Estado.com.br
Quarta-feira, 24 de Setembro de 2014
Advogado de defesa
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

Cobrança vexatória. Dano moral e crime

Categoria: Coluna Josué Rios

Faz pouco tempo um consumidor ganhou R$ 7 mil por danos morais num processo movido no Juizado Especial Cível Central. Motivo: ele devia R$ 63, mas cansou o ouvido e a paciência de tantas ligações que recebeu da Embratel cobrando a dívida. E parece que os cobradores não tinham outra coisa para fazer, porque se revezavam para infernizar o devedor, com telefonemas repetidos fora do horário comercial e por diversos dias.
Mas este consumidor foi previdente: gravou as ligações e levou para o juiz ouvir. Na primeira instância do Juizado o valor da condenação moral foi maior: R$ 12 mil. Mas a Embratel recorreu e a segunda instância (Colégio Recursal) reduziu o valor para R$ 7 mil. Cá entre nós, ficou de bom tamanho para o consumidor e serviu como efeito inibidor para ver se a empresa se emenda e orienta melhor seus cobradores.
Cobrar por telefone pode. Mas a indústria da cobrança não treina seus soldados. Ela os deixa no campo de batalha armados para produzir resultados: receber a dívida, não importa o valor ou quantos telefonemas tenham de fazer, seja qual for o horário da ligação ou a forma como tratam do assunto.
Pode haver cobrança por telefone, mas em horário comercial e falando sobre o assunto com o próprio devedor. Se a tia, a sogra ou a empregada atenderem a ligação, nada de soltar o verbo sobre o débito. Mais: ao falar com o próprio devedor, o cobrador deve se identificar e abordar o assunto sem grosseria ou ameaças. Se, gentilmente, o cobrador informar ao devedor que, caso não pague a dívida, o nome será enviado para o SPC ou haverá a cobrança na Justiça, a ameaça dessas providências somente pode ser feita uma vez. Sim. Porque é um tipo de alerta que está previsto em lei. O cobrador somente está mencionando um procedimento legal.
Mas anote: mesmo sendo procedimento previsto em lei, a repetição da ameaça de processo e negativação do nome do devedor passa a soar como pressão constrangedora ao devedor, e, se este gravar as conversas e levar ao Juizado, a empresa pode se dar mal. Mais: a depender do tom e da forma da abordagem feita ao devedor, perturbando-o em casa, e principalmente no local de trabalho, o caso passa a ser assunto de polícia.
Explico. O artigo 71 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) diz que é crime utilizar de ameaça, coação, constrangimento físico ou moral, fazer afirmações falsas para amedrontar o consumidor ou perturbá-lo em seu local de trabalho, descanso ou lazer. A pena é de 3 meses de detenção.
Ou seja, além do direito a dano moral, se o cobrador for além da simples cobrança e perturbar o consumidor no trabalho ou nas horas de folga, o caso deve ser levado à polícia para ser registrado como crime.

Posts Relacionados

  • No Related Post

Tópicos Relacionados

123 Comentários Comente também
  • 19/12/2007 - 14:58
    Enviado por: Eliane

    Com este fato publicado, com certeza as empresas tomarão mais cuidado com procedimentos e investir muito mais em treinamento. As pessoas são mal treinadas ao entrar na empresas de Telemarketing e logo já estão executando suas tarefas.
    Apoio total ao processo, nenhum ser humano deve passar por humilhações de qualquer natureza.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 15:02
    Enviado por: Sergio

    Eu já passei por muitas situações como essa. Como não estou conseguindo paragar meus compromissos em dia, apesar de cobrarem juros exorbitantes e eu paga-los, ficam ligando aos sabados e domingos ou a noite e fico passando vexame, de, como já disse pagar juros, e ficar sendo ameaçado de SPC, Serasa e outras.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 15:04
    Enviado por: Pedro

    Algo extremamente incoveniente faz a empresa Claro que depois de 1 semana passado o prazo para o pagamento da fatura , programa um infernal dialogo de mais ou menos 40 segundos toda vez que se faz uma ligaçao indicando a falta de pagamento.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 15:19
    Enviado por: Flavio Lucio

    Nao quer ser cobrado ??? simples paga a conta em dia !!! 171 tb da cadeia.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 24/09/2010 - 12:32
      Enviado por: Eugenio Izidoro

      Facil falar né?? Creio q vc nunk passou por dificuldade, ou é dono de empresa de cobrança (torturador)!!

      responder este comentário denunciar abuso
    • 29/01/2011 - 15:52
      Enviado por: emerson

      Olha meu modo de vista e os empresarios sempre torturam o cliente sempre tem juros alto nao parcelam para ser pago nao adianta meter o pau porque sem os clientes nao existiriam empresarios se vc tem mercadoria e que seu preço e alto e voce cobre a inadiplencia e tem seu lucro 100% SE NAO JA TERIA QUEBRADO OK

      responder este comentário denunciar abuso
    • 16/10/2011 - 18:48
      Enviado por: Claudio

      FLÁVIO LÚCIO,você está sendo chato cara, vou te localizar: aqui é um espaço onde um especialista fala sobre DIREITOS DO CONSUMIDOR, é direito também cobrar amigo, porém a ABORDAGEM é erronea, isto é o assunto aqui. A menos que não tenha o que fazer e gastou seus minutos aqui, acredito que a falta de treinamento pode refletir em prejuízos para a empresa de cobrança.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/12/2007 - 15:35
    Enviado por: ANONIMO

    Atire a primeira pedra quem nunca na vida pagou uma continha em atraso !!!

    Acho que falta bom senso por parte das empresas de cobrança. Mas aí indenizar alguem por que se sentiu constrangido por ser cobrado?

    Não concordo. Se alguem prestou um serviço deve receber por isso, é um direito.

    Mas isto é Brazil né? Enquanto isso processos muito mais sérios, ficam parados aguardando a boa vontade da justiça !

    ô raça….

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/09/2011 - 18:22
      Enviado por: Flávia

      Concordo apenas em partes. Ninguem tem direito de constranger outras pessoas, ao mesmo tempo, é sinal de carater arcar com os compromissos assumidos, com excessão para aqueles que não pagam por problemas como desemprego imprevisto. Se fez a dívida, pague. No caso dos autonomos por exemplo, eles são muito prejudicados pelas pessoas de má fé que não pagam pelos serviços ou produtos recebidos

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/12/2007 - 15:39
    Enviado por: Tiago César Oliveira

    Pedro,

    É proibido efetuar desvio de chamadas, por qualquer que seja o motivo. Registre uma reclamação na Anatel contra a Claro, se te pedirem o protocolo diga que não tem e que quer registrar reclamação sem protocolo, é seu direito. Se não resolver, entre com uma ação contra a Claro em qualquer juizado especial.

    Flavio Lucio,

    Não é tão simples assim. Há fatores que podem impedir uma pessoa de honrar com suas dívidas, como por exemplo uma doença inesperada. Não se pode sair acusando as pessoas assim.

    ANONIMO,

    Cobrar tudo bem, o que não pode é cobrar humilhando o devedor.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 29/09/2011 - 11:07
      Enviado por: Ana

      Concordo Tiago, as pessoas não podem sair falando o que vem na cabeça, devem ser penalizadas pelas ações impensadas. Quem tem o mínimo de instrução sabe que o pior dos erros é a generalização, achar que todos que devem são caloteiros, há casos em que as pessoas não honram seus compromissos, não por má fé, mas por situação inesperada, como desemprego repentino, doenças e por ai vai, isso não quer dizer que não haverá pagamento, simplesmente que está temporariamente impossibilitado momentaneamente de efetuar este pagamento. As empresas e seus administradores devem estar preparados para estas situações, e na hora da cobrança saber até onde vão seus direitos e seus deveres, comprar e pagar é um dever sem dúvida e existem muitas formas de se negociar um saldo devedor (inclusive amparados por lei). COBRAR É UM DIREITO DO COMERCIANTE, MAS SABER COBRAR É UM DEVER!

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/12/2007 - 15:41
    Enviado por: Luiz Carlos Silva

    Concordo em parte com sua opinião Ângela. As empresas devem ter limites sim, até mesmo em respeito à dignidade da pessoa humana (CF, art. 1° inciso III). Mas também não vamos ao outro extremo e blindar os caloteiros e devedores de má-fé. Cada caso é um caso e, em linha de princípio, há que se pagar a contraprestação pelo fornecimento de um produto ou serviço, pois as empresas não são entidades filantrópicas.Repito, porém, a necessidade de equilíbrio e bom senso que deve imperar em um Estado Democrático de Direito.

    abraços

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 16:07
    Enviado por: Durval Ricci

    A Tim ME LIGOU oferecendo um determinado aparelho celular e um chip com o numero de minha escolha, grátis para eu mudar de operadora, aceitei,
    dias depois me entregaram um aparelho ultrapassado e um numero qualquer, devolvi tudo a Tim e pedi o cancelamento do contrato, depois de + de 20 ligações e aborrecimentos, resolveram cancelar. Agora depois de 3 anos, mandaram meu nome para o Serasa, por falta de pagamento de duas contas de um telefone que nunca foi usado (o chip nem saiu da embalagem) e toda vez que ligo para a Tim é a mesma coisa, aguarde que um de nossos consultores vai entrar em contato, e nada acontece e meu nome lá no Serasa….

    Advogado de Defesa: Por favor, envia sua reclamação para a coluna Advogado de Defesa, e-mail advogado.jt@grupoestado.com.br com seus dados pessoais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 16:22
    Enviado por: Tiago César Oliveira

    Durval,

    Demorou pra entrar com uma ação contra eles!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 16:54
    Enviado por: bento

    Absurdo, o cara deve, não paga, processa e empresa e ganha R$ 7.000,00. ISSO QUE É JUSTIÇA. É por isso que tem muito devedor cara de pau. Mitos esperam a divida caducar, se essa moda pegar…..

    responder este comentário denunciar abuso

    • 13/03/2011 - 06:22
      Enviado por: indignada

      concordo plenamente… tambem estou sendo precessada por apenas pedir para uma ex cliente passar na minha empresa, estavamos tentando fazer uma negociaçao com todos os inadimplentes, ela me devia 110,00 a mais de um ano, acho impossivel q ñ conseguisse pagar se quisesse,pois poderiamos parcelar e tirar o juro, acho q terei q pagar uns R$2.000,00
      e ainda perdoar a divida…No nosso país, a maioria das pessoas que se beneficiam dessa lei, são caloteiros mesmo.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/12/2007 - 17:18
    Enviado por: Tiago César Oliveira

    Bento,

    Vale citar que o consumidor processou a empresa não para se livrar da dívida, mas por esta entrar em contato com ele fora do horário comercial, e até mesmo em feriados, expondo assim o mesmo a situação vexatória. Tudo o que o cliente fez foi gravar uma dessas ligações e então requerer seus direitos. Provavelmente ele tirou R$63 do que ganhou e pagou suas dívidas ;)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 17:22
    Enviado por: alex

    Toda vez que eu leio algum fato sobre cobrança feita a alguém, logo dizem (pela lei de defesa do consumidor)Será que não estaria certo?
    Após o cliente deixar de honrar o seu compromisso de pagamento o mesmo passa a se chamar inadimplente e não consumidor

    responder este comentário denunciar abuso

    • 30/03/2010 - 15:29
      Enviado por: LIDIANA

      TAMBÉM NAO É ASSIM…NINGUEM SABE DA VIDA DE NINGUEM,,,DOS PROBLEMAS…..NINGUEM PODE JULGAR NINGUEM……….VC MESMO PAGA SUAS CONTAS EM DIA??DUVIDO!!

      responder este comentário denunciar abuso
  • 19/12/2007 - 18:06
    Enviado por: Kuki

    Eu acho engracado é que todo devedor tem uma estoria para contar. E se ainda assim voce cobra, voce é o mal elemento. Quem aqui ja nao emprestou dinheiro para um familiar que nao hora de pedir emprestado fez aquela cara de coitado, prometeu pagar no dia “x” porque tinha um dinheiro para receber, um cheque que voltou, etc etc etc. Ai voce com pena, empresta. Passada a data combinada, o cara nem se lembra da sua cara. Ai voce vai cobrar, voce é o chato.
    Assim se voce tem uma divida e sabe que vai ter problemas para paga-la, antecipe-se e converse com a pessoa/empresa antes da divida vencer.
    Com certeza este cara que devia R$ 63,00 a embratel agiu de ma fe no intuito de lucrar uma grana. nao estou aqui defendendo a embratel, so acho que antes de ficar inadimplente, se ele tivesse ligado para a empresa, esta teria parcelado a divida. E convenhamos, o cara nao tem 63,00 para pagar uma conta de telefone, mas deve ter um celular de 2.000,00 parcelado em 36x nas casas bahia.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 18:21
    Enviado por: Fabio

    Pago meus compromissos em dia e evito ser cobrado, pq outros tbm não seguem o mesmo caminho?? não tem $$ não compre!! e sempre q nos deparamos com absurdos do tipo são sempre bens dispensáveis, nada de bens essenciais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 19:03
    Enviado por: Anikilator

    Isso e Brasil sempre foi, concordo que as vezes as empresas abusam mas tem tanta gente que aplica 171 deixa rolar as dividas que fica dificil saber com quem esta se lidando, mas acho que tambem poderia o Sr. que estava devendo ter ligado e conversado com o setor de cobranca pedido um prazo maior e etc… teria que ver os 2 lados. Agora o cobrador falar para empregada, tia ou qualquer um que seja sem ser o devedor isso acho que ja e exagero nestes casos acho que se deveria processar a empresa na hora a divida e sua e seu nome que esta sendo exposto se nao fizerem regras mais claras nao da assim o codigo civil e penal sao muito brandos ainda e a falta de vontade dos politicos tambem, igual ao projeto civam fizeram tanto alarde para nada o governo pagou 2 vezes por ele 1o para instalar ele depois de anos finalizaram o projeto. (com engenheiros e tals EUA) 2o para reparar a cagada deles porque colocaram os radares no chao ai bate na arvore volta o sinal agora contrataram uma empresa francesa para levantar as torres 15 metros do chao e assim por diante o brasil gasta muito dinheiro do povo falando que faz e nao faz nada e fica tudo as mingas e as empresas vao assim tambem iludindo seus clientes ate que acontece uma coisa destas.

    este realmente e o brasil que conhecemos 1 pessoas as vezes faz a diferencas em termos na proxima a compania muda de estrategia e voce fica na mingua

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 19:07
    Enviado por: Ricardo Gonçalves

    Quando será que os credores também terão direito a danos morais, pelo serviço que prestaram e não recebem?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 19:09
    Enviado por: Rogério

    As empresas preferem pagar indenização ao invés de melhorar seus serviços. Sai mais barato pagar indenizações na Justiça do que gastar com treinamento e qualificação de mão de obra.
    Empresas de cobrança invadem a privacidade das pessoas, fazendo-as passar por enormes constragimentos, às vezes no trabalho, sem respeitar os horários de descanso. Bancos e telefônicas abusam disso.Enquanto o judiciário não impor pesadas indenizações, este tipo de coisa vai continuar.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 19:17
    Enviado por: JOSE WALTER

    Todos deveriam fazer o mesmo, já que o Juiz aceitou as gravações. É um grande absurdo o que fazem e teve um dia que um atendente, ao ser questionado por mim, pq estava ligando no domingo na hora do almoço, disse-me que era orientada justamente para constrager o cliente e assim ele cria vergonha e paga.
    Escrevi para a Febraban, pois era um cobrança bancária, mas nao tiveram a humildade de tratar dos assunto.
    Os Órgãos de defesa do consumidor deveriam tomar uma atitude em nome da população.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 19:18
    Enviado por: JOSE WALTER

    Todos deveriam fazer o mesmo, já que o Juiz aceitou as gravações. É um grande absurdo o que fazem e teve um dia que um atendente, ao ser questionado por mim, pq estava ligando no domingo na hora do almoço, disse-me que era orientada justamente para constrager o cliente e assim ele cria vergonha e paga.
    Escrevi para a Febraban, pois era um cobrança bancária, mas nao tiveram a humildade de tratar dos assunto.
    Os Órgãos de defesa do consumidor deveriam tomar uma atitude em nome da população.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 19:47
    Enviado por: José Wagner

    Alguns aí em cima a favor do fornecedor grandão, que tem serviço de telemarketing para cobrar e quando é o contrário? Quando o consumidor paga e não receber ele cobra de quem? Do papa?
    Comprei no mercado livre, não recebi, entrei na justiça não ganhei e o cara usou uma conta bancária fraudada (sequer o endereço dele existia). Não entendo como o judiciário manda pagar uma indenização de R$ 7.000,00 por uma cobrança de um valor devido e mantém uma “empresa” (se é que o mercado livre pode ser chamado de empresa) como essa funcionando.
    O código civil diz que as pessoas jurídicas quando utilizadas para fins ilícitos devem ser desconstituídas. Ora o mercado livre permite que estelionatários utilizem o seu serviço. Isso não é utilização para fins ilícitos?
    Um dia eu ainda verei o fim do mercado livre e terei certeza de que a justiça existe.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 19:47
    Enviado por: Júlio Cesar Darvas

    No texto consta:
    “O artigo 71 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) diz que é crime …. ou perturbá-lo em seu local de trabalho, descanso ou lazer.”
    Pergunta:
    Onde o devedor pode ser cobrado, excluídos trabalho, residência (descanso) ou lazer?

    Grato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 20:24
    Enviado por: joao moacir gaviraghi

    Nunca empreste dinheiro a ninguem ele so vai te pagar se quiser nao existe lei para cobrar, a lei protege o mal pagador deve ter cido feita por um mal pagador.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 20:55
    Enviado por: Adriano

    Vagabundo nesse país tá super protegido. Não pode ser cobrado da devida forma que merecem. Realmente dá muita raiva. Por isso não é raro terminar em agressão, porque os pilantras ainda sabem fazer raiva na gente quando telefonados. NINGUÉM é cobrado se for honesto.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 21:13
    Enviado por: Emerson

    ” Divida é algo comum no mundo e não é problema desde que tenha lastro para pagamento – haja visto que os americanos são os maiores devedores do mundo e ninguem se incomoda com isso “

    O que não pode ser admitido é o calote dela.

    Tal problema em grandes empresas é gerado por conflito de interesses :

    – O setor comercial precisa bater metas de venda e força o pelotão de vendas a conseguir isto .
    Como consequencia as análises de crédito são feitos precariamente .
    - Com aprovações duvidosas surgem as dividas e o setor juridico tem que receber isso .
    Essas dividas deviam ser tiradas das comissões dos vendedores e gerentes de venda para não forçar a venda , mas entender e analisar adequadamente o cliente .

    O que essas empresas precisasm entender é que
    “Tudo nasce e termina com o cliente “

    Trabalho a quatro anos por conta e nunca levei um calote.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 21:20
    Enviado por: karlos

    nã se esqueçam que o cara vai para o SPC/SERASA,mas sua mulher,filho,filha,cachorro pode continuar comprando e não se pode negar a venda,mesmo sabendo-se que se o marido tem problemas de pagamentos,seus familiares TAMBÉM ESTÃO NO MESMO BARCO E CASA.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 21:29
    Enviado por: Edimundo

    MAIS UMA VEZ A JUSTIÇA NO BRASIL PROTEGE AS PESSOAS DESONESTAS.
    NESTE CASO É APENAS UM RAPAZ QUE GASTA ALEM DO QUE RECEBE E SE RECUSA A PAGAR POR ALGO QUE USOU.
    EM OUTROS CASOS É NOSSA JUSTIÇA QUE LIBERTA LADRÕES E TRAFICANTES DEVIDO À SUAS LACUNAS E LEIS ULTRAPASSADAS.
    O BRASIL NUNCA SERÁ UM PAÍS SÉRIO ENQUANTO NÃO TIVER UMA JUSTIÇA SÉRIA.
    SE NÃO TEM COMO PAGAR NÃO COMPRE!!!!

    ABRAÇOS

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 21:55
    Enviado por: Rainor

    Muitas opiniões aqui manifestadas parecem daqueles bêbados de botequim que sabem tudo, tem solução pra tudo e acham que o remédio pra tudo é dar “porrada”. Então se alguém deve um valor em dinheiro (muitas vezes nem deve e é cobrado mesmo assim) deve ser permitido que seja humilhado, surrado, etc…… Talvez essas pessoas desejassem que voltasse o sistema medieval, onde o devedor era exposto em praça pública para ser alvo de tomates podres e frutas jogadas pelo populacho.

    Só uma questão, e o governo, que dever BILHÕES em precatórios e não paga nunca? O que fazer com ele?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 22:06
    Enviado por: CARLOS

    A maioria dos comentarios,contra as pessoas devedoras pareçe pau mandado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 22:08
    Enviado por: LUIZÃO

    DEVO, NÃO PAGO. NEGO ENQUANTO PUDER.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/12/2007 - 22:24
    Enviado por: CARLOS

    A EMBRATEL NO PASSADO RECENTE VIVIA FAZENDO COBRANÇA DE CONTAS COM MUITOS MESES DE ATRASO, NÃO DO ASSINANTE DELA MESMA.AI EU PERGUNTO,SERÁ QUE SÓ AS EMPRESAS TEM RAZÃO?O ANTIGO ACIONISTA DA EMBRATEL NOS EUA FALSIFICOU BALANCETE.E AGORA COMO FICA A TURMA DO PAU MANDADO? PAU NELES!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 00:05
    Enviado por: marcos

    Se a embratel estivesse cobrando uma divida INEXISTENTE o sujeito teria toda razão de exigir indenização. Para isso é que deveria existir a lei. Mas se ele deve, se comprou e não quer pagar, nem se dispoe a renegociar a dívida, então deve ser cobrado sim, em casa na rua e em todo lugar, sem perdão.
    O Juiz ao invés de dar a ele esse dinheiro fácil, deveria sim mandar prende-lo.
    Isso é Brasil, vc compra e paga se quiser.
    E como ficam os bobocas que se esforçam e pagam suas contas em dias ?
    Esses juizes e essas leis de defesa do consumidor estão equivocados.
    Ja tem espertalhões que vivem de passar a perna nas empresas, com a anuencia desses juizes.
    Sabe quem ta pagando essa indenização ? Nós os bestas, que pagamos em dias. Porque a empresa embute isso nos preços.
    Só vai resolver se todo mundo deixar de pagar. Ninguem paga mais nada !! Vamos ver se os senhores juizes dão indenização para todos.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 00:57
    Enviado por: willy

    Como tem idiotas nesse país… esses caras que apoiam a cobrança irracional irão um dia com certeza, ter uma doença grave na familia e verão suas poupanças escoarem para o ralo porque eles não irão ao SUS por serem “BONS DEMAIS” para isso. Vão ficar na miséria, vão se lembrar desse blog e das suas palavras estupidas e vão chorar e renger os dentes. E com a luz, telefone e agua cortados… :) claro…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 01:02
    Enviado por: Eu

    Quem quer mesmo receber uma dívida é só ajuizar o caso e pronto.
    Não tem que ficar enchendo o saco por telefone de ninguém. Indenização neles!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 01:38
    Enviado por: um indignado

    Senhores, não sejamos hipócritas.
    Transformar devedores em vítimas é demais.
    No Brasil o errado virou o certo. O descumpridor da lei se tornou vítima do sistema.
    Isso é ridículo.

    “devo, não nego. pago quando puder”
    esse o lema.

    e tem gente que acha que está certo.
    Lastimável,

    Por isso estamos no 3º mundo. Por isso somos subdesenvolvidos. Somos ridicularizados. Essa decisão é um absurdo.

    A mensagem que ela passa: não paguem; se te cobrarem aguente firme; se insistirem na cobrança – nossa, que absurdo – processem por danos morais. Patético. Uma lástima.

    Essa notícia é um deserviço.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 18/08/2010 - 11:29
      Enviado por: Rosemeire

      Já dizia Nelson Rodriguez: “TODA HUNANIMIDADE É BURRA”.
      Concordo, não podemos dizer que todos os que devem e não pagam, o fazem por gosto ou vontade própria!
      Existem sim casos em que a pessoa passa por problemas, alguns até de saúde, então o mínimo que se espera é ser tratado com educação!
      Realmente somos vistos com País de terceiro mundo, e não mudaremos isso a menos que consigamos nos expressar com clareza e educação!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!
      Não acho correto que as pessoas fiquem devendo, mas tb não acho correto abusar da posição de CREDOR para generalizar situações e humilhar pessoas que por muitas vezes já está no fundo do poço!
      CREDORES tem o direito de COBRAR, de humilhar jamais!!!!!!

      responder este comentário denunciar abuso
  • 20/12/2007 - 01:39
    Enviado por: Anônimo

    brasileiro é o ser mais estúpido que existe nesse planeta… nem barata, louca de detefon, consegue ser mais idiotoa! as pessoas não entendem o que são direitos e o que são deveres, onde começa um e onde termina outro, por isso nosso belo país tropical é tão bem governado, as obras públicas são todas concluídas e não temos do que reclamar. talvez, quem sabe, um dia tenhamos mais consciência de civilidade e nem precisemos de portões nas residências ou catracas em metrôs, pois teremos capacidade de distinguir conceitos tão bem distintos: DIREITOS e DEVERES, cada um!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 05:23
    Enviado por: edna gonçalves

    Os operadores de telemarketing não são mal treinados. São bem treinados, para fazer o que ensinam e determinam seus patrões, para manterem o emprego! A ocorrência ora publicada é um tipo de assédio moral, proíbido. Utilizei durante 10 anos o 21 (embratel), sem problemas. Ao mudar de banco, transferi o débito automático para o novo banco. Por questões operacionais do novo banco, a Embratel ficou 7 dias sem receber R$71,00. Primeiro tive que ouvir uma gravação falando de um débito de R$129,00. No dia seguinte, uma pessoa cobrava somente os R$ 71,00. Trata-se de uma técnica. Primeiro assusta o devedor. Depois apresenta a conta real. Paguei a conta em outro banco qualquer e nunca mais utilizei o 021, após dá um bom esculacho no interlocutor. A prática desenvolvida não poderá ser aceita. Se o cliente não paga, cabe a empresa suspender o serviço. Se depois de suspenso, não se pagar a conta, cabe à empresa efetuar uma cobrança judicial. Nada de infernizar a vida das pessoas. São variadas as técnicas, conforme se sabe. O caso julgado e outros deveriam chegar ao conhecimento doS Procons, para a multas correspondentes. Ao Ministério Público para promover abertura de inquérito civil público, por interessar a defesa de direitos coletivos, difusos, homogêneos. Também deveria chegar ao conhecimento do Ministério Público do Trabalho, para apurar nessas práticas assédio moral sobre os funcionários da empresa. Deveriam chegar aos plantões de delegaciais de polícias, para apurar os crimes contra as relações de consumo, contra a ordem econômica, da lei de contravenções penais, etc. Deveria chegar a Procuradoria Geral da República, para o ingresso de ações de improbidade administrativa contra os administradores da Anatel, por sua leniência e conivência com suas fiscalizadas, porque assim beneficiaria um imenso número de vítimas da embratel de seu séquito de operadores.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 06:48
    Enviado por: Marcus Vinicius

    A discussão é sempre válida. Apenas gostaria de saber o que se entende por horário comercial nos dias de hoje. O “comércio” abre aos finais de semana, lojas funcionam até as 22:00 e etc. Nem vou entrar no mérito do comércio eletrônico, pois seria viajar muito. Quantos de nós realizamos transações comerciais ou bancárias aos sábados, domingos, madrugadas e etc. A empresa foi invasiva sim, certamente, mas outros fatores também deveriam ser considerados.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 07:07
    Enviado por: Alisson SP

    Estou me divertindo com os comentários. Uns falam que o cara se recusou a pagar. Outros dizem que ele gastou mais do que ganhava. Um outro sugere: não tem $, não compre… Puxa, será que o perfil dos devedores brasileiros são realmente os pilantras? Parece que aqui neste fórum, todos são bons de berço e têm pai e mãe ricos… Acordem para a realidade!!! Quantos pais de família, muitos acima dos 40, são despedidos e vêem seus lares desmoronando? Quantos casais dependem da renda conjunta e um deles perde o emprego ou adoece? A coisa não é bem assim não… É triste ver tantos julgando a realidade alheia… Vamos ser mais realistas.

    responder este comentário denunciar abuso

    • 28/04/2011 - 23:24
      Enviado por: Kátia

      Alisson, parabéns, o seu comentário foi um dos mais sensatos
      e olha que foram poucos, só queria complementá – lo,
      ” NÍNGUEM SABE O DIA DE AMANHÃ “.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 20/12/2007 - 07:22
    Enviado por: augusto

    Esse brasil nao vai pra frente mesmo….ninguem sabe qual o motivo e ficam descendo o pau no cara…e ficam dando um de gostosoes….”nao quer ser cobrado..paga” ate parece q nunca ligou pra casa de um desses GRANDES PAGADORES….
    o problema nao eh 171..desonesto..pagou ou nao..o problema eh respeito!!! acho q se o cara deve..tem que pagar sim..claro e responder por tudo…mas RESPEITO!!!! isso eh brasil…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 08:49
    Enviado por: Marcelo

    Muito legal ver quem nunca sofreu algum tipo de constrangimento por parte das operadoras de telefonia. Para os maus informados, hoje elas são umas das que mais geram lucros neste país e ainda utilizam-se de pessoas mal treinadas e uma burocracia gigantesca para qualquer que seja o problema.
    Então, antes de defende-las pense que vc poderá ser o próximo a receber uma fatura em duplicidade e ter seu nome enviado ao SPC.
    Esta certo sim este consumidor, se ele teve seus direitos quebrados, pau na operadora. Pois existem formas legais de realizar a devida cobrança em relação ao débito.
    Bem Feito pra operadora…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 08:54
    Enviado por: Luiz

    Isto me lembra um problema constante que tenho com a Brasil Telecom.

    Sou cliente da GVT, e aproximadamente de dois em dois meses, a Brasil Telecom inventa que PRECISO ser cliente deles, sei lá.

    Ligam para a minha casa durante uma, duas semanas, mas como moro sozinho e nunca fico lá, só vejo as chamadas no Bina. Não satisfeitos, como não conseguem falar comigo, me ligam sábado 9h da manhã. Já cansei de reclamar e eles continuam ligando.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 09:26
    Enviado por: Burns

    Que absurdo! Como a legislação brasileira dá brecha a inadimplentes!
    Ser baixo o valor da dívida não isenta o inadimplente de ser cobrado! E ainda ganha o processo… que absurdo! Vergonha essa legislação!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 09:45
    Enviado por: claudemir

    Pessoal,

    quem já dependeu de um beneficio da Previdência, em que de repente foi suspenso, arbitrariamente, e por mais de 3 meses ficar sem o que é seu por direito, e ainda ser humilhado por um bando de urubus, se vc deve e nã pode pagar dê um prazo, mas a maioria não aceita o prazo. R$ 7.000,00 é pouco diante das tais metas.
    tudo é meta, de vendas, cobrança, totais de clientes. e os cartões de crédito mandam sem pedir.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 10:06
    Enviado por: Maria

    Acho interessante, esta condenação, pois enquanto você está devendo e tenta pagar todas as taxas e juros que eles cobram, você nunca é tratado com respeito, pois o Unibanco me cobrou um juros de cheque especial de 26% de um mês para o outro, e quando tentei falar com o Gerente ele disse que estava certo, se quizesse que tomasse minhas providencias, como estava em situação dificil, pois a empresa que trabalhava estava a beira da falencia, eu pegava dinheiro de um lugar para cobrir outro e isso virou uma bola de neve, então simplesmente larguei tudo, pois não conseguia mais pagar, e um ano após a converssa com o Gerente eles me ofereceram um desconto de 95% na divida que por sinal, achei de bom tamanho e paguei, pois no período em que fiquei somente pagando juros do limite especial e taxas dava para pagar umas cinco vezes o valor que eu devia, pois é um absurdo, os juros que eles cobram, e como vi comentarios atrás, atire a primeira pedra quem nunca atrasou nada na vida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 10:22
    Enviado por: Sidney

    Caros amigos, racionalidade na discussão: O consumidor deve então deve pagar. A empresa é credora então tem direito de cobrar. A empresa cobrou mal(errado), infringiu leis, tem que ser responsabilizada por isso. A empresa tem uma atividade(negócio) que lhe dá o lucro e deve estar preparada para exercê-la em todas as situações e também suportar os ônus do negócio. A cobrança é uma dessas situações. O consumidor, salvo a exceção de usar o serviço como ferramenta para outro negócio, o que não parece ser o caso, é somente utilizador do serviço e só paga por ele. Isso tudo é aprendizado e serve para aperfeiçoamento da qualidade dos serviços e produtos oferecidos no país. O Código de Defesa do Consumidor representa um avanço enorme nessa evolução. Regra geral, fornecedores de produtos e serviços só se movem pelo lucro e só o prejuízo os reorienta. Lei neles e também nos mau pagadores. Mas sempre a Lei, não a vontade de cada um.

    PS: Em situações que se sintam prejudicados é sempre indicado consultar um advogado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 10:35
    Enviado por: Adriano

    ô Brasil,

    “E parece que os cobradores não tinham outra coisa para fazer…”
    Hum, qual é a outra coisa que o cobrador deve fazer, além de cobrar ???

    “Mas este consumidor foi previdente: gravou as ligações e levou para o juiz ouvir.”
    Quantos aí tem gravador de telefone ? Alguém sabe quando custa isso ? Para que ter um gravador de telefone em casa ? Para ser “previdente” ??? Será que ele comprou o gravador, ao invés de simplesmente pagar a conta, para entrar com um processo contra a empresa ?

    “se o cobrador for além da simples cobrança e perturbar o consumidor no trabalho ou nas horas de folga, o caso deve ser levado à polícia para ser registrado como crime”
    Realmente cobrar no horário de trabalho é errado, mas sobrou outra hora para ligar para o devedor ? Pois ou você está trabalhando ou está de folga! Só se for em outra dimensão…

    “Mas anote: mesmo sendo procedimento previsto em lei, a repetição da ameaça de processo e negativação do nome do devedor passa a soar como pressão constrangedora ao devedor, e, se este gravar as conversas e levar ao Juizado, a empresa pode se dar mal”
    É isso aí gente!!! Vamos todos comprar gravadores e não vamos mais honrar com nossos compromissos, pois nós é que estamos certos e as empresas que nos cobram por estarmos devendo estão totalmente erradas. É, vamos dar um basta na Pressão Contrangedora ao Devedor. Vamos aplicar a lei de Gerson pra valer!!! (e que me perdoe o Gerson)

    Isso é Brasil…
    Há! sou um Brasileiro com os mesmos problemas que todo mundo…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 11:18
    Enviado por: bento

    Jose Wagner
    Você foi atraido pelo ML pelo preço baixo, trabalho numa loja de informatica. e no ML os produtos são vendidos por valores mais baixos que em nossos distribuidores, como isso? Vc como todos que compram lá, compararam preços e foram seduzidos, mas se esqueceram de um ponto ainda maior. mesmo se vc comprar e receber o produto, vc estará minando a economia do Pais. Existem sites de compra serios como submarino, americas.com, etc… Que são empresas bem instaladas, onde vc podera reclamar, e num caso desse receber seu dinheiro de volta. Agora eu te pergunto. O que tem hever o ML com a Embratel? Vc comprou e não recebeu no caso acima o cara reve o serviço prestado e não pagou. O que é pior é safadesa dele, pq ele gastou muito mais que 63,00 para acionar a empresa, era só ele pagar a conta, mas a lei é para os espertos… como o ML….

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 11:29
    Enviado por: Flávio

    As pessoas deveriam pensar melhor antes de escrever comentários.

    Se ninguém reparou, isto é um resumo de uma história que deve ter tido muitos capítulos e na realidade só sabemos do motivo e do final.

    Se você ler todos os comentários, já tem gente dizendo que o cara era estelionatário, que no brasil só tem ladrão, que ninguém paga dívida… me desculpem, mas quem nunca atrasou uma conta na vida?

    Agora, vocês sabem o número de ligações que foram feitas para o indivíduo até ele decidir comprar o gravador? Vocês sabem quanto tempo passou após o vencimento da conta dele para as cobranças serem feitas desse modo?

    Vocês acham que o Juiz também não foi cuidadoso ao examinar o caso ou simplesmente condenou a empresa pois queria dar o dinheiro para o “estelionatário” que devia 65 reais? Foi feito recurso pela Embratel para segunda instância, será que essas pessoas se equivocaram também?

    Vejo muito gente ignorante comentando aqui, prováveis donos de negócios que tem meia dúzia de clientes inadimplentes e se acham extorquidos por eles, sendo que eles mesmo tem algumas continhas atrasadas para pagar…

    Vamos pensar um pouco mais pessoal!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 11:52
    Enviado por: bento

    Desculpa
    Mas antes de tudo sou honesto, e gostaria de acreditar na justiça, isto é irrequecimento ilicito, pelo valor da conta em atraso e o valor da indenização. O pior de tudo que isto não é um caso isolado. E garanto que a Embratel diviriria este 67,00, mas em vez disso o cliente preferiu gastar muito mais entrando com processo por se sentir constrangido. Isto abre precedentes para milhares de cobranças feitas assim.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 14:12
    Enviado por: Shu

    Existem leis que regulam a maior parte dos atos comerciais no Brasil. Quem não cumprir as regras poderá sofrer um processo. Foi o que aconteceu no caso. Não é o fato de dever que faz de uma pessoa um criminoso, a maior parte das pessoas deve por motivos independentes da vontade delas. As empresas têm centenas de advogados para fazerem a cobrança ou processarem os devedores. A indenização não se refere-se ao valor devido, mas ao modo vexatorio como foi feito a cobrança. Tem direito de cobrar, mas dentro dos limites da lei. Senão cada cidadão sairia por ai atirando nas pessoas lhe devem ou que lhe prejudicaram.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 18:24
    Enviado por: José Wagner

    Bento quando eu fiz o meu comentário acima, a respeito do mercado livre, eu queria dizer que em um fato bem menos grave, uma cobrança vexatória, o judiciário agiu em defesa dos direitos do consumidor e em um fato mais grave, estelionato por parte de uma pessoa mediada pelo mercado livre, ninguém toma nenhuma atitude.
    No post anterior eu expus essa questão do mercado livre de forma mais direta, pois lá o assunto é mais pertinente do que aqui.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 22:08
    Enviado por: Zarb

    Essa empresa que foi condenada a indenizar o devedor, está lembrando o cliente 1 dia antes do vencimento da conta, imaginem após o vencimento , pois esse fato aconteceu comigo que sou cliente. Que a lei seja cumprida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 20/12/2007 - 23:43
    Enviado por: Eloy Bares

    O dano moral é mais uma punição à quem cometeu o dano, do que uma “reparação” à quem sofreu o dano. Portanto, concordo com a justiça nesse fato. Depois de ter que pagar essa indenização, a empresa certamente reverá seus conceitos no que se refere a esse tipo de cobrança.
    Quanto à punição ao devedor, elas também estão previstas em lei, e todos os consumidores a conhecem. Se o sujeito não pagar a conta, vai para o spc e fim de papo. Uma coisa não tem nada a ver com a outra.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/12/2007 - 21:23
    Enviado por: silas fonseca do valle

    Detesto pessoas que pagam em dia!!!! Para mim, bom consumidor é aquele que atrasa!
    Sou cobrador e vivo disso. Se todo mundo pagar em dia eu morro de fome!!!
    Parabéns, inadimplente, sua dívida é meu negócio!

    Silas Fonseca do Valle

    responder este comentário denunciar abuso

  • 23/12/2007 - 11:38
    Enviado por: Fernando Coelho

    Como ninguem possui parametros morais definidos tudo virou a lei do cão. A cobrança não é para receber, e sim para lucrar mais. Como pode uma empresa cobrar cerca de 30% do valor de uma divida ao mês? Estamos sendo assaltados legalmente a muito tempo. Isto mesmo, as empresas estam assaltando o consumidor, praticando crime contra o povo com violencia ficica e moral, tudo legalmente. A maioria monta um “setor de conbraça” que lhe dará muito “lucro” facil e legal, já que do outro lado só tem otario.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/12/2007 - 17:09
    Enviado por: Flavio

    O brasileiro tem que parar de ficar dando uma de vitima e se responsabilizar sobre as consequencias de suas ações.Se a pessoa deve tem mais é que ficar quietinha a tratar de pagar sua divida.Quanto ao judiciario ou o juiz que deu ganho de causa acabou por dar indiretamente aos milhares que se encontram nesta mesma situação de devedores, razões para não pagarem suas dividas…..O certo era ter alienado algum bem do devedor e executar o pagamento da divida dele.
    Espero que a empresa recorra a sentença,pois é um absurdo a empresa ter que ser punida por cobrar uma divida………

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/12/2007 - 21:51
    Enviado por: ze rei

    Beleza pura!
    Essa turma de cobrança não respeita ninguém. Se
    visitar o meu site:
    http://www.leidavantagem.cjb.net
    vai ficar bastante mais esperto e para ficar
    doutor não deixe de aprender maravilhas em
    http://www.endividados.com.br

    tudo isso grátis…. Informar é o meu lema

    Zé Rei

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/12/2007 - 15:05
    Enviado por: Renato

    O pior é a legislação não permitir a cobrança em horário de serviço, descanso ou lazer! Que horário vamos poder cobrar quem nos deve?? Isso é proteger quem não quer pagar!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/12/2007 - 17:51
    Enviado por: Paulo Carvalho

    O povo aqui fala como se todo credor fosse uma multinacional quer quer esfolar o coitado do consumidor.
    E o coitado do pequeno comerciante, que não tem departamento de cobrança, ñ tem telemarketing e pega 1 safado (pq muitos dos q devem são safados) que passa 1 monte de cheque sem fundo e esse pequeno comerciante não tem de quem cobrar porque os vancosñão se responsabilizam pelos cheques que esles distribuem?
    Ai, você pequeno comerciante honesto vende tudo que tem pra pagar seus fornecedores e o safado que deu cheque sem fundo ta na boa em casa falando que é vitima de uma comunidade capitalista hostil. E agente tem q passar na rua e cumprimentar o individuo de cara boa porque senão é ´processado por cobrança indevida. Tenha dó. Dever nesse pais é profissão de muito safado.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/12/2007 - 17:54
    Enviado por: Paulo Carvalho

    e o procom te obriga ainda a aceitar cheque de safado. recusar cheque mesmo de quem vc sabe que é safado é crime.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/12/2007 - 17:59
    Enviado por: Tiago César Oliveira

    Não é bem assim… Você pode impor uma única restrição quanto a cheque: se aceita ou não. Porque não trabalhar com cartão de crédito e débito? É mais caro, mas também é mais seguro.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/12/2007 - 18:26
    Enviado por: Paulo Carvalho

    Vc sabe para 1 pequeno comerciante qto custa uma maquina de cartão? Que pra ter master e visa vc term que ter conta em 2 bancos diferentes? Qto custa a taxa de administração pra quem tem q comcorrer com grandes redes?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 27/12/2007 - 08:51
    Enviado por: Tiago César Oliveira

    Você sabe quanto custa o transtorno de ter um cheque alto devolvido por falta de fundos, ou pior, roubado?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/12/2007 - 14:35
    Enviado por: alter

    Pessoal, se não pode cobrar no trabalho, no descanso ou no lazer, o único lugar possível é quando o devedor está no banheiro!!! Torça para ele ter telefone lá ou estar com o celular…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/12/2007 - 18:41
    Enviado por: Luã breno

    Ow isso num passa de uma falta de fergonha desse devedor, pq e mt simples, se a pessoa nao gosta de ser cobrado!
    Paga as contas em dias…..
    hahah……
    e cada coisa ke a gente ver nesse mundo .

    Mais eu acho que as empresas devem qualificar e treinar melhor os seus funcionarios, pq tbm as vezes eles passam dos limites.

    flw….
    obs p/ todos!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/12/2007 - 20:48
    Enviado por: Lucas Martins

    Será que o indivíduo pagou os R$63 ?? Tomara que sim, senão a Embratel processa ele e pega os 7mil de volta :)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/12/2007 - 21:56
    Enviado por: Anselmo José Dias

    Como sempre nossa justiça é capa de gatuno.
    Esse indivíduo e deveria pagar. A empresa tem toda razão em infernizar a vida desse caloteiro.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/01/2008 - 11:29
    Enviado por: GILMAR ANTONIO THIESEN

    Realmente as leis de nosso país protegem os maus pagadores. Enquanto tivermos decisões dessa natureza, estaremos fomentando o calote.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/01/2008 - 20:36
    Enviado por: Carlos Andrade

    Lamento a imbecilidade do comentário do Lúcio Flávio. Um perfeito idiota. Parece que ele não sabe como as empresas agem. Cobram até de quem não deve. Principalmente as empresas de telefonia.

    Acorda, cara!!!!!!!!!!!!1

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/01/2008 - 12:38
    Enviado por: PAULO

    QUANDO FICAVAM ME LIGANDO, COBRANDO E NEGANDO QUALQUER TIPO DE ACORDO, PASSEI A IGNORA-LOS E NÃO PAGUEI A DÍVIDA, A MESMA PRESCREVEU E HOJE EU ESTOU LIMPINHO, RSSS E APRENDIA A COMPRAR SOMENTE À VISTA, NO Q ME RENDEU MUITO MAIS, POIS NÃO PODIA MAIS ME INDIVIDAR.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/01/2008 - 13:32
    Enviado por: Emerson

    O Código de Defesa do Consumidor protege tanto o consumidor que o torna imune às punições.

    Como bem dito pelo colega Paulo Carvalho, ser devedor passou a ser uma profissão para muitos neste país.

    Ter o nome incluído na lista do SPC ou Serasa só causa problemas aos cidadãos de bem, ou seja, uma pequena parcela dos que estão ali. Aos demais seria muito dizer que isto é uma punição.

    O que falta no Brasil é um Codigo de Defesa do Comerciante e das Empresas que os protejam dos maus pagadores. Quem tem comércio sabe do que estou falando… a maior parte dos problemas de inadimplencia são devido aos vagabundos caloteiros e não por cidadãos de bem que eventualmente deixam de pagar uma conta.

    Já o comerciante sempre amarga os prejuízos uma vez que pelo custo para cobrar um pagamento de R$ 50,00 em juízo não compensaria nem a primeira parcela do honorário de um advogado.

    O que me estranha muito é o fato de que boa parte dos inadimplentes são de classe média, que andam de carro, que tem computador e um celular de última geração mas que deixam de pagar suas contas, passam cheques sem fundo, cheques de contas encerradas… e passam a viver à custa do que conseguem aplicando os calotes.

    Alguém conhece alguma dívida que foi paga com direito a indenização ao credor?

    Saudações e parabéns à corja de brasileiros vagabundos que souberam se aproveitar da proteção que a lei os oferece, num país onde é crime cobrar uma dívida, fazê-la não! (Quer dizer “não digna de punição…”)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/01/2008 - 13:38
    Enviado por: Emerson

    Perdão, quis dizer, aplicar um calote…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/01/2008 - 00:53
    Enviado por: Roberto Campos

    Realmente é impressionante o pré-julgamento que se faz com relação ao devedor em questão. Quem nunca teve problemas com empresas de telefonia q atire a primeira pedra. A questão é a seguinte: a Embratel tem todo o direito de cobrar a dívida, desde que de forma respeitosa e civilizada. Caso o consumidor não efetue o pagto que a empresa faça então a cobrança judicial. O que não pode é ficar infernizando o cliente diáriamente a fim de cumprir Metas de Cobrança, cobranças essas, inclusive, q tem sido terceirizadas pelas empresas de telefonia, expondo os dados cadastrais do cliente, o que deveria ser proibido. Deve-se levar em conta ainda que qto maior o tempo pra pagar a dívida em atraso maior serão os juros e a atualização monetária, portanto a empresa não está perdendo nada, já que a qualquer tempo poderá entrar com a ação judicial de cobrança, que costuma ter um tramite rápido.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/01/2008 - 01:09
    Enviado por: Roberto Campos

    Com relação a gravação de conversas, isso não demonstra má fé. Acho q todo mundo deveria ter um aparelho desses. Já perdi a conta de qtas horas fiquei tentando resolver problemas com a telefonica, na maioria das vezes, esperando mais de 15 minutos pra ser atendido, isso quando a ligação não “cai” após a atendente dizer “só um minutinho”. Só consegui resolver os problemas no procon. Semana passada migrei para o novo speedy, pois achei vantajaso pagar 10 a mais pelo dobro da velocidade. Surpresa, recebi um kit telefonica em casa sem solicitar e com uma nota fiscal de cobrança de R$ 350,00.

    Agora me digam o q fazer numa situação dessas!!! Não aguento mais, ligar pra telefonica já desisti, não quero morrer mais cedo. Vou ter que iniciar o ano no procon, mas se eu pudesse pedir uma indenização por toda a dor de cabeça q essa empresa já me deu com certeza eu ficaria rico!!!

    Advogado de Defesa:

    Você pode enviar uma carta para a coluna Advoagdo de Defesa, do Jornal da Tarde, e-mail advogado.jt@grupoestado.com.br, com seus dados pessoais,para que a coluna possa conversar com a Telefônica e tentar resolver o problema.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/01/2008 - 10:04
    Enviado por: Edson Arantes

    MAIS UMA VEZ A JUSTIÇA NO BRASIL PROTEGE AS PESSOAS DESONESTAS.
    NESTE CASO É APENAS UM RAPAZ QUE GASTA ALEM DO QUE RECEBE E SE RECUSA A PAGAR POR ALGO QUE USOU.
    EM OUTROS CASOS É NOSSA JUSTIÇA QUE LIBERTA LADRÕES E TRAFICANTES DEVIDO À SUAS LACUNAS E LEIS ULTRAPASSADAS.
    O BRASIL NUNCA SERÁ UM PAÍS SÉRIO ENQUANTO NÃO TIVER UMA JUSTIÇA SÉRIA.
    SE NÃO TEM COMO PAGAR NÃO COMPRE!!!!

    ABRAÇOS
    (2)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/01/2008 - 13:17
    Enviado por: Amarildo

    É uma vergonha. Salvo os agravantes. Mas, só aqui neste pais. Você deve, não paga e ainda processa o credor. Caro Edson Arantes concordo com você.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/01/2008 - 14:13
    Enviado por: david

    Essa decisão judicial é um deserviço!
    Punição em caso de insultos e abusos desnecessa’rios seria razoa’vel; mas colocar o devedor em posição de vitima por ser cobrado é um absurdo!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/01/2008 - 12:10
    Enviado por: Danielle

    na verdade é uma pergunta, paguei meu cartão de credito no dia 24/12, o vencimento dele era para o dia 25/12, ainda hoje estão me cobrando o valor ora pago com antecedencia, pedi para passar fax pra ele, já liguei várias vezes e nada e o pior o meu cartão está bloqueado, a fatura deste mÊs de janeiro já fechou e els estão cobrando este valor de dezembro junto com valor de janeiro!!!! olha que absurdo a finivest fazer isto!! o que posso fazer pra fazer garantir meus direitos, afinal ainda incidirá juros, multas e multas contratuais do mês de dezembro que eles dizem que eu não paguei?!! obrigada

    Advogado de Defesa:

    Envia sua reclamação para a coluna Advogado de Defesa, e-mail advogado.jt@grupoestado.com.br, com seus dados pessoais

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/01/2008 - 10:03
    Enviado por: ILDA

    sou comerciante e gostaria de saber se é certo
    uma pessoa levar minha mecadoria ( paga ), usar
    e simplismente falar que nao tem interese em pagar.
    Eu nao posso constranger o devedor, cobrando o que ele me deve, mas posso ficar constrangida por nao poder honrar com meus compromissos, já que dependo do dinheiro da venda da mercadoria.
    E ISTO SE CHAMA JUSTIÇA?

    Advogado de Defesa:

    Você tem outros meios para cobrá-la, como protestando, enviando seu nome para o SPC/Serasa

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/01/2008 - 13:27
    Enviado por: Marília de Abreu

    Sou trabalhadora autônoma, e desde agosto do ano passado venho passando por uma crise pessoal e financeira, tendo dificuldade de honrar meus compromissos.
    Sei que estou devendo.não nego, pretendo pagar e sei, também que pagarei pelo atraso.
    Mas o setor de cobrança da empresa CETELEM tem extrapolado do direito de cobrar, mesmo ligando diversas vezes eu sempre antendi explicando minha situação, mas além de colocar o nome no SERASA ligam diversas vezes para ameaçar processar e com palavras constrangedoras ,voz alterada e ripidez no trato.
    Não tive possibilidade de gravar , chegaram a até perguntar se morava sozinha, por que não pedia a alguém etc.

    Advogado de Defesa:
    Cobranças constrangedores podem ser denunciadas no Procon ou abrir processo no Juizado Especial Cível

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/02/2008 - 18:21
    Enviado por: murilo

    sou funcionario de uma loja, e muitas vezes sou obrigada a ouvir grosserias de clientes.
    A educação não deve ser reciproca?
    a empresa liga para LEMBRAR o cliente do seu debito, com o mesmo respeito que o tratou para vender, ( já que nem todos devem porque querem, e nos procuramos entender isto ) então o que lhe dá o direito de tratar o funcionario mal.
    voces acham mesmo que estas pessoas que muitas vezes fazem rodizio de nome p/ comprar ligam p/ registro no SPC ?
    Já não esta na hora de leis serem revistas?
    EU TAMBEM SOU CONSUMIDORA.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/02/2008 - 09:32
    Enviado por: Leni

    Revendo produtos de uma certa empresa,acontece que certo dia eu paguei o boleto em duplicidade,assim que verifiquei este fato ,entrei em contato com a empresa e demais responsaveis.Me informaram que a proximo boleto viria zerado,sendo assim poderia mandar meu pedido sem ter aquela preocupação de pagamento ,pois tenho um saldo com eles de R$195,00 reais minhas compras dêu R$123,00,ainda ficaria com R$72,00 reais para eles me rersacirem.Acontece que o pedido chegou e junto a ele a cobrança.O que devo fazer,pois já venho a messes com esse problema e ninguém resolve nada,estou sendo prejudicada pois estou tendo que correr atras deles sendo que não mudam essa situação,gasto telefone ligando pra um e pra outro,assim só vou tendo mais despesas e nada de devolverem o meu dinheiro.Daqui a pouco meu nome vai estar no SERASA devido a inrresponssabilidade de ambos,assim sendo prejudicada.O que devo Fazer

    Advogado de Defesa:

    Envie sua reclamação para a coluna Advogado de Defesea, do Jornal da Tarde, com seus dados pessoais e o nome da empresa. e-mail advogado.jt@grupoestado.com.br

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/03/2008 - 17:52
    Enviado por: DAYVI

    Meu Deus estou abismada!!! estou tentando recebe na conversa,estou sendo motivo de chacota,por as pessoas que sabem, que tem pessoas que me deve e já disse que não vai me pagar ,ri de mim diz que sou bobo ,palhaço,não sei oque fazer a não ser conforma e perdoa a divida de de 280,00 reais,é pouco mais é meu suor!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/04/2008 - 21:09
    Enviado por: FRANCISCO AMORIM

    Estou passando por algo semelhante, neste momento (20:59 h), estou recebendo uma cobrança da FITIFINANCIAL o pior é que minhas obrigações estão rigorosamente em dia. Além do mais todos os dias estou sendo importunado no telefone residencial e celular 3 a 4 vezes por dia.

    Advogado de Defesa:
    O artigo 71 do Código de Defesa do Consumidor (CDC) prevê pena de 3 meses de detenção define como crime ameaçar ou causar constrangimento físico ou moral ou perturbar o consumidor em seu local de trabalho, descanso ou lazer.
    Além disso, você pode reclamar no Procon e provar que já pagou o valor que cobram.
    É importante lembrar que, se você pagou uma dívida em duplicidade, deve haver devolução em dobro de valores. A quantia será atualizada pelo IGP-M, acrescida de juros legais. Em razão da cobrança errônea, a instituição bancária também arcará com indenização por dano moral.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/04/2008 - 17:08
    Enviado por: Maria Fernanda

    Bom…
    Tenho um cliente que esta revisionando dois contratos que ele tem com a BV financeira, e comunicou este fato a empresa de cobrança.
    A empresa de cobrança por sua vez o chama de “caloteiro, iraquiano, pobre, turco..” entre outras de muito mais baixa calão… Inclusive repete para mim, que sou advogada dele…
    Ahhh.. e manda essas frases por mensagem de celular…
    Eu não sou contra cobrar um direito que é seu, porem não se pode cobrar um direito em prol de outro.
    A lei de talião acabou há algum tempinho.. :)

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/05/2008 - 16:51
    Enviado por: Rosana Felix

    Ô país de gente caloteira… É o fim do mundo, não pagar a conta e ainda entrar com ação na justiça de indenização por danos!!! Aff… Ô Brasil , ACORDA…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 17/05/2008 - 00:19
    Enviado por: Kátia

    Nossa gente quantos caloteiros hein???

    Não vão no embalo desse ai não que faz a pologia ao calote…rsrsr
    Então eu senti na pele…apos ficar desempregada recebi o seguro desemprego paguei algumas coisas com a rescisão enfim…o dinheiro foi acabando meu nome sujou por 165,00 e eu não me esforçei para pagar fique desempregada um tempão isso nunca aconteceu..só foi eu limparo nome meu curriculo foi cahamdo e estou trabalhando….
    Nome limpo muito bom nome sujo…coisa boa não traz amigos…
    Cuidado….fuiiiii

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/06/2008 - 16:04
    Enviado por: angela maria rosa

    Estudei tres anos numa faculdade UNC, no curso de educaçao artistica… mas aquando estava para colar grau a faculdade nao deixou eu colar grau por que esta com dependencia de disciplina , entao fiquei faltando algumas disciplina para terminar , mas a faculdade nunca mais ofereceu as disciplinas que falta e agora ela nao tem amsi o curso.. desde 2003 e agora eu quero receber meu dionheiro que paguei de volta posso, copmo devo fazer?
    angela maria rosa

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/06/2008 - 00:09
    Enviado por: Marcos

    É muito fácil crucificar os cobradores e colocarem-nos como os vilões da história, mas alguém já parou para pensar que eels são rpessionados? que trabalham com metas estipuladas pelos credores e não pela empresa tercerizada e meta esta que se não batida os cobradores são mais humilhados do que humilham os devedores? e tem ainda o velho e sabio proverbio ” os justos pagam pelos pecadores” pessoas como dificuldades pagam pelo que pessoas que agem de má fé fazem

    responder este comentário denunciar abuso

  • 11/06/2008 - 16:10
    Enviado por: Juli

    Eu fico indignada com alguns comentários! Todos que foram contra o processo com certeza, ou são os próprios cobradores que nos ligam ou nunca passaram por um problema financeiro de repente. Eu também estou sofrendo ameaças de uma assessoria de cobrança, que me liga quase todos os dias, mesmo eu afirmando o dia certo em que poderei pagar a parcela do meu carro. São momentos inoportunos e constrangedores sim. Não sou 171, não quero o que não posso ter e muito menos o meu carro é futilidade para mim. Simplesmente minha empresa faliu e perdi meu emprego e com isso atrasamos a parcela em um mês, mas não deixamos de pagar e se Deus quiser, logo conseguiremos colocar as parcelas em dia. Por isso concordo sim em processar. Não por ser cobrado da dívida, mas pelo contrangimento e modo com que essas cobranças são realizadas. Parabéns ao consumidor que teve a coragem de fazer isso, talves se todos o fizessem, acabariam essas promessas absurdas e enganadoras das empresas que só querem obter seus lucros, sem importar como o fazem depois que conquistaram os clientes!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/06/2008 - 20:00
    Enviado por: Renato Martis Almeda

    Boa noite, eu tenho financiamento com o banco Finasa e atraso uma prestação, com esta parcela atrasada fico recebendo ligações em minha residência o tempo todo, quando não estou ficam ameaçando de que meu nome vai pra o Serasa SPC e o veiculo vai ser aprendido e meu filho de 10 anos de idade, funcionaria e minha mae tambem recebe esta ligações e fica constrangendo, e ligam fora do horário comercial e com tom de agressividade e não deixa a pessoa falar nada com muita grosseria, depois fica passando fax pra o contador, pra loja do meu irmão , pra loja do meu pai, e na minha loja também fico recebendo ligações o tempo todo, quais são os procedimentos legais que eles pode mim cobrarem, e com estes constrangimento que estou tendo de que maneira posso entra na justiça ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/06/2008 - 14:55
    Enviado por: JOÃO Ananias MACHADO

    Agradeceria sua fundamentação, informando ser legal ou não a cobrança de taxa sobre boleto bancário.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 25/03/2010 - 02:31
    Enviado por: cristiane

    Meu irmão “tem” na verdade tinha uma transportadora e tinha um limite de crédito de 100.000,00 que estava estourado há algum tempo. As duas ultimas empresas para as quais ele prestou serviço entraram com pedido de recuperação de crédito e ele não recebeu um só centavo o que agravou a situação da empresa dele. Eu tinha conta no mesmo Banco que ele, mas em agências diferentes. O gerente dele sugeriu que transferir a minha conta pra agência dele e assim levantar o dinheiro em meu nome e liquidar a dívida.
    Eu fiquei com muito medo, mas acabei emprestando o meu nome.
    Detalhe sou pobre, não tenho um gato pra puxar pelo rabo, mas a gerencia do banco tambem tinha que resolver o problema deles.
    Resultado, a empresa do meu irmão ficou toda enrolada, e eles deixaram de pagar o financiamento em meu nome.
    O banco não para de me ligar, eles chegaram a me ligar umas 7 vezes por dia, de segunda a sábado, eu expliquei a cada um deles a situação, por uma questão de satisfação mesmo, mas eles é óbvio não querem saber.
    Tem uns 05 meses que eu passo as madrugadas acordada, sem saber o que fazer, sem ter pra onde correr. Passei a ter problemas dentro da minha casa com o meu marido. Tenho dois filhos, que cada vez que o telefone toca, a minha filha de 4 anos fala, mãe você vai chorar de novo. Perdi minha paz, perdi meu sossego, me sinto péssima, me sinto envergonhada, humilhada. enfim… não tenho vontade de nada. Queria me enfiar num buraco e desaparecer. Estou num nível de stress absurdo. Eu estou literalmente perdendo os cabelos por causa disso. É sério mesmo, estou com uma queda de cabelo fora do normal.
    As vezes penso que se o banco tivesse feito um levantamento sobre a minha vida financeira eles jamais teriam feito esse financiamento em meu nome e eu não estaria nessa situação. Não tenho renda, não trabalho fora, não tenho registro, pro-labore, nada, absolutamente nada. FUI a Laranja da vez…
    Quanto ao meu irmão, ele vem se afundando cada vez mais, perdeu quase tudo que tinha, sempre foi um excelente irmão, mas hoje vive tambem de humilhação.
    Hora ou outra tem que acontecer algo em minha vida. Tenho medo do que pode acontecer.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 19/04/2010 - 23:42
    Enviado por: Fábio p. de souza

    Olá estou com problemas com a ” claro ” s/a

    VEJA :

    ADQUIRI O PLANO DE 1 MEGA SEM FRANQUIA POR 120,00 REAIS

    ME COLOCARAM NO PLANO 128 KBTS COM 4 GIGAS DE FRANQUIA

    PEDI UM DESCONTO DE 30 % E CEDERAM . .. MAS NO FIM COM ESSE TAL DESCONTO FICOU O PLANO :

    128 KBTS COM 1 GIGA DE FRANQUIA POR 84, 00 REAIS

    OBS: O PLANO DE 256 KBTS É 79,00 REAIS

    HOJE RECEBI UMA CONTA DE 122,00 REAIS NO PLANO DE 128 KBTS

    SERÁ POSSIVEL QUE NÃO PODEMOS TER JUSTIÇA NESTE PAÍS ?

    AMANHÃ VOU LIGAR NA CENTRAL 1052 E CONTESTAR POIS ACHO QUE ESTÃO FAZENDO ISSO PRA ME OBRIGAREM A CANCELAR O SERVIÇO .

    ESTÃO UTILIZANDO A TORTURA FINANCEIRA CONTRA MINHA PESSOA .

    sou artísta http://twitter.com/vocalmasterdee eles também estão infrigindo meus direitos como tal , cobram por downloads e uploads sendo que só uso internet livre para vender minhas músicas .
    eu gostaria de processar a empresa “claro” por todos os prejuizos que tive até agora . Estou desde 2008 com esse problema.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 13/06/2010 - 02:22
    Enviado por: Tatiana

    Áh sim, o bonitão usufriu do serviço não paga e não quer ser cobrado ????
    Se não ligar para o trabalho ou nas horas de folga, em que horário esse será encontrado?? NUNCA NÉ.
    Santa paciência, um pouco de bom senso em pagar a conta e isso não ocorrerá, ok?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 18/11/2010 - 11:21
    Enviado por: Eudes Ribeiro Tristão

    Bom dia! Está acontecendo o mesmo comigo! Financiei um veículo pela BV Financeira e atrasei uma parcela! A empresa de cobrança, que presta serviços a mesma, está ligando para os meus tios, para o meu irmão e pior está ligando para o meu trabalho insistentemente de 5 a 6 vezes diárias, como se não bastasse enviou para o FAX da secretaria de administração da empresa que eu trabalho o boleto da parcela vencida! O qual foi entregue na minha sala por um funcionário na presença de outros funcionários do meu setor! Gerando alguns cometários vexatórios! Pergunto, Como proceder????

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/01/2011 - 10:39
    Enviado por: shirley

    EU GOSTARIA DE SABER QUANDO VAI TER LEI PARA OS CREDORES? AFINAL COMPRAR E NÃO PAGAR TAMBÉM DEVERIA SER ENCARADO COMO CRIME, AFINAL A GENTE NÃO ABRIU UMA EMPRESA SEM FINS LUCRATIVOS, NÃO É ONG, É COMERCIO ONDE COMPRAMOS E PAGAMOS PELA MERCADORIA!
    EXISTEM CASOS E CASOS, COMO AQUELE CLEINTE QUE POR ALGUM MOTIVO SÉRIO NÃO PODE QUITAR SUA DÍVIDA!
    MAS CONVENHAMOS QUE NA GRANDE MAIORIA, NÃO É ISSO QUE ACONTECE!
    E VOCÊ PODE COBRAR COM EDUCAÇÃO OU SEM EDUCAÇÃO QUE QUEM É SEM VERGOONHA E SEM CARÁTER NÃO PAGA E PONTO.
    QUEM É ACOSTUMADO A SER ENROLADO NESTA VIDA NÃO MUDA O COMPORTAMENTO!
    O QUE DEVIA EXISTIR É LEI PARA TODOS, E NÃO APENAS PARA O INADIMPLENTE,.
    “NÃO PODEMOS COBRAR?” MAS SE VC PAGAR EM DIA A SITUAÇÃO DE COBRANÇA NÃO EXISTIRIA!!
    SE NÃO É DE EXTREMA NECESSIDADE,NÃO COMPRE OU COMPRE DE ACORDO COM O QUE POSSA PAGAR!
    E SE ACONTECER UM IMPREVISTO, TUDO SE RESOLVE COM ACORDO!
    CONVERSANDO SE ENTENDE!
    EU POR EXEMPLO JA CHEGUEI A OFERECER PARA RECEBER R$10,00 POR MES PARA A PESSOA COMEÇAR A QUITAR AS DIVIDAS!
    NEM ASSIM A PESSOA TEVE A DECÊNCIA DE PAGAR!
    NO MEU VER QUEM QUER PAGAR DA UM JEITO E PAGA NEM QUE FOR DE REAL EM REAL!
    MAS QUANDO NÃO HÁ MORAL AÍ FICA DIFÍCIL!
    (ESTOU FALANDO DOS CASOS QUE EU CONHEÇO E NÃO GENERALIZANDO)
    CADA UM CADA UM!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/02/2011 - 15:50
    Enviado por: Alessandra

    Shirley, algumas coisas que vc colocou ai e com certeza de um caracter que provem de ajuda, se vc vendeu por que não procurou saber da vida da pessoa se ela tinha condições de pagar, outra coisa ” POR QUE VENDEU FIADO” a venda quando e em titulos e não em moeda corrente tem risco, as empresas grandes sabem disto por isso elas tem seguro, que não os deixam ter prejuizos, quanto a vc e simples ” NÃO VENDA FIADO”, voltando ao assunto das empresas de cobranças que abusam de seus direitos, o que as pessoas ai em cima parem desconhecer e que os coitados que estam sendo humilhados ainda estam pagando pra isso juros super abusivos, o que se tem que fazer e quando uma pessoa de cobrança te ligar, grave a ligação e avise a eles “estou gravando”, vc verá que a conversa muda e muitas das vezes, na maioria vc deve entrar com revisão de contrato, suas parcelas cairam bastante dando assim condição de pagamento. Não e preciso ouvir idiotices de pessoas muitas vezes desqualificadas procure a policia e faça um BO, vc devedor também tem direitos.Se o brasileiro soubesse usar mais seus direitos essas empresas iam a falencia de tanto pagar indenizações.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 07/06/2011 - 08:53
    Enviado por: sandro

    Bom dia, compramos um carro e estamos com 3 parcelas atrasadas, estamos vendo alguma maneira de pagar, mas tem um sujeito da bv financeira que está ligando para o serviço de minha esposa, chingando ela e os patrões dela, chamou a patroa dela de “boca-aberta” e imbecil, perguntou o que ela tinha na cabeça p contratar uma funcionario assim, liga toda hora, mete a boca nos patroes dela, faz mil ameaças e diz que não conheçem a fama dele, minha esposa está muito constrangida e chateada, não era p cobrarem assim, a patrõa dela disse p ela fazer alguma coisa porque eles não aguentam mais, embora gostem muito dela. O que faço?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/07/2011 - 19:47
    Enviado por: Jocelia Fatima

    Estou devendo para as lojas havan, ja programei para comecar a pagar, mas eles nao agendam pagamento por mais q 5 dias, ficam me ligando toda noite em torno das 19:20 até às 20:25, quando falo que nao posso falar eles dizem que nao adianta eu desligar, me interrogam por que deixei de pagar, sao muito insistente.Quando falo que vou pagar agora no dia 15/07, comecam a interrogar porque só dia 15? e continuam a incomodar o que devo fazer? alguém me ajuda!!!!!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/08/2011 - 15:22
    Enviado por: TANIA VIEIRA

    Boa tarde , fiz uma compra em uma loja em que a finaceira resposável de fazer as cobraças é a losango.Como trabalho com comissão as vezes atrasa as vezes adianta que trabalha assim sabe como é, pois bem esta financeira se vc atrazar 3 ou 4 dias a sua vida vira um inferno, eles te ligam 24hrs querendo saber o dia do pagamento, isso combra de quem atender o telefonema, ligam tbme para quem vc deu referência na loja,sempre pago minhas contas em dia e até adianto, mas o que esta finaciadora faz eu tiria que é um tortura psicologica e quando mais vc não diz a data mais elas ligam e outra não tem dia neim horario de manha a noite tipo 20:00hrs não aguendo mais se eu pudesse ficar com meu nome no spc deixaria ir só para prejuticar esta financiatora.
    Já não sei o que faço todo hora me liga, que codigo devo usar contra esta empresa.
    Aguardo resposta.
    Obrigada
    TANIA VIEIRA

    responder este comentário denunciar abuso

  • 31/08/2011 - 06:03
    Enviado por: Rosa Macieira

    Trabalho em uma empresa como vendedora, e eu pedi uma calça da fabrica para uma cliente,e numa tarde de terça-feira dia 30/08/2011 a cliente chegou á loja para ver a calça. Eu a acompanhei até o provador para marcar a calça por uma dela já usada. Chegando ao provador percebi que a calça estava menor um pouco que a dela, aí disse a ela o que eu havia percebido, aí ela já começou a fazer grosseria comigo que não era a calça que ela queria, fui ao estoque verificar se tinha outra da mesma cor e maior para ela, e até tinha só que ela tinha ido em consignação para casa de uma cliente, então eu me propus até em mandar buscar cedo na casa da cliente para poder atendê-la mas ela foi muito grosseira comigo dizendo porque eu havia mandado a calça dela para outra pessoa,que eu ligasse para a casa da cliente naquele momento fez grosserias perante todas as colegas de trabalho e perante a uma cliente que estava na loja naquele momento. Isto sem contar que ela foi casada com meu irmão por uns vinte anos mais ou menos, minha ex-cunhada, isto pode dar algum processo porque eu quero e eu em todo momento fui educada com ela e falei baixo porque eu estava no meu ambiente de trabalho. Preciso de testemunhas?`Porque eu tenho me responda. Sem mais Rosa

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/09/2011 - 11:25
    Enviado por: Amada de Deus

    Que legal estão devendo para nós, nós precisando do dinheiro e nem podemos cobrar o que é nosso de direito. Assim o Brasil não vai pra frente pois apóia o que é errado. Se não pode pagar não compra isso na minha língua é igual = a roubo. Ou seja pecado, se quisemos fazer doações, sabemos onde ir tem instituições para ajudarmos, pessoas que conhecemos e damos o q n vai fazer falta.
    Minha mãe sempre ensinou não de o passo maior que a perna que rasga, os belezão estão desfrutando feliz da vida nem dão bola e fazem esforço estão no descanso lazer felizes e nos com a cabeça a mil para pagar nossas contas, esperando o nosso dinheirinho. Muitas empresas quebram por inadimplência. Não sei vocês quando trabalham ganham seu dinheirinho tem tudo contado até faltando, e vem um assaltante e rouba como vcs ficam. Ou mais no seu orçamento vcs colação seus sogro, parentes, amigos … não e quando isso precisa acontecer de ajudar alguém faz muita falta alguém fica sem.

    Desabafo de uma cobradora de inadimplentes mal educados

    responder este comentário denunciar abuso

    • 17/09/2011 - 10:55
      Enviado por: Dino Castro

      Cobre dentro da lei e não terá problema algum, são inumeros os recursos que tem disponiveis. Inadimplencia não é roubo, além de que se não quer correr riscos venda somente a vista e em dinheiro.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 01/10/2011 - 14:48
    Enviado por: gilmar

    Boa tarde gostaria de saber qual procedimento devo tomar nessa situação…

    Comprei um carro financiado no nome da minha mãe com um conhecido o carro tinha ums problemas na hora da compra ele ficou de me entregar o carro todo certo pra mim, só que isso levou mais de 65 dias garrado La pra concertar, uma hora foi o compressor do ar depois foi à suspensão etc… Em fim me entregaram o carro com um problema ainda, mas só que nesse período o carro já estava financiado pelo banco Fibra e começaram a me ligar cobrando as parcelas que estávamos vencidas joguei pra cima deles, pois o carro ainda estava com eles, tempo passou descobrir que não foi pago nada e tive que me virar pra pagar a primeira das quatro que já estava vencida nesse período descobriu que ele já tinha ligado pra visinhos da minha mãe falando sobre tal atraso etc. agora eles estão ameaçando tomar o carro e varias coisas estão falando pra visinho a pra piorar esta ligando aos sábado às 14h30min e 15h00min pra fala gracinha pra min. são que fui numa empresa que mexe com consultoria e assessoria e solicitei revisão das parcelas fui informado que eles não pode mais ficar me ameaçando e nem passando informações pra terceiro com foi feito gostaria de uma ajuda pra como resolver essa situação
    Deste já agradeço a atenção…

    responder este comentário denunciar abuso

    • 04/10/2011 - 19:40
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Uma coisa é a dívida, que temd e ser paga, independente do estado do carro e com quem ele ficou. Alguém financiou e precisa receber. Outra coisa é a cobrança considerada constrangedora: procure um advogado e processe o cobrador por danos morais.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 14/10/2011 - 19:38
    Enviado por: Edmilson P. Rocha

    Boa tarde.

    Tive alguns problemas com minha empresa, estou passando por situações difíceis e aos poucos acertando tudo. Porém o antigo Banco Real repassou minha dívida para uma empresa de cobrança “ATLANTICO”, já vi reclamação dele nos textos acima.
    No começo do ano uma atendente faltou me chamar de pilantra, disse que a próxima pessoa a entrar em contato comigo seria o advogado da empresa e tudo mais, depois desligou o telefone. Liguei no 0800 da empresa e solicitei o nome da última pessoa que havia me ligado e informei que tinha sido mal tratado e já que o advogado da empresa iria me liga gostaria do nome da atendente que me humilhou e me ameaçou, porém não consegui.
    Depois de um tempo voltaram a me ligar, perguntei se era o advogado da empresa e responderam que não e perguntaram “Por quê?”, contei toda a história para a atendente que ficou de verificar, pois não era o tipo de atitude que a empresa costumava a ter.
    Me ligam sempre fala deste episódio e as atendentes dizem que estão cientes, pois esta gravado, infelizmente ainda não tenho condição de pagar o absurdo que me cobram, não tenho condições de fazer contra proposta neste momento, nem sei como saber se a cobrança esta correta. No entanto no dia 11/10/2011 a entre os horários de 9:00 e 10:00 da manhã, a atendente “Tamara”, só se identificou assim, teve a mesma atitude, me ameaçou e informou que a empresa vai bloquear todos os meus bens, que eu não gostaria de pagar, que faziam 4 anos, que recebi e-mail de proposta e não respondi com uma contra-proposta, esta última mentira, pois apesar de ter passado meu e-mail nunca recebi nada.
    Gostaria de saber o que posso fazer e como agir nesta situação? Como aconteceu com dívida da empresa, hoje tive até que voltar a trabalhar como empregado para acertar as dívidas adquiridas.Posso solicitar esta gravação? Onde consigo ajuda ou assistência, senão gratuita, mais barata, pois não tenho ainda boas condições financeiras.
    Estas empresas não podem continuar humilhando as pessoas assim, ninguém sabe como estamos passando.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 26/11/2011 - 21:07
    Enviado por: Paty

    Eu trabalho em uma empresa de cobrança e somos monitorados a todos os momentos , a gerencia do produto onde trabalho passa uma meta para nós , valendo em dinheiro .. ligo msm quantas vezes for necessária para os clientes , mtas vezes são grossos e sem educação , alem de amar oque eu faço , ganho bastante dinheiro e me divirto mtooo !

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário: