Estado.com.br
Sábado, 29 de Novembro de 2014
Advogado de defesa
Seções
Arquivos
Tamanho do Texto

Cartão clonado: nova legislação

Categoria: Assunto do dia

Saulo Luz

A Comissão de Defesa do Consumidor da Câmara Federal aprovou no dai 21/11/2007, com emenda, o Projeto de Lei nº 1.547/07, que responsabiliza a administradora de cartão de crédito pelos prejuízos causados na utilização de cartões clonados. O projeto evita que o cliente seja cobrado pelas compras feitas por meio de fraudes ao sistema da empresa de cartão de crédito, pois, apesar dos sofisticados sistemas de segurança, as quadrilhas continuam a clonar os cartões para utilizá-los em compras.
O projeto estipulou também um prazo de até 30 dias para a administradora ressarcir o titular do cartão fraudado que pagar a fatura. Em casos onde é comprovada a responsabilidade e participação do próprio cliente na fraude, uma emenda determina que ele deverá ressarcir os custos operacionais e prejuízos causados à administradora, além de estar sujeito às sanções previstas pelo Código Penal.
O projeto ainda será analisado, em caráter conclusivo, pelas comissões de Finanças e Tributação, e de Constituição e Justiça e de Cidadania da Câmara.

Posts Relacionados

  • No Related Post

Tópicos Relacionados

60 Comentários Comente também
  • 28/11/2007 - 14:11
    Enviado por: carlos alberto pessoa

    A velha transferência de responsabilidade;
    o velho viés antiempresa; bem Brasil!
    Espero que a lei seja rejeitada lá na frente.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 14:16
    Enviado por: Igor Lopes Veras

    A lei tem que ser séria, e penalizar quem clona também….

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 14:33
    Enviado por: Nome

    A lei está certinha!

    Nos States, o dono do cartão só é responsável por US$50. O resto é’ por conta da administradora.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 15:19
    Enviado por: Alessandro

    Muito bom. Assim, quem sabe as operadoras façam mais investimentos para tornar o uso do cartão mais seguro. Se para débito automático há a necessidade de senha, para fazer compras no crédito basta um “rascunho” da assinatura.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 15:28
    Enviado por: Claudio

    Vários cartões nos EUA cobrem TODA a despesa, em caso de clonagem ou roubo. O resultado é que as empresas de crédito estão sempre checando, telefonando para confirmar transações estranhas, etc. É muito mais fácil para elas fazerem esse serviço que o dono do cartão.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 15:49
    Enviado por: Saracura

    Coincidência ou não. Me ligaram da administradora do meu cartão dizendo que a minha tarja magnética havia sido clonada.Confirmei as últimas compras que foram mesmo feitas por mim e vão bloquear o meu cartão.
    Quem sabe não enviam logo um com chip (que é mais difícil de ser fraudado).

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 16:10
    Enviado por: ygor

    Então, meu colega de trabalho teve o cartão de DÉBITO clonado! pegaram inclusive a senha!

    Acho a lei muito certa! Quem manda fazer um sistema chinfrim que qualquer um consegue roubar dados?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 17:17
    Enviado por: PAULO SILVA

    Acho que não é nada antiempresa, nem viés. Se existe uma Administradora responsável pelo cartão, que ela seja responsável, que ela crie mecanismos de segurança anticlone ou assuma as despesas de clone, com as excessões é claro. Mas o que não dá para aceitar é você abastecer num posto de gasolina, ter o seu cartão clonado e ser utilizado lá em Fortaleza, bem longe do meu domicílio e eu ainda ter de pagar as despesas do fraudador. Francamente, não tem nada a ver com transferência de responsabilidade e sim de apuração de responsabilidade, no caso as Empresas Administradoras de Cartões de Crédito. Coloquem chips, saiam na frente. É caro, diversifique.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 17:19
    Enviado por: Rafael

    Muito bem. Mas deve-se incluir nesta lei também os cheques.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 17:40
    Enviado por: Gerrit

    Interessante, mas quem vai pegar o cara que clonou o cartão e foi embora com a grana? É bom para o consumidor, bom para o ladrão e ruim para a administradora de cartão. Não sei se tem esta cláusula no projeto de lei, mas o consumidor deve ter a responsabilidade também de reportar suspeita de clonagem assim que receber a fatura.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 18:09
    Enviado por: Lucke

    Nenhum safado vai gostar dessa lei. Pode perder renda fácil. Até que enfim um pouquinho de alívio ao zé povão…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 18:56
    Enviado por: Flávio

    É realmente impressionante que alguns ainda acreditem que é “transferência” de responsabilidade responsabilizar as operadoras de cartão no caso de clonagem. Por que os cartões de crédito não têm senha? Sei que isso não impede, mas ajuda. Talvez quando nosso amigo tiver o cartão clonado e tiver que pagar por algo que não consumiu (como acontece no mundo inteiro), ele também diga “é bem Brasil…” Lamentável.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 19:05
    Enviado por: Rodriguez

    Para evitar o constrangimento de ambos os lados, deve-se imprimir a foto e o Rg do cliente no cartão. Isso dificultaria muito as fraudes, e com certeza seria mais barato que o chip biônico.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 19:06
    Enviado por: paulo sergio

    Se os cartões de crédito e de banco trouxessem a foto do cliente, muitas coisa poderiam ser evitadas.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 19:50
    Enviado por: Isis

    Realmente, se a foto do titular do cartão estivesse ali disponibilizada dificultaria bastante o seu uso por terceiros, já que é comum nem se pedir a identificação do portador do cartão. Se há negligência por parte dos consumidores, também há falta de investimento por parte das Administradoras, que consideram mais fácil e barato cobrar a fatura.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 22:07
    Enviado por: Denise

    Recebi um telegrama do meu banco na semana passada. Meu cartão foi clonado. Também apóio chip e senha para todos os cartões de crédito, já que o povo não dá pra mudar mesmo. Na fatura online o banco estornou todas as compras indevidas, mas nem sempre isso acontece. Eu já estava imaginando que teria muita dor de cabeça. Acho que a lei está certa, porque se tem um lado forte que pode pressionar por mais fiscalização e pode arcar com prejuízos é a administradora e banco e não o consumidor, individualmente.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2007 - 23:57
    Enviado por: Marcelo

    Bom, vocês acham que as administradoras sempre ficam no prejuízo? Tenho certeza que a maioria dessas operações da PF que prende os bandidos que clonam é patrocinada pelas Administradoras. Banco nunca fica no prejuízo. Isso é fato.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 07:08
    Enviado por: Alberto M Leite do Canto

    Por que não colocar foto no cartão?
    Custa caro para a administradora?
    Mas será que não resolveria o problema de clonagem e seqüestro rápidos para fazerem compras com o cartão de crédito.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 07:57
    Enviado por: WILSON

    PODE FALAR O QUE FOR … ELES CONTINUARAM SEMPRE NA FRENTE DE TODAS ADMINISTRADORAS.. DE CARTÕES.. COM FOTO SEM FOTO COM CHIP OU SEM CHIP… OS CLONADORES SEMPRE DÃO RISADAS DAS NOSSAS CARAS.. A ÚNICA MANEIRA DE TENTAR ACABAR COM ISSO E A POLÍCIA AGIR..

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 08:36
    Enviado por: Patricia

    Penso que deveria ser criada uma delegacia especial para tratar desses assuntos e o delegado poderia ser o capitão Nascimento, do Bope. Assim, capturar os fraudadores seria missão dada e missão cumprida.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 08:38
    Enviado por: Wilson

    Não adianta foto, se o cara clona o cartão, trocar a foto deve ser moleza. O chip ajuda, mas nem todas as modalidades de cartão têm o chip. E quanto à polícia, o problema está na lei. Bandido não é punido como deveria a começar no Planalto. A solução não é difícil, basta checar com freqüência a fatura do cartão (muitos bancos disponibilizam pela internet permitindo acompanhar as compras realizadas ou o saldo de compra/saque), não esquecendo também de checar sempre o extrato da conta corrente verificando também os cheques emitidos (número e valor). Qualquer suspeita vá até o banco responsável ou registre uma solicitação ao banco responsável através da central de atendimento.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 08:45
    Enviado por: João Gonzalez

    O que ajuda é mais seriedade de todos os envolvidos, seja do governo com suas ações judiciais e policiais e que já cobra do povo todos os gastos pertinentes; seja da administradora ou bancos que também já cobram do consumidor final todos os seus investimentos que são poucos e lucros que são muito; seja do consumidor, que tome cuidado e boicote estabelecimentos e transações que lhe parecerem inseguros e que cobrem mais seus direitos.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 08:46
    Enviado por: Mario Luis Buck

    As leis surgem para regular algo que já existe. No caso dos cartões, as fraudes são parte do dia-a-dia dos usuários, fraudadores e operadoras. Será que existe nesta lei algum resvalo que deixe o fraudador responsabilizado pelo seu ato. Fogos de artifício fazem barulho, brilham, mas não iluminam.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 09:02
    Enviado por: karollyne

    Muito bom. A lei está certinha.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 09:52
    Enviado por: Claudio

    Viés anti-empresa… besteira. Já existe tecnologia para impedir a clonagem (cartões com chip). As administradoras não usam porque não compensa para elas. Se houver fraude, quem paga é o cliente…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 09:59
    Enviado por: Edson Ribeiro

    Até que enfim. Os Bancos empurram um monte de cartão de credito nos clientes. Depois o cliente tem o cartão facilmente clonado por picaretas e bandidos. O cliente é a vitima e não pode arcar com os prejuizos. Se os Bancos não conseguem ter um produtos com 100% de segurança que não se estabeleçam. O resto é bla, bla, bla….

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 10:07
    Enviado por: Jose Ramires

    Só para relatar, tive um cartão de débito com CHIP clonado e o ladrão fez uma compra de R$.1.850,00 no Visa Eletron (débito), ou seja, além de clonar o cartão ele roubou a senha também.
    Tive um tratamento excelente do banco que devolveu o dinheiro em 5 dias úteis somado com a CPMF, desta forma o governo também lucrou com a clonagem.
    Resumindo, chip, senha, nada adianta. Eu tenho certeza que a clonagem foi feita em um caixa que retirei dinheiro algumas horas antes.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 10:29
    Enviado por: JoJo

    As empresas lucram bilhões com o uso do cartão e por que não deveriam pagar pelas falhas dele? A mesma coisa se aplica a banco por internet. Se colocam um vírus no computador e te roubam a senha, o banco deveria criar sistemas de proteção e não o consumidor. Reabram os caixas que foram fechados depois da internet…sairia muito mais caros que as fraudes! Nos EUA banco é para guardar dinheiro…e não essa sem-vergonhice aqui no Brasil…tudo tem que ter banco no meio…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 10:48
    Enviado por: Arnould Ferreira

    Já tive cartão de crédito clonado, tive sorte de ser cliente de um banco exemplar, o Bradesco, percebí a fraude no dia 28 de dezembro de 2006 às 23h, imediatamente entrei em contato o banco, tive as compras canceladas e crédito restituído no mesmo dia. Tenho orgulho de ser correntiste desse banco, que tem sistema de trabalho rígido e não admite falhas. Não tenho dinheiro, e, nem precisei falar com nenhum chefão para ser bem atendido.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 13:00
    Enviado por: Eduardo

    O Alessandro, do primeiro comentário, é muito espertinho. Ou é dono de administradora de cartão, ou NUNCA teve problemas com fraude.

    Como a administradora sabe de uma fraude? Um primeiro passo: se eu uso o cartão no Rio hoje e daqui a 20 min usam em NY, parece que há uma problema concorda? Alessandro, como EU vou saber disto?

    Meus cartões sempre tem atras, na área da assinatura, solicitando a identidade. Se eu perder e utilizarem antes deu bloquear, lamento muito, mas minha identidade diz quem eu sou e se não conferiu eu é que não vou pagar.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 16:30
    Enviado por: Flávia

    Acho um absurdo, pois o que mais se encontra é comércio que não exige RG. Dessa forma, qualquer pessoa pode comprar como se fosse o dono do cartão, já que tem toda essa facilidade.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 29/11/2007 - 19:58
    Enviado por: Alex Maciel

    PLANO COORP TIM
    Em 27/12 adquiri um plano “Nosso Modo” com 400 min coorp da Tim, com a empresa indicada pela própria TIM: COPYTEL TELECOM, Rua Edimburgo, 27 Vl Londrina fone: 11 6641.7602 copytel@copytel.com.br Vendas Coorporativas TIM.

    PLANO CONTRATADO:
    400 min custo mensal de 160,00 + 4,90 de assin. por aparelho e 0,40 por min que exceder o pacote de min.
    Hoje 11/01 o Sr. Alessandro Santos do 0800 me informou que no meu contrato o minuto excedente é de 0,45 e não 0,40.
    Nosso maior volume de ligações é para DD fora do estado tanto p/ celular como p/ fixo.
    O Sr. Wilson Rezende que esteve em minha empresa me dize que assim que ativasse as linhas que deveria ligar para 08007410041 e fazer a contratação do pacote de min a parte sendo nas seguintes condições: pacote LD41 50 min 150 mim 300 min 20,00 40,00 120,00 custo mensal
    sendo que poderia fazer ligações para telefone fixo e celular de qualquer operadora para fora do estado.
    Ligue para central 0800 e os atendentes me informaram que eu só poderia ligar para celulares da “TIM” e FIXO e se for celular de outra operadora será cobrado um valor diferente e não estaria dentro do pacote de minutagem.
    Hoje 11/01 + 1 protocolo de reclamação junto a TIM 546279 as 20:30 com o Sr. Alessandro Santos

    Advogado de Defesa:

    Você deve enviar sua reclamação para a coluna Advogado de Defesa, e-mail advogado.jt@grupoestado.com.br, com seus dados pessoais.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 30/11/2007 - 14:41
    Enviado por: Kuki

    Assim como outras pessoas acima, já tive cartão de débito clonado (este que usa senha), inclusive a senha foi clonada também provavelmente numa loja qualquer. O cartão de crédito é pior ainda porque tem loja (a maioria) que nem sequer olha para o nome do cartão ou pede um documento de identidade. Isso sem falar em compras pela internet que nem precisa do cartão, só do número.
    Assim na minha opinião a responsabilidade também é do lojista, que não se dá ao trabalho de verificar se o cartão pertence à mesma pessoa e no caso das lojas pela internet só deveriam entregar no endereço de fatura do cliente (algumas poucas fazem isto).

    responder este comentário denunciar abuso

  • 01/12/2007 - 04:25
    Enviado por: paulo rocha

    Já passou da hora de eles tomarem uma atitude.
    Até que enfim.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/12/2007 - 14:03
    Enviado por: Silvio

    Uma coisa que nunca entendi é por que os cartões da Índia tem a foto do usuário e nós temos uma assinatura. A foto, mais um chip, dificultaria muito o roubo. Vejamos: mesmo se o clonador usar um cartão com sua foto, em caso de apreensão, não precisa nem fazer retrato falado. E foto, qualquer caixa de supermercado pode checar.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 02/12/2007 - 23:57
    Enviado por: rogerio

    Muito boa a lei!

    E interando os comentários acima sobre medidas de segurança em cartão de créditos, uma idéia interessantíssima seria a Biometria, para compras que não fossem online. Isso funcionaria legal, mas para compras pela internet, nós usuários teríamos que adquirir um hardware “scanner biométrico” e os softwares das empresas de cobrança teriam que adaptar-se à isso…

    Mas, a verdade é que as Operadoras trabalham com o nosso dinheiro, então, se há fraude, primeiro pagamos a fatura, eles aplicam esse dinheiro e, por final, quando ganhamos a causa eles nos reembolsam, entenderam porque não é muito vantajoso investir na segurança?
    __________________________________________
    *** Para quem nunca ouviu falar em Biometria, eu explico: É um um sistema que lê e analisa a digital do seu dedo, quado você coloca num aparelhinho (scaner), tem muito disso em filmes de ficção, embora já exista em muitos lugares aqui de São Paulo

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/12/2007 - 06:50
    Enviado por: Antonio Leite

    É ótimo, assim provavelmente teremos que pagar, além das taxinhas de furto e roubo, mais uma taxa de clonagem. Esperem e verão

    responder este comentário denunciar abuso

  • 03/12/2007 - 22:01
    Enviado por: Genival Santiago

    Carlos Alberto,

    não concordo com sua opnião! As empresas Administradoras de cartão tem e devem ter mecanismos para proteger seus clientes.
    Os riscos de negocios fazem parte do setor. E isto meu nobre amigo, já faz parte da gorda margem de lucro deles.
    abs

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/12/2007 - 15:03
    Enviado por: kaio

    Na minha opinião, a lei está mais do que correta.
    É o que tenho a dizer…..

    responder este comentário denunciar abuso

  • 05/12/2007 - 20:05
    Enviado por: CCJ

    Trabalho em uma grande Administradora de Cartões e as perdas por fraude são totalmente isentas da responsabilidade dos clientes que são vítimas. Os sistemas usados para deteção e prevenção à fraudes são os mais avançados do mundo. No back office há uma equipe de estatísticos e analistas trabalhando em modelos que indicam probabilidade de fraude em cada uma das transações.
    Não existe 100% de acuracidade em nenhum sistema…Sempre haverá fraudes…A Lei é correta!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 06/12/2007 - 13:28
    Enviado por: Eduardo Lira

    ops. devemos lembrar também de protestar do assalto que são os juros cobrados pelas administradoras de cartões de crédito. Até podem ser legal mas que são imoral, ahhhh isso também são.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2007 - 20:51
    Enviado por: Augusto Camus

    Quando saiu este tal de cartão de crédito (coisa
    de americanos), ganhei um de presente. Só tive aporinhações. Sempre digo: As duas maiores ratoeiras criadas no século passado foram os tais cartões de crédito e o celuluar. Não uso nem de graça.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 08/12/2007 - 20:56
    Enviado por: Augusto Camus

    Cartão de crédito nem de graça. Idem celulares. Foram as maiores ratoeiras inventadas no século passado. Não venham me dizer que estou errado. Compro à vista se tenho dinheiro, se não tenho, espero e economizo.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/12/2007 - 11:35
    Enviado por: José Luiz

    Boa medida. Na Inglaterra ela já existe há mais de 10 anos e não houve aumento de taxas. Ao contrário. Os cartões são normalmente grátis.
    As operadoras são mais cuidadosas ao estipular o limite de crédito e também com os sistemas antifraude, pois a responsabilidade passa a ser delas.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 12/12/2007 - 14:21
    Enviado por: Naodigo

    Eu nao sei se o senhores ja ouviram falar mas tem um negocio fantastico que se chama dinheiro vivo.

    Voce da esse “dinheiro” para o vendedor e ele acredita se quiser lhe da a mercadoria.

    Nao tem que usar chip,foto,fatura,Rg, cpf. Nada mesmo.

    Incrivel nao e ?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 15/01/2008 - 16:00
    Enviado por: Sileni Costa

    A responsabilidade no caso de cartões de credito ou debito, não esta sendo transferida e sim direcionada a quem de direito, vale lembrar, que os bancos e administradoras nos cobram taxas altas para administrarem nossas contas, os banqueiros utilizam de nosso dinheiro depositado para investimentos, recebendo lucros exorbitantes. Senão fosse vantagem, mesmo tendo que pagar uma indenização para ser banqueiro ou possuir uma administradora de cartões. Por quê alguém o faria? Visando em indenizações é que cobram as taxas, ainda sim, é lucrativo. Meu cartão de crédito, por exemplo, cobra R$ 3,00 mensais para seguro de perda e roubo, calculem quantas pessoas pagam essa taxa, e quantas realmente usam esse seguro, deduzam daí uma das vantagens da administrara e esse é apenas um exemplo.
    Quanto a colocarem fotos nos cartões, isso poderia até dificultar a clonagem, mas não acredito que resolveria o problema, se até mesmo Cédula de Identidade os “bandidos” conseguem falsificar. A solução seria interesse maior por parte das autoridades em investigar e prender os falsificadores, punições severas aos mal feitores ou sendo mais dramática voltarmos a época da vovó e guardarmos nosso dinheiro em baixo do colchão e fazermos compras somente em dinheiro.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 21/01/2008 - 21:11
    Enviado por: maria das graças lima da silva

    oi gostaria de saber como devo, fazer pois meu cartão foi clonado e pegaram toda minha grana ja procurei meu banco o qual ja cançelou o cartão… gostaria de saber nesses casos se o banco se responsabiliza em devolver a grana????.

    obrigada!!!.

    Advogado de Defesa:

    Se o banco não devolver, você pode procurar o Juizado Especial Cível e abrir processo contra o banco

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/03/2008 - 16:03
    Enviado por: Gilberto

    A lei esta sendo cumprida, pelo menos no Credicard.
    Tive duas compras no valor total de R$825,00,que não reconheci. Liguei para a Credicard cancelando a compra que ressarciu o crédito para meu cartão de crédito.
    Agora a Credicard fará a investigação.

    Obrigado Camara Municipal!

    responder este comentário denunciar abuso

  • 16/08/2010 - 14:43
    Enviado por: Mateus Rodrigues

    Tive R$1300 retirados da minha conta poupança da Caixa e entrei com um processo administrativo para tentar recuperar o $. Houve 3 saques e um deles foi em lotérica(sendo q lotérica deve pedir identidade e assinatura).

    Infelizmente terei de comprar à vista e ainda pagar os 5% imbutido dos cartões de crédito, sem direito à desconto.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 14/09/2010 - 20:47
    Enviado por: Decio Carreta

    Acho q o problema vai muito alem do simples ressarcimento do dinheiro em questao. Fui clonado. numa conta com volume GRANDE de movimentacao, descobri tecnicamente um dia depois, mesmo assim a quadrilha conseguiu tirar 3mi reais usando subterfugios. mas o PIOR nao sao os 3mil, e sim a divulgacao dos meus dados, saldo, movimentacoes financeiras, este é o GRAVE da quebra do meu sigilo bancario. Agora, quem vai proteger a minha familia? Os bandidos vendo um volume anormal de movimentacoes, devem ter ficado de olho grande e com todos os meus dados bancarios podem conseguir informacoes de endereco entre outros, e praticarem crimes de extorçao, sequestro e coisas piores, o que fazer?

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/10/2010 - 16:48
    Enviado por: Rosemari

    Meu marido sacou dinheiro num caixa 24 horas em um supermercado que tem uma grande rede de supermercados em Curitiba, o Caixa 24 horas fica no estacionamento, no subsolo e não tem segurança alguma. Enfim, teve seu cartão de débito da CEF clonado. Sacaram todo o dinheiro da Conta Poupança que era para pagamento de contas, inclusive financiamento do apto da própria CEF e tbém parcelamento de cartão de crédito da própria CEF. Fizemos a reclamação e o Técnico Bancário da Ag CEF já de imediato disse que fomos vítimas de clonagem e que meu marido terá o ressarcimento do dinheiro em 10 dias. Bem, vamos aguardar, estou confiando na palavra desta pessoa e espero não ter uma decepção… não temos culpa se os locais dos caixas 24 horas ficam em locais de livre acesso e sem segurança. Nem imaginávamos que isso aconteceria conosco.
    Gostaria de saber se o Supermercado tbém deve ressarcir por danos morais e materiais, visto que passamos constrangimento qdo abastecemos o carro e não havia saldo na conta, como devolver combustível??? Meu marido teve que deixar o celular como garantia, emprestar dinheiro e voltar ao posto para pagar e recuperar o celular. E ainda, estávamos prontos prá viajar e não podemos pois tivemos que ir à CEF e teremos que aguardar esse prazo ou até mais…

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/10/2010 - 11:00
    Enviado por: erick carlos carelli

    e bom msm quem sabe assim as coisas mudam pis meu cartao de credito foi clonado 2 vezes em menos de 5 meses assim fica dificil neh estou trabalhando para vagabundo gastar meu di nheiro so lembrando que da ultima vez ainda nao foi solucio nado meu problema e continuo sem meu cartao de credito e automaticamente o de debito tambem fica bloquiado pois era as duas operaçao no mesmo cartao ….

    responder este comentário denunciar abuso

  • 24/11/2010 - 12:01
    Enviado por: Pedro

    Boa tarde, eu sou portugues, e o meu cartao portugues foi clonado aqui no brasil, tal como o do meu irmao. O que podemos fazer, ja que usamos uma caixa automatica dentro do pao de acucar em fortaleza!

    responder este comentário denunciar abuso

    • 24/11/2010 - 17:51
      Enviado por: Marcelo Moreira

      Fala um boletim de ocorrência em uma delegacia de polícia para registrar o ocorrido e exija do banco o ressarcimento de eventuais prejuízos. Se o banco não concordar, processe a instituição em um JUizado Especial Cível por ressarcimento e indenização por danos morais. Se julgar que o caso tem gravidade maior, então procure um advogado e recorra à Justiça comum.

      responder este comentário denunciar abuso
  • 14/03/2011 - 21:02
    Enviado por: Lima

    O coitado que disse que lei tem viés antiempresa não tem a mínima noção de Direito. Estuda, filho, e vc vai entender que neste caso prevalece a responsabilidade objetiva da administradora de cartões. Ela assume o risco de operar com esse tipo de meio de pagamento e ela é quem tem o dever de verificar se os débitos são regulares. Cada um que me aparece aqui.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 10/04/2011 - 19:15
    Enviado por: Dr.Alarcon

    O Projeto de Lei da Comissão de Defesa do Consumidor sem dúvida alguma que é interessante, contudo, a Justiça não dorme e anda fazendo “JUSTIÇA”. Meu escritório diáriamente atende clientes vítimas de clonagem do cartão magnético, onde, imediatamente ajuizamos ação para ressarcimento dos valores sacados indevidamente e também buscando reparação de danos morais.
    Das centenas de ações que já atuamos, o êxito sempre foi alcançado, pois, o banco detém o risco do negócio, eis que, o sistema de movimentação bancária geralmente não é seguro e está sujeito a fraudes e, por isso, deve haver a responsabilização do banco, já que se trata do risco de sua atividade, diante de uma tecnologia que não oferece a segurança necessária para afastar práticas ilícitas.

    responder este comentário denunciar abuso

  • 22/11/2011 - 16:19
    Enviado por: gislei vilas boas

    como fazer para receber de um safado me deu 10 cheques e depois sustou todos sera que eu poso protestar ele

    responder este comentário denunciar abuso

  • 28/11/2011 - 18:47
    Enviado por: antonio

    meu cartão foi clonao e o banco alega que eu que fiz um saca m pois foi feito na aagencia onde customo sacar dinheiro , que devo fazer ?

    responder este comentário denunciar abuso

Deixe um comentário: