especializado, essa não é uma questáo de defesa do conusmidor.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 31/07/2011 - 17:00
    Enviado por: EDILSON FERNANDES

    meu pai faleceu e deixou algumas contas carnes de loja,a casa que ele morava era quitada mais ele nunca passou para o nome dele mais temos o documento lavrado em cartório da compra do ex dono paasando para ele e o valor da compra só com esse papel nós consiguimos passar para o nome da minha mãe! agurdo a respos ta para o meu email tambem se der , agradeço!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/08/2011 - 16:06
    Enviado por: leidiane

    oi meu pai faleceu ja tem 6 anos, eu e minha mãe recebe um beneficio. minha mãe é minha tutora assim recebendo a minha parte tambem, nesses 6 anos eu nunca nem vi nem a cor deste dinheiro ela gasta tudo a parte dela ea minha. mes passado fiz 18 anos, e gostaria de passar a receber este dinheiro. intão fui até o INSS e a moça me disse que é a minha mãe que tem que ir la passa o beneficio pra mim, e eu mesma não posso fazer isso, a moça disse pra mim que pro INSS quem é maior de idade é quem tem de 21 anos pra cima, que eu que tenho 18 pra eles não sou maior de idade. gostaria muito de saber se isso é verdade. pq tenho uma amiga que tem quase o mesmo caso que eu, e ela com 18 anos agora é quem recebe o beneficio dela. não entendo pq comigo é diferente .

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/08/2011 - 15:51
    Enviado por: Adelcio

    tenho um cartão adicional com debitos mas a titular do cartão faleceu els podem cobrar de mim esses debitos ou não

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/08/2011 - 20:44
    Enviado por: silvano silva

    ola,meu pai faleceu em agosto,ele era aposentado e recebia sua aposentadoria pela CEF,como ele cancelou o cartao ao digitar a senha errada,nao conseguimos receber e mesmo apresentando o certficado de obito eles nao queria liberar a aposentadoria para minha mae,e como nao tivemos como retirar o dinheiro para pagar funeral e sepultamento eu tiver que arcar com as dispesas,como faço para requerer o dinhiero que eu gastei com as dispesas?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/08/2011 - 20:50
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não há nada de errado na questão, você não tem direito a ressarcimento algum, já que o banco nada fez de errado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 06/08/2011 - 20:47
    Enviado por: silvano silva

    a ele deixou uma casa,carro e uma quantia de dinheiro em banco,que foi registrado na certidao de obito.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/08/2011 - 10:01
    Enviado por: alexandre

    ola bom dia ,eu tenho uma prima que o marido dela faleceu e deixou um caminhao com mais da metade das prestaçoes paga .e nao deixou nenhum tipo de renda ,ela deve pagar a divida?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/08/2011 - 18:33
    Enviado por: Arnaldo Arantes

    Minha filha faleceu recentemente, era solteira e só tinha como bens as cotas de uma empresa cheias de dívidas fiscais, trabalhistas e bancárias. Os bens dessa empresa são insuficientes para cobrir a referida dívida. Minhas dúvidas são: Quem são seus herdeiros? Esses herdeiros são obrigados a pagar suas dívidas? É obrigatório um inventário sendo que ela só possui dívidas? E como fica a situação do sócio remanescente, ele é obrigado a pagar sua parte nessas dívidas? Eu posso não fazer o inventário? Muito obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

    • 08/08/2011 - 20:34
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Assim como está escrito no texto da reportagens, a herança de falecidos é usada para pagar dívidas deixadas. Se não há bens, então a dívida não pode ser cobrada. Herdeiros não pagam nada.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 09/08/2011 - 14:07
    Enviado por: Sandra Arieta

    Meu marido morreu em maio/2011 e deixou 2 kombis em seu nome, o qual trabalhava. Porém um dos veículos possui multas do Detran de quase R$ 2000,00. Os únicos herdeiros sou eu, esposa, e 2 filhos maiores. Queremos saber se temos que pagar essas multas.
    Agradeço a atenção dispensada.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/08/2011 - 18:10
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Sim, se quiserem ficar o carro. Se não pagarem não pdoerão vender, nem circular com o carro, e no futuro ele pode ser apreendido e leiloado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 09/08/2011 - 23:25
    Enviado por: fernanda fernandes

    boa noite

    o pai da minha filha faleceu,ela e menor de idade filha unica
    e ele deixou uma divida de um cartao de credito,a unica herança e uma casa ,a pessoa que ficou responsavel pelo inventario nao me passa nada do q esta acontecendo e diz que ate hoje nao saiu nem um alvara para mexer com as dividas do banco.como posso proceder neste caso?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/08/2011 - 12:27
    Enviado por: andreia

    MEU Pai morreu e minha mae recebe a aposentadoria de e dela quando ela morrer vou continuar recebendo a aposentadoria dos dois? por favor me ajudem

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/08/2011 - 10:44
    Enviado por: Rafael

    Olá gostaria de esclarecer uma dúvida, meu tio morreu e deixou uma pensão para a filha (só a pensão, pois os bens já estavam no nome dos filhos) e ele era fiador de outro primo meu, no qual não pagou sua dívida, mesmo por ter morrido a pensão será usada para sanar a dívida??

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/08/2011 - 11:53
    Enviado por: patricia

    minha vó faleceu em abril deste ano deixando dividas de cartão de crédito e um carnê de loja mas não deixou herança. gostaria de saber o que devo fazer agora pois estas duas empresas alegam que se não pagar a divida o nome dela sera encaminhado para o spc.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 11/08/2011 - 17:47
      Enviado por: Marcelo Moreira

      O que pode acontecer se o nome de sua avó for para o SPC? Ela não vai pagar, e nem os herdeiros tem algo a ver com isso.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 15/08/2011 - 13:39
    Enviado por: selma

    Boa tarde! Fui devedora solidaria do meu marido num emprestimo do bc real,não tenho bens no meu nome a não ser um apartamento financiado pela caixa com somente 6 meses pagos. O banco pode me tirar a casa onde moro sendo ainda um imovel da caixa economica. sou devedor fiduciario da caixa.Obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/08/2011 - 10:25
    Enviado por: Hellen

    Meu pai é falecido há 1 ano e 5 meses e agora chegou duas cobranças de multas de transito para ele, e esse mesmo caminhão que recebeu a multa foi roubado há mais de 3 anos, nós devemos pagar essas multas.

    Desde ja agradeço.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/08/2011 - 11:19
    Enviado por: Nilza

    Eu era procuradora de minha mãe que já era idosa. No dia 05/08/2010 fui ao banco e peguei a pensão e primeira parcela do décimo terceiro. No dia 07/08/2010 ela passou mal e veio a óbito. Quando fui ao INSS dar baixa na pensão dela fui orientada a fazer devolução do pagamento que eu já havia retirado. E o fiz em duas parcelas. Agora pergunto: Era correto a devolução deste dinheiro e se não, tenho como pedir a devolução dele após ter decorrido um ano?
    Obrigada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/08/2011 - 15:15
    Enviado por: Bruno Pinheiro de Melo

    Ola, minha vó faleceu há um mês, ela tinha 2 empréstimos com o banco do brasil sendo pagos. Gostaria de saber se com a morte existe obrigação no pagamento por nós herdeiros, obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/08/2011 - 19:52
    Enviado por: cristiano martins da rosa

    me ligou um advogado querendo que eu assine o envetario do meu pai q faleceu para vender o carro para limpar o nome da minha madrasta sendo q n~ teve nenhuma eransa oq eu faço assino ou n~

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/08/2011 - 18:43
    Enviado por: isabel

    meu primo faleceu, porem deixou um carro não pago, esse carro e quitado automaticamente? e fica para os herdeiros?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 18/08/2011 - 19:14
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Claro que não. Será apreendido pe,o credor se não houver quitação. Se alguém quiser ficar com o carro, tem de continuar pagando as parcelas enquanto corre o inventário.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/08/2011 - 15:27
    Enviado por: CRistiane

    O que acontece quando a pessoa que estava pagando um carro financiado morre, o carro terá que ser devolvido à financeira? Obg

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/08/2011 - 15:40
    Enviado por: CRistiane

    Gostaria de saber no caso de perda total do carro alienado,sem seguro, as prestações terão que pagas até o final ou pode parar de pagar?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/08/2011 - 00:38
    Enviado por: marcelo vieira

    Minha mãe reformou a casa e estorou o limite do cartão de crédito, nós achavamos que daria pra pagar, mas como reforma nunca é como pensamos, acabou que não pagamos a primeira parcela do cartão. o que pode acontecer com ela, caso não possamos pagar toda à dívida?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/08/2011 - 12:30
    Enviado por: marcelo vieira

    Marcelo, obrigado por sua resposta.

    Mas eu gostaria de saber uma outra coisa… Ela só tem a casa mesmo no nome dela… E se essa casa for passada pro meu nome antes do processo, tem algum problema?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 24/08/2011 - 18:39
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se o credor descobrir que isso foi uma manobra apenas para tentar esconder patrimônio, não vai adiantar, a Justiça pode determinar a penhora memso assim.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/08/2011 - 14:06
    Enviado por: elaine

    Meu marido faleceu e fiquei com um apartamento que compramos com renda dividida, entrei com a renda maior, o apartamento ainda não foi quitado, dei entrada na Caixa Economica de São Gonçalo para quitação da parte dele e até hoje não obtive resposta. Como devo proceder.

    atenciosamnente.
    24AGO2011

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/08/2011 - 16:51
    Enviado por: Luana

    Meu pai deixou dívidas trabalhistas relativas a uma empresa a qual ele emprestou o nome. Ele não possuia bens em seu nome, porém, haviam bens que herdaria do espólio de meus avós (já falecidos). Fato é que durante o inventário (após a morte de meu pai), juntamos a certidão de óbito e cumprimos todos os trâmites (eu e meus tios também herdeiros), não foi reclamada nenhuma dívida e a partilha saiu, para pagar o inventário acabamos vendendo 1 bem imóvel. Agora, fui surpreendida por uma oficial de justiça que veio até minha casa com uma notificação. E agora, que faço?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/08/2011 - 17:33
    Enviado por: luciane

    tenha a corrutela da minha vó doente! e ela precisa de fazer um tratamento e fica caro, posso entaun vender a casa dela , pra usa o dinheiro, a casa n tem herdeiros filhos ,so netos pra herdar

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/08/2011 - 21:22
    Enviado por: marcelo vieira

    Obrigado Meu Xará Marcelo. Eu fiz hoje o que é o correto e que ja deveria ter feito a muito tempo. Eu paguei as duas primeiras parcelas que estavam atrasadas. Um total de 4 mil e 500, e com juros ainda de 400 reais. Eu vou ficar descapitalizado mas terei minha conciencia tranquila de que não vão tomar a casa da minha mãe e nem problemas com a justiça e com ligações insistentes. Pois fiquei intrigado, ainda faltam mais uns quatro mil parcelados em 3 vezes. Se eu não pagasse agora e deixasse pra daqui ha um ano ou mais iria se tornar uma bola de neve, e só com o juros creio que nem vendendo a casa daria pra pagar. Vou me esforçar pra pagar as outras parcelas tbm em dia, e ficar de conciencia limpa e tranquila.

    5ctn

    responder este comentário denunciar abuso

    • 24/08/2011 - 21:37
      Enviado por: Marcelo Moreira

      É uma opção válida e alivia um pouco. Agora você tem tempo, se for o caso, de analisar a dívida e se os valores são esses mesmo, com a ajuda de um advogado ou do Procon. Pense nisso.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 25/08/2011 - 18:15
    Enviado por: ana

    boa tarde meu marido faleceu a uns anos atrás, e deixou um lote com algumas prestações a serem pagas… o que devo fazer? deixou 02 filhos menores e a gente e casado com partilha de bens, que no caso o que fico seria apenas o lote.
    o que eu devo fazer? na imobiliaria me falaram que eu tenho que termina de pagar toda a divida? isso procede?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/08/2011 - 01:01
    Enviado por: Joice Reginaa

    BOM DIA, EU LÍ TODOS ESTES COMENTÁRIOS E O TEXTO PUBLICADO, E ENTENDI, MAS ANALISE ESTA SITUAÇÃO POR FAVOR: A ESPOSA DO MEU TIO FALECEU ESTA SEMANA, ELES NÃO ERAM CASADOS NO PAPEL, MAS VIVIAM JUNTOS HÁ UNS 8 ANOS E TEM UMA FILHA DA MSM IDADE. HÁ UM MÊS ATRÁS ELA FINANCIOU EM 60X NO NOME DELA, UM CARRO SEMI NOVO E DEU DE PRESENTE PARA ELE, NEM TINHA PAGO A 1ª PARCELA AINDA, POIS NÃO DEU TEMPO, ELES IAM PAGAR JUNTOS, PORÉM AGORA, SÓ ELE TRABALHANDO TALVEZ NÃO CONSIGA ARCAR COM ESTA DÍVIDA, ELE PODE DESFAZER O CONTRATO Q ELA ASSINOU? É LÍCITO ELE DESFAZER (DESISTIR) O NEGÓCIO ANTES DE COMEÇAR A PAGAR? NA CERTIDÃO DE ÓBITO CONSTA Q ELA ‘CONVIVIA MARITALMENTE’ COM ELE E ‘NÃO DEIXOU BENS A INVENTARIAR, NÃO DEIXA NADA POR ESCRITO, TESTAMENTO OU DECLARAÇÃO ALGUMA’…MAS O CARRO NÃO É CONSIDERADO UM BEM DEIXADO POR ELA? E ELE NÃO SENDO CASADO OFICIALMENTE COM ELA PODE ‘DESISTIR’ E DEVOLVER O CARRO SE PRECISAR? ESPERO Q POSSA ME TIRAR ALGUMA DÚVIDA, JÁ SERIA DE GRANDE AJUDA, POIS ELE ESTÁ TRANSTORNADO AINDA COM A PERDA E JÁ TEM PROBLEMAS DEMAIS, GOSTARIA DE PODER AJUDÁ-LO A RESOLVER ESTE DO CARRO. MUITÍSSIMO GRATA.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 26/08/2011 - 01:06
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não podemos responder, não é uma questão de defesa do conusmidor. Procure um adovgado especializado em direito de família.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 30/08/2011 - 19:23
    Enviado por: Bruna Monique Freitas Fonseca

    Olá, boa noite, meu nome é Bruna e minha mãe faleceu no dia 18 de junho de 2011, a parti do dia 20 do mês citado comecei a canlecar todos os seu cartões, hoje dia 30 de agosto de 2011 tive ciência de três correspondências as quais notificam que estão incluindo o nome da mesma no SPC e no Serasa, só que ambos os credores foram notificados do falecimento, e foi pedido o cancelamento dos cartões. Emfim gostaria de saber como devo agir.
    Obrigada, aguado resposta.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 31/08/2011 - 19:27
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Mortos não pagam dívidas. Se houver herança, parte dela será usada para pagar dívidas. Se não houver herança, as díividas deixam de existir.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 31/08/2011 - 11:29
    Enviado por: Silvane

    Olá , tudo bem? Preciso tirar uma dúvida! Minha tia morreu e deixou uma boa quantia no banco! Ela não tinha nenhum familiar como filho, marido e etc, então eu e meus irmãos queriamos receber esse dinheiro e dividir. Como devo proceder? Alias, temos tudo dela, menos a senha.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/09/2011 - 16:16
    Enviado por: Davi

    Boa tarde!
    Assunto: Problemas com Banco itau
    Minha namorada tem conta conjunta com a falecida mãe (72anos), (faleceu em abril/2011), a mãe era pensionista, por isto havia a conta, a filha tinha conta conjunta para caso precisa-se fazer alguma movimentacao na conta, pois a alguns anos a mae ja havia passado por problemas serios de saude a ponto de ficar 40 dias na UTI, apos alguns anos de melhora a situacao piorou e a mae precisou de maiores cuidados, passou a usar Oxigenio 24h por dia e os medicos disseram que nao poderia ficar mais sozinha, a filha precisou se afastar do trabalho para cuidar da mae, com isto ficou uns 10 meses sem salario.
    Enfim, havia um emprestimo de 36 parcelas, ainda faltam umas 6 parcelas a pagar. Porem o banco Itau diz que esta vinculado ao nome da filha e a divida precisa ser paga, e para completar apos o falecimento da mae a filha foi mandada embora.
    A conta embora conjunta, a filha nem cartao tem.
    Poderiamos fazer algo? O banco esta ligando na casa para falar da divida.
    Muito obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/09/2011 - 16:47
    Enviado por: Solange Barreto

    Bom dia, gostaria de uma orientação. Meu marido entrou com uma ação trabalhista contra a loja em que trabalhava, em 1998, ganhou a causa e seu patrão teveque pagar a divida em parcelas de R$ 1.200,00. Sendo que as parcelas não deveria ser atrasadas. Porque teria que fazer um novo calculo e o pagamento deveria ser integral, ordem proferida pelo juiz do trabalho. Isso não aconteceu, o advogado do meu marido deixou o tempo passar.
    Tiveram que fazer um novo processo, arrolando bens para ser paga a divida. Meu marido descobriu um imóvel que estava no nome patrão dele. O advogado colocou este imóvel no processo para ser vendido e pagar a parte de meu marido.
    O proprietário e sua esposa ainda estavão vivo. Só que eles morreram e agora diz a herdeira que o imóvel tem que fazer parte do inventário.
    O advogado de meu marido disse que o imóvel arrolado ao processo não entraria no inventário
    Pergunto a vocês: É verdade que este imóvel não deve ser colocado no inventário? Existe uma lei ou ordem que esclareça isso?
    Desde já obrigada pela atenção.
    Gostaria de receber esta resposta com uma certa urgência, pois ouve um pedido de conciliação para meu marido comparecer.
    Att.
    Solange Barreto

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/09/2011 - 14:28
    Enviado por: Sandra Albuquerque

    Boa tarde, minha avó tinha emprestimo pessoal na cc dela, ela faleceu, como procuradora sou obrigada a pagar as parcelas restantes que faltam?

    Att,

    Sandra albuquerque

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/09/2011 - 19:30
    Enviado por: jose marcilio

    meu pai compro uma moto financiada em 48 prestações pagou 12, porem ele faleceu como eo sou obrigado a termina de paga o financiamento ou não a divida esta quitada e se eu tb posso vende a moto mas ta tudo no nome dele e só somos 2 filhos o que eo fasso pra me desfazer da moto

    responder este comentário denunciar abuso

    • 09/09/2011 - 19:53
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Ou você assume a moto, continua pagando e transfere para o seu nome ou então a moto será apreendida como parte do pagamento da dívida.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 09/09/2011 - 19:45
    Enviado por: Romeika

    as dividas de emprestimo consignado deixadas pelo falecido podem ser descontadas do seguro de vida?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/09/2011 - 19:24
    Enviado por: jose marcilio

    tem uma moto no nome do meu pai ela e financiada e ainda falta parcelas pra paga e ele já faleceu tem como transferi a moto pra meu nome e continua pagando ou so pode transferi depois de termina de paga ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/09/2011 - 13:11
    Enviado por: RONALDO FERREIRA DE OLIVEIRA

    Meu avo morreu em 2009 mais até hoje não foi tirado atestado de óbito e esta no advogado desde então mais ja se passarão 2 anos e nada o que posso fazer pois até hoje não foi repassado a aposentadoria para minha avo o que posso fasér

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/09/2011 - 15:48
    Enviado por: José Carlos

    Meu pai tinha uma ação trabalhista contra ele. Mas ele veio a falecer a dois anos e deixou uma residencia para mim e minha irmã. O autor da ação também já faleceu. O Juiz autorizou a venda da casa e a mesma foi vendida antes que alguma penhora fosse executada. Fizemos a divisão do dinheiro e eu acabei comprando um carro. A justiça pode tomar o veículo ou algum bem que minha irmã tenha adquirido com o dinheiro da venda da casa?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/09/2011 - 10:15
    Enviado por: Gisele Ferreira

    Meu filho faleceu e deixou muitas dividas.
    Como ele era autonomo, nunca pagou INSS e trabalhava com seu pai, meu marido, nós entramos em acordo com a mãe de nossa neta, ainda de menor, e decidimos pagar as dividas existentes e ela ficou com os terrenos que meu filho tinha. A unica coisa que ficamos foi um carro financiado dele, pois, arcamos com o pagamento das prestações.
    A mãe de nossa neta mesmo tendo ficado com os terrenos agora esta nos ameaçando a entrar na justiça exigindo uma pensão por ele ter trabalhdo com seu pai, sem contribuir para o INSS, e o carro que era dele e já quitamos o financiamento.
    Como devemos proceder uma vez que não temos condições de dar uma pensão para nossa neta, pois, meu filho optou por ficar com o dinheiro e não pagar o INSS e fomos nós que pagamos as dividas de nosso filho?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/09/2011 - 21:29
    Enviado por: Solange Barreto

    Boa noite, vocês foram muito entis em ler a minha pergunta.
    Gostaria de saber onde posso entrar, em algum site, que possa me dar uma orientação segura.
    Des de já , muito obrigada.
    Att.
    Solange Barreto.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 12/09/2011 - 22:17
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Nenhum site vai poder ajudá-la, você precisa consultar um advogado, esse tipo de informação é específica e é perigoso ficar procurando qualquer coisa na internet.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/09/2011 - 22:57
    Enviado por: Solange Barreto

    Boa noite. Muito obrigada pelo esclarecimento.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/09/2011 - 21:48
    Enviado por: jose marcilio

    como e que faz pra da entrada na quitação de um finaciamento de uma moto de uma pessoa que morreu por que de acordo com o conntrato assinada por ele em causa de morte o bem estara quitado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/09/2011 - 03:46
    Enviado por: roberto

    minha mãe faleceu e fez empréstimos consignados com o banco do brasil e deixou uma divida de 300,00 reais no cartão de credito sendo que tem bens não declarados oficialmente o banco pode tomar esses bens?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/09/2011 - 15:02
    Enviado por: Talita

    Boa tarde! Meu pai tem uma dívida ativa junto a receita federal de uma empresa com sociedade com minha mãe. Hoje o nosso único bem é a residência que está em nome dos meus pais. Primeiro, conseguimos transferir essa residência para nós (filhas)? Segundo, caso meus pais virem a falecer, corremos o risco de perder a casa ou ter que pagar essa dívida ativa? Obrigada, Talita

    responder este comentário denunciar abuso

    • 20/09/2011 - 17:58
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Se a Receita identificar que a transferência foi apenas uma manobra para fugir da dívida, de nada adiantará. A coasa corre risco sim de ser penhorada pela Receita nestas circunstâncias narradas.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 21/09/2011 - 21:38
    Enviado por: angela

    boa noite..meu pai e um aposentado..e esta muito desabilitado
    se ele partir eu terei direito a pensão..que ele recebe..de aposentado..ok posso fazer nesse caso..abraço

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/09/2011 - 11:46
    Enviado por: teresa cristina

    se ele nao deixou herança para os herdeiros o debito de conta da agua de uma casa alugada e anulada

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/09/2011 - 14:58
    Enviado por: Edilson

    meu pai tinha uma casa e faleceu erdei parte desta casa, sou casada antes da morte dele, e meu marido casado comigo em regime de comunhão parcial de bens terá direitos a este imovel como eu.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 22/09/2011 - 16:55
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Essa não é uma questão de defesa do consumidor, é de direito de família. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 22/09/2011 - 15:07
    Enviado por: Edilson

    sou casado legalmente com um mulher me separei a 4 anos e vivo hoje com um rapaz a 3 anos posso fazer um contrato de união estavel com ele ou tenho que me divorciar da minha esposa antes.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 22/09/2011 - 16:53
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não temos a mínima ideia, essa não é uma questão de defesa do consumidor, é de direito de família. Procure um advogado especializado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 23/09/2011 - 13:02
    Enviado por: Delvita

    gosia de saber se tenho que pagar alguma multa por ter me atrasado em dar baixa na certidão de óbito ; e qual é o tempo estipulado para dar baixa junto ao cartóriio

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/09/2011 - 21:50
    Enviado por: jose marcilio

    posso troca uma moto financiada em outra e repassa as pretaçoes que falta para a outra moto e finacia a diferença de uma para outra, no caso eu iria da a minha moto e pega uma mas nova e mas potente. so que a moto ta no nome do meu pai e ele ja faleceu como e que faço?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/09/2011 - 16:05
    Enviado por: claudio

    Meu pai faleceu e tinha um financiamento de um veiculo gostaria de saber se a divida sera quitada ou se a familia
    tem que pagar?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/09/2011 - 14:34
    Enviado por: teresa cristina

    uma pessoa fez um parcelamento de conta de agua em uma casa alugada ,o mesmo veio a obito este debito continua ou e anulado pois a conta esta muito alta .e le nao deixou nenhum bem. o que fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/09/2011 - 17:45
    Enviado por: Micheline da Silva Costa

    OI! meu nome e micheline eu gostaria de saber com eu faço?
    porque a casa aonde morava são de herdeiro são de 9 herdeiro a minha mãe e invalida porque a casa são dos meus avos falecido . as minhas irmãs os meus avos registrario elas dua como filha legitamas mais eu sou registrada como filha da minha mãe mais eu quero saber com eu faço porque uma da minha irmã não fala comigo porque ela quer mandar na casa de hewrdeiro porque ela legar que tem dois neto mais eu tenho dois filho de menor tambem mais ela faz a cabeça da minha familha contra mim e contra os meus sombrinhos , mais a minha familia não e muito chegada a ela não ela quer mandar na casa mesmo fala que não vai sair nunca de lá mais eu só queria que todos desse a parte da minha mãe por favor minha ajuda?eu preciso de uma resposta o que fazer com a minha mãe e agora eu estou morando de aluguel e minha mãe sempre morou no fundo do quintal da casa da minha vó da parte do meu pasi mais agora lá casa vai ser vendida? e agora o que eu faço estou no despero eu preciso ter a parte dela pra eu poder comprar nem que seja um quarto pra ela mora com esse dinheiro da casa ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/09/2011 - 17:48
    Enviado por: Micheline da Silva Costa

    OLE A MINHA IRMA RESEBE PENÃO DOS MEUS AVOA E MINHA MÃE TAMBEM?
    EU GOSTARIA MUITO QUE TODOS SÃO HERDEIRO FICASE SIENTE DE DAR PARTE DA MINHA MÃE?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/09/2011 - 17:50
    Enviado por: Micheline da Silva Costa

    PENSÃO QUE MEUS AVOS DECHARAM PRA ELAS.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/09/2011 - 12:26
    Enviado por: karina

    Boa tarde!
    Comprei uma moto no nome de uma amiga, e ela veio a falecer.
    o que devo fazer? a moto fica quitada?
    e a mae dela tb esta doente.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 28/09/2011 - 17:22
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Ou paga ou devolve a moto, tendo de assumir o pagamento ainda de taxas e a diferença do que a financeira apurar na venda em leilão. A moto é sua, não dela.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 30/09/2011 - 12:31
    Enviado por: lucia

    minha avó morreu e deixou conta corrente com lis para pagar ela nao tem bens como se age nesse caso

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/10/2011 - 19:15
    Enviado por: ZHAYA REGINA

    OLÁ!TENHO MEU CARRO NO NOME DE UMA AMIGA,SE ELA FALECER COMO FAREI?COMO FICARÁ O CARRO?POSSO DEPOIS TRASNFERÍ-LO PARA MEU NOME?DIZEM QUE A DÍVIDA SERÁ COMO ANULADA ISSO É FATO?AGURADO ORIENTAÇÃO OBGDA.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/10/2011 - 20:12
      Enviado por: Marcelo Moreira

      O carro vai para inventário, já que legalmente ele é dela, não seu. Regularize e transfira para o seu nome, se não quiser problemas.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 04/10/2011 - 21:19
    Enviado por: aline oliveira

    Olá!gostaria de saber se tem como passar legalmente um terreno para o meu nome,o caso é o seguinte,meu pai faleceu não deixou quitado um terreno,mais a imobiliaria procurou minha mãe para ela continuar pagando,agora ela não esta consequindo pagar a divida e quer passar para o meu nome(uma de sete filhos)para quitar a divida,como posso fazer?obrigada!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 04/10/2011 - 23:39
    Enviado por: patricia

    Boa noite,a minha mãe faleceu há 4 meses e ela devia algum empréstimo em uma financeira…ela não tinha bens e eles insistentemente me ligam perguntando sobre ela,o hóbito já foi levado logo depois do falecimento…sou obrigada a quitar essa ou outra dívida.
    Grata

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/10/2011 - 14:07
    Enviado por: themisa

    oLÁ casei em 1989 sou separada ha 19 anos , meu ex- faleceu la em santa caratarina , é o unico documento que consegui de lá foi a declaração do obito!!gostaria de saber se a declaração de obito e valida no cartóriopara provar que estou viuva livre pra recomeçar minha vida!! ja que não tenho a certidão de obito!!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/10/2011 - 17:47
    Enviado por: silvana

    oi pai faleceu e deixou 3 terrenos´e 10 filhos,minha mãe hoje com 84 anos passou 2 terrenos para o nome de 2 filhos e deixou o outro terreno para os outros 8 filhos quero saber se isso pode aontecer?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/10/2011 - 10:20
    Enviado por: Paulo Amaral

    meu genro faleceu,deixou um apartamento financiado pela caixa, minha filha ficou como herdeira desse único bem,por favor me responda ela tem que pagar todo o financiamento ate o fim ou a divida é cancelada automaticamente após a apresentação do atestado de óito do falecido.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/10/2011 - 18:32
    Enviado por: Paulo Amaral

    mas de qualquer forma,muito obrigado!vou consultar um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/10/2011 - 14:17
    Enviado por: Silvana

    No caso de dívidas deixada pelo falecido, sendo que a herança é constituída por um único bem imóvel. Se os herdeiros filhos desistirem de suas partes em favor da viúva quem pagaria a dívida?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/10/2011 - 14:50
    Enviado por: Soraya christiane

    Meu marido comprou um carro e tenho que pagar a divida ele não deixou nem uma herança somente a pensão por morte.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/10/2011 - 21:01
    Enviado por: juliana

    meu pai era aposentado por invalidez! eu e minha filha de dois anos moravamos com ele!eu não trabalho e nem sou casada! gostaria de saber se tenho direito de receber a aposentadoria dele, ou minha filha??? bjos brigadinhooo

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/10/2011 - 22:08
    Enviado por: Alesssandro Diaz

    Meu pai faleceu e deixou minha mãe e mais dois irmãos meus como beneficiarios em uma aplicação do banco (previdência) .Os outros irmãos estão questionando e exigindo a partilha desse dinheiro ameaçando entrar na justiça. Isso é possivel?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/10/2011 - 09:28
    Enviado por: Maria

    Meu marido faleceu e deixou dinheiro em conta conjunta com a irmã a qual sacou todo dinheiro enquanto ele estava em coma. Todo dinheiro desta conta era dele, como esposa do falecido tenho algum direito sobre este montante?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/10/2011 - 10:39
    Enviado por: ricardo

    meu caso é o seguinte ! minha avó tem uma casa em são carlos;porem veio a falecer o ano passado,deixando a casa de herança para os filhos,no caso 04 filhos!!!meu pai faleceu a 24 anos tendo registrado 02 filhos eu e o meu irmão!!!gostaria de saber se a minha mãe tem direito a alguma parte da herança,sendo q ela se casou em divisão parcial de bens e se casou novamente?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/10/2011 - 14:05
    Enviado por: ligia soares

    Senhores, comprei meu carro em nome de minha mãe e ela faleceu em 2009, mas continuei a paga-lo. A 04 meses eu o vendi para uma amiga que sabe da situação, mas o que devo fazer para regularizar o documento com o nome dela? o carro está em processo de inventário infelizmente, terei que pagar imposto de algo que é e sempre foi meu. Há alguma forma de entrar perante o juiz e pedir para tirar o carro do inventário e regulariza-lo? Meus irmãos já assinaram um documento abrindo mão de sua parte no carro. Serei eternamente grata pela resposta.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/10/2011 - 22:44
    Enviado por: elianeti paulino

    MEU PAI FALECEU E FICOU UMA DIVDA COM ACOPANHIA DE AGUA HA MUITOS ANOS E AGORA ESTA DIVDA RECAIU SOBRE MIM ENÃO COSIGO NEM FAZER UM ACORD SATISFATORIO

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/11/2011 - 22:42
    Enviado por: jose maria silva

    boa noite!
    Caso a pessoa compre um imóvel pela caixa econômica federal e este venha a falecer, como fica o restante da dívida c/ a caixa?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/11/2011 - 18:20
    Enviado por: Lizandro

    Meu pai tem uma doença grave e por isso não tem muito tempo de vida. E acontece é que ele tem dois carros financiados no nome dele, e esse é o único bem que ele possui. Então a pergunta é: Se ele morrer nós da família devemos devolver os carros pra pagar a dívida? Ou como ele não tem nem um outro bem, o carro ficará como quitado para nós herdeiros?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 16/11/2011 - 18:48
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Os carros provavelmente serão objeto de ação judicial de busca e apreensão caso os pagamentos sejam interrompidos. O que sobrar de dívida será paga com herança. Se não houver herança, nada mais será cobrado.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 07/11/2011 - 10:32
    Enviado por: isana

    quando uma pessoa morre e tem seguro no banco porem deve o banco.O banco tem direito e descontar o valor da divida no seguro?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/11/2011 - 16:34
    Enviado por: Sonia Alves

    Doutores, sei que as questoes, em sua maioria é repetitiva, mas parece que nós só nos satisfazemos quando a resposta é direcionada à nossa pergunta.
    Meu questionamento é o seguinte: Minha mãe faleceu recentemente, e não deixou bens, somente empréstimos nos bancos, tais quais alguns já até conseguimos cancelar, exceto um do CITIBANK que foi feito através de um cartão credicardciti, que se recusa a cancelar alegando que os filhos terão que pagar.
    E que de acordo com as informações que li aqui isso não será possivel já que minha mãe não deixou bens.Até então tudo bem, pois já enviamos os documentos solicitados pelo citibank para análise.
    Ocorre que minha mãe além desse emprestimo, possuia alguns débitos em torno de R$ 2.200 de compras parceladas que eram feitas através de um cartão adicional onde uma outra irmã que não a que tem a casa em seu nome, fez mas que quem arcava com o pagamento era a minha mãe. Em contato com a credicard, ela informou o ocorrido e solicitou cancelamento do cartão, e explicou que não tinha condições de pagar os débitos, explicando que quem pagava era minha mãe, e eles informaram que a cobrança será feita e ela deverá pagar, caso contrário seu nome será incluso nos orgãos de proteção ao credito.
    Gostaria de saber se isso poderá ocorrer, uma vez que o cartão adicional está em seu nome.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 09/11/2011 - 12:15
    Enviado por: Fabio Weller

    Boa Tarde!!!
    Assumi as prestações de um veiculo em 2006, finalizei o pagamento. mas o proprietário faleceu, não deixou bens e não possui nada a inventariar. como faço para transferir este veículo.

    obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/11/2011 - 18:04
    Enviado por: alice

    Olá emprestei um cheque a uma pessoa ela pegou dinheiro com agiota,pagou tudo,mas o agiota que faleceu não entregou o cheque nem os recibos a essa pessoa,porém a viuva está me cobrando,diz que vai por na justiça,o que faço?A pessoa que emprestei o cheque mudou da cidade e não consigo contato

    responder este comentário denunciar abuso

    • 11/11/2011 - 18:10
      Enviado por: alice

      Outra coisa,o cheque está todo rasurado,com data rasurada,pois eu emprestei em 2008,mas em 2009 encerrei a conta,porém o agiota colocou a data pra descontar em jan de 2011 e faleceu em agosto,e o cheque está nominal a outra pessoa,não a que eu emprestei o cheque e a pessoa que emprestei o cheque,disse não conhecer a pessoa q está no cheque nominal

      responder este comentário denunciar abuso
    • 11/11/2011 - 18:56
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não há muito o que fazer. Procure um advogado e tente negociar com a viúva. Ela tem o direito de cobrar.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 13/11/2011 - 09:40
    Enviado por: Márcia

    Um pai foi assassinado à 20 dias, ele deixou um filho de 6 anos legalmente reconhecido. O pai não tinha emprego fixo e não recolhia INSS a alguns anos. Os pais não viviam juntos, porém, desde a separação, ele era o responsável pela mensalidade escolar da criança. Agora, a mãe, que é a responsável pela criança pode requerer uma pensão??Urgente

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/11/2011 - 13:29
    Enviado por: Nelson

    Meu avô emancipou meu pai e meu tio quando eram menores, e colocou a propriedade em nome deles e usufruto de meu avô e minha avó, com metade do valor ideal do imóvel para cada um. Meu pai separou da minha mãe e averbou em cartório, na certidão de casamento, que os bens dele (ou direitos aos bens) estavam transferidos para a cônjuge varoa e os filhos, com usufruto da cônjuge varoa (minha mãe. Bom, meu avô e minha avó (usufrutuários da primeira hora) morreram. Meu pai e minha mãe também morreram,então hoje a propriedade ficou 50% para meu tio, ainda vivo, e 50% para nós, três irmãos. Quero a venda, mas os outros não querem, porque a propriedade gera aluguéis. Como posso pedir a venda? Na escritura, já registrada em cartório, eu consto como co-proprietário, junto com meus dois irmãos e meu tio. Obrigado

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/11/2011 - 15:55
    Enviado por: sania

    boa tarde,
    preciso de ajuda num processo.
    A minha avó era proprietaria de uma fazenda em Capim Branco, MG. Em 1979, em parceira com a pefeitura local foi feito um loteamento da àrea. Os lotes foram divdidos entre a minha avó e mais seus 7 filhos, incluindo a minha mãe que ficou com 4 desses lotes. Minha avó faleceu em 2002 e minha mãe em 2004.
    agora, recebi uma intimação sobre uma ação movida pelo MP dizendo que o loteamento foi ilegal, que prejudicou o meio ambinete etc… Gostaria de saber se tenho alguma coisa com esse processo, ou seja, se preciso pagar indenização para os moradores do lote, se corro o risco de ter bens penhorados para o fato etc… A minha avó deixou uma casa em BH onde 2 tios são moradores.
    Obrigada,
    Sânia

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/11/2011 - 12:16
    Enviado por: joel

    minha mae faleceu deixando um veiculo sem quitar no valor de 28 mil reais o veiculo esta comigo gostaria de saber se eu vou ter que quita ou se ele e quitado com a morte dela. o salario dela era de 3 mil o meu e de 600 reais mesmo assim eu tenho que quitar?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/11/2011 - 13:36
    Enviado por: marcia moura

    Minha sogra faleceu e deixou uma divida de banco e um apartamento divido entre os netos com usufruto do meu marido, posso me antecipar e negociar a divida dela para evitar a venda do apartamento?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/11/2011 - 14:00
    Enviado por: sandra

    meu marido faleceu a cinco anos me deixou gravida e com um lote que ele tinha financiado pela imobiliaria sera que tenho direito a esse lota so que agora ele vale o dobro do preço que comprou e nao tenho condiçoes de quitalo no valor de hoje o que faço pago aluguel e dependo desse lote,ele pagou a entrada e mais 11 prestaçoes faltando apenas trese o que devo faser a imobiliaria me disse quee o processo esta canselado e nao quis me dar nenhuma enformaçao como moro em outra cidade fica dificil para correr atras.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/11/2011 - 22:16
    Enviado por: Sandro

    Olá, gostaria de esclarecer uma dúvida.

    Meu pai possui apenas 2 bens, um apartamento e um veículo. Sou filho único e o único herdeiro necessário, não há cônjuge, companheira, ascendentes, etc… É possível que ele doe os bens para mim em vida? Isso seria caso de simples doação ou de adiantamento de legítima?

    Ele possui um empréstimo com um determinado banco, se fosse possível fazer tais doações, seria necessária a colação? (se é que se tornaria necessária o inventário em primeiro lugar).

    Uma vez no meu nome, existe algum meio destes bens serem atingidos pela dívida? Grato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/11/2011 - 08:34
    Enviado por: daniella

    Eu com prei uma geladeira no meu nome mas apessoa nao quer pagar ,pos nao pagou nem a metade e faz mas de um ano e a loja fica mim cobrando o que posso fazer posso tomar ageladeira pos ela disse que nao vai pagar ?e aparte que ela pagou tenho que devovela pos faz mas de um ano ?
    o que posso fazer mim ajude.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/11/2011 - 18:23
    Enviado por: Ruthiellen

    meu pai contribuil com o NSS 9 anos , ficou 3 anos sem contrbuir , nesse intervalo de 3 anos veio a falhecer. tenho 13 anos , nunca recebi nada , tenho direito de algo ? obrigado pela atençao.atenciosamente Ruthiellen

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2011 - 11:43
    Enviado por: Andre

    Olá, minha irma deu entrada no inventário por meio de um advogado que ela escolheu sendo que quando o inventário tiver terminado os honorários do advogado eu também terei que pagar sendo que eu possuia um de minha confiança que nãop iria cobrar nada para abrir o inventário. Agyardo resposta, obrigado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/11/2011 - 21:10
    Enviado por: Raquel

    Minha mãe recebe uma pensão do governo para o meu irmão que é autista , no momento ela está com cancêr e eu cuidarei do meu irmão quando ela falecer. Como faço para que eu receba a pensão? ela tem que deixar assinado algum papel passando a custódia dele pra mim ? Ele já é um homem e tem 35 anos .

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/11/2011 - 17:10
    Enviado por: sávio wanderley

    em 2003 meu irmão deixou o apartamento que é dele pra mudar em outro lugar, com o tempo que o apartamento tava vazio até chegar o 2008 quando eu pedi ao meu irmão que emprestasse o apartamento. desde 2008 fiquei pagando a taxa do condôminio, mas quando vinha a taxa extra pela reforma e conserto não tive condição de pagar eu falei com o sindico sobre isto,mas a taxa normal fiquei pagando sem falta e sem atraso,ai sem que eu soubesse e não tava presente e sequer não me fui comunicado por carta de aviso,fui proibido de usar piscina e salão de festa por falta de pagamentos das taxas condominiais, é justo eu ser proibido de usar piscina e salão de festa só porque meu irmão nunca pagou? e com proibição devo continuar pagando a taxa? água para higiene é com condominio mas a luz são individuais, ou devo pagar somente a água? mas como resolver agua sem saber a quantidade gasto?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 24/11/2011 - 19:41
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Claro que é justo. Para o condomínio não interessa que mora no local, desde que as taxas estejam pagas. E o proprietário do apartamento é você. Pague o que deve ao condomínio e depois cobre de seu irmão.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 24/11/2011 - 18:09
    Enviado por: lucia

    ola,minha vizinha pediu que eu fosse fiadora dela,pegou xerox de meu registro do imovel.cpf,e ultimo iptu..mais falei que nao seria sua avalista ..so que sou viuva.ela queriaa certidao de obito..so que nao concordei que nao seria sua fiadora…mas ela nao devolveu os outros meus xerox..e possivel que ela tenha feito assim mesmo o meu nome co,o fiadora…o que posso fazer

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/11/2011 - 21:22
    Enviado por: Alex

    olá, meu amigo contratou os serviços de um advogado para conseguir um alvará judicial para encerrar as contas bancários de seu irmão falecido. No primeiro contato assinou apenas a procuração para o advogado. A questão é que o alvará demorou mais de dois anos e ele conseguiu encerrar as contas sem a necessidade do mesmo. Pergunta: é necessário pagar o advogado ainda? Fora que ele não recebeu nenhum retorno durante esse tempo de como estava o processo. Ou seja, o advogado reapareceu do nada só agora!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/11/2011 - 00:53
    Enviado por: BRUNA

    OI MEU PAI MORREU DIA 25/10/2011 SEMPRE TRABALHOU POR CONTA PROPRIA MAS JÁ CONTRIBUIU COM INSS EU POSSO RESGATA ESSE DINHEIRO QUE ELE CONTRIBUIU

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/11/2011 - 19:39
    Enviado por: luciene

    meu marido trabalhava a 5 anos de carteira assinada ele faleceu e quero saber se tenho direito a pensao.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2011 - 10:42
    Enviado por: Carmo

    Meu pai deixou uma dívida no banco e agora estão cobrando. Deixou um apartamento que ainda não foi todo pago, mas ele fazia aquele seguro caso falecesse, nosso único bem no nome dele. Somos obrigados a pagar essa dívida?
    Temos que dar esse apartamento como pagamento da dívida deixada?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2011 - 12:26
    Enviado por: lucas

    meu irmao socio 10 por cento sem bens ou dividas ha dez anos nao consigo dar baixa na pequena empresa, e que o advogado que me auxiliava casou se com a viuva e juntou a eranca do meu pai o obto de meu irmao sacanagem pois ele e o maior interessado pois a filha hoje com mais de 20 anos nao quer nada e nem foi atras,detalhe> este advogado vinicius,,,,,tem oab cassado ha muito tempo ,,alguem me auxilia,,,

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2011 - 12:29
    Enviado por: lucas

    nao aguento mais a empresa nunca teve lucro fundo de quintal, e agora sem movimento nada consigo contratei advogada nova para ir ate minas mas o process, esta na mesa do juiz ha mais de 1 ano,,,sou o de cima lucas mandeme email,,,

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2011 - 22:33
    Enviado por: Anderson Silva

    Meu pai faleceu ano passado,a conta de água estava em seu nome, existe um débito de cerca de 36 mil reais corrigidos,no periodo de 1998 até 2007, pois voltamos a pagar apartir de 2008 as faturas.Pode existir anistia dessa divida por ser um periodo superior a 5 anos?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 30/11/2011 - 17:24
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não. Só se houver muita bondade por parte da empresa concessionária, o que não deverá ocorrer. Mas não custa tentar fazer este pedido.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 30/11/2011 - 16:57
    Enviado por: Ana Rodriguez

    Oi meu marido faleceu, tenho que pagar a divida do cartão de credito por ser dependente.
    Obrigada
    Ana

    responder este comentário denunciar abuso

    • 30/11/2011 - 17:00
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Não. Apenas comunique a morte à operadora para o encerramento do contrato. Se continuar usando o cartão pode haver processo por fraude.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 30/11/2011 - 18:13
    Enviado por: bruno ferreira

    MEU AVO FALECEU DEIXANDO UMA UNICA CASA ONDE MORAMOS EU E MINHA AVO … E DIVIDAS EM PROCESSOS JUDICIAIS…. ESSE BEM PODE SER PEGO PARA QUITAR ESSAS DIVIDAS???

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/01/2012 - 13:00
    Enviado por: Sheyla

    Meu cunhado foi sequestrado e assassinado dia 22/11/11 e acreditavamos q o motivo seria pq ele nao estava com nenhum cartao pois o cartao da conta salario estava em casa. Dia 07/12/11 recebemos a fatura de um cartao de credito do Santander q nao sabiamos q ele tinha com compras realizadas a partir de 1 dia da morte dele. O Santander nao quer negociar. Ja pagamos o valor das compras do meu cunhado e estamos dispostos a pagar o restante, mas nao queremis pagar as contas dos sequestradores. O q podemos fazer para resolver isso? O Santander nao quer negociar. Eles falam q a responsabilidade e do meu cunhado e nos deveriamos ter cancelado antes. O q fazer agora?

    responder este comentário denunciar abuso

    • 10/01/2012 - 20:49
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Procure um advogado e vá à Justiça. Os documentos que atestam a morte servirão para que as cobranças cessem e para que o que foi pago após a morte dele seja devolvido.;

      responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário: